Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Ajuda para interligar cidades por fibra

    Sou novo no fórum, mas sempre adimirei o empenho de vocês!

    Estou pensando num projeto de um provedor aqui na minha região, a história é essa:

    Aqui só tem fornecedoras de link caras (Embratel, Oi e Vogel, não tenho certeza da última). Eu queria uma banda bem expressiva para repassar links dedicados e internet GPON (já tenhoaté uns clientes certos e a viabilidade é total) e estou pensando ir buscar link em outra cidade (uns 300km distante) e aproveitar para também c omercializar numas que estão no meio. O projeto de rede dentro das cidades está ok, mas não sei como interligá-las!!!!!!

    São todas em sequência e em linha reta ligadas por uma BR só. Mas, como eu passo a fiação? Quem faz isso? Com que agências eu vejo a autorização para passar p or lá? Tenho que usar WDM ou outro sistema? Como e onde os compro? Preço???

    Na parte física de backbone eu sou meio leigo. Sou mais da parte de last mile.

  2. #2

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Para passar a fibra e interligar as cidades:

    Voce vai passar a sua fibra subterranea ou por aerea??
    Qual concessionaria que toma conta dessa rodovia?

    Pra interligar as cidades eu usaria um par de fibra ''normal'' dai vc monta um pop em cada cidade e de lá vc liga os clientes por gpon ou radio.

    O custo vai variar de como vc vai passar essa fibra, mas pode colokar com projeto, mao de obra, material e equipamento no minimo uns 600 reais por km de fibra.



  3. #3

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    A princípio isso seria projeto a se enviar pro DNIT, ele deve requerer o seguimento de várias normas pro pessoal trabalhando (Sinalização nas vias enquanto a valetadeira opera, reparo de asfalto rompido nos cruzamentos e saídas), alguns cursos (Alguns NR), entre outros detalhes que qualquer empreiteira de serviços rodoviários já tem.

    Pra operadoras de STFC olha os preços camaradas por Km estabelecidos em lei:
    http://www.anatel.gov.br/hotsites/Di...010924_944.pdf

    Tabela mais novas com valores pra outros usos:
    http://www.dnit.gov.br/download/rodo...upa-jan-09.pdf

    A cia de eletricidade deve ter postes na área rural ou beira de rodovias pra alugar, postes baixos tipo 9m, talvez seja mais barato. E onde não tiver postes desse tipo poderia usar estrada municipal, trocando valor de arrendamento por link pra prefeitura ou algo assim, é do interesse das prefeituras esse tipo de "melhoria" na telecom do município então duvido que um município cobre muito caro por ocupação de lateral de estrada municipal.


    A rede de alta tensão com torres, de 35KV, não dá pra usar pra isso, uma fibra a uns 7m de altura iria pendurado numa área de risco pra quem for instalar ou fazer manutenção, teria que desligar toda a rede pra qualquer mexidinha. E como são torres bem distantes entre sí a barriga da fibra seria grande, precisaria colocar ela a uns 10m do chão, ficaria muito perto dos 35KV por isso não se autoriza esse tipo de aluguel de torres de alta tensão.


    (Sobre fazer rede por áreas particulares, possível é, as redes de eletricidade com torres de altíssima tensão vão tudo por áreas particulares, mas... a indenização legal por Km é bem generosa, tem fazendeiro aqui que teve rede passando por 3Km de terra que recebeu indenização suficiente pra comprar carro novo, imagina falar em 300Km! Fora que a valetadeira não vai tão fundo, a área sobre a fibra é inagricultável pros modos de plantio de hoje, tem que ser em beira de rodovias ou estadas vicinais mesmo)

  4. #4

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Ah, só pra dar referência dos custos:
    Aqui temos fibra a uns 35Km em linha reta. A prefeitura ofereceu pra Oi uma parceria onde a prefeitura colocaria os postes numa estrada municipal do trecho e locaria pra Oi com custo simbólico (Algo que só pagaria o custo dos postes em 5 anos), só pra Oi trazer fibra.

    Mas... ainda assim a Oi negou, alegou que os custos de manutenção e instalação seriam grandes demais pra uma cidade de 20.000 habitantes.

    Com essa "ajudinha" a Oi não quis, então imaginei que os custos seriam altos mesmo. Eu desisti disso, deixa a cidade sem fibra mesmo.



