+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Olá pessoal, já faz um tempo que estou lendo sobre isso mas acho que não entendi mesmo o conceito.

    Em um cenário:

    Quero ter dois links redundantes para os servidores, mas que eu possa utilizar o IP em ambos os links.
    Para isso vou ter que me cadastrar na LACNIC e registro.br para obter meu bloco IP correto?
    Também vou ter que usar BPG para anunciar os ips.

    É isso?

    Esses links que um monte de gente vende no fórum posso usar BGP neles? Estou com contato com a GVT para obter os links, e o vendedor me disse que pra isso tenho que ter um link ISP.

    É nisso que estou me confundindo, sobre que tipos de links existem.


    Outra coisa, sobre os PTTs, se eu me conectar neles por um link dedicado da COPEL por exemplo, eu tenho internet?



    Agradeço muito quem puder me ajudar a entender esses conceitos.


    Grande abraço

  2. #2

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Quero ter dois links redundantes para os servidores, mas que eu possa utilizar o IP em ambos os links.
    Para isso vou ter que me cadastrar na LACNIC e registro.br para obter meu bloco IP correto?
    Também vou ter que usar BPG para anunciar os ips.
    Não há interação direta com a LACNIC, e registro.br especificamente trata apenas do registro de domínios .br.

    Você tem que obter um ASN (Autonomous System Number) e um bloco IPv4 e IPv6 com o CGI.br.
    Para isso há alguns requisitos, como: ter link dedicado (e acho que é obrigatório ter link de redundância), equipamento capaz de trabalhar com BGP, ser um provedor devidamente legalizado ou uma empresa final em ordem com os órgãos fiscais, etc.

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Esses links que um monte de gente vende no fórum posso usar BGP neles? Estou com contato com a GVT para obter os links, e o vendedor me disse que pra isso tenho que ter um link ISP.
    A maioria permite BGP, mas há exceções (geralmente provedor pequeno vendendo link de outro) que no máximo roteiam um /29 para você (tem os mãos de vaca que nem isso oferecem, só o /30, quando não /31 ou /32 básico para a interconexão).

    Esse tal link ISP que o seu contato te informou deve ser link dedicado comum oferecido pela GVT, mas voltado para provedores (com atendimento diferenciado, BGP, etc.).

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    É nisso que estou me confundindo, sobre que tipos de links existem.
    Se for quanto a esse tal "link ISP" da GVT, os tipos de link vão depender da operadora ou provedor que os vende, são planos diferenciados para cada público, basicamente.

    Até onde sei, os únicos tipos genéricos de link que existem são dedicado de trânsito (é esse link do qual você fala e permite comunicação com a Internet), dedicado de transporte (comunicação em camada 2 entre dois pontos, tem diversas finalidades), e compartilhado (é o serviço final oferecido pelos provedores aos clientes).

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Outra coisa, sobre os PTTs, se eu me conectar neles por um link dedicado da COPEL por exemplo, eu tenho internet?
    Para chegar no PTT tem que ser link de transporte até algum PIX. Só com isso você consegue comunicação nacional. Para internacional tem que adquirir trânsito com algum provedor ou operadora que participe do mesmo PTT que você (ou ter um link de trânsito em conjunto do de transporte para o PTT).



  3. #3

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    TsouzaR, muito obrigado pelos esclarecimentos.


    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Para chegar no PTT tem que ser link de transporte até algum PIX. Só com isso você consegue comunicação nacional. Para internacional tem que adquirir trânsito com algum provedor ou operadora que participe do mesmo PTT que você (ou ter um link de trânsito em conjunto do de transporte para o PTT).
    A COPEL vende esse serviço que me liga no PIX de Londrina
    http://www.copeltelecom.com/hpteleco...o-ehsn-ptt.jsp

    Quer dizer então que seu eu for um AS, obter meu bloco IP com CGI.br e contratar link de transporte até o PIX de Londrina os serviços do meu servidor podem ser acessados pelo Brasil todo?
    Qual é o limite de velocidade? ou o limite de velocidade é o limite do meu link?

