Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Olá a todos do forum UL, boa tarde! Espero aprender muito com vocês, e podem contar comigo, qualquer coisa só chamar

    É o seguinte, eu e meu amigo estamos pensando na possibilidade de montarmos um provedor de internet aqui na nossa região, pesquisei em sites de empresas que fornece link dedicado por ai, mas não encontrei nem uma media mais menos dos preços ;(

    Na região de vocês, quanto custa cada mega de internet dedicada?
    Tem alguem do ceará ai que já comprou link? Quanto custou cada mega? E qual empresa comprou?
    Vi um tópico no forum um carinha na região dele achou um link de R$ 27 cada MB, é verdade?

    Conto com vocês!
    Muito obrigado.

  2. Boa Tarde, Depende de cada Regiao, e quantos megas vai adquirir, isso é relativo por cidade. Abraços.



  3. Citação Postado originalmente por Max Networks Ver Post
    Boa Tarde, Depende de cada Regiao, e quantos megas vai adquirir, isso é relativo por cidade. Abraços.
    OK, mas só pra ter uma base, quanto sairia 50mb dedicado na sua região? Só pra ter uma base mesmo.

    obrigado!

  4. Opa, + ou - uns $$ 4.000,00

    Abraços.

    Não esqueça do incentivo, click na *.



  5. Só pra dar noção do tamanho do brasil:
    Aqui no interior 50Mbps sairia perto da casa dos R$ 20 mil, fora projeto inicial de uns R$ 10 mil pra fibra.

    (E com R$ 4 mil compro 5Mbps e sobra uns R$ 30 pra cerveja...)

    Que tem local com Mbps a R$ 30 a 80 tem, mas depende de disponibilidade e distancia até sede ou PTT e cia, conforme fica mais longe o preço sobe, não vale a pena cotar OUTROS lugares longe de você se todo meio de chegada até você for caro, onde o link é caro o transporte também não será barato.

  6. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Só pra dar noção do tamanho do brasil:
    Aqui no interior 50Mbps sairia perto da casa dos R$ 20 mil, fora projeto inicial de uns R$ 10 mil pra fibra.

    (E com R$ 4 mil compro 5Mbps e sobra uns R$ 30 pra cerveja...)

    Que tem local com Mbps a R$ 30 a 80 tem, mas depende de disponibilidade e distancia até sede ou PTT e cia, conforme fica mais longe o preço sobe, não vale a pena cotar OUTROS lugares longe de você se todo meio de chegada até você for caro, onde o link é caro o transporte também não será barato.
    Tô ligado!

    Aqui na minha cidade, no interior do Ceará, tem um provedor que oferece internet por fibra optica por um preço bem acessível, por isso tenho uma certa esperança que os links aqui não sejam tão caros, mas mesmo que sejam caros, talvez tenho alguma possibilidade de fazer um enlace trazendo a internet de uma cidade mais próxima em que o link talvez seja mais barato.

    Saca só alguns planos desse provedor:

    2MB: R$60
    5MB: R$75
    10MB: R$110 -> Tá mais barato que o plano da OI de 10MB: Internet + fixo que ninguém usa mais, que sai por R$ 120 huahuahua

    Por isso a minha esperança de um link a bom preço por aqui



  7. Citação Postado originalmente por Max Networks Ver Post
    Opa, + ou - uns $$ 4.000,00

    Abraços.

    Não esqueça do incentivo, click na *.
    Não tem esse botão aqui no celular, quando entrar no PC olho

  8. este provedor deve comprar 1Gb a 2Gb de e ter conexão com ptt, que na teoria é de graça, pois vc só paga o transito.



  9. Citação Postado originalmente por biohazzard Ver Post
    este provedor deve comprar 1Gb a 2Gb de e ter conexão com ptt, que na teoria é de graça, pois vc só paga o transito.
    Como assim cara? Link de graça? Me explica melhor isso, vlw

  10. Estar conectado a um PTT significa estar a um número menor de passos do destino desejado a custo quase zero. Isso porque a participação nos pontos administrados pelo NIC.br não tem custo, o participante só precisa contratar um link que o leva até um dos PIXs (ponto de acesso do PTT). Outra característica importante dos PTTs é a sua natureza distribuída. Os PIXes ficam espalhados pela cidade para que cada interessado possa se conectar ao PIX mais próximo. Além dos PTTs do NIC.br existe um outro em São Paulo de natureza privada, administrado pela Terramark. No PTT Metro, empresas particulares, como datacenters, podem exercer o papel de PIX. Para isso elas devem estabelecer uma conexão com o PIX Central da região através de uma fibra óptica apagada (que permite grande escalabilidade) e arcar com os custos do equipamento local (switch). Elas podem, então, estabelecer condições e valores para a conexão dos participantes do PTT ao seu PIX. Os equipamentos, no entanto, são administrados pelo NIC.br, representando o Comitê Gestor da Internet, que define também a política de troca de tráfego e do uso do sistema de interconexão. Essa infraestrutura é considerada pelo Comitê Gestor como de uso público e, portanto, seu uso é, hoje, gratuito. “O crescimento da região se dá em torno daquele ponto. Isso ajuda a organizar a infraestrutura de rede do País. As operadoras que quiserem fazer investimento já sabem onde têm que chegar para atender às empresas daquela região”, explica Kashiwakura.

