Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Olá.


    Estou com uma dúvida que deve ser simples para vocês.
    Pesquisando aqui, notei uma desconcordância entre o que eu achei que sabia e o que vejo na Internet.

    É o seguinte: sempre pensei que com fibra monomodo fosse 1 para TX e outra para RX, separadas. Pensei que fosse assim durante toda a rede, até chegar no cliente, com 2 F.O. Depois comecei notar que nas especificações dos equipamentos os comprimentos de onda para TX e RX são diferentes, como se fosse projetado para estarem os dois na mesma fibra, mas não dei muita atenção, achei que mesmo em fibras diferentes o comprimento era distinto para facilitar para o transmissor/receptor. Embora soubesse que em triple play cada serviço é um comprimento de onda, o que já daria para deduzir que é

    Agora, estava pesquisando cabos de fibra óptica e quanto ao tipo drop, o que mais acho é com 1 F.O. No site das fabricantes diz ter com mais F.O.s, mas o cabo flat só vi com 1 F.O, em lugar algum vi citando mais que isso. As ONUs que vi só têm 1 conector para fibra.

    Alguém poderia me explicar isso? Como funciona essa questão em redes PON? É TX e RX na mesma fibra ou separado?

    E nesse aspecto, há diferença entre GPON e GEPON? Cheguei a imaginar que no GPON talvez seja TX e RX na mesma fibra no GEPON sejam separados, mas não pesquisei isso ainda, estou escrevendo o tópico às pressas.


    Agradeço pela atenção.
    Até logo.
    Última edição por TsouzaR; 15-12-2014 às 13:39.

  2. FTTH = SM.

    MM ou MultiMode basicamente é uma fibra com um núcleo maior, que proporciona a propagação de mais luz, de diferentes modos, pois tem um maior espaço para reflexão. Devido a isso é mais suscetível a atenuação consequentemente alcança menores distâncias, e até algum tempo menores velocidades. Hoje já existem ativos capazes de trafegar bandas de 10GbE em MM, mais as distancias ainda são muito inferiores a SM.

    SM ou Single Mode tem um núcleo muito menor o que permite a propagação da luz em um único modo e com mais velocidade, ficando menos suscetível a atenuação de sinal e permitindo maiores bandas e principalmente maiores distâncias.

    Em geral, fibras MM são muito pouco usadas hoje em dia, pelo que tenho conhecimento são mais empregadas para projetos dentro de CPD's e pequenos enlaces (isso até que alguém conteste essa informação).

    A questão de usar 1 ou 2 fibras separadas para TX e RX respectivamente é uma questão de ativos e não exclusiva do tipo de FO utilizada. Quando se usa desta forma, os ativos em ambas as pontas são iguais, o que acontece é a inversão das pontas das fibras ou seja, a TX em uma extremidade será a RX na outra e vice e versa. É claro que existem diferentes ativos para MM e SM.

    Já quando TX e RX são transmitidos em uma mesma fibra, os ativos em ambas as pontas precisam saber identificar a frequência de RX e TX. Em um ponto a ponto de fibra utilizando conversores de mídia convencionais (ala CiaNet, DNet, TP-Link) vc precisa trabalhar sempre em pares (LXA / LXB).

    Em redes PON (tanto GPON quanto EPON (comercialmente batizada de GePON)) tanto a OLT quanto as ONU's já possuem as cabeças óticas (Módulos SPF) específicos para esse tratamento de RX e TX em diferentes frequências dentro de uma mesma FO, ou seja, a Porta da OLT com a Porta da ONU é como se fosse uma par de conversores.

    Desconheço qualquer aplicação que empregue TX e RX em diferentes FO's tratando-se de FTTH, uma das premissas desta tecnologia é justamente o aproveitamento de fibras e derivação de rede, não justificaria o uso de 2 fibras onde uma é o suficiente.



  3. Citação Postado originalmente por marcioelias Ver Post
    Já quando TX e RX são transmitidos em uma mesma fibra, os ativos em ambas as pontas precisam saber identificar a frequência de RX e TX. Em um ponto a ponto de fibra utilizando conversores de mídia convencionais (ala CiaNet, DNet, TP-Link) vc precisa trabalhar sempre em pares (LXA / LXB).

    Em redes PON (tanto GPON quanto EPON (comercialmente batizada de GePON)) tanto a OLT quanto as ONU's já possuem as cabeças óticas (Módulos SPF) específicos para esse tratamento de RX e TX em diferentes frequências dentro de uma mesma FO, ou seja, a Porta da OLT com a Porta da ONU é como se fosse uma par de conversores
    Era exatamente aí que estava minha dúvida, @marcioelias.
    Eu não estava entendendo o porquê de em algumas aplicações usarem 2 F.O. SM separadas para TX e RX, enquanto outras usam 1 F.O. SM com TX e RX junto porém com comprimentos de onda diferentes.

    Então:
    PtP, usando conversores de mídia = TX e RX em fibra separadas
    Rede PON = TX e RX na mesma fibra com comprimentos de onda distintos


    Obrigado mesmo.
    Abraços.

  4. Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post

    Então:
    PtP, usando conversores de mídia = TX e RX em fibra separadas
    Rede PON = TX e RX na mesma fibra com comprimentos de onda distintos

    Quase isso rsrs.

    É muito comum conversores de mídia que usam apenas uma FO. (diria que mais comum com 1 do que com 2 FO).

    O fato é que PON com 2 FO nem deve existir.



  5. Citação Postado originalmente por marcioelias Ver Post
    Quase isso rsrs.

    É muito comum conversores de mídia que usam apenas uma FO. (diria que mais comum com 1 do que com 2 FO).

    O fato é que PON com 2 FO nem deve existir.
    Entendido.

    Agradeço por responder.
    Até logo.






Tópicos Similares

  1. TX e RX Duvida na interpretação!
    Por claudinhohw no fórum Redes
    Respostas: 11
    Último Post: 07-01-2017, 06:49
  2. Respostas: 2
    Último Post: 03-03-2010, 10:26
  3. Nstreme Dual com Tx e Rx em RBs diferentes
    Por crisb2reis no fórum Redes
    Respostas: 10
    Último Post: 03-09-2009, 08:01
  4. TX e RX em Multilink SWL3300AP(db)
    Por jesusnetworks no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 17-09-2004, 08:15
  5. TX e RX em Multilink SWL3300AP(db)
    Por jesusnetworks no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 13-09-2004, 17:59

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L