+ Responder ao Tópico



  1. Boa noite!
    Pessoal qual o melhor forma de configurar a 922, alguém pode dar uma dica.


    Obrigado

  2. s922, transformado, em toconsat fica bom e em cs melhor ainda



  3. Porque eu?

    Mas qual é o galho com a RB922?

    A config. é igual outra RB, só a parte do MCS VHT que muda, mas... nem tem muito o que escolher lá, é um maldito modo pra noobs com tudo automatizado. Pra PTP o datarate dependerá do sinal disponível (Se vai usar MCS0-7, 0-8 ou 0-9, na aba vht mcs).

    Ou não quer usar AC? Porque se for ficar em canal de 20 ou 40MHz, com MCS0-7, estará usando modulações de 802.11n, melhor usar somente N então, e selecionar só 1 datarate (Basic e supported), já que em AC o jeito seria usar MCS0-7 se tiver sinal baixo tipo -50dBm (Pra AC isso é pouco pra digamos 10Km).

    Ou é uma NetMetal5 T?
    A NetMetal5 D é de dual chain, 2 conectores SMA, pra antena de dupla-polarização
    A NetMetal5 T é de triple chain, 3 conectores SMA, não vejo utilidade disso em PTP, seria interessante em PtMP se tivesse no mercado setorial de 3 elementos isolados. Se vai usar uma T em antena de dupla-polarizaçõa, é só marcar só chain0 e chain1.
    (Igual se marca só digamos chain0 ao usar uma RB9xx em antena de polarização simples)

    Precisa mais detalhes do uso que quer dar, e se quer mesmo usar AC (Só vejo vantagem se tiver sinal bom tipo -40dBm, aí pode usar MCS0-9 em 20MHz que vai ter mais banda. Mas se já está em area sem canais, usar 80MHz mas com sinal ruim tipo -55dBm duvido que preste muito, o software provavelmente vai ser burro de insistir em MCS5-80-VHT e dar throughput variando e ruim (Fora ping ruim com jitter ruim), provavelmente algo pior que N a 40MHz com datarate fixo (MCS12 com -55dBm em 40MHz fica perfeito).

  4. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Porque eu?

    Mas qual é o galho com a RB922?

    A config. é igual outra RB, só a parte do MCS VHT que muda, mas... nem tem muito o que escolher lá, é um maldito modo pra noobs com tudo automatizado. Pra PTP o datarate dependerá do sinal disponível (Se vai usar MCS0-7, 0-8 ou 0-9, na aba vht mcs).

    Ou não quer usar AC? Porque se for ficar em canal de 20 ou 40MHz, com MCS0-7, estará usando modulações de 802.11n, melhor usar somente N então, e selecionar só 1 datarate (Basic e supported), já que em AC o jeito seria usar MCS0-7 se tiver sinal baixo tipo -50dBm (Pra AC isso é pouco pra digamos 10Km).

    Ou é uma NetMetal5 T?
    A NetMetal5 D é de dual chain, 2 conectores SMA, pra antena de dupla-polarização
    A NetMetal5 T é de triple chain, 3 conectores SMA, não vejo utilidade disso em PTP, seria interessante em PtMP se tivesse no mercado setorial de 3 elementos isolados. Se vai usar uma T em antena de dupla-polarizaçõa, é só marcar só chain0 e chain1.
    (Igual se marca só digamos chain0 ao usar uma RB9xx em antena de polarização simples)

    Precisa mais detalhes do uso que quer dar, e se quer mesmo usar AC (Só vejo vantagem se tiver sinal bom tipo -40dBm, aí pode usar MCS0-9 em 20MHz que vai ter mais banda. Mas se já está em area sem canais, usar 80MHz mas com sinal ruim tipo -55dBm duvido que preste muito, o software provavelmente vai ser burro de insistir em MCS5-80-VHT e dar throughput variando e ruim (Fora ping ruim com jitter ruim), provavelmente algo pior que N a 40MHz com datarate fixo (MCS12 com -55dBm em 40MHz fica perfeito).
    Obrigado Rubens assim que eu configurar posto os resultados.



  5. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk viajei kk

  6. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Porque eu?

    Mas qual é o galho com a RB922?