    Como funciona a contratação de trânsito internacional?
    Eu pago por uso ou existem pacotes predefinidos?
    Todas as operadoras vendem trânsito?

  4. #4

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Quer dizer então que seu eu for um AS, obter meu bloco IP com CGI.br e contratar link de transporte até o PIX de Londrina os serviços do meu servidor podem ser acessados pelo Brasil todo?
    Exatamente.

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Qual é o limite de velocidade? ou o limite de velocidade é o limite do meu link?
    Sim, o limite é a velocidade do link.

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Como funciona a contratação de trânsito internacional?
    Eu pago por uso ou existem pacotes predefinidos?
    Todas as operadoras vendem trânsito?
    É a mesma coisa que contratar um link dedicado de trânsito comum, porém é feito dentro da rede do PTT por meio de VLANs.

    A comunicação nacional no PTT se dá por um acordo chamado ATM, no qual todos participantes fazem parte de uma mesma VLAN (ID 100, se não me engano) e fazem BGP com os roteadores do PTT. Assim, você consegue se comunicar com qualquer serviço na rede dos participantes.

    Agora, para ter trânsito internacional, é solicitada uma VLAN exclusiva, da qual farão parte apenas você e a operadora/provedor que for te atender (acordo bilateral). Por meio dessa VLAN a operadora/provedor te atende como se fosse um link dedicado comum, que você compra em qualquer cidade: preço por quantidade (às vezes é até mais barato quando pega no PTT), pode ter BGP ou não, etc.

    Há várias operadoras e provedores (Level 3, Sparkle, G8, Algar, Minas Mais, etc.) de tudo quanto é porte vendendo trânsito nos PTTs. É mais difícil achar quem não venda, mas não é impossível - alguns participam só pelo tráfego nacional.



  5. #5

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Qual a configuração seria mais recomendada para redundância e/ou maior custo benefício (se é que seja possível)

    a- Contratar um Link de Transporte até um PIX + Link de Trânsito + BPG
    Contando que a maioria dos recursos acessados nos servidores são por brasileiros, com isso usaria quase que inteiramente link de transporte. O Link de Trânsito seria paras as rotas internacionais e para servir como rota na ocasião de falha do link de transporte com o PTT.

    b- Dois links de trânsito de operadoras diferentes + BGP

    c- Dois links de transporte me conetando a dois PIX diferentes + BGP + compra de trânsito


    É possível essa combinação? Qual poderia me dar o menor tempo de acesso? Qual seria mais segura no quesito redundância? Qual seria mais barata?

    Levando em conta que o serviço mais solicitado é um site que mantemos que tem em média 22 milhões de pageviews/mês. Existe mais coisa mas o maior é esse, e 90% do tráfego provêm do Brasil.

  6. #6

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Qual a configuração seria mais recomendada para redundância e/ou maior custo benefício (se é que seja possível)

    a- Contratar um Link de Transporte até um PIX + Link de Trânsito + BPG
    Contando que a maioria dos recursos acessados nos servidores são por brasileiros, com isso usaria quase que inteiramente link de transporte. O Link de Trânsito seria paras as rotas internacionais e para servir como rota na ocasião de falha do link de transporte com o PTT.

    b- Dois links de trânsito de operadoras diferentes + BGP

    c- Dois links de transporte me conetando a dois PIX diferentes + BGP + compra de trânsito


    É possível essa combinação? Qual poderia me dar o menor tempo de acesso? Qual seria mais segura no quesito redundância? Qual seria mais barata?

