Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Ola amigos uso na minha rede os seguites equipamentos

    -2 Cartaoes R52H
    -2 Antenas Setorials 17
    -1 Rb433

    sendo que os clientes ficam desconectado e conectando direto entre se , uso nos cientes SXT em alguns e Airgrid
    alguma dicas
    ja desabilitei as antenas airgrid em 4 clientes mas continua desconectado os cliente

  2. #2

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Pode ser muita coisa...
    Começa postando um print das configurações e dá mais detalhes como por exemplo, se é instalação nova, ou se mais antiga e estava funcionando normalmente e de repente começou isso...



  3. #3

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    segue as fotos das configurações da interface , e começo a uns dias atraz Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         1.png
Visualizações:	76
Tamanho: 	87,1 KB
ID:      	59762Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         2.png
Visualizações:	68
Tamanho: 	94,4 KB
ID:      	59763Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         3.png
Visualizações:	66
Tamanho: 	98,0 KB
ID:      	59764Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         4.png
Visualizações:	66
Tamanho: 	94,1 KB
ID:      	59765Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         5.png
Visualizações:	64
Tamanho: 	95,9 KB
ID:      	59766

  4. #4

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Primeira coisa que eu faria é baixar esta potencia. Não vejo nada que possa causar a queda por motivo de configuração



  5. #5

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    os paineis estao proximo um do outro pode ser isso ? menos de meio metro , foto do log agora pouco , e onde baixo a potencia ? e coloco em quanto no casoClique na imagem para uma versão maior

Nome:	         log.png
Visualizações:	97
Tamanho: 	107,3 KB
ID:      	59777

  6. #6

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Boa noite, diversos problemas podem estar ocorrendo.
    Vamos lá o primeiro deles é o Sinal x CCQ que está em cada cliente.
    Qual a distancia entre seus AP's e seus clientes?
    Potência alta é totalmente o oposto de qualidade, ou deixa default ou baixa a potencia, aumentar não te ajudará em nada.
    Envie mais informações para podermos te ajudar melhor.



  7. #7

    Padrão

    Citação Postado originalmente por josenyas Ver Post
    os paineis estao proximo um do outro pode ser isso ? menos de meio metro , foto do log agora pouco , e onde baixo a potencia ? e coloco em quanto no casoClique na imagem para uma versão maior

Nome:	         log.png
Visualizações:	97
Tamanho: 	107,3 KB
ID:      	59777
    Para baixar a potencia vai na interface em "tx power" . 30 dbm é muita coisa....isso causa muito ruido não só para voce mas para todos.
    Voce disse que começou isso a pouco tempo atras. Então significa que com as configurações atuais estava funcionando bem. Mais um indicativo que não é configuração.
    Painel perto um do outro eu penso algumas coisas que não acompanham o pensamento geral. Quem determinou a distancia entre os paineis? o uso pelos provedores. Mas onde esta um trabalho de pesquisa que mostre os resultados.... Há muito tempo quando ainda o fabricante era Hyperlink, tinha um arquivo em pdf sobre um trabalho desses, depois quando foi vendida para a L-Com o arquivo foi retirado. Este arquivo estava na página que mostra 4 paineis bem pertinho um do outro.

    Está lá ainda a foto e antes que alguém diga que a montagem é para um rádio e 4 paineis com divisor, a verdade é que tem as duas opções.
    1 rádio x 4 paineis e 4 rádios e 4 paineis.

    O que deve determinara a separação entre paineis? A isolação entre eles, a famosa relação frente x costas. Será que uma isolação de 20 a 30 dbi num painel vai dar diferença sendo 30cm ou 1 metro como é preconizado? Ou seja, em 30 cm ele vai ter um lóbulo traseiro forte a ponto de interferir mas em 1m este lóbulo seria tão pequeno que não causaria problemas? Eu penso que se houver uma construção da antena que permita isso, seria o supra-sumo, o ideal...
    A prática tem nos mostrado que mesmo a 50 metros ou mais, este lóbulo posterior está presente e até em muitos casos permite navegação..
    Este é meu questionamento com relação a separação entre antenas e acho que o @rubem vai se pronunciar dando algum subsídio para nos ajudar a entender esta questão.
    Não nego, eu tenho minhas dúvidas... e gostaria de ter um melhor entendimento disso.

