+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Conectar cpe 5ghz em roteador dual band

    Olá. Uma dúvida básica: é possível conectar em um roteador desses dual band (2.4ghz e 5ghz) usando uma cpe 5ghz, tipo wom5000, por exemplo? Alguém aqui já fez isso, pra relatar a sua experiência?

  2. #2

    Padrão Re: Conectar cpe 5ghz em roteador dual band

    Se forem equipamentos que operam na mesma frequência e estao utilizando o padrão 802.11, não tem porque não conectar se houver sinal suficiente.



  3. #3

    Padrão Re: Conectar cpe 5ghz em roteador dual band

    Sim, teoricamente deve conectar. A questão é se funciona na prática e como funciona. Eu estou pensando em um projeto para uma micro-célula usando um roteador desses numa caixa hermética. Se alguém tiver alguma experiência, e quiser compartilhar, seria ótimo.

    Estou pensando em usar um desses dois no teste:

    http://dlink.com.br/produto/dir-803

    http://www.dlink.com.br/produto/dir-809

  4. #4

    Padrão Re: Conectar cpe 5ghz em roteador dual band

    Ih, mas logo os lixinhos pra dona-de-casa da Dlink?
    Ela está usando chipset Realtek RTL8881, são basicões, são nucleos Lexra (Tecnologia de 2009... concorrem com Atheros, não com os modernos Atheros/Qualcomm) com clock alto tipo 500 a 620MHz, mas... só isso, tem consumo baixo tipo 2W justo porque é um processamento mínimo, só o suficiente pra atender uma dona-de-casa com 2 ou 3 smartphones mesmo.
    (Pra ter idéia de como é tudo capado, a Rom é de apenas 4MB, enquanto a familia atheros ANTIGA já tinha 8MB, e hoje está nos 16MB)

    É um chipset bem pobre, toda a estrutura internet desses DLink pequenos é pobre ao extremo, é pra uso doméstico e olhe lá se ele daria conta de qualquer casa com qualquer perfil de usuário:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         dir.jpg
Visualizações:	115
Tamanho: 	142,4 KB
ID:      	61648

    Enfim, esses DLink concorrem em processamento com um Intelbras Win240 da vida!
    Ou com um Gothan GWR110 ou o modelo com 2 antenas com RTL8196 (O nucleo desse é da mesma geração do RTL8881, ambos de 2009).

    Se for usar AP doméstico comum, pelo menos procure um chipset dessa década tipo AR9xxx, ou algum realmente recente, já com Qualcomm/Atheros, tipo QCAxxxx.
    (E só 64MB de Ram eu não usaria pra esse fim, procuraria 128MB)

    Mas um AP doméstico comum de R$ 200 costuma ser inferior em desempenho (Por conta do O.S. otimizado, ou pra donas-de-casa, ou pra ambiente soho, ou pra provedores) que um NS Loco M5 da vida (O Wom5000 como AP acho ruim, provavelmente culpa da pouca Ram), quando vê as anteninhas internas de 3dBi de roteador doméstico vão dar no mesmo nível de sinal que as costas de uma CPE com antena de 13dBi tipo um NS Loco M5 (Tem que ver no datasheet, acho que são -3dBi lá pelas costas, dá pra conectar a 300 ou 400m teoricamente, é só não ter ferro na traseira da CPE (Teria que prender de outro jeito, não com estrutura de ferro).



  5. #5

    Padrão Re: Conectar cpe 5ghz em roteador dual band

    Grande @rubem! Cara, eu só lhe conheço pessoalmente, mas pelas ótimas respostas/aulas que tem dado aqui no fórum. Você tem ajudado muita gente espalhando conhecimento, grande exemplo. Obrigado pelas dicas.

    Agora, fiquei com umas questões sobre o que você comentou. Primeiro, de onde tirou essas informações sobre o hardware dos roteadores que citei? Realmente, eu não gosto de d-link, e só citei esses porque são mais fáceis de encontrar por aqui. E eu queria fazer o teste com o dual-band, pois eu tenho um plano de usar a banda 2.4 também, como um teste (beta, rs) para conectar smarthones, notebooks que estivessem próximos.

    Mas, enfim, onde achou essas informações, por que eu baixei o data sheet, e não achei nenhuma informação do tipo. Aquilo era pra ser chamado data-SHIT, rsrs. Eu imaginei que, sendo os roteadores 'ac', eles deveriam ter um desempenho melhor que aqueles básicos 2.4ghz, até pelo preço. Enfim, se eu conseguisse algo do tipo, que aguentasse passar uns 5mb a 7mb, já atenderia o meu projeto. E eu pensei que deveria, passar bem mais que isso, pelo que eles prometem. Tipo, prometem 750mb, e não aguentam nem 20mb?