    Levando em conta que o serviço mais solicitado é um site que mantemos que tem em média 22 milhões de pageviews/mês. Existe mais coisa mas o maior é esse, e 90% do tráfego provêm do Brasil.
    Analisemos as opções.

    a: não há redundância para rotas internacionais.
    b: é a melhor dentre as 3 opções, mas pode não ter o melhor custo-benefício.
    c: não se deve confiar no PTT para pegar todo seu link (conheço um provedor que tem todo o seu link, uns 10Gbps, vindo do PTT-SP com vários trânsitos lá, mas é muito arriscado). O PTT não garante disponibilidade. Recentemente houveram uns problemas no PTT-SP que causaram bastante instabilidade.

    Na minha opinião, o melhor custo-benefício com redundância seria:
    - link de trânsito com [operadora/provedor 1].
    - link de transporte até PIX do PTT com [operadora/provedor 2].
    - trânsito com algum participante do PTT, desde que não seja [operadora/provedor 1].

    Embora eu não ache legal essa preferência toda ao PTT-SP, - provedor de MG, por exemplo, ao invés de conectar no PTT-MG prefere ir até o de SP, o que desestimula o desenvolvimento dos outros - ele é o que possui mais conteúdo e participantes, desde pequenos a gigantes multinacionais, e por isso é onde terá maior proveito.



  7. #7

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Os PIX cobram pra se conectar neles?

    Os PTTs são interligados? Vi no site do PTT Metro que por eles próprios não se interconectam, portanto é so as conexões privadas que ligam um ao outro?

    Se for assim teria que negociar transito para atingir outros PTTs, é isso?

  8. #8

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Os PIX cobram pra se conectar neles?
    Aí está uma coisa sobre a qual ainda tenho dúvidas. Vejo falar que o PTT é totalmente gratuito, ao mesmo tempo que já li que é preciso pagar por porta usada no PIX. Se bem que os PIXs são administrados por empresas privadas, então não são exatamente o PTT, mas sei lá, tem que ver com alguém mais entendido disso aí, pois eu não me lembrava desse detalhe e via dizer que o custo era unicamente com transporte.

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Os PTTs são interligados? Vi no site do PTT Metro que por eles próprios não se interconectam, portanto é so as conexões privadas que ligam um ao outro?
    Não, não são interligados pelo CGI.br, apenas por empresas privadas.

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Se for assim teria que negociar transito para atingir outros PTTs, é isso?
    Sim, teria que adquirir, dentro do PTT onde está conectado, o trânsito para outro. E é por isso que todo mundo se conecta logo no PTT-SP, porque lá é onde tem tudo. Estando lá você não vai nem precisar de comunicação com outro PTT, a não ser em algum caso muito especial.



  9. #9

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Entendi perfeitamente tudo que me explicaste.

    Agora pra finalizar deixa eu fazer uma pergunta idiota.


    Se eu quero hostear os meus servidores na empresa. Existe alguma forma de eu conseguir alguma redundância utilizando links ADSL?

    Porque ao meu ver o ponto fraco em eu ter o servidor alimentado por links ADSL (mesmo que eu tenha 3, um de cada operadora) é que cada um tem um IP, e o servidor DNS aponta cada registro A para somente um IP. Então qualquer mudança de IP criaria o caos porque demoraria pra replicar entre os servidores DNS. isso né?

    Nem que seja uma VPS rodando na Amazon que faria de alguma forma ela sempre saberia (tipo ping) qual IP está online ou não, e eu poderia encaminhar a solicitação para o IP correto (o que está online)?

    Existe alguma forma mesmo que seja uma adaptação técnica (pra não falar gambiarra) para que eu possa ter alguma redundância nesse cenário?


    Agradeço por qualquer idéia

  10. #10

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Se eu quero hostear os meus servidores na empresa. Existe alguma forma de eu conseguir alguma redundância utilizando links ADSL?
    Não dá para usar conexão ADSL como link para servidor, por dois motivos:
    1º: servidor precisa de muito upload e não download. Ele vai estar sempre enviando dados para a Internet, não recebendo. ADSL geralmente tem upload de 1Mbps, o que não serve para absolutamente nada em um servidor, seja lá qual for a aplicação que estiver rodando nele (o upload em ADSL é muito instável).
    2º: link para servidor tem que ser confiável, com alto SLA. ADSL foi feito para testar a paciência de quem precisa de conexão estável e constante.