    Outra coisa com relação aos paineis é que cada um deles deverá estar em canais diferentes... tradicionalmente 1, 6 e 11.
    Mas a legislação brasileira permite ir até o 13. Então porque não utilizar 1, 5, 9 e 13 ? Vai dar uma pequena sobreposição nas laterais de cada canal, mas será tão pequena a sobreposição e dai entra a questão da potencia também sendo baixa, esta sobreposição não deveria representar empecilho para a conexão.

    E para concluir, vi que voce utiliza PPPOe. Eu já tentei e acontecia isso ai. Alguns clientes ficavam permanentemente conectados enquanto outros ficava toda hora desconectando. Já li alguma coisa relacionada com mtu, com qualidade da conexão, mas na prática não consegui resultados e acabei trazendo estes clientes novamente para hotspot... Se no pppoe exige mais qualidade para dar estabilidade, então "palmas" para o hotspot, pois com ele não aparece desconexão desta forma.
    A única coisa boa que vi quando usamos o pppoe foi a possibilidade de colocar o login e senha diretamente na cpe do cliente, terminando com aquela coisa "chata" para alguns que é autenticar. Tem usuário que nem sabe como deixar um login e senha gravado no navegador...

    No log que voce postou aparece gente desconectando por vários motivos diferentes...

  8. #8

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Sendo N, então é o cartão R52HN e não o R52H (São totalmente diferentes), o R52HN tem em N na verdade 18 a 24dBm (MCS7 a MCS0 respectivamente).

    No maior datarate tem 18dBm então, com 17dBi da antena dá 35dBm EIRP, em 5765MHz é legal esse uso (O limite é 36dBm EIRP).

    Se as antenas estão a 40cm uma da outra, em 40cm existe uma perda de uns 39 ou 40dBm no ar.

    Essas setoriais imagino que sejam de 90° da Ubiquiti, única 17dBi 5GHz recente que ví.

    Vejamos o datasheet:
    http://dl.ubnt.com/datasheets/airmax...ntennas_DS.pdf

    A emissão pro lado, pra setorial que fica no lado, e a captação dos sinais da setorial do lado ficaria assim:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         antena.gif
Visualizações:	91
Tamanho: 	33,6 KB
ID:      	59786

    -1dBi e -9dBi ainda é ganho, lembrem que a escala de dBm foi feita levando em conta que 0dBm é 1mW, e -1dBm não é -1mW mas sim um numero menos que 1mW, é exatos 0,79mW.

    O problema é que o SSID é emitido em 1 ou 2Mbps, no menor datarate (Como está usando A/N é em 2M provavelmente, se fosse apenas N seria em 6,5M), nesse datarate (preambulo longo usa 2M) a potencia do cartão é máxima, segundo o datahseet do R52HN ele chega a 25dBm.
    Se a emissão é de 25dBm, e a antena tem um ganho de -1dBi, serão 24dBm EIRP saindo pelo ar.
    Se a perda no ar em 40cm é de 40dBm, 24 - 40 = -16dBm, sinal alto pra caramba!
    Só que a antena do lado tem ganho de apenas -9dBi nas costas dela. Ela pega esse sinal de -16dBm, e dá um ganho de -9, dá -16 + -9 = -25dBm!

    Wow... -25dBm é um sinal gritando nas orelhas!

    Calculando a perda no espaço livre conforme distancia e frequencia:
    http://www.proxim.com/products/knowl...pace-loss#calc
    40cm vem a ser 0,0004 Km, ou 0.00025 milhas (Brasil usa vírgula, americanos usam ponto, não calcule 0,00025 mas sim 0.00025)

    Hora que você afasta pra 1m uma setorial da outra, a queda em 1m passa pra 47dBm. São 7dBm extra, passa de -25 pra -32dBm de sinal do vizinho.

