Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Boa noite,

    Amigos tenho um Provedor e estou licenciando o mesmo, foi me proposto uma parceria com um provedor de outra cidade para atuar no mercado utilizando da SVA.

    Gostaria de saber se é possível trabalhar nesse formato até que minha licença esteja liberada?

  2. Vai depender da interpretação(ou boa vontade) do fiscal na hora da fiscalização. Isso já deu muitos rolos, autuações, lacrações, gastos com advogados e coisas assim.

    Se está mesmo a fim de fazer a coisa certa, tire a sua SCM própria, ao menos você gasta, mas gasta com o que é seu.



  3. Pra não dar rolo tem que operar como filial mesmo, boleto e nomes todos da SCM, só dá pra fazer esse tipo de "parceria" com quem você confia, senão vai passar anos fazendo propaganda pros outros.

    No boleto pode constar a sua parte como SVA, ou ser um boleto seu mas constar explicitamente que é referente aos serviços do detentor da licença SCM, precisa contrato com SCM e outro com SVA (São 2 assinaturas ao invez de 1, é 1 folha a mais pra imprimir, assinar e guardar, nada grave), a parte que estou por fora é a necessidade de link dedicado (Ou similar) em nome da detentora do SCM.

    Tem como fazer o troço funcionar e não ter rolo com a Anatel, mas não é tão simples tipo "põe o nome da SCM no contrato e no boleto e pronto", você tem praticamente que virar socio deles, e como tem valor a pagar todo mes no SICI, e a taxa anual de fiscalização, vai te custar algo tipo R$ 3 a 5 por cliente, e mais uns R$ 200 a 500 por ano na parte legal.

    (Sai mais barato que pagar pra engenheiro assinar contrato pra fazer de conta que tem responsável técnico trabalhando X horas por semana, SCM exige isso, não é só tirar a SCM, é MANTER cadastro no Crea, pagar taxa de fiscalização, cadastras e descadastrar clientes no site (Os sites mais lerdos são os de serviços públicos, o da Anatel é um dos mais lerdos), e manter o responsável técnico (Com Crea), dependendo do caso (Menos de 150 ou 200 clientes provavelmente) os custos disso são bem mais altos que trabalhar como SVA)

    Tem responsável técnico assinando por R$ 50 ao mes, eu estou num cafundó onde se cobra R$ 500 por mes pra isso, só o responsável técnico como SCM custa o mesmo preço do "todo" de operar como SVA.

  4. Um colega ontem veio me falar sobre isso. Disse que uma empresa queria cobrar 300 reais por mês SOMENTE ISSO. Perguntei do recolhimento de impostos e taxas, ele falou que tava incluso.
    Se é tão fácil como demonstram, acham que é certo?



  5. Quem não está no simples pagaria por cliente um Fust/Funttel, deve dar o que? 2,5%?

    Se emitir boleto pra detentora da SCM tipo R$ 10, digamos R$ 40 pra SVA, o Fust/Funtel por cliente é irrelevante (Ainda que seja 5%, de R$ 10 dá 50 centavos, em 100 clientes são R$ 50). Se já tem funcionário cadastrando cliente todo mes no SICI, cadastrar 100 a mais ou a menos não é problema. Só que tem que ter clientes fixos, sem muito entra e sai.

    E provedor que cadastra 100% dos clientes com precisão cirúrgica é raro, a maioria coloca a tira só no mes seguinte, se emitir um fust/funtel de quem não é mais cliente não há prejuízo grande, é taxa mínúscula.

    Taxa anual tipo tff, o fomento pra radio-difusão, o ridículo imposto pro ridículo cinema nacional, somam uns R$ 700 por ano (Ou tô por fora do preço?), se dividir por 12 meses dá R$ 58 por mes. Ou seja, os seus R$ 300 por mes pagam a carga tributária anual fácil (De todo o SCM), pagam com folga a carga tributária por cliente, e ainda sobra muito. Acho que até pra 200 clientes tá bom esse valor, é só emitir o valor refente ao SCM bem baixo.

    Mas.. no boleto do SVA (A sua parte, seu boleto) vai ter outra carga tributária, se for nessa estratégia de SCM pequeno (R$ 10) e SVA grande (R$ 40) a carga tributária total diminui muito.

    O que pega é que SVA não é só desculpa pra não precisar SCM, SVA é prestador de serviços para a SCM ou intermediário entre SCM e consumidor, tanto a resolução 614 da Anatel (De 2013, que reduziu o valor da SCM pra R$ 400) como a Lei Geral de Telecomunicações de 1997, não detalham direito os deveres do SVA, só dão a entender que SVA é um prestador de serviços irrelevante no meio do caminho, não é um prestador de serviços de telecom mas sim um intermediário ou alguém que agrega alguma feature extra pro consumidor final usar. O SVA tem que se apresentar assim, como prestador de serviços pra um prestador de serviços de telecom, nessa parte que muito SVA tropeça (Que fortalecer o próprio nome mas não consegue tirar SCM).

    Se você já tem SCM, já tem resp. técnico (Funcionário, socio, algo do tipo), já tem que pagar Crea, TFI e cia todo ano, já tem secretária cadastrando cliente no sici todo mes, colocar 100 clientes a mais não gera muito gasto, cobrar R$ 300 por mes tá bom, faz contrato específicando que toda multa e cia da outra cidade é de responsabilidade do SVA e pronto, se o SVA fizer besteira é só partir pro processo cível com o contrato de gaveta em mãos, honorário de advogado sai mais caro que multa da Anatel então o SVA deve preferir pagar o que é justo.

    (Ou o fust/funtel é 2,5% sobre o bruto do boleto? Que eu saiba incide só sobre a parte do SCM, nas parcerias a parte do SCM é maior, e a parte do SVA é menor, 2,5% de R$ 40 é R$ 1, se negar a pagar isso de carga tributário por cliente é cretinice demais, na conta de luz todo mundo paga 20 a 30% de ICMS e não reclama)






Tópicos Similares

  1. Licenca da Anatel
    Por patrickcanton no fórum Redes
    Respostas: 28
    Último Post: 09-07-2004, 09:54
  2. Licença Anatel!
    Por Jim no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 08-07-2004, 10:30
  3. Licença SCM Anatel
    Por Thiago23 no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 06-07-2004, 11:04
  4. Consultar Licença
    Por gustavo_marcon no fórum Redes
    Respostas: 7
    Último Post: 04-05-2004, 19:38
  5. Implementação sem custo de licença..
    Por Danilo_Montagna no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 04-08-2003, 12:24

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L