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Porque ao meu ver o ponto fraco em eu ter o servidor alimentado por links ADSL (mesmo que eu tenha 3, um de cada operadora) é que cada um tem um IP, e o servidor DNS aponta cada registro A para somente um IP. Então qualquer mudança de IP criaria o caos porque demoraria pra replicar entre os servidores DNS. isso né?
    Isso nem é problema, comparado aos itens anteriores que citei.
    Registro DNS A pode apontar para quantos IPs você quiser, ao mesmo tempo. Quando há mais de 1 IP associado ao registro A, os servidores DNS respondem cada um rotativamente, ou seja, na primeira requisição ele vai te dar o 1º IP, na segunda o 2º IP, etc., até chegar ao último e voltar ao 1º.
    DNS não faz failover, fallback, etc. Se o servidor em um dos IPs não estiver respondendo, azar de quem recebeu ele como resposta à requisição DNS, vai ficar sem conectar.
    Se você definir um TTL muito baixo, tipo 30 segundos, para o registro A, você consegue alterar ele e rapidamente isso é propagado (DDNS fazem assim). O que acontece é que geralmente os serviços de DNS tem valores de TTL muito altos como padrão, geralmente 24hs ou 48hs, e os desentendidos não modificam e depois ficam reclamando de propagação lenta.


    Resumindo tudo: ADSL não serve para nada em provedor de conteúdo, que precisa de upload, e não download como provedor de acesso. Nesse cenário seu, colocar ADSL como redundância é o mesmo que não ter nada para segurar caso o link principal caia.



  11. #11

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Não dá para usar conexão ADSL como link para servidor, por dois motivos:
    1º: servidor precisa de muito upload e não download. Ele vai estar sempre enviando dados para a Internet, não recebendo. ADSL geralmente tem upload de 1Mbps, o que não serve para absolutamente nada em um servidor, seja lá qual for a aplicação que estiver rodando nele (o upload em ADSL é muito instável).
    2º: link para servidor tem que ser confiável, com alto SLA. ADSL foi feito para testar a paciência de quem precisa de conexão estável e constante.
    É que na minha cidade tem esse serviço da copel, é fibra.

    http://www.copeltelecom.com/hpteleco...mpresarial.jsp

    R$ 369,90 100Mb UP 100Mb Down

    Por isso estava pensando em alguma forma de dar redundância, porque pegava essa fibra da COPEL para ser o link principal, e pegaria 100Mb da GVT pra ser o "backup" que também usaria para prover internet na empresa.

    Mas esperar propagação DNS está fora de cogitação.

  12. #12

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    É que na minha cidade tem esse serviço da copel, é fibra.

    http://www.copeltelecom.com/hpteleco...mpresarial.jsp

    R$ 369,90 100Mb UP 100Mb Down

    Por isso estava pensando em alguma forma de dar redundância, porque pegava essa fibra da COPEL para ser o link principal, e pegaria 100Mb da GVT pra ser o "backup" que também usaria para prover internet na empresa.

    Mas esperar propagação DNS está fora de cogitação.
    Você disse que era ADSL...
    Na fibra, até planos compartilhados são usáveis, totalmente diferente da realidade que descrevi no outro post.

    Esse serviço aí não é link dedicado, mas dá para usar sem problemas, até certo ponto, para o que você descreveu.
    Se a qualidade for boa (chegar mesmo os 100Mbps de up e down com baixa latência), só perde para dedicado em questão de equipamentos usados e garantias contratuais.