    Mas isso só seria um problema serio de usasse o mesmo canal.
    Se usar o canal de 20MHz logo do lado, terá o que? Terá a atenuação extra do filtro passa-afaixa, ao selecionar o canal 5765MHz ele põe o centro do filtro em 5765MHz, e uns 9MHz pra cada lado (Se selecionar largura de canal de 20MHz) ele começa a atenuar uns 1 ou 2dBm, aos 10MHz começa a atenuar uns 8 ou 9dBm, e lá pelos 11MHz pra cada lado ele já está atenuando uns 20dBm.
    É mais ou menos isso que ocorre:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         f980d-802-11acspectralmaskcomparison.png
Visualizações:	68
Tamanho: 	153,1 KB
ID:      	59787

    Usem a imagem de cima como referencia, é um canal de 20MHz. Veja em em 11 e -11mHz (Ou seja, 22mHz de largua) há 22dBm de atenuação. Mas... 22MHz atingiu a borda do canal vizinho por pouco, lá pelo 24MHz é que atinge em cheio, são apenas 21dBm de atenuação.
    Ou seja, se a setorial vizinha está digamos em 5765, e a outra em 5785MHz, tem 1MHz (5% das portadoras!) com sinal apenas 21dBm atenuado! Ele passa então de -25dBm pra -25 - 21 = -46dBm!

    -46dBm de lixo chegando junto com sinal de cliente, e sinal de cliente raramente está em -46dBm, provavelmente todos os clientes estão em -60dBm.

    Se pegar o sinal a -20MHz (10MHz invadindo o canal vizinho), são -25 - 28 = -53dBm, e 10MHz é METADE do canal, METADE das portadoras estão comprometidas, vai dar menos da metade do throughput (Porque a metade perdida vai ter que ser reenviada na metade boa, na prática deve dar 25% do trhoughput conseguível).

    Aumentar a distancia pra 1m entre setoriais baixaria em 7dBm esse sinal, de -53 iria pra -60dBm, ainda é sinal demais.

    O que fazer? Distanciamento maior entre canais. Se um está em 5745MHz, coloca o outro não a 5785MHz, mesmo que pareça ter algum uso vizinho no canal (Em freq. usage), isso se usar canal de 20MHz.

    Quanto tem 4 setoriais de 90° você coloca os 2 canais vizinhos (Digamos 5745 e 5765MHz) nas 2 setoriais de costas, com 1m entre elas terá 47dBm de atenuação, pra costas o ganho é de -9dBm, uns 18dBm de radio viram 9dBm EIRP, -47dBm no ar viram -38dBm chegando na outra antena, com ganho de -9 vira -38 - 9 = -47dBm, com 20dBm de atenuação do canal vizinho vira -67dBm, que é sinal bem inferior ao sinal dos clientes, ou seja, numa beirada do canal terial um sinal adjacente lixo, abaixo do nível de sinal dos clientes (-65dBm só seriam util pra MCS4 (OU MCS12), com 16QAM uma poluição dessas (A -67dBm, e só numa beirada) incomoda pouco, pra usar MCS7 (Ou MCS15) ia precisar sinal em torno de -50dBm, seria sinal 17dbm acima do lixo que o canal vizinho manda na borda, também não é um grande incomodo porque 2MHz adentro do canal teria sinal uns 25dBm atenuado, ia baixar pra -72dBm, então só 10% das portadoras teriam algum problema moderado, não ia diminuir 10% do trhoughput, mas sim talvez só 5%. Tá bom.

    Enfim, o que sugiro é isso:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         setoriais.gif
Visualizações:	53
Tamanho: 	26,3 KB
ID:      	59788

    E se for 3 de 120:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         setorial120.gif
Visualizações:	59
Tamanho: 	46,8 KB
ID:      	59789



  9. #9

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Rubens no modelo com 3 base tem duas com sinal próximo um teria proteção pela imagem ou estou enganado?

  10. #10

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    De 4745 a 4785MHz tem 40MHz de distancia, se usar canal de 20MHz terá isolamento suficiente.
    De 4785 a 5825MHz também tem 40MHz de distancia.

    Quando seleciona canal de 20MHz, o centro do canal é a frequencia nominal. Digamos o canal de 4745MHz, ele vai na verdade de 4735 a 4755MHz, ele fica a 20MHz do começo do canal 4785MHz (Que começa em 5775MHz).

    A emissão com atenuação de uns 40dBm que é feita 20MHz longe do centro do canal é tão baixa que não incomoda.

    Problema seria 4745 e 4765MHz logo do lado, nas setoriais de 120° as basestation emitem nuns 6dBi a 70° do centro (Com 140° de largura), a antena do lado receberá o sinal de digamos 20dBm do radio como 26dBm, e ainda por cima dará ganho de 6dBi, se tiver perda de só 47dBm em 1m, 26 - 47 = -21dBm de sinal + 6dBi da outra setorial isso vira -15dBm! Se tiver só 30dBm do canal vizinho (No bigode dele a 15MHz do centro) ainda terá sinal de -45dBm, bem em 1/4 do canal vizinho! Por isso usando antena de 120° tem mais do que nunca dar um distanciamento maior no canais, um canal em uso por concorrente incomoda menos que um canal vizinho ao da setorial vizinha de 120°.