    A config. é igual outra RB, só a parte do MCS VHT que muda, mas... nem tem muito o que escolher lá, é um maldito modo pra noobs com tudo automatizado. Pra PTP o datarate dependerá do sinal disponível (Se vai usar MCS0-7, 0-8 ou 0-9, na aba vht mcs).

    Ou não quer usar AC? Porque se for ficar em canal de 20 ou 40MHz, com MCS0-7, estará usando modulações de 802.11n, melhor usar somente N então, e selecionar só 1 datarate (Basic e supported), já que em AC o jeito seria usar MCS0-7 se tiver sinal baixo tipo -50dBm (Pra AC isso é pouco pra digamos 10Km).

    Ou é uma NetMetal5 T?
    A NetMetal5 D é de dual chain, 2 conectores SMA, pra antena de dupla-polarização
    A NetMetal5 T é de triple chain, 3 conectores SMA, não vejo utilidade disso em PTP, seria interessante em PtMP se tivesse no mercado setorial de 3 elementos isolados. Se vai usar uma T em antena de dupla-polarizaçõa, é só marcar só chain0 e chain1.
    (Igual se marca só digamos chain0 ao usar uma RB9xx em antena de polarização simples)

    Precisa mais detalhes do uso que quer dar, e se quer mesmo usar AC (Só vejo vantagem se tiver sinal bom tipo -40dBm, aí pode usar MCS0-9 em 20MHz que vai ter mais banda. Mas se já está em area sem canais, usar 80MHz mas com sinal ruim tipo -55dBm duvido que preste muito, o software provavelmente vai ser burro de insistir em MCS5-80-VHT e dar throughput variando e ruim (Fora ping ruim com jitter ruim), provavelmente algo pior que N a 40MHz com datarate fixo (MCS12 com -55dBm em 40MHz fica perfeito).
    Olá vc poderia min da um suporte em ptp que tenho usando NetMetal5 T ?



  7. Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1.png
Visualizações:	322
Tamanho: 	142,1 KB
ID:      	59646Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1.png
Visualizações:	322
Tamanho: 	142,1 KB
ID:      	59646Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         3.png
Visualizações:	310
Tamanho: 	131,4 KB
ID:      	59647

    Pessoal poderia min ajudar nesse ptp com 51 km, usando Netmetal5 t, antena MG-5G34
    queria passar uns 150 Mbps.

  8. Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1.png
Visualizações:	322
Tamanho: 	142,1 KB
ID:      	59646Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         3.png
Visualizações:	310
Tamanho: 	131,4 KB
ID:      	59647Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         4.png
Visualizações:	213
Tamanho: 	175,2 KB
ID:      	59648Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         5.png
Visualizações:	184
Tamanho: 	172,1 KB
ID:      	59649

    No primeiro topico coloque print repetido, coloque mas dois diferentes nesse.

    Pessoal poderia min ajudar nesse ptp com 51 km, usando Netmetal5 t, antena MG-5G34
    queria passar uns 150 Mbps.



  9. MIM não poder ajudar, MIM ser índio mau(e meio burro), mas Chefe Rubem Pena Branca com certeza poder.


  10. Calma... não é porque mim morar em terra de indio (Xingu!) que mim ser indio também.

    Bom, essa limitação de 70Mbps tá meio baixa, mas em 51Km o delay no ack-timeout deve ser enorme.

    Testa no modo usar somente AC (Não auto a/n/ac), e no canal somente 40MHz (Não auto 20/40/80), se tiver frequencia livre use o que é legal, 5750MHz pra cima (Quanto mais alta a frequencia, menor a zona de fresnel, portanto menor o numero de reflexos (Diminui o efeito multipatch, pacote atrasado atrapalhando o throughput).

    O datarate nominal deve cair, mas o throughput deve subir, 130Mbps passa até em N.

    Ou o problema é falta de margem de sinal, a sensibilidade em 80MHz em AC deve ficar nuns -73dBm, sinal -52dBm (Use na conta sempre o pior sinal) significa margem de apenas 21dBm, eu só tive PTP decente com 25dBm de margem de pra cima (Em mais de 20Km). Como não dá pra aumentar a potencia, o jeito seria usar algo que tem sensibilidade lá pelos -78 ou -80dBm, em AC seria MCS4 a 40MHz provavelmente, mas não tem como fixar isso então o jeito seria usar MCS0-7 na opção suported VHT (Mas tem 3 alí, você marcou chain0, chain1 e chain2? Se tem antena só de 2 elementos (2 polarizações) você marca só os 2 chains em uso, senão o chipset vai gastar processamento com o chain sem antena plugado).