  5. #5

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Citação Postado originalmente por rafaelmata Ver Post
    São todas em sequência e em linha reta ligadas por uma BR só. Mas, como eu passo a fiação? Quem faz isso? Com que agências eu vejo a autorização para passar p or lá? Tenho que usar WDM ou outro sistema? Como e onde os compro? Preço???
    Pode usar postes próprios ou enterrar a fibra à margem da rodovia, há empresas especializadas nisso (mas não conheço alguma).

    Você precisa da autorização do DNIT para direito de passagem. Felizmente ele não pode cobrar nada, nenhuma mensalidade/anualidade por isso mais (Lei das Antenas).

    WDM (CWDM ou DWDM) você usa para ter mais de um canal em uma única fibra, de forma que ao somá-las obtenha uma capacidade maior de banda. Provavelmente você não irá precisar disso, apenas switches e módulos SFPs de 1Gbps ou 10Gbps (SFP+), dependendo da sua demanda. Lembrando que há um limite de distância que um transmissor alcança, então a cada 20Km ou 40Km, por exemplo, dependendo do modelo (já vi não recomendarem os modelos de 80Km), você vai precisar de um switch com dois módulos para dar continuidade na fibra.

    A propósito, o pessoal que tem rede óptica quilométrica entre várias cidades poderia dizer o que costumam usar, switch ou amplificador, principalmente no meio do mato, onde não há POP?

    Citação Postado originalmente por junior.corazza Ver Post
    O custo vai variar de como vc vai passar essa fibra, mas pode colokar com projeto, mao de obra, material e equipamento no minimo uns 600 reais por km de fibra.
    Tem certeza que é somente isso? Me parece muito barato... Há algum tempo um cabo de 12FO AS80 estava custando R$2/metro. Em rodovia acho melhor usar AS200, mais caros, para economizar nos postes, que acho que custam uns R$1.000,00 nos modelos menores.

    Só nisso aí dá uns R$800.000,00 (R$300.000,00 de cabos e o restante de postes) em 100Km, sem contar mão de obra, ferragens nos postes e equipamentos de regeneração de sinal. Com seus números o resultado seria de apenas R$60.000,00 (R$600 * 100Km)...

  6. #6

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Mas e a resistência a fogo com essas fibras?
    Elas informam ter material RETARDANTE de chama, mas e o estrago por fogo na beira de estrada?

    Tó certo que eu tô na roça, mas últimas vezes que fui pras capitais aqui perto eu vi fogo na capoeira na beira de rodovia várias vezes, mesmo perto de metrópoles. Nesse caso ponto pra fibra enterrada.

    (Aqui tem um trecho de 7Km até uma empresa e já teve fibra trocada, por culpa de fogo em beira de rodovia, umas 2 vezes desde 2010)

    A Oi e Embratel aqui perto só enterram, só usam em postes em trechos curtos pra subúrbio. A valetadeira pequena pra traseira de trator pequeno de 80cv é lenta mas é barata, o que tem de mais rápido é pra traseira de trator de esteira, mas é provavelmente porque ele não precisa terreno meio preparado como um trator com rodado de borracha precisa. A Oi mete esteira no meio da capoeira mesmo, não preparam nada antes, é esteira com lamina na frente e valetadeira atrás.

    Pessoal que mexe com irrigação deve ter valetadeira grande pra alugar por dia, sem valetadeira tem que fazer a valeta com um trator, colocar fibra (Ou mangueira, se for irrigação) manualmente, e depois voltar pra enterrar (Ou usar outro trator, menor. Pra irrigação o pessoal prefere alugar valetadeira mesmo tendo trator sobrando, porque o trabalho é muuuuuito menor.

    Fora o problema de umas laterais onde a pista é erguida, fica assim:
    http://www.matupanews.com.br/gerenci...6384/jpg/1.jpg

    Como se coloca um poste a 10m da via? Precisaria guincho de braço mais longo que o normal, porque descer um caminhão pra uma lateral dessa não dá, enquanto uma valetadeira com esteiras passa isso tranquila.
    (Uma valetadeira pequena é barata, mas... precisa preparar o terreno antes, provavelmente uma roçadeira e depois uma grade aradora)

    Mas a fibra enterrada tem problema em pontes e em saídas de veículos, nesses locais os postes levam vantagem.

    Então digamos que tem que avaliar bem o trecho, talvez mixar postes e valetas, com postes em caixas de rios ("Varzeas" ou brejos mesmo).