  11. #11

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Sim, muito obrigado, muita gente olha o concorrente e esquece a torre, Aqui nao seria outro numero?

    De 4785 a 5825MHz também tem 40MHz de distancia.
    O certo não seria De 4785 a 4825MHz também tem 40MHz de distancia. ? 4825 por isso não entendi.

    Outra coisa supondo que seja a base de 17 ubiquiti ela possui apenas 75 graus isso não influencia?

    Ultima pergunta, seria para PTMP seria bom 10Mhz ou 20 ou 30 e para PTP o que recomenda?

    Tudo que escreve tenho salvo em PDF precisando

    Obrigado

  12. #12

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Rubem, onde está 4.7xx leia-se 5.7xx para ficar dentro da legislação.

    E sobre distâncias entre paineis, o mais seguro é distanciar então canais... Eu não acredito muito nos datasheets pois já vi gente conectando pelas costas; Com esta atenuação calculada não deveria permitir este tipo de conexão... o que você pensa disso?



  13. #13

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Putz... não acredito que escrevi 4700MHz tanta vezes... credo.
    As pessoas tropeçam em pedras, não em montanhas :-)


    Sobre conectar nas costas, é só ver o ganho.
    Nas costas da basestation 17dBi 90° você tem -26 no datasheet, 17dBi - 26 = -9dBi.

    Se o radio manda uns 20dBm, 20dBm + -9dBi = 11dBm EIRP.
    Em 1Km o sinal cai em 5,8GHz (Ahá! Agora não escrevi 4800MHz!) cerca de 108dBm, 11dBm - 108dBm de perda = -97dBm. Se tem digamos um Airgrid M5 de 27dBi, são 27 de ganho sobre esse -97, ou -97 + 27 = -70dBm de sinal, que em MCS12 até que conecta bem.

    Vejam que exagerei muito, 1Km nas costas!

    Se pegar 11dBm EIRP nas costas, terá algo tipo 88dBm de perda em 100m, sinal em -77dBm no ar, com anteninha de 8dBi de uma CPE isso passa pra -69dBm!
    11dBm nas costas, terá uns 98dbm de perda em 350m, 11 - 98 = -87dBm, se colocar uma CPE de 16dBi isso passa pra -71dBm, uma SXT navegar perfeita em MCS12 com esse sinal.

    Entre 350m e 1Km a diferença de sinal por distancia é de 10dBm (98dBm de queda em 350m, 108dBm em 1Km), o problema não é a distancia mas sim ter no cliente nas costas uma CPE de ganho suficiente.

    (E tem que ver a contraparte. Um Airgrid 27dBi vai transmitir com 20dBm, 20 + 27 = 47dBm EIRP, menos 108dBm de perda em 1Km e terá 47 - 108 = -61dBm no ar, nas costas o ganho é de -9dBi então -61 + -9 = -70dBm, se usar um MCS2 (TX rate no cliente, RX na torre) terá quase 100% de CCQ.

    Ou seja, o datasheet mesmo é que diz que conectar nas costas dá.

    Só que... o valor exato do ganho FORA do angulo nominal varia muito conforme a fabricação. Essa 17dBi 90° tem 90° só com 6dBi de variação, a frente tem 17dBi mas lá perto dos 45° pra cada lado tem só 11dBi de ganho, é o que o datasheet diz (A homologação fala em 75° como angulo em meia potencia, mas as vendas são feitas hoje não mais em meia potencia (-3dBi) mas sim com -6dBi no angulo nominal), e você encontra cliente na borda da setorial com sinal 5 ou 6dBm mais ruim que quem está no meio dela na mesma distancia (Moro em cidade planejada, todos os quarteirões tem 100m, todas as ruas tem 25m, fácil fácil calcular a distancia exata pra ver a distancia dos clientes).