  6. #6

    Padrão

    Quando a informação é limitada, o jeito é analisar o pouco que tem. Sempre tem alguma informação.
    Vejamos o datasheet do Dir-803:
    http://dlink.com.br/sites/default/fi...ad/dir-803.pdf

    Putz... não tem nada nessa joça.
    Tiramos um dado muito importante: A Dlink tem vergonha das características dos produtos pelo visto.

    Bom, já que o fabricante é um incompetente pra repassar dado pra gente (Só passa propaganda pra cabeleleiros...), o jeito é:
    www.google.com/search?q=dir-803+wiki
    ou
    www.google.com/search?q=dir-809+wiki

    No WikiDevi as vezes tem link pro FCC do produto, nessa análise sempre tem fotos internas e alguns detalhes (É bom ler tudo, exemplo de dado escondido em análise nada a ver: Eles testam o produto com diferentes tensão, e... com 102 a 138V os roteadores sempre se comportam NORMAIS, ou seja, tem que ser bem desinformado pra acreditar que estabilizador brasileiro é necessário pra "dar mais estabilidade"...).
    A foto que postei saiu dum PDF daqui:
    https://fcc.io/KA2/IR803A1

    E se olhar a analise do Dir803 e comparar com modelos próximos, tipo Dir802 e cia, verá que essa info de OEM WRG-AC08 é condizente com a realidade: Tem vários roteadores com essa mesma plataforma, só muda o software ou layout externo (Talvez local de produção), mas internamente são o mesmo produto. Por mais que no caso do Dir-803 não apareça a info do tamanho da Rom, os outros modelos da plataforma tem 4MB então provavelmente ele também tem isso.
    (2MB é coisa de roteador de R$ 100-120, e 8MB só tem em roteador de nível mais alto lá pelos R$ 250)

    Outra opção é ver o numero do FCC na página do OpenWRT ou DD-WRT, tipo isso:
    http://www.dd-wrt.com/wiki/index.php...atible_devices

    O resto é ver (Pelo Google, ou na própria WikiDevi) dados do chipset, e que outros produtos usam o mesmo chipset.
    Por exemplo, se ver os DLink Dir com chipsets Ubicom, são lindos, não são MIPS mas sim ARM (Finalmente ARM chegou no nosso mundo! O próximo passo é MK e UBNT adotarem nalguma série), tem menos Ram porque gastam menos Ram (Igual PowerPC, um PPC com 64MB tem mais capacidade que um Mips de 128MB, isso precisa testar pra "saber", mas é bom procurar dado técnico dos chipsets e suas CPU's pra entender os porque's, isso leva anos).

    Se tudo falhar, um www.google.com/seach?q=dir-803+internal+view talvez ajude um dia, ou com termos tipo review, inside, e procurando rapidinho nas imagens, as vezes se acha um review decente (Não esses reviews de leigo pra leigo, tipo no Tecmundo ou ClubedoHardware), se não do modelo exato, talvez de um modelo similar que usa o mesmo chassi/plataforma.
    (E isso ainda é comum, carros com mesmo chassi, TV's e eletronicos em geral usando plataformas/chassis também sempre existiram (TV p&b de 1972 ou SmartTV IPS de 2018), sair de uma hora pra outra catando informação sobre um produto não é fácil, mas se for sempre juntando informação ao longo dos anos a coisa fica bem mais fácil, e hora que você pega o produto em mãos pode tirar a duvida sobre o desempenho.

    E como o diabo mora nos detalhes, e eu falei do WRN240 da Intelbras, um dado curioso: Ele usa o chipset AR7240, o mesmo do poderoso Ubiquit Rocket M2 ou M5!
    Quer dizer que são iguais?
    Ao contrário! Pra ver o que é a diferença de Rom e de Ram! Um chipset ótimo não salva o radio de ser basicão! O Intelbras tem só 2MB de Rom, são 2MB pro sistema operacional! Não cabe quase nada!

    O pior é o seguinte, tem muito chassi de roteador 150M (1 antena), com só 2MB de Rom, e digamos 16MB de Ram, já que falei de Gothan seria o GWR-100.
    Mas... com o mesmo chassi/carcaça (Ou layout de placa, que seja), o fabricante coloca um conector SMA extra, nuns casos coloca um amplificador de RF extra, e SEM aumentar Ram ou Rom, vende o roteador MIMO, prometendo 300M. Seria o GWR-101, 100% igual o GWR-100 mas com 8 capacitores e 4 bobinas a mais (Ficam na saída de RF pra 2ª antena, que o GWR-100 não tem).
    Se o modelo com 1 antena sofre pra chegar nuns 30Mbps de thoughput, quando o chipset tiver que lidar com 2 sinais vai ter que tráfego? Vai pra uns 50Mbps com sorte.