  7. #7

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Levar fibra nessa distancia é preciso de muito estudo da região. E tem q saber que o custo é MUITOOOOO alto

  8. #8

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    @rubem, ainda não entendi até hoje, a fibra enterrada é colocada no acostamento ou fora da pista, no meio do mato?

    Há alguns dias vi em uma discussão dizerem que há normas do DNIT para fazer a recuperação do asfalto onde a fibra foi enterrada. Se fosse no meio do mato não precisaria disso, mas eu já vi até vídeos onde as máquinas faziam as valetas para os cabos fora da estrada... está confuso isso.

    Se puder fazer no acostamento é bem mais fácil. Por aqui tem trechos de rodovia que dos dois lados tem solo muito inclinado com dezenas de metros de profundidade ou altura (paredões de pedra), não sei como as empresas fariam para passar fibra ali sem enterrar no acostamento, acho que nem usando postes é possível (há trechos de bem mais que 200 metros com inclinação dos dois lados).



  9. #9

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Meu caro se seu projeto é levar FO uns 300Km o primeiro deve fazer é contrar uma empresa especializada pois esse custo vai ser moleza perante o investimento.

  10. #10

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    acho que radio digital seria menos trabalhoso, nem que for pra colocar uns 5 por torre



  11. #11

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    @rubem, ainda não entendi até hoje, a fibra enterrada é colocada no acostamento ou fora da pista, no meio do mato?

    Há alguns dias vi em uma discussão dizerem que há normas do DNIT para fazer a recuperação do asfalto onde a fibra foi enterrada. Se fosse no meio do mato não precisaria disso, mas eu já vi até vídeos onde as máquinas faziam as valetas para os cabos fora da estrada... está confuso isso.

    Se puder fazer no acostamento é bem mais fácil. Por aqui tem trechos de rodovia que dos dois lados tem solo muito inclinado com dezenas de metros de profundidade ou altura (paredões de pedra), não sei como as empresas fariam para passar fibra ali sem enterrar no acostamento, acho que nem usando postes é possível (há trechos de bem mais que 200 metros com inclinação dos dois lados).
    Ultimamente as licitações estão exigindo rodovias bem erguidas mesmo, nem sempre tem acostamento largo mas já tem obrigatoriedade de colocar meio-fio de cimento e escoadouros, pra evitar essas cagadas:
    http://memoria.ebc.com.br/agenciabra...38ATC0062a.jpg

    Nesse caso tem lateral grande, mas o custo do aterramento é grande demais geralmente a inclinação começa no fim do acostamento/meio-fio de concreto.

    (E é fácil calcular o custo extra se for trazer terra, 50cm a mais pra cada lado na largura, erguendo 3m de pista, dá uns 5m² a mais de terra a trazer (Sem compactar ela ocupa mais espaço), em 1Km isso são 5000m² a mais, uma caçambá típica de 3 eixos de uns 200cv usada nessas obras é pra uns 18m², 1000/18 = 55 cargas, cada uma custando cerca de R$ 250 (Combustivel do caminhão e da carregadeira, hora de trabalho do funcionário do caminhão, da carregadeira, das patrolas e compressores na compactação) isso dá uns R$ 14 mil a mais por Km. Aqui tem muita licitação por R$ 300 mil por Km, essa da foto perto de Goiania deve ter saída uns R$ 500 mil por Km ou mais, já que pelo visto tem muito aterramento. Mas enfim, aterramento estreito na medida não é perigoso, se tiver meio-fio e escoadouro não há erosão, e meio-fio e escoadouro custa 1/4 do preço de aterramento mais largo!)

    Se a inclinação começa logo depois do acostamento tem que usar valetadeira pequena, em trecho curto (20 ou 30Km) isso é tranquilo, a parte dos escoadouros faz manualmente, sem problemas.

    Mas imagina colocar uma valetadeira mais rápida, tipo essa:
    http://www.terraplenagem.net/classif...a/dacd3b39.jpg
    Uma roda no acostamento e a outra... no ar. Não tem como usar ela em lateral estreita de rodovia.