    Problema das costas pode ser: Atrás de toda grande antena tem sempre um grande mastro.
    O ferro do mastro ou da torre atrapalha a emissão pra trás, cria reflexo pros lados, fica na zona de fresnel de umas emissões (O obstaculo próximo é o que mais atrapalha, esse é o grande vilão do efeito multipath: A obstrução na zona de fresnel a menos de 10m na linha de emissão, por isso reclamo tanto de CPE apenas 1m acima do telhados, já começa emitindo com multipath aos montes, já que quem faz isso justamente usa CPE da antena mais aberta possível, umas porcaria de 60° de angulo vertical, que tocam o chão a 20m de distancia de tão abertas que são, quem se dá mal nisso é o processamento do radio na torre, que tem que lidar com os pacotes reais e os pacotes que chegaram 50us atrasados porque quicaram no telhado e demoraram mais porque percorreram um caminho mais longo).


    Quanto a 5785 até 5825MHz, tem 40MHz de distancia do centro de um canal até o centro de outro, cada canal de 20MHz usa 10MHz pra cada lado do centro, o canal de 5785MHz chega em cheio até 5795MHz, e o de 5825MHz chega pra baixo a até 5815MHz, as emissões 20MHz longe do centro (Em 5805MHz, que está 20MHz acima de 5785 e 20MHz abaixo de 5825) é feita em nível tão baixo, com uns 30dBm de atenuação, e o outro radio (No outro canal) vai pegar isso também com 30dBm de atenuação (Atenuação total de 60dBm, além da atenuação no ar de uns 47dbm em 1m, passa de 100dBm a atenuação total) e vai ser um sinal tão baixo que vai ser computado como ruído de fundo lá pelos -96dBm, não chega a incomodar.

    Enfim, o problema está a menos de 20MHz de distancia do centro (Ou menos de 40MHz de distancia do centro pra quem usa canal de 40MHz e consome espectro demais), se colocar um radio a 5745MHz, e do lado um a 5775MHz (Canal despadronizado, não é qualquer CPE no default (Ou "não configurada") que conecta, mas é possível fazer isso legalmente), também não terá muitos problemas, vai ter uma leve intersecção lá pelos 5760MHz (15MHz longe do centro de ambos os canais) mas será com atenuação na casa dos 25dBm, 50dBm ao todo mais os 47dBm de atenuação por setorial 1m afastadas e você tem 97dBm ao todo, se falar em 11dBm EIRP na lateral, isso dá -88dbm de sinal, bem abaixo até da sensibilidade de muito datarate (Viva meu querido e amado MCS12, perfeito nesse caso!).

  14. #14

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Não se preocupa não Rubem... eu percebi que era só erro de grafia.. a intenção não era os 4700.... Mas na empolgação de querer explicar ( e sempre muito bem explicadinho, nos miiiiiinimos detalhes), todo mundo as vezes escorrega...

    Então, se conecta em 50 metros e matemáticamente seria possível até em 1km, não significaria isso que a separação tão preconizada não tem tanto efeito assim em barrar sinais vindos de trás? ou até do lado?
    Mas a separação de canais isto sim é o mais importante?

    Agora aproveitando e extendendo um pouco a questão: todo gráfico mostra o ponto ideal onde a antena atinge o angulo de abertura médio ou ideal para o projeto. Dali para frente ele vai novamente estreitando... Só que os gráficos apresentam os resultados esperados de forma matemática, mas onde no espaço termina este ângulo eficiente por exemplo em uma antena de 90º? Isso o gráfico não trás.. e para chegar a este resultado em cada caso só fazendo o cálculo reverso como voce citou no exemplo do 1km para chegar ao ganho da anteninha de 2.4 em 5.8, o que aliás achei muito interessante para conferir se uma antena tem realmente o ganho que o fabricante anuncia.
    E já que você falou em multpatch, quem sabe não seria este o problema do companheiro que abriu o tópico? Com tantas reflexões o rádio acaba não conseguindo e desconecta o pessoal..
    Lá em embaixo na aba advanced tem uma configuração que vem padrão no mikrotik ( disconect timeout ) que é 3s. Pelo que eu entendi se neste tempo o rádio não consegue sucesso ele desconecta o cliente.
    Se aumenta muito o multpatch isso não poderia acontecer? ou esta config quer dizer outra coisa?



