+ Responder ao Tópico



  1. Neste ano de 2015, o mercado houve uma retração em termos que todos que possuem torres de telecom, estão burlando a aplicação das normas regulamentadoras, ou seja, devido a situação econômica do pais, que está havendo inflação em vários setores, quando alguns se mantém inalterados desde 2010.

    Quem procura regulamentar ou legalizar sua torre telecom, pensa que o fornecedor ou prestador deva manter valores de orçamentos de 2013, pelo menos, mas como todos sabemos hoje todos os produtos sofreram reajustes em base do índice de inflação que foi gritante do ano passado para cá.

    O que quero relatar é que muitos estão mantendo suas torres sem legalização, e que talvez não saibam, que o CREA mudou a forma de atuação, tinha no ano passado um prazo de 15 dias para um fôlego do notificado poder regularizar, mas houve uma nova resolução que tirou este prazo, assim a multa é imediata, e gira na faixa de R$ 5.000,00.

    Este comunicado é um alerta, para que quem esteja não regularizado, se precavenha em atendimento as normas regulamentadoras, que vai desde o fabrico da torre (local de quem manufatura os perfis metálicos, estes devem ter funcionários qualificados com curso médio profissionalizante, com credencial quitada do CREA, para o validar que é alguém capacitado), dos vendedores de torres devem ser vendedores com curso técnico com credencial do CREA, devido que ele é o entendedor e quem irá te previnir do que pode ser seguro ou não, se ele é uma pessoa sem curso profissionalizante, sem credencial do CREA, voce corre o grande risco de estar comprando gato por lebre, e dos montadores de torres e de empresas conservadoras que fazem a instalação e manutenção da estrutura metálica e, todos devem ter credenciais hoje do CREA, e também dos equipamentos de telecomunicações, quem sobe torres para instalar também devem ter o Certificado de Trabalhos em Altura da NR 35, que a lei determina que acima de 2,00 metros de altura deve ter treinamento de 8 horas.

    Certificados NR 35 validade de dois anos.

    Em usinas hidrelétricas, trabalhadores de soldagem ou de ponteiros com este certificado vencido é impedido de trabalhar, tem que renovar o certificado, o mesmo vale para torres de telecomunicações.

    Tanto o fabricante, como os montadores de estruturas metálicas e, dos que galgam subir torres, devem ter suas credenciais e certificados, e dos caminhões munck´s, ou de guindaste eletromecânicos, devem ter seus Laudos de M. Op. (Mecanismos Operacionais de acordo com o Denatran, na Renavan deve constar no campo de observaçãoes a frase "M.Op.").

    Neste ano percebeu-se que uma minoria está ilegal e, ao passo que está isto tá virando bola de neve, ou seja, na hora do desespero alguém procura os engenheiros civis, elétricos, mecânicos e até um geólogo (quem fornece laudo do tipo de solo - fundações), mas não - estão omitindo, uma por mera falta de informação, muitos que tem me procurado são leigos construindo torres, e deste modo fazem tudo muito meia boca (é algo de grande estupidez a falta de informação do camarada que resolve erguer uma torre, até dói quando me enviam fotos das fundações de buraco sem brocas, sem a devida anuência de um engenheiro civil).

    O engenheiro civil é peça chave numa torre, sem ele, escreve a torre é algo feito sem nada de norma.

    O engenheiro civil quem pelo menos possa averiguar que a fundação atende ao objetivo de ancorar uma torre, nem isto estão se preocupando.

    O camarada de hoje quer faturar enviar sinais para seus clientes, e das torres tudo ilegal.

    Estamos voltando ao ano de 2010, aonde a maioria era tudo feito no meio do zóio, e devido a situação do país, o camarada dos que são totalmente leigos, podem serem bons entendedor de telecomunicações, mas de torres zero e zero, não sabem nada, vão abrindo buraco colocando um bloco de concreto, e sem ancoragem, isto ai num temporal a torre vai cair com certeza.

    Dos que tenho tido contato desde 2011, se vissem as ancoragens que fazem com brocas de 2,5 metros além do fundo do buraco que tem 2,5 metros de profundidade, no total de fundação 5,0 metros e como fazem as ancoragens e poste de concreto com 2,5 metros de altura, para ancorar no caso de torre estaiada (seus cabos presos em chapa equalizadora).

    É preocupante, que devido que não tenho tido mais contatos com ninguém desde o carnaval, se passa um orçamento, querem te pagar melecas, mas a torre de quem vendeu pagou a preço de ouro, sim, uma boa torre, meia esquelética, por que quem vende vende o peixe, e não olha se atende as normas, alguns usam softwares para dimensionar os perfis, mas na hora do fabrico, dá um jeitinho brasileiro e afina os perfis, quer dizer o software não serviu para nada, por que se for pelo software o custo de fabricação fica alto, ai o cara usa o software para ter noção da besteira que vai dar e enganar quem compra a torre dele.

