+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    Olá a todos,

    Tenho um cliente que possui um nano LOCO M2 parado e queria colocar ele para servir como ap em um ambiente de leilão de gados. O mesmo seria instalado em um canto superior. Sei que a finalidade do nano não é essa, expliquei isso pra ele, mas ele quer tentar.
    Ele será configurado com o airmax desligado e na faixa de 20Mhz, que foi a unica faixa que consegui para celulares conectar, em 40Mhz apenas notebooks conectava e celular não.
    Minha duvida é: até quantas conexões o hardware do nano ira comportar sem dar problemas?

  2. #2

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    Dependendo do trafego uns 25 dispositivos sem medo



  3. #3

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    25 com tráfego.
    Mas só conectado, praticamente sem trafego 90% do tempo (Só com whats app ligado), em lugar com 30 ou 40 pessoas com smartphone dá pra usar sem medo.

    Se algum pecuarista levar o filho adolescente contra a vontade, e ele ficar rodando jogo ou vídeo consumindo muita banda, é fácil as outras 15 pessoas ficarem com internet lenta, sistema liberado tem esse problema.

    E eu configuraria o data rate em MCS3 - 26M, talvez MCS4.
    (Sem o "automatic", senão não adianta)

    (E