    Atualmente os datarates nominais, segundo o print, são, 702 e 650M.
    Eles são MCS8-80MHz GI-longo no TX. E MCS7-80MHz Gi-curto no RX.
    Ter throughput de 70M num datarate nominal de 700M é piada, acho mais útil usar 40MHz pra aproveitar sensibilidade maior de chipset, e usar fixo MCS0-7, e tempo de guarda fixo em curto (short GI, algo do tipo, não lembro a opção exata), pra forçar o equipto a usar MCS7 ou algo menor.
    (E o ack-timeout / Distance, testa fixo em digamos 55Km)

    E o mais importante: Nstreme é VELHARIA, não combina com AC. Não adianta usar algo moderno como AC mas usar a velharia do NStreme. Teste NV2, que apenas de já ser velho ainda é 6 anos mais novo que nstreme.

    (5050MHz pode estar livre, mas essa faixa de 5 a 5,3GHz pega em cheio a primeira harmônica de varios serviços de 2,4 a 2,6GHz, que tem possibilidade legal de usar 40 ou 50dBm EIRP em area urbana (E harmonica mais alta de 850-900MHz), por isso insisto pra usar 5,8GHz, mas em area urbana tem que usar radome e no máximo 40MHz, pra incomodar ao mínimo a vizinhança e ser minimamente incomodado por eles)



  11. Rubem, sei que suas explanações sobre radio-enlaces são ricas em detalhes técnicos e por essa razão gostaria seu sua opinião sobre o seguinte problema:

    PTP Netbox 5, somente AC, NV2, + ou - 6Km, radome em ambas as parábolas, 20MHz, canal 5940MHz, nenhum MCS HT clicado, nenhum data rate A/G selecionado, SNR maior 40dB, sinal abaixo dos -40dBm, CCQ quase em 100% e mesmo assim o enlace não passa mais do 65Mb.

    Depois de buscar muitas informações, fiquei meio confuso sobre a forma de manter as configurações de data rate VHT Supported MCS e VHT basic MCS.

    Os outros PTPs, e apenas selecionava uma linha MCS0-7 e embaixo MCS0-7.
    Porém existe a possibilidade de manter várias entradas como no segundo priint

    O print está mais claro com essas informações:

    https://under-linux.org/image/png;ba...AASUVORK5CYII=

    Segundo print:

    https://under-linux.org/image/png;ba...AASUVORK5CYII=

    Precisa de uma modulação para cada portadora?

    Obrigado e parabéns pela participação.

  12. Citação Postado originalmente por ebelotto Ver Post
    Rubem, sei que suas explanações sobre radio-enlaces são ricas em detalhes técnicos e por essa razão gostaria seu sua opinião sobre o seguinte problema:

    PTP Netbox 5, somente AC, NV2, + ou - 6Km, radome em ambas as parábolas, 20MHz, canal 5940MHz, nenhum MCS HT clicado, nenhum data rate A/G selecionado, SNR maior 40dB, sinal abaixo dos -40dBm, CCQ quase em 100% e mesmo assim o enlace não passa mais do 65Mb.

    Depois de buscar muitas informações, fiquei meio confuso sobre a forma de manter as configurações de data rate VHT Supported MCS e VHT basic MCS.

    Os outros PTPs, e apenas selecionava uma linha MCS0-7 e embaixo MCS0-7.
    Porém existe a possibilidade de manter várias entradas como no segundo priint

    O print está mais claro com essas informações:

    https://under-linux.org/image/png;ba...AASUVORK5CYII=

    Segundo print:

    https://under-linux.org/image/png;ba...AASUVORK5CYII=

    Precisa de uma modulação para cada portadora?

    Obrigado e parabéns pela participação.

    Ressuscitando o tópico... Amigo, vc conseguiu resolver seu problema? Estou com exatamente o mesmo cenário que o seu.



  13. Ressuscitando parte dois !
    É possivel fixar o VHT ? ou só da pra usar aqueles ranges ?
    Tenho um sinal bom mas a modulação fica sambando, queria fixar , pra ver se da um ganho no CCQ.

