Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Desde que iniciamos a nossa atividade no ramo de provedores, esse início de 2015 pelo menos aqui, se comparando a uns 4 anos para cá que a internet se popularizou, esse foi o pior início de ano no que tange a novas instalações/adesões aqui no provedor.

    Alta dos alimentos, combustíveis, energia elétrica, dollar em alta subindo o preço dos importados, poderia isso estar tendo reflexo no provedor?

    Bom, classe alta já usa internet faz tempo, quem se conecta agora é a classe baixa e também novas famílias que se formam. Porém esse ano parece que o pessoal não está muito motivado em ter internet em sua casa (pelo menos aqui). Final de ano são muitas suspensões/cancelamentos devido a férias, viagens, festas, perca ou mudança de emprego etc., inicio de ano sempre muitas reativações início das aulas, novos empregos, fim das férias.

    Esse início de ano, muitos dos clientes desligados não reativaram, obviamente tivemos que fazer uma correção no valor da internet já que o preço encontra-se defasado a anos ( quando começamos 1kg de carne não era 10,00), ajustamos alguns clientes com preço defasado coisa de 5,00, não sei se foi isso que afugentou os clientes (não acredito).

    Ocorre que pelo andar da carruagem, se no decorrer do ano, se não melhorar em geral, corremos o risco de fechar dezembro com menos clientes do que dezembro de 2014, o que para minha análise seria uma decadência ou desaceleração no crescimento, primeira vez nesses quase 10 anos.

    Percebo que os usuários que cancelam, realmente querem economizar o valor pago na mensalidade para gastar com outras coisas, e eles estão se satisfazendo em se conectar as vezes no wi-fi de um amigo, de um parente, de vizinho, ou na rua de algum estabelecimento, tem dezenas de senhas de wi-fi, para que mais ficar pagando internet na sua casa?

    A conclusão é que, o preço da internet está sempre defasado, porém os provedores aumentavam seus lucros constantemente através do aumento da carteira de clientes, porém se esse crescimento entrar em recessão, ocorrerá que o preço da internet terá que ser reajustada anualmente como outros setores (energia, combustíveis etc). até porque o salário mínimo sobe todo ano, então nossa folha de pagamento também sobe, caso contrário o ramo não será autossustentável e entrará em decadência.
    Última edição por delegato; 21-03-2015 às 10:13.

  2. Por aqui o que mais está me afetando é o aumento do dólar que está me fazendo gastar mais com a compra dos equipamentos para novos clientes.

    Mas as instalações estão indo muito bem. Pra falar a verdade nunca esteve tão bom, tivemos um crescimento de 10% em 3 meses.

    Eu tenho atribuído isso ao investimentos que fiz na empresa, tanto na rede que resultaram na melhoria da qualidade do serviço, mas também devido a investimento na melhoria da identificação visual da empresa (Placas na loja, divulgação em eventos da cidade, adesivação do carro, uniformes para os funcionários).

    Mas além desses fatores intrinsicos tem também um fator externo que é a massificação dos smartphones, que tem feito um número maior de pessoas se conectarem e consumirem dados.

    Será que não tem algum concorrente na sua cidade que está absorvendo esses clientes?



  3. Eu tive isso em janeiro de 2014, 90% dos parcelamentos não foram pagos, metade dos clientes atrasou internet, foi péssimo.

    Estou no meio do centro-oeste, região onde o nível de descontentamento com o governo segundo as pesquisas é de 75%, mas isso não é de hoje, fim de 2013 já estava assim, ano passado só piorou (Tanto que nas eleições varios municípios tiveram votação no governo atual de coisa tipo 15%!) e agora já normalizou, quem tinha que falir já faliu, que estava devendo já vendeu até as cuecas pra pagar o que pode e se mudou, etc. Enfim, a crise já está presente nalgumas areas do país.

    HOJE o mercado aqui está melhor que em janeiro de 2014, porque ao menos se sabe com certeza o futuro (Inflação, crescimento baixo, etc), enquanto em 2013 ou 2014 não se tinha certeza, não dava pra apostar.

    Sabendo do futuro provável, tem gente investimento em negócio de custo baixo. Carros provavelmente não vão vender, mas os carros em uso envelhecem e precisam manutenção. TV a cabo tem mensalidade cara, mas parabolica não tem então melhor comprar ela se a previsão é ter dinheiro reduzido. E por aí vai. Agora seria a hora de não investir em fibra ou algo assim, mas de investir em clientela que vai cancelar ADSL ou planos maiores e partir pra planinhos basicos só pra ver inutilidade tipo facebook ou messenger em casa (Fazer isso por R$ 90 ao mes não dá, mas por R$ 30 dá).

    Como atender esse pessoal com planos baratos é um desafio e tanto, mas acho que é bom pensar nas possibilidades de como fazer isso, de como lucrar com isso.

    Com o dolar a R$ 3,20 quem vive preso em UBNT e MK vai esfolar seus novos clientes na hora de vender o equipto, nessa hora quem tem rede padrão (Não-proprietária) e pode usar de tudo (802.11_) talvez leve vantagem, produto nacional deveria ficar atraente (Fora equiptos antigos, desencalhando de estoque).

  4. Como citou Rubem, o ano 2013/2014 foi de incertezas, por conta da copa, eleição, BC tentando segurar o dollar além de uma longa estiagem que ainda perdura podendo se perdurar até meados de 2016. A economia mundial está a beira do colapso, mas no mercado interno estamos investindo menos, e quando compramos para substituir o produto avariado, compramos com qualidade inferior ou deixamos de comprar por que o crédito está dificil; E em alguns casos sendo possivel, reativamos o velho guardado em algum canto ou conserta-se se tiver como. Nesta cidade, já o mercado é mais para aposentados e pensionistas que alguns aproveitam a ingenuidade desses coitados mas os netos tem evitado essa furada. O que acho que quando a crise estourou na era Lula, fez um estímulo gigantesco ao mercado interno mas uma hora para de comprar e hj com um s.m. não supre as despezas básica numa família com 5 pessoas(pai, mãe, 2 filhos e um dos pais) com água, luz, telefones(mais caro de todos no fim), e internet.



  5. Concordo com o pensamento do Rubem. O consumidor quer baixar custo com mensalidade. Em contrapartida acho que não é interessante ter cliente com mensalidade inferior a R$ 50,00. Tem cliente que dá muito trabalho...rsrs Já fizeram a conta de quanto custa manter estrutura para dar suporte rápido e de qualidade a seus clientes? (Mão de obra, carro, equipamentos de Backup)... Para sua empresa ter um Pós-venda de qualidade custa dinheiro e dedicação. Temos que fazer essa conta também. Baixar valor de mensalidade obriga o provedor a trabalhar em cima de quantidade. Quanto maior o N° de clientes, maior o numero de funcionários. O custo operacional é proporcional...Tenho me preocupado com isso e tenho refletido a respeito para tentar chegar em um denominador comum e traçar um plano.






Tópicos Similares

  1. Provedor com precos de VARPHONEX mas com servidor no Brasil
    Por FabricioViana no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 4
    Último Post: 17-06-2007, 17:33
  2. Smart card compativel com GnuPG no Brasil
    Por Daniel Jurado no fórum Segurança
    Respostas: 1
    Último Post: 22-03-2006, 17:26
  3. Problema para resolver reverso de IPs registrados no Brasil.
    Por Livio no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 14-09-2005, 17:37
  4. Alguém no Brasil sabe?
    Por Jay no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 08-09-2005, 12:03
  5. Respostas: 16
    Último Post: 21-07-2005, 11:34

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L