    Outra vantagem de se conectar ao PTT é o contato direto entre usuários de outros participantes, o que elimina muitos roteadores do caminho e gargalos de transmissão das operadoras. A comunicação se torna mais rápida, estável e mais barata. “Hoje, os acessos que temos aos PTTs correspondem a cerca de 35% do nosso tráfego total, o que nos trouxe uma economia de 20% no nosso custo mensal de links de Internet, além de nos deixar a menos de 5 metros de distância dos usuários da Net e GVT na região de Porto Alegre”, afirma Juliano Primavesi, diretor de operações da Cyberweb/Kinghost, companhia gaúcha que atua com serviços de hospedagem, registro de domínio e data center.

    Eduardo Parajo, diretor-presidente da Abranet, recomenda que os associados se juntem ao PTT no momento em que estiverem precisando aumentar a banda contratada junto à operadora. Ao participar do PTT, o provedor conseguirá economizar de 15% a 30% da banda contratada e assim ele consegue adiar a expansão do link. “Conectar-se ao PTT é interessante não só pelo custo, mas pelo efeito de redução de passos e redundância”, diz Parajo.

    A reportagem é de 2011 mas é a mesma coisa até hoje, no lugar de 16 ptts, hoje o numero bem maior.

    http://nic.br/noticia/na-midia/o-desafio-dos-ptts/



  11. O PTT é uma "central" nas capitais, montada por uns provedores/operadoras e gerida pelo pessoal do Nic.br, é um ponto de troca de tráfego entre quem participa dele, veja se seu concorrente está no de Fortaleza:
    http://ce.ptt.br/particip.html

    Outra possibilidade pra ter link barato é pegar da fibra da Telebras, que passa pelo Ceará, vide:
    http://wiki.sj.ifsc.edu.br/wiki/imag...ional_2014.jpg
    Essa rede azul que emenda na rede laranja da Chesf se não me engano é da Tim, não sei porque mas pelo que entendi elas se emendam numa grande metropole chamada Banabuiú. A princípio você pode ver se a rede passa na sua cidade aqui:
    http://www.telebras.com.br/munic_atendidos_08042015.pdf
    E no site da Telebras tem o fale conosco pra solicitar info sobre adquirir link (Mas já te antecipo que precisa SCM e cia), não sei como são os preços deles porque estou a uns 600Km de uma dessas opções então nunca consegui nem cotar.

  12. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    http://wiki.sj.ifsc.edu.br/wiki/imag...ional_2014.jpg
    Essa rede azul que emenda na rede laranja da Chesf se não me engano é da Tim, não sei porque mas pelo que entendi elas se emendam numa grande metropole chamada Banabuiú.
    Isso é porque há em Banabuiú um POP da Eletronet, @rubem.

    @gerlandoprado, alguma dessas cidades, - Sobral, Vila do Serrote, Caucaia, Fortaleza, Aracoiaba, Banabuiú, Morada Nova e Russas - é próxima da sua região?

    Pergunto isso pois há grande possibilidade de haver fornecedores de link nessas cidades ou proximidades a custos mais acessíveis, visto que todas possuem POP da Eletronet.



  13. Citação Postado originalmente por biohazzard Ver Post
    Estar conectado a um PTT significa estar a um número menor de passos do destino desejado a custo quase zero. Isso porque a participação nos pontos administrados pelo NIC.br não tem custo, o participante só precisa contratar um link que o leva até um dos PIXs (ponto de acesso do PTT). Outra característica importante dos PTTs é a sua natureza distribuída. Os PIXes ficam espalhados pela cidade para que cada interessado possa se conectar ao PIX mais próximo. Além dos PTTs do NIC.br existe um outro em São Paulo de natureza privada, administrado pela Terramark. No PTT Metro, empresas particulares, como datacenters, podem exercer o papel de PIX. Para isso elas devem estabelecer uma conexão com o PIX Central da região através de uma fibra óptica apagada (que permite grande escalabilidade) e arcar com os custos do equipamento local (switch). Elas podem, então, estabelecer condições e valores para a conexão dos participantes do PTT ao seu PIX. Os equipamentos, no entanto, são administrados pelo NIC.br, representando o Comitê Gestor da Internet, que define também a política de troca de tráfego e do uso do sistema de interconexão. Essa infraestrutura é considerada pelo Comitê Gestor como de uso público e, portanto, seu uso é, hoje, gratuito. “O crescimento da região se dá em torno daquele ponto. Isso ajuda a organizar a infraestrutura de rede do País. As operadoras que quiserem fazer investimento já sabem onde têm que chegar para atender às empresas daquela região”, explica Kashiwakura.