    O correto seria contratar uma empresa que fazem averiguação da tua torre e, existem empresas assim, que usam de equipamentos que medem a frequência dos perfis, e com isto podem saber se aquele perfil, num determinado módulo atende ou não o software que foi usado, porém é lógico uma empresa que realiza este tipo de medição tem seu custo, e quem tem capital de giro e pretende ter segurança no teu trabalho e atender seus clientes, vai correndo contratar uma empresa de medições.

    Das torres estaiadas que não atendem as normas, dos cabos de aço ou dos estais, tem norma para isto, devido ao escorregamento dos cabos. O correto são tres clips, cada um a cada 8 centimentros de distância entre eles e, devem ser tres clips, com um rabicho de cabo final com 15 centimentros.

    Os clips tem o lado correto de prender, mas não - fazem com dois clips e, rabicho de uns 3 centimentros.

    Se as normas, são normas, e não são cumpridas, quem tem feito tudo meia boca, com certeza nem documento de engenheiro civil tem, ai o dia que a casa cair, quem responde na justiça é o dono da torre, e depois o fabricante.

    Alerto à todos que procurem atender as normas, situação análoga é voce comprar um carro no valor de R$ 80.000,00 e não trocar o óleo dele, vai andar até fundir o motor!!!

    A troca do óleo normalmente se atende, está atendendo as normas da vida útil das peças do veiculo, indiretamente atende as normas de fabricação do veiculo, e por que as torres não?

    É, algo que vai passar para quem compra! O teu erro hoje, te coloca num tribunal um dia. Vale a pena!

  2. Ser fiscalizado pelo CREA tem a mesma probabilidade de acertar na Lotomania, se nem denunciando eles fiscalizam, imagino que não irão fiscalizar por conta própria, ainda mais torres que normalmente são instaladas em locais de difícil acesso...

    O CREA infelizmente só se pronuncia após alguma tragédia, e provedor de internet nunca foi o foco deles, eles gostam de fiscalizar é obras civis.

    Concordo que é o certo estar com tudo legalizado, mas caso não esteja, não é motivo para deixar de dormir, porque o CREA mesmo com essa nova multa, não intimida ninguém, gostaria de estar errado, mas infelizmente é fato!!!




    Citação Postado originalmente por TreiscBr Ver Post
    Neste ano de 2015, o mercado houve uma retração em termos que todos que possuem torres de telecom, estão burlando a aplicação das normas regulamentadoras, ou seja, devido a situação econômica do pais, que está havendo inflação em vários setores, quando alguns se mantém inalterados desde 2010.

    Quem procura regulamentar ou legalizar sua torre telecom, pensa que o fornecedor ou prestador deva manter valores de orçamentos de 2013, pelo menos, mas como todos sabemos hoje todos os produtos sofreram reajustes em base do índice de inflação que foi gritante do ano passado para cá.

    O que quero relatar é que muitos estão mantendo suas torres sem legalização, e que talvez não saibam, que o CREA mudou a forma de atuação, tinha no ano passado um prazo de 15 dias para um fôlego do notificado poder regularizar, mas houve uma nova resolução que tirou este prazo, assim a multa é imediata, e gira na faixa de R$ 5.000,00.

    Este comunicado é um alerta, para que quem esteja não regularizado, se precavenha em atendimento as normas regulamentadoras, que vai desde o fabrico da torre (local de quem manufatura os perfis metálicos, estes devem ter funcionários qualificados com curso médio profissionalizante, com credencial quitada do CREA, para o validar que é alguém capacitado), dos vendedores de torres devem ser vendedores com curso técnico com credencial do CREA, devido que ele é o entendedor e quem irá te previnir do que pode ser seguro ou não, se ele é uma pessoa sem curso profissionalizante, sem credencial do CREA, voce corre o grande risco de estar comprando gato por lebre, e dos montadores de torres e de empresas conservadoras que fazem a instalação e manutenção da estrutura metálica e, todos devem ter credenciais hoje do CREA, e também dos equipamentos de telecomunicações, quem sobe torres para instalar também devem ter o Certificado de Trabalhos em Altura da NR 35, que a lei determina que acima de 2,00 metros de altura deve ter treinamento de 8 horas.

    Certificados NR 35 validade de dois anos.

    Em usinas hidrelétricas, trabalhadores de soldagem ou de ponteiros com este certificado vencido é impedido de trabalhar, tem que renovar o certificado, o mesmo vale para torres de telecomunicações.

    Tanto o fabricante, como os montadores de estruturas metálicas e, dos que galgam subir torres, devem ter suas credenciais e certificados, e dos caminhões munck´s, ou de guindaste eletromecânicos, devem ter seus Laudos de M. Op. (Mecanismos Operacionais de acordo com o Denatran, na Renavan deve constar no campo de observaçãoes a frase "M.Op.").