    Pra essa lateral meio estreita as valetadeiras pequenas servem, quase todas podem ter o sulcador colocado mais pro lado, alguns até um pouco pra fora da roda, tipo isso:
    http://www.khl.com/servlet/file/1100...CE_CONF_ID=156
    (Essa é uma pequena, mas os modelos de 80cv com operador também tem movimento lateral)

    Aí entre o problema lerdeza: Terra compactada é pesado abrir! Imagina um trator tipo uma caterpilar D4 de 12 toneladas, tremendo toda com a valetadeira na traseira! Toda a potencia vai pra sulcadora, mas quando a terra é dura ela responde tremendo a máquina, aí tem que ir mais devagar, tão devagar tipo 2Km/h (3-5Km/h seria o típico), improdutivo demais. E olha que minha referencia é valeta pra irrigação, lavoura tem terra compactada a partir de uns 50-60cm, uma valetadeira pesada tentando perfurar 90cm sofre bastante! Aterro de rodovia seriam 80cm de compactação total, nada de terra fofa em cima (Como lavoura tem).

    Então o jeito mais rápido é meter valetadeira pesada na lateral, aqui um exemplo, uns 20m longe do asfalto, e nota 3 maquinas diferentes pra 3 funções diferentes:


    Primeiro você passa um esteira com sulcador tipo:
    http://www.mercadomaquinas.com.br/si...c_4f7fd8e6.jpg
    Ou então uma valetadeira de disco ou corrente, algo pra abrir o buraco, ela pode demorar um pouco mas ela faz só isso, não se preocupa com fibra.
    Esse esteira com sulcador fixo é mais rapido.

    Aí com a valeta já feita, ou pelo menos a terra já solta, você vai com o passador de fibra:
    http://www.terraplenagem.net/classif...a/dacd3b39.jpg
    Nota que ele está sobre uma valeta já remexida, outro trator sulcou a terra.
    Esse tipo de passagem com braço passivo é o que a Oi, Vivo e Embratel tem usado por aqui, o braço sozinho não consegue abrir quase nada, mas com a terra já amaciada ele é rápido, 5-8Km/h, a fibra vai na ponta do braço:
    http://zda.com.br/wp-content/uploads/2014/12/Fibra.jpg

    Aí depois uma lamina qualquer só faz o acabamento, poderia ser uma mini-carregadeira pequena, é só acabamento.

    Nesse processo se faz fácil 20Km por dia se o terreno ajudar, teoricamente faz mais mas sempre tem saídas e rios pra atrapalhar. Numa reta de uns 10Km eu ví o equipto num lado de manhã, e depois do almoço já estava no outro lado, coisa tipo 3 horas, um planalto reto e só com capoeira.

    Aqui perto em MT, GO, RO, PA, TO, MS, sempre tem muito espaço na lateral das rodovias, originalmente era espaço pra esteira empurrar terra pro centro da estrada, na hora de asfaltar nada mudou (Geralmente se usa terra da lateral pra compactar), e mesmo onde há aterro bem alto tem muito espaço na lateral lá em baixo, mas realmente lembro de valetadeira pequena sendo usada aqui perto, nas proximidades dos rios, na lateral da pista, mas só em 2 pontos que lembre, o resto foi esteira no meio do mato lá em baixo até a beira do rio mesmo, colocar fibra lá é certeza que nunca uma empreiteira mexendo no asfalto vai acertar a fibra.

    (A Oi teve vários rompimentos num trecho em MT porque a pista estava sendo duplicada, a fibra já estava certinha colocada lá longe da pista, uns 20m pro lado como no vídeo, mas... pra duplicar a pista foram tirar terra justo de lá, 2x ao mês alguém acertava fibra, mas isso é situação atípica, se falta tanto asfalto no país as chances da "sua" rodovia ser duplicada é minúscula, e nesse caso da Oi era fibra do tempo das estatais de telecom ainda, coisa de muito tempo, as marcações se perdem, a erosão muda o terreno)


    Enfim, se a legislação estabelece regras, provavelmente é pela possibilidade de uso da lateral, mas tenho visto muita pavimentação recente sem lateral grande, amanhã de manhã vou passar num asfalto novinho, uns 50Km, o custo na licitação está nuns R$ 250 mil por Km na placa, a lateral tem concreto e escoadouro e logo depois já acaba o aterro, geralmente mais de 2m, desses 50Km pelo menos uns 35Km são assim, sem espaço pra uma valetadeira na lateral, teria que ir na parte de baixo, que é toda quase plana (Tem uns pontos erguidos pra evitar água correndo, nada que um esteira não destrua e refaça em poucos minutos antes e depois da valetadeira com a fibra passar). E nesse caso (E outras rodovias aqui perto) nem perto dos rios tem aterro largo, pra esses locais seria melhor poste mesmo, ou fazer centenas de metros manualmente na lateral do aterro (Tem rio aqui com caixa de uns 2Km de largura, lateral que inunda, se a fibra não suportar isso são 2Km sem lateral do lado de acostamento, teria que fazer valeta na mão, ou usar broca/perfuratriz em braço longo e ir fazendo buracos pra ajudar na velocidade, ainda assim sei lá se dá mais de 50m por hora de trabalho com meia-duzia de peão, sai cááááro.