    Outra vantagem de se conectar ao PTT é o contato direto entre usuários de outros participantes, o que elimina muitos roteadores do caminho e gargalos de transmissão das operadoras. A comunicação se torna mais rápida, estável e mais barata. “Hoje, os acessos que temos aos PTTs correspondem a cerca de 35% do nosso tráfego total, o que nos trouxe uma economia de 20% no nosso custo mensal de links de Internet, além de nos deixar a menos de 5 metros de distância dos usuários da Net e GVT na região de Porto Alegre”, afirma Juliano Primavesi, diretor de operações da Cyberweb/Kinghost, companhia gaúcha que atua com serviços de hospedagem, registro de domínio e data center.

    Eduardo Parajo, diretor-presidente da Abranet, recomenda que os associados se juntem ao PTT no momento em que estiverem precisando aumentar a banda contratada junto à operadora. Ao participar do PTT, o provedor conseguirá economizar de 15% a 30% da banda contratada e assim ele consegue adiar a expansão do link. “Conectar-se ao PTT é interessante não só pelo custo, mas pelo efeito de redução de passos e redundância”, diz Parajo.

    A reportagem é de 2011 mas é a mesma coisa até hoje, no lugar de 16 ptts, hoje o numero bem maior.

    http://nic.br/noticia/na-midia/o-desafio-dos-ptts/
    Valeu, estava nesse instante pesquisando sobre isso

  14. Bom dia pessoal... estou também muito interessado em adquirir um dedicado aqui em minha cidade ( Patos - PB ). As ofertas são muito poucas ou nem tem. Somente um provedor que oferece aqui vindo de outra cidade distante 42 km a R$100,00 o mega. Se por acaso aparece alguém ai que forneça link dedicado aqui para minha região, é só deixar o contato. Obrigado

  15. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    O PTT é uma "central" nas capitais, montada por uns provedores/operadoras e gerida pelo pessoal do Nic.br, é um ponto de troca de tráfego entre quem participa dele, veja se seu concorrente está no de Fortaleza:
    http://ce.ptt.br/particip.html

    Outra possibilidade pra ter link barato é pegar da fibra da Telebras, que passa pelo Ceará, vide:
    http://wiki.sj.ifsc.edu.br/wiki/imag...ional_2014.jpg
    Essa rede azul que emenda na rede laranja da Chesf se não me engano é da Tim, não sei porque mas pelo que entendi elas se emendam numa grande metropole chamada Banabuiú. A princípio você pode ver se a rede passa na sua cidade aqui:
    http://www.telebras.com.br/munic_atendidos_08042015.pdf
    E no site da Telebras tem o fale conosco pra solicitar info sobre adquirir link (Mas já te antecipo que precisa SCM e cia), não sei como são os preços deles porque estou a uns 600Km de uma dessas opções então nunca consegui nem cotar.
    Parece que essa empresa que citei não participa do PTT.

    Tem alguma media de preços para adquirir uma ASN?

    Valeu pela informação

  16. Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Isso é porque há em Banabuiú um POP da Eletronet, @rubem.

    @gerlandoprado, alguma dessas cidades, - Sobral, Vila do Serrote, Caucaia, Fortaleza, Aracoiaba, Banabuiú, Morada Nova e Russas - é próxima da sua região?

    Pergunto isso pois há grande possibilidade de haver fornecedores de link nessas cidades ou proximidades a custos mais acessíveis, visto que todas possuem POP da Eletronet.
    Sobral fica a uns 80 km daqui em linha reta

    Obrigado pela força ;D

  17. aqui a media é 200 a 400 reais por mega

  18. Muito obrigado a todos pela ajuda

  19. Aqui trabalhamos com Links Dedicados em vários estados desse nosso Brasil. Depende da sua localização, se informar qual é ficaria mais fácil te falar um valor mais exato.

  20. Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Mapa ProveNET.jpg
Visualizações:	254
Tamanho: 	2,12 MB
ID:      	64556






Tópicos Similares

  1. Respostas: 7
    Último Post: 25-01-2017, 17:06
  2. Respostas: 9
    Último Post: 07-11-2016, 10:08
  3. Respostas: 0
    Último Post: 18-02-2016, 12:59
  4. Respostas: 1
    Último Post: 09-09-2015, 16:30
  5. Quanto MB de link dedicado?
    Por fmn127 no fórum Redes
    Respostas: 5
    Último Post: 07-04-2009, 09:31

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L