    No caso do Dir-803 não há uma versão mais simples dele, essa carcaça WRG-AC27 já é bem espartana.
    Pelas fotos dá pra ver que em 2,4GHz (Chipset RTL8192) não tem amplificador, isso quer dizer potência abaixo de 18-19dBm em 2,4GHz, e que cada dBm a mais de potência gera calor no chipset (Perde desempenho, diferente de quando tem amplificador (Como tem pra 5GHz), onde o chipset trabalha tranquilo com potência de saída baixa e o amplificador é que se mata trabalhando. Esse tipo de detalhe só pega com a prática, começa a cuidar o desempenho ruim dos roteadores de mesa. Falei de Gothan porque estou mexendo num agora, com RTL8192 e sem amplificador, e pf... 2 paredes e a conexão já fica caindo! Enquanto conectando num TP-Link com amplificador, mesmo setado pra potência mínima, a conexão fica estável por mais que o sinal baixe (Isso é reflexo do chipset ter ou não que ficar analizando pacote de sinal baixo e transmitindo com potência mais alta, chipset sem amplificador é péssimo, é o que há de pior em desempenho!).

    Todo radio com esse chipset terá potência máxima mais ou menos igual (A não ser que o fabricante reduza, pra potência EIRP ficar inferior ao limite legal de 20dBm EIRP de uns países), aqui uma referência, 19dBm somente em modo B:
    http://www.loopcomm.com/product/lp-8...ations.php?m=3
    Se usar N olha que piada, só 14dBm.
    Aqui potência ainda mais baixa com esse chipset: http://hawkingtech.com/products/downloadfile/1111.html

    E aqui finalmente um fabricante decente, que dá a potência e sensibilidade em CADA datarate:
    http://www.taiwantrade.com.tw/CH/download/1995928
    Tem 99,99% de chances de esse Dir-809 ter essas especificações em 2,4GHz, o chipset é o mesmo e componentes passivos ao redor não conseguem alterar muito isso.
    (Uns roteadores tem potências menores porque o fabricante limita via software, por questão de estabilidade. Corta a Rom pra 2MB então dá pra capar o software, capando o software a CPU roda leve então dá pra usar um VRM mais barato, mas VRM mais barato tem estabilidade menor, e com isso o chipset de RF perderia pacotes demais na potência máxima, então ele limita via software a potência máxima, mas o motivo está laááááá longe, no tamanho da Rom, ou da Ram (E a qualidade do VRM))

    Só olhar o chipset não basta, se a UBNT ou a Mikrotik lançassem algo com RTL8192 o produto seria excelente, mas... eles usariam Ram não de 150MHz mas sim de 300MHz, não usariam 2 ou 4MB de Rom mas sim 64MB (E isso é software pra caramba!), não dá pra desprezar esses detalhes, eles fazem muito efeito no resultado prático (Mas na vida real a gente sempre esquece de olhar alguma coisa, o desempenho fica meia-boca, e só DEPOIS é que a gente vê quem criou o problema (Caso de Ram lerda já tive, Dram a 83MHz (12ns) num modemzinho Huawei, 10x mais lerdo que um ZTE com o MESMO chipset mas com Dram a 275MHz (3 ou 4ns de tempo de resposta)). Não dá pra prever o desempenho dos aparelhos, mas sabendo bem o hardware, e comparado o desempenho com similares, dá pra ver o que é problema de software, ou de unidade defeituosa. E... nessa parte eu sempre tive problemas com D-Link, muita unidade defeituosa e muito desempenho ruim ou travamentos conforme configuração do software (E coisa que não devia pesar tanto, tipo uPnP).




    Ah... agora esquece tudo que eu disse porque a gente sofre de mais um problema: Produto feito pro mercado americano, japão ou europa tem desempenho superior, eles pagam mais caro mas tem coisa melhor. A gente recebe outras linhas/versões, tem grandes chances de você ver no wikidevi uma coisa, e receber em mãos outra versão, bem mais pobre e capada.
    Exemplo do Dir-615, olha o monte de revisões:
    https://wiki.openwrt.org/toh/d-link/dir-615
    Atheros, Ralink, Realtek, Broacom, até os antigos Marvell, isso teve de tudo!
    Mas o que é mais provável que encontre no brasil por preço baixo? O Realtek com só 16MB de Ram! Porque o importador escolhe por preço, o distribuidor também, o vendedor também... mas na hora de montar o anúncio o vendedor põe imagem e dados genéricos, se você se basear na versão melhorzinha (Que geralmente quem compra é quem vai vender onde baixo desempenho gera muita reclamação, tipo nos Eua) vai comprar um lixinho achando que está comprando uma maravilha. Esses sites gringos não tem todas as versões. Já cansei de pegar roteador em mãos, googlar por dados, e achar em tudo que é lugar outras versões mas não a que eu tinha em mãos.

    (E isso acontece até com coisa mais cara, digamos procurar driver de notebook Vaio, esses dias tava com um que não existia no site, eu vejo o troço na mão mas o site e o Google dizem que ele não existe, provavelmente porque é versão de baixo custo pro mercado latino-americano)