    Como disse, se você definir um TTL baixo (30 segundos, por exemplo) no registro DNS, a propagação vai ser bem rápida, em questão de poucos minutos. Como IP não costuma ficar mudando do nada (muda quando ocorre reconexão: religamento de equipamentos, desconexão manual, etc., não é frequente), não vejo problema nisso aí.

    Mas o plano é empresarial. Não li tudo na página mas deve ter ao menos 1 IP fixo (ou pode contratar um, o que sai nada caro já que 100Mbps está nesse preço aí).



  13. #13

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Você disse que era ADSL...
    Na fibra, até planos compartilhados são usáveis, totalmente diferente da realidade que descrevi no outro post.
    Sim me desculpe falei errado mesmo.

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Como disse, se você definir um TTL baixo (30 segundos, por exemplo) no registro DNS, a propagação vai ser bem rápida, em questão de poucos minutos. Como IP não costuma ficar mudando do nada (muda quando ocorre reconexão: religamento de equipamentos, desconexão manual, etc., não é frequente), não vejo problema nisso aí.
    Poucos minutos ainda é muito tempo.

    Utilizando links redundantes e BGP no caso de um ou outro falhar conseguiria ter zero downtime?

    Não existe nenhuma outra forma que eu possa ter zero downtime sem ter links e IPS próprios, ou seja ter que virar um AS?

  14. #14

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Utilizando links redundantes e BGP no caso de um ou outro falhar conseguiria ter zero downtime?
    Não. BGP tem um tempo de convergência relativamente longo. Quando um peer cai, leva um tempo para o roteador perceber e refazer a tabela FIB com as rotas de outro peer (se houver).

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Não existe nenhuma outra forma que eu possa ter zero downtime sem ter links e IPS próprios, ou seja ter que virar um AS?
    Ser um AS não garante zero downtime.
    Tem muita coisa que se faz para ter maior disponibilidade de serviço. Até onde conheço, o que é feito é ter redundância em circuitos L2, operadoras e equipamentos.

    Há estratégias na parte lógica da borda para garantir disponibilidade, mas não as conheço a fundo e espero que alguém com mais experiência possa pautar sobre isso aqui no tópico.
    Última edição por TsouzaR; 16-12-2016 às 00:12.



  15. #15

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Belo conteúdo, tirou muitas duvidas minha também!

  16. #16

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Citação Postado originalmente por CyberVerme Ver Post
    Sim me desculpe falei errado mesmo.



    Poucos minutos ainda é muito tempo.

    Utilizando links redundantes e BGP no caso de um ou outro falhar conseguiria ter zero downtime?

    Não existe nenhuma outra forma que eu possa ter zero downtime sem ter links e IPS próprios, ou seja ter que virar um AS?
    CyberVerme, pode migrar para uma estrutura AWS. Não garante zero de downtime mas muito provavelmente o downtime por conectividade será muito menor que o pessoal das aplicações consegue garantir.

    Mesmo colocando um LB no meio do caminho, sempre há a possibilidade até do LB cair, então não há como garantir.

    Se sua preocupação é no uptime de links, melhor migrar a estrutura para um datacenter como Google ou AWS que tem várias rotas redundantes de todos os níveis e mesmo assim, de vez em quando eles caem. Esse ano, como usuário AWS, vi cair uma vez. FIcou uns 15 min fora no ano. rsrs



  17. #17

    Padrão Re: Dúvida sobre Links, PTT, BGP

    Só uma correção, relativo ao tempo de convergência do BGP, tem mais coisas envolvidas além dos dois peers, temos que lembrar que o BGP é um acordo entre AS e isso para combinar os blocos, políticas de troca e etc. Além dos envolvidos diretamente, temos que considerar o tempo para que as rotas anunciadas sejam removidas da FIB de todos os roteadores conectados na internet, diferente do que a gente pensa, nossos anúncios vão para todos os roteadores conectados na internet. Se levar em conta todos os envolvidos podemos dizem que é muito rápido!

    Enviado via XT1580 usando UnderLinux App