  15. #15

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Sobre a conexão pelas costas versus setoriais de costas:
    - Num caso você tem uma setorial com ganho tipo -9dBi rumo a outra setorial com ganho de também -9dBi (Também de costas), fora atenuação extra por um mastro ou torre.
    - No outro caso você tem os mesmos -9dBi de ganho nas costas da setorial, mas a CPE do cliente tem ganho tipo 16dBi, de -9 pra 16 é uma diferença de 25dBi.

    Num caso você tem ganho total de -18dBi, e no outro é +7dBi (-9 + 16 = 7).

    Mas o tchã não é só o ganho: As 2 setoriais de costas não estão no mesmo canal, estão em canais vizinhos, no canal vizinho a emissão é feita pelo menos 20dBm menor que no canal que ela vai se comunicar com a CPE do cliente nas costas. Ou seja, num caso é atenuação total de 38 a 48dBm (20 a 30dbm de atenuação no que é emitido fora da faixa, o bigode do canal, mais 18dBi que é perdido pelas 2 antenas (-9 + -9), e no outro caso tem ganho de 5dBm (-9dBi da setorial + 16dBi da CPE do cliente), é uma diferença total então de 43 a 53dBm, onde um chega com -50dBm o outro chega com -93dBm.

    O incomodo criado pelo canal vizinho só é importante em setoriais próximas mesmo, porque se a emissão é feita (No canal vizinho) uns 20 ou 30dBm abaixo da potencia no centro do canal, e 30m de distancia entre setoriais atenua o sinal nuns 75dBm (Enquanto a 50cm é só uns 37dBm de atenuação).

    Se sobrar canal, vai fundo nos distanciamento grande. Mas se tem canal em falta, ou quer fazer o uso legal de 36dBm EIRP, só pode de 5745 a 5825MHz, aí o jeito é fazer nesse esquema de 4 setoriais.

    Outro jeito é colocar as setoriais uma em cima da outra, a emissão reto pra baixo pelo datasheet é inferior a -35dBm com relação ao ganho central, ou seja, numa de 17dBi a emissão reto pra cima ou reto pra baixo é pelo menos -18dBi ( 17 - 35 = -18), atenuação total de 36dBm, mais uns 50dBm de atenuação por 3m de ar, e você tem atenuação total de uns 86dBm, com isso tudo dá até pra usar o MESMO canal!

    Mas usando o mesmo canal o problema seriam os pacotes dos clientes chegando nas 2 setoriais, não é uma boa idéia. Mas canal vizinho dá pra usar tranquilamente! No canal vizinho a emissão ainda por cima seria no maximo 20dBm menor que no centro do canal, isso seria atenuação total na casa dos 106dBm, se emitir 20dBm de potencia vai chegar na beirada do outro canal só uns -86dBm, que não atrapalham.

    ("Ah, mas dá pra escanear a setorial de cima!". Dá, mas no scan não tem esse filtro passa-faixa de 20 a 40dBm limitando os sinais dos canais vizinhos, no scan o sinal da setorial vizinha vai aparecer como -66dBm nesse exemplo hipotético)

    Nessa hora os shields podem ajudar, dão uma atenuação extra de 15 a 30dBm dependendo do modelo, se todas as setoriais tiverem shield de 20dBm de atenuação você teria atenuação total de 40dBm entre setoriais, se ficarem a 1m uma da outra serão mais uns 50dBm de atenuação pelo ar, 90dBm ao todo, se forem setoriais que emite pro lado com uns 1 ou 2dBi isso seria atenuação total de 86 ou 88dBm (2dBi de ganho de cada antena, 4 no total), mais 20dBm atenuado do canal vizinho dá 106 ou 108dBm de atenuação, se a emissão for a 20dBm isso dará interpolação na beirada com -86 a -88dbm de sinal, que não incomoda se usar datarate em 16QAM.

    Sobre o disconnect timeout, acho que é isso mesmo, 3s sem pacote de sincronia ele derruba a conexão, esse tempo pode ser por usar preambulo curto por tempo demais (Problema que já relatei, em rede normal fica emitindo ora curto e ora longo), pode ser por mal-contato em pigtail, conector ou cabo, pode ser por variação no nível de sinal causado por reflexo mudando de posição... tem varios motivos, mas 3s já é muito tempo. O timeout de resposta de pacote é outro campo, e perder pacotes aos montes não significa cair conexão, o preambulo é emitido no menor datarate possível (Portanto é super-legível) então pode perder 100% dos pacotes do cliente mas ainda assim manter a conexão, precisaria cair muito o sinal (Chegar a -89dBm mesmo) pra até cair a conexão.