    (Aqui o pessoal que meche com eletrificação rural não perde tempo em lateral de estrada não, mete trator no meio do mato e abre um espacinho pro caminhão com munck passar, fazem voltas grandes pra achar um ponto mais fácil pra passar um rio com os postes, gasta uns postes a mais mas economiza muitos dias de trabalho)

  12. #12

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Cara, pensei nisso também.

    Só que no custo talvez não vala a pena. A capacidade de dados que eu consigo com a fibra é bem maior do que com um rádio, mesmo que ela seja dos melhores. Mas, enfim.

    Posso até terceirizar o procedimento já que é mesmo tão complicado.

    Mas, estou pensado em colocar rádio digital num lugar em que a distância é de 50km. Lá a fibra não dá certo mesmo. Posso colocar um POP de repetição mais ou menos na metade do trajeto, se for necessário.

    Qual rádio tu me recomenda nesse caso? Lumina, Wi2Be, Ciae... Qual tu acha de vai ser a velocidade que ele vai aguentar assim?

    Obrigado!



  13. #13

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Cara, a fibra aguenta 80km na boa mesmo sem repetição nem nada, né?

    Ouço os caras falando que sempre precisa usar WDM e tal, mas acho que é meio complicado para fazer isso aqui.

    Sim, e eu só preciso de um roteador central, correto? Ou preço de usar outros routers em pedaços da rede? É que vale mais a pena montar uns POPs em pelo menos umas três cidades no meio do caminho para vender serviço também. Afinal, tanta fibra deve ter bastante uso.

    Mas, vou estudar mais antes de fazer isso em definitivo. O investimento é muito grande para arriscar.

    Ah, e o caminho é quase todo enterrado. Acho que raramente vou precisar usar postes, só quando passar por áreas urbanas mesmo. Mas, terceirizar parece beeeem mais seguro.

    Grato!

  14. #14

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Pode usar postes próprios ou enterrar a fibra à margem da rodovia, há empresas especializadas nisso (mas não conheço alguma).

    Você precisa da autorização do DNIT para direito de passagem. Felizmente ele não pode cobrar nada, nenhuma mensalidade/anualidade por isso mais (Lei das Antenas).

    WDM (CWDM ou DWDM) você usa para ter mais de um canal em uma única fibra, de forma que ao somá-las obtenha uma capacidade maior de banda. Provavelmente você não irá precisar disso, apenas switches e módulos SFPs de 1Gbps ou 10Gbps (SFP+), dependendo da sua demanda. Lembrando que há um limite de distância que um transmissor alcança, então a cada 20Km ou 40Km, por exemplo, dependendo do modelo (já vi não recomendarem os modelos de 80Km), você vai precisar de um switch com dois módulos para dar continuidade na fibra.

    A propósito, o pessoal que tem rede óptica quilométrica entre várias cidades poderia dizer o que costumam usar, switch ou amplificador, principalmente no meio do mato, onde não há POP?



    Tem certeza que é somente isso? Me parece muito barato... Há algum tempo um cabo de 12FO AS80 estava custando R$2/metro. Em rodovia acho melhor usar AS200, mais caros, para economizar nos postes, que acho que custam uns R$1.000,00 nos modelos menores.

    Só nisso aí dá uns R$800.000,00 (R$300.000,00 de cabos e o restante de postes) em 100Km, sem contar mão de obra, ferragens nos postes e equipamentos de regeneração de sinal. Com seus números o resultado seria de apenas R$60.000,00 (R$600 * 100Km)...
    Cara, a fibra aguenta 80km na boa mesmo sem repetição nem nada, né?

    Ouço os caras falando que sempre precisa usar WDM e tal, mas acho que é meio complicado para fazer isso aqui.