  14. Como nenhum SO permite fixar data rate em AC, a gente presume que isso seja limitação dos chipsets. A tecnologia usada tem mais troca de pacotes de sincronia e informação então em tese tem menos problemas de data rate alto com sinal baixo (Normal 802.11n usar MCS15 mesmo com sinal lixo tipo -65dBm).

    AC na verdade é um remendo em cima de N, só acrescentou 2 esquemas a mais (MCS8 e MCS9, com 256QAM), acrescentou o esquema de VHT (Que pode funcionar paralelo ao HT de N), e simplesmente padronizou o uso de canais mais largos e mais chains. Pra manter retrocompatibilidade com N acho que tiveram que usar esses esquemas automáticos, se cair pra MCS0 a 7 na prática estará usando N com esquema VHT (E talvez canal mais largo, tipo 80MHz), pra não ser lido como ilegível em clientes operando em N imagino que forçaram o uso de esquemas de identificação automática de modo e data rate, mas... se obriga a usar isso pra manter retrocompatibilidade, também impede o cliente de poder fixar o data rate que quiser usar.

    Enfim, AC é só automático mesmo, infelizmente. E pelo visto é limitação nos chipsets, não é opção da Ubiquiti, Mikrotik, APC, ou Arruba.



  15. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Como nenhum SO permite fixar data rate em AC, a gente presume que isso seja limitação dos chipsets. A tecnologia usada tem mais troca de pacotes de sincronia e informação então em tese tem menos problemas de data rate alto com sinal baixo (Normal 802.11n usar MCS15 mesmo com sinal lixo tipo -65dBm).

    AC na verdade é um remendo em cima de N, só acrescentou 2 esquemas a mais (MCS8 e MCS9, com 256QAM), acrescentou o esquema de VHT (Que pode funcionar paralelo ao HT de N), e simplesmente padronizou o uso de canais mais largos e mais chains. Pra manter retrocompatibilidade com N acho que tiveram que usar esses esquemas automáticos, se cair pra MCS0 a 7 na prática estará usando N com esquema VHT (E talvez canal mais largo, tipo 80MHz), pra não ser lido como ilegível em clientes operando em N imagino que forçaram o uso de esquemas de identificação automática de modo e data rate, mas... se obriga a usar isso pra manter retrocompatibilidade, também impede o cliente de poder fixar o data rate que quiser usar.

    Enfim, AC é só automático mesmo, infelizmente. E pelo visto é limitação nos chipsets, não é opção da Ubiquiti, Mikrotik, APC, ou Arruba.

    Valew ! Importante saber.
    Na sua experiencia ai com Mikrotik AC (não sei se voce usa) , tem saido bem ?
    Ou está usando outros fabricantes ?

  16. Eu uso Mikrotik pra mim, porque tem setup complexo, dá pra detalhar, pra otimizar tudo.

    Mas ptp pros clientes, como nem sempre sou eu que mexo depois, precisa ser algo capado, bem simples e com poucas opções, que até uma dona-de-casa usaria, aí é o que tiver mais barato, Ubiquiti, Intelbras, TP-Link...



  17. Pois então, uso RouterOS a bastante tempo. Mas sempre usei mais a parte de roteamento, então trabalho com a parte de Rádio mesmo a pouco tempo (2 Anos). Consegui finalizar agora meu enlace AC com um par de 921 + AlgCom de 30 Cm (22Dbi). Um enlace curto de 3,5km.
    Mas está beirando os 200MB com CCQ satisfatório. Só fiquei encucado que com NV2 ativo, o CCQ e a performance estão piores, então por enquanto, deixei sem, mas de resto está excelente. Agradeço as dicas suas e dos demais camaradas do fórum.

    Abraços.






Tópicos Similares

  1. Ajuda para configurar Enlace de 5km com Rb 922 AC
    Por TheGodfather no fórum Redes
    Respostas: 13
    Último Post: 13-06-2017, 19:50
  2. Não consigo configurar firewall
    Por buosinet no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 5
    Último Post: 29-11-2004, 20:09
  3. Duvida para configurar proxy e Dns
    Por vandoribeiro no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 09-08-2003, 17:10
  4. como configurar perl-5.6.1
    Por haysar no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 14-06-2002, 23:39
  5. Não consigo configurar firewall
    Por buosinet no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 28-03-2002, 22:44

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L