    Mas mal não faz aumentar esses timeouts todos, on fail de 0,1 pra 1s, frame lifetime de 0 pra 5, hardware retrie de 7 pra 10, timeout de 3 pra 10s, desabilitar calibration.

    Tem uns errinhos bobos por usar WPA as vezes, mas o perfil de seg. está nomeado como WPA2 então imagino que seja wpa2 (Espero que não seja TKIP, porque isso dá na mesma que WPA, só faz sentido usar WPA2 se for AES/CCN), tem os errinhos bobos em PPPoE se usar na aba WDS ela dinamica (Ou estática?), e tem os errinhos quando fuça no profile de seg. chamado "default" (Dizem... nunca mechi nele então nunca ví problema. O que custa deixar o default lá quieto e criar outro profile? Mas... tem quem altere o default e depois relata problemas), mas isso tudo causa queda de cliente, nada disso cria esse sinal caindo pra -89dbm as vezes, pra acontecer isso precisa problema físico, o R52HN deixando de emitir nalgum dos chains, um pigtail precisando um limpa-contatos, o MK por bobeira emitindo 20dBm a menos por uns segundos (Se caísse de -69 pra -79dBm poderia pensar em amplificador defeituoso, mas cair 30dBm já não é com o amplificador, ele não tem toda essa potencia, o chipset é quem estaria derrubando o sinal se o problema fosse antes do pigtail (Por problema no cartão, na RB (Veja capacitores estufados, RB433 estufa capacitor a cada X anos, leva 5 minutos pra trocar os 4, e custam R$ 1 cada), ou pelo software estar mandando ele fazer isso (Talvez por meter 30dBm na config., obrigando o chipset a operar sempre no limite, com o amplificador também no limite, danificou alguma coisa).

    Enfim, sumir SSID é um problema, cliente cair é outro, mas o pior pelo visto é sinal baixando, isso é problema físico geralmente, não de configuração.
    (Cliente cair ou ssid sumir é software, mas sinal baixando tanto (Digamos -60 pra -89) só pode ser problema físico)

  16. #16

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Então, depois de "tudo sendo lido" o que fica de prático na questão do paineis é usar canais distantes ou com pouca sobreposição. E se não houver e ai sim neste caso procurar afastar os paineis preferencialmente na distancia vertical entre eles.

    Pode ser que isso explique aquela foto com 4 paineis quase encostados no site da antiga hyperlink e hoje confirmado pela L-Com.

    Aqui no Brasil nunca foi homologado os filtros passa-baixa ou passa-alta que a hyperlink fabrica... creio que isso sim poderia ser um grande auxilio em qualquer instalação de torre.



  17. #17

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Os filtros que lembro são mais pra sinal de fora da faixa tipo 2400 a 2500MHz, os pra canais específicos ainda tem largura tipo 30 ou 35MHz (Em 2,4GHz você encontra sinal de 4 canais numa largura dessa!), seriam mais pra quem opera do lado de radio FM ou algo do tipo, não são pra ter mais limpa uma faixa exata de 20MHz, são meio genéricos, e atenuam uns 40dBm mas só 50 ou 60MHz longe do centro do canal, ajuda pouco a isolar sinal de canal vizinho.

    (E precisa filtro pra frequencia tão distante porque quando o elemento ressoa em frequência mais baixa por culpa de um sinal muito alto na vizinhança, digamos FM a 100MHz, ele atenua ou acentua umas oscilações dos sinais em alta frequência, pode fazer uma harmonica 24 oitavas acima (24 x 100 = 2400MHz) ainda ter sinal alto tipo -50dBm (Já que radio FM transmite com 100 a 1000W, até tem "comunitárias" operando bem acima dos 25W que teoricamente seriam legais pra elas))

    Fora que esses filtros passam de uns R$ 200 a 300 lá fora, numa importação legal chegariam pelo menos nuns R$ 600.

    E... as etapas de RF dos bons rádios já tem filtro passa-faixa bom hoje. Radio barato ainda não tem, tipo digamos NS Loco M2 ou M5, ou Bullet (Por isso digo que são lixinhos pra usar em casa, não pra ser AP), eles usam uma filtragem jogando o sinal fora da faixa em contra-fase pra atenuar, é um filtro ativo e não passivo, feito no amplificador ou no chipset de RF (Pode ver que nuns circuitos a antena vai direito pro amplificador, noutros passa por alguns componentes no meio).