    Sim, e eu só preciso de um roteador central, correto? Ou preço de usar outros routers em pedaços da rede? É que vale mais a pena montar uns POPs em pelo menos umas três cidades no meio do caminho para vender serviço também. Afinal, tanta fibra deve ter bastante uso.

    Mas, vou estudar mais antes de fazer isso em definitivo. O investimento é muito grande para arriscar.

    Ah, e o caminho é quase todo enterrado. Acho que raramente vou precisar usar postes, só quando passar por áreas urbanas mesmo. Mas, terceirizar parece beeeem mais seguro.

    Grato!



  15. #15

    Padrão

    Citação Postado originalmente por RODRIGOQUATI Ver Post
    acho que radio digital seria menos trabalhoso, nem que for pra colocar uns 5 por torre
    Cara, pensei nisso também.

    Só que no custo talvez não vala a pena. A capacidade de dados que eu consigo com a fibra é bem maior do que com um rádio, mesmo que ela seja dos melhores. Mas, enfim.

    Posso até terceirizar o procedimento já que é mesmo tão complicado.

    Mas, estou pensado em colocar rádio digital num lugar em que a distância é de 50km. Lá a fibra não dá certo mesmo. Posso colocar um POP de repetição mais ou menos na metade do trajeto, se for necessário.

    Qual rádio tu me recomenda nesse caso? Lumina, Wi2Be, Ciae... Qual tu acha de vai ser a velocidade que ele vai aguentar assim?

    Obrigado!

  16. #16

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Pô, esse dinheiro todo por km pro DNIT anual? Sendo que enterrou a fibra já era? Ou será que li e entendi errado? Pelas minhas contas, essa distância considerando o menor valor, de R$ 1.421,00 daria mais de R$ 426 mil anual só pro DNIT, rádio licenciado neste caso seria a melhor opção para começar, a não ser que tenha muito dinheiro pra gastar.



  17. #17

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Obrigado pelas informações, @rubem.

    Nas rodovias por aqui há trechos onde logo depois do meio-fio já é um penhasco enorme, propício para uma queda feia. Não há espaço algum para enterrar cabos, e às vezes, quando há, existem árvores nele...

    Outra coisa: mesmo que haja um pequeno espaço livre nessas laterais onde há penhasco ou "paredões", cavar isso não pode causar um desmoronamento (levando a estrada junto, no caso dos penhascos, ou caindo sobre a pista, no caso dos "paredões")?

    Citação Postado originalmente por rafaelmata Ver Post
    Cara, a fibra aguenta 80km na boa mesmo sem repetição nem nada, né?
    Depende do transmissor. Há transmissores que dizem suportar 80Km, mas já vi dizerem que, ou são ruins e não chegam nisso tudo, ao menos com estabilidade, ou saem mais caro do que fazer a rede usando os de 40Km.

    Citação Postado originalmente por rafaelmata Ver Post
    Ouço os caras falando que sempre precisa usar WDM e tal, mas acho que é meio complicado para fazer isso aqui.
    Você usa WDM (CWDM ou DWDM) se houver necessidade. Para um PTP simples (um PTP a cada 20/40/80Km) não precisa disso para ter até uns 10Gbps de tráfego por fibra (mais que isso, acho que deve ficar mais viável usar algum WDM de vários canais de 10Gbps do que módulos de 40Gbps - maior a capacidade, menor o alcance, igual rádio).

    Citação Postado originalmente por rafaelmata Ver Post
    Sim, e eu só preciso de um roteador central, correto? Ou preço de usar outros routers em pedaços da rede? É que vale mais a pena montar uns POPs em pelo menos umas três cidades no meio do caminho para vender serviço também. Afinal, tanta fibra deve ter bastante uso.
    Se usar módulos de 20Km: uma repetição a cada menos de 20Km
    Se usar módulos de 40Km: uma repetição a cada menos de 40Km
    Se usar módulos de 80Km: uma repetição a cada menos de 80Km

    A repetição pode ser feita com switch com no mínimo 2 portas para módulo óptico, 2 conversor de mídia ou mesmo amplificador de sinal (pior das opções e ainda apenas viável onde não há POP).

    Não faz muito sentido usar roteador nesses pontos de repetição. Se precisar de roteador no POP, conecte ele no switch, não precisa fazer o tráfego da rede óptica inteira passar por ele.

  18. #18

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Citação Postado originalmente por rossisolrac Ver Post
    Pô, esse dinheiro todo por km pro DNIT anual? Sendo que enterrou a fibra já era? Ou será que li e entendi errado? Pelas minhas contas, essa distância considerando o menor valor, de R$ 1.421,00 daria mais de R$ 426 mil anual só pro DNIT, rádio licenciado neste caso seria a melhor opção para começar, a não ser que tenha muito dinheiro pra gastar.
    Não precisa mais pagar coisa alguma ao DNIT pelo direito de passagem.
    Consulte a Lei das Antenas.

    Inclusive houve semana passada uma discussão sobre isso na lista da ANID (http://lista.anid.com.br/pipermail/i...12/035839.html).



  19. #19

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Outra coisa: mesmo que haja um pequeno espaço livre nessas laterais onde há penhasco ou "paredões", cavar isso não pode causar um desmoronamento (levando a estrada junto, no caso dos penhascos, ou caindo sobre a pista, no caso dos "paredões")?
    Essa parte é que devia constar nas regras de uso. Se cavar tem que socar bem ao colocar a terra de volta. Seja na lateral, no acostamento (Debaixo do asfalto) ou no meio da pista mesmo, socar manualmente ou algo assim.
    Põe um pouco de terra, compacta, põe mais, compacta, até cobrir tudo, dá muito trabalho e não tem como mecanizar que eu saiba.

    Agora se colocar logo do lado da pista, no meio da faixa de estacionamento (Mesmo que seja os parciais que tem sido feitos ultimamente, com pouco mais de 1m) até dá pra mecanizar a compactação, não sei se é suficiente mas dá. E nesse caso ia entrar no custo a provável colocação de asfalto ou concreto, se deixar a terra à mostra com o tempo isso vira um buraco enorme. Em área urbana vem outra equipe depois e coloca brita misturada com piche, tudo na mão, com um rolo pressor pequeno. Em rodovia isso exige fechando de rodovia, uma equipe bem grande movimentando cones e cia conforme a coisa avança, sinceramente só vejo custos gigantes em mexer na pista.


    Sobre mato na beira da estrada, um trator de esteira médio passa por cima sem problemas, árvores pequenas ou médias vão pro chão, enquanto passa o sulcador pra soltar a terra. O problema é que isso é mata em recuperação e o código florestal (Atual ou o anterior) diz que precisa autorização pra derrubada assim como florestas nativas.
    (Ou seja, se deixou crescer mato então perdeu, virou floresta e não pode simplesmente derrubar)

    Como eu fui mecânico de maquinário pesado acho mais simples usar eles, por mais difícil que parece eles dão conta de mato alto. E por acaso sempre ví a Oi, Embratel e Vivo usando a lateral das rodovias, longe do aterramento, pelo visto é trabalhoso mas mexer no asfalto seria muito mais.


    Alias, a Oi por aqui tem conexão em falta pra vender, mas... tem quem loque uma ou 2 lambdas da fibra. O problema de conexão da Oi e Embratel não é falta de fibras nas últimas milhas, parece falta de infraestrutura bem antes de chegar lá.
    (Aqui a Oi não me atende com mais de uns 2 ou 4Mbps, mas... o radio digital de 500Mbps está subutilizado, e a fibra onde ele é ligado é mais subutilizada ainda, o problema não é nas últimas milhas mas sim lá pela capital, provavelmente tenho uns 450Km de fibra subutilizada que poderia locar (SE a Oi fosse minimamente acessível com isso como a BrasilTelecom era. A Embratel até vende transporte em grande escala mas com a Oi não consegui cotar nada, consultor me garantia que poderia conseguir uma lambda só pra mim mas nunca davam preço))

  20. #20

    Padrão Re: Ajuda para interligar cidades por fibra

    Radio digital???todos os radios são digitais!!!! Esta se referindo a radios licenciados??

    Os licenciados , todos, precisam de licença para operar , e se tratando de Ponto Multiponto , a licença é licitada e tem que aguardar o leilão, que normalmente , sai alguns milhoes.

    Se trabalhar na banda sem licençamento, 5.8 ou 2.4 GHz , nao importa qual equipamento utilizar sempre vai ter alguns locais com problemas devido a congestionamento.

    Por esse motivo , os provedores mais expertos e com mais experiencias , utilizam FO, mesmo sendo mais cara que redes UTP, acaba sendo muito mais confiavel que outras tecnologias e isso se traduz em lucro com passar do tempo.