    Neste ano percebeu-se que uma minoria está ilegal e, ao passo que está isto tá virando bola de neve, ou seja, na hora do desespero alguém procura os engenheiros civis, elétricos, mecânicos e até um geólogo (quem fornece laudo do tipo de solo - fundações), mas não - estão omitindo, uma por mera falta de informação, muitos que tem me procurado são leigos construindo torres, e deste modo fazem tudo muito meia boca (é algo de grande estupidez a falta de informação do camarada que resolve erguer uma torre, até dói quando me enviam fotos das fundações de buraco sem brocas, sem a devida anuência de um engenheiro civil).

    O engenheiro civil é peça chave numa torre, sem ele, escreve a torre é algo feito sem nada de norma.

    O engenheiro civil quem pelo menos possa averiguar que a fundação atende ao objetivo de ancorar uma torre, nem isto estão se preocupando.

    O camarada de hoje quer faturar enviar sinais para seus clientes, e das torres tudo ilegal.

    Estamos voltando ao ano de 2010, aonde a maioria era tudo feito no meio do zóio, e devido a situação do país, o camarada dos que são totalmente leigos, podem serem bons entendedor de telecomunicações, mas de torres zero e zero, não sabem nada, vão abrindo buraco colocando um bloco de concreto, e sem ancoragem, isto ai num temporal a torre vai cair com certeza.

    Dos que tenho tido contato desde 2011, se vissem as ancoragens que fazem com brocas de 2,5 metros além do fundo do buraco que tem 2,5 metros de profundidade, no total de fundação 5,0 metros e como fazem as ancoragens e poste de concreto com 2,5 metros de altura, para ancorar no caso de torre estaiada (seus cabos presos em chapa equalizadora).

    É preocupante, que devido que não tenho tido mais contatos com ninguém desde o carnaval, se passa um orçamento, querem te pagar melecas, mas a torre de quem vendeu pagou a preço de ouro, sim, uma boa torre, meia esquelética, por que quem vende vende o peixe, e não olha se atende as normas, alguns usam softwares para dimensionar os perfis, mas na hora do fabrico, dá um jeitinho brasileiro e afina os perfis, quer dizer o software não serviu para nada, por que se for pelo software o custo de fabricação fica alto, ai o cara usa o software para ter noção da besteira que vai dar e enganar quem compra a torre dele.

    O correto seria contratar uma empresa que fazem averiguação da tua torre e, existem empresas assim, que usam de equipamentos que medem a frequência dos perfis, e com isto podem saber se aquele perfil, num determinado módulo atende ou não o software que foi usado, porém é lógico uma empresa que realiza este tipo de medição tem seu custo, e quem tem capital de giro e pretende ter segurança no teu trabalho e atender seus clientes, vai correndo contratar uma empresa de medições.

    Das torres estaiadas que não atendem as normas, dos cabos de aço ou dos estais, tem norma para isto, devido ao escorregamento dos cabos. O correto são tres clips, cada um a cada 8 centimentros de distância entre eles e, devem ser tres clips, com um rabicho de cabo final com 15 centimentros.

    Os clips tem o lado correto de prender, mas não - fazem com dois clips e, rabicho de uns 3 centimentros.

    Se as normas, são normas, e não são cumpridas, quem tem feito tudo meia boca, com certeza nem documento de engenheiro civil tem, ai o dia que a casa cair, quem responde na justiça é o dono da torre, e depois o fabricante.

    Alerto à todos que procurem atender as normas, situação análoga é voce comprar um carro no valor de R$ 80.000,00 e não trocar o óleo dele, vai andar até fundir o motor!!!

    A troca do óleo normalmente se atende, está atendendo as normas da vida útil das peças do veiculo, indiretamente atende as normas de fabricação do veiculo, e por que as torres não?

    É, algo que vai passar para quem compra! O teu erro hoje, te coloca num tribunal um dia. Vale a pena!



  3. dmarcio. Quem tem me procurado desde agosto de 2011, foi por que teve fiscalização, como eu sou pouco conhecido, me vieram poucas pessoas, assim não é mensurável o que diz. Talvez ai aonde tu mora seja assim, não podemos generalizar, sei de quem foi atuado e teve que desmontar a torre, sorte sua e, eu tenho contato com CREA´s vários estados, são diferentes uns de outros. Cada estado é independente de outro, as resoluções são para todos, mas como agem não são iguais não.






Tópicos Similares

  1. Livro de Tecnlogia e em Torres Telecom!!!
    Por TreiscBr no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 0
    Último Post: 26-05-2016, 06:15
  2. Drones fiscalização instalações de torres telecom
    Por TreiscBr no fórum Segurança
    Respostas: 2
    Último Post: 12-09-2015, 18:08
  3. Segurança em Torres Telecom Casca de Laranja!
    Por TreiscBr no fórum Segurança
    Respostas: 19
    Último Post: 08-05-2015, 12:06
  4. Processo de Fabricação de Torres Telecom - Gabarito!
    Por TreiscBr no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 0
    Último Post: 07-12-2014, 08:43
  5. Respostas: 14
    Último Post: 17-01-2005, 17:11

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L