    No Rocket, por exemplo, ao redor do amplificador você encontra uma dezena a mais de componentes (desacoplamentos e filtragens diversas), e depois dele (antes da saída) tem mais uns 20 componentes (A mais que um Bullet, digamos), tudo relativo a essas filtragens. Tem componente discreto tipo isso hoje:
    http://www.mouser.com/ds/2/611/Balun..._v2-242388.pdf
    (Não achei nenhum exemplo 5GHz pra mandar link, e eles são mais abertos, de 4,9 a 6GHz geralmente)

    Fora esse sistema de mandar sinal em contra-fase fora da faixa dentro do próprio chipset, pra que o ADC não pegue dados espúrios, que depois no batimento com a portadora podem gerar detecção errada de 1 mísero bit num pacote. 10 anos atrás isso não existia (Os chipsets eram bem burrinhos), aí os filtros eram um pouco mais necessários.

    Bom mesmo seria um filtro ajustável por canal, com atenuação extra de uns 20 ou 30dBm logo ao lado dos 20MHz do canal, mas... 0,00001% dos anteneiros ia saber usar isso, não ia vender nada.

    Se a parte física/lógica simples, que é respeitar zona de fresnel (Analogias com caleidoscopio e lanterna são válidos, qualquer reflexo tipo espelho ajuda), a maioria dos anteneiros não entende e sofrem muito por isso, imagina sinal não-escaneável, que não aparece como ruído nem nada "tangível" no setup.

    (Mas pra zona de fresnel (Multipath) derrubar sinal de digamos -60 pra -89dBm precisa uma bela sorte, ter sinal chegando 0,001us atrasado pra chegar na contrafase exata é coisa pra 1 a cada 2 mil oscilações, um sinal fixo (60Hz de rede AC e suas harmonicas) é fácil atenuar com contrafase, mas um sinal de nível variável (0 e 1 mudando "aleatoriamente") é impossível atenuar tanto por um período tão grande como 0,1s, que dirá por 3s. Multipath pode afetar throughput (CCQ cai de 100 pra 80%) mas não consegue derrubar nível de sinal com tanta consistência, teria que obstruir a maior parte da zona de fresnel pra que isso ocorra, e mesmo que obstruísse a visada tem a difração do sinal que não permitiria uma queda de digamos -60 pra -89dBm, essa queda está grande demais pra ser algo entre as antenas, deve ser entre chipset e antena, com o radio operando a 30dBm (Na verdade 19 a 23dBm, no limite do chipset) deve ter aquecido o amplificador (Lembra dos primeiros Ovislink/Airlive G? De fabrica vinham em 17dBm, queimei 4 passando pra míseros 19dBm, ou foi muito coincidência os 6 que deixei em 17dBm durarem anos, e os 4 que coloquei em 19dBm chamuscarem até o plastico acima do chipset em poucas semanas, isso com trafego altíssimo tipo 500Kbps...)

  18. #18

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Amigos obrigado pela explicaçoes mas vou fazer os seguinte teste , primeiro trocando a fonte da RB e limpeza nos cartões !



  19. #19

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    Bom dia, a potência tu muda na aba TX POWER, na aba TX Power Mode seta em default, assim o cartão irá trabalhar conforme sua arquitetura, até porque este cartão não possui 30 db de potência máxima e sim 25 então essa potência está errada para seu hardware, povo vcs precisam enteder que potência é inimiga da qualidade, como o amigo citou acima ou t deixa em default ou dminui a potência, os únicos casos que mexo com potência de cartão é para PTP, em PMP nunca. Mas antes de falarmos em painel/potência e qualquer outra coisa, tu notou que é sempre o mesmo cliente que desconecta? Tu já foi visitar este cliente e ver se não pode ser sinal baixo? Ou algo na antena deste?

  20. #20

    Padrão Re: Cliente Caindo e conectando toda hora no AP

    A ideologia para a disposição dos painéis em torres é exatamente o que o amigo explicou acima, 4 painéis de 90º fechando 360º ou 3 painéis de 120º, vai da quantidade de clientes que tu pretende ter nesta estação, obedecendo as regras para o espaçamento entre os diferentes canais funciona bem.