+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Alternativa ao SXT

    Atualmente tenho visto bastante gente postar que está utilizando RB912 nas bases e SXT nos clientes. Acredito que realmente seja uma combinação ótima.

    O que acontece é que sempre existe aquele cliente um pouco mais longe que necessita de antena de maior ganho. Na linha Ubiquiti por exemplo pode-se começar com NanoLoco e a medida que vai se distanciando tem o NanoStation, NanoBridge...

    Como o pessoal tem feito com o Mikrotik nestes clientes mais longe?

  2. #2

    Padrão Re: Alternativa ao SXT

    Groove com antena de 25dbi



  3. #3

    Padrão Re: Alternativa ao SXT

    Vc pode usar o equipamento Sextant G 5HPnD, ele serve pra distancias maiores para os clientes, fiz testes com 8Km e o sinal ficou em -55 no lado do cliente. Muito bom.

  4. #4

    Padrão Re: Alternativa ao SXT

    Citação Postado originalmente por ijr Ver Post
    Atualmente tenho visto bastante gente postar que está utilizando RB912 nas bases e SXT nos clientes. Acredito que realmente seja uma combinação ótima.

    O que acontece é que sempre existe aquele cliente um pouco mais longe que necessita de antena de maior ganho. Na linha Ubiquiti por exemplo pode-se começar com NanoLoco e a medida que vai se distanciando tem o NanoStation, NanoBridge...

    Como o pessoal tem feito com o Mikrotik nestes clientes mais longe?
    coloca essas antena da aquario http://www.aquario.com.br/?action=produto&id=199 o sxt tera um ganho de 16 dbi a mais ou seja uma sxt de 16 dbi vai virar uma de 32dbi por ai, essa antena so e chata de alinhar, ou fazem que nem falaram groove com antena de 27dbi, ou 23, a 23 da proeletronic e mais barata.



  5. #5

    Padrão Re: Alternativa ao SXT

    Citação Postado originalmente por denilson Ver Post
    Vc pode usar o equipamento Sextant G 5HPnD, ele serve pra distancias maiores para os clientes, fiz testes com 8Km e o sinal ficou em -55 no lado do cliente. Muito bom.
    Isso é uma coisa interressante, em teoria dá pra ir longe pra caramba!
    Se pegar uns 20dBm de um SXT, aplicar o ganho de 16dBi da anterna dá 36dBm EIRP. Em 2Km as perdas no ar são de uns 110dB, ou seja, 36 - 110 = -74, se a setorial na torre tem 20dBi pega -74 + 20 = -54dBm de sinal chegando no AP.

    Só que em 8Km a perda no ar não é tão grande, passa pra uns 125dB. 36 - 125 = -89, se aplicar + 20dBi de ganho da antena dá -69, sinal suficiente pra manter conexão num MCS baixo.

    Isso que fiz a conta com o SXT transmitindo a 20dBm de potencia, mas em MCS baixo ele chega a 25dBm, faria o sinal subir de -69 pra -64, e a antena pode ter 1dBi a mais de ganho nalgum canal, a torre pode ter antena de 21dBi, e etc, enfim, a grande diferença que é a distancia não faz tanta diferença sozinha.

    Se for levar só a perda pela distancia, em 12Km perderia uns 120dB de sinal, ainda dá pra chegar com sinal -74, que pra MCS9 ou MCS10 ainda te dá um link margin de quase 20dB, ou seja, é possível ter estabilidade.

    O problema fica na zona de fresnel. Se ela não for totalmente limpa nem em 2Km vai ter sinal -75. Aqui no interior toda casa tem arvore e toda arvore passa de 10m, as casas mal passam de 5m, então fica impossível evitar zona de fresnel obstruída, e na prática raramente consegui SXT estável a mais de 1800m. Já ví CPE a 500m com o que parecia ser zona de fresnel limpa ter sinal -70, e a 5Km uma CPE similar ter sinal -65, porque tinha algo tipo 300% da zona de fresnel limpa. É complicado falar em alcance sem levar em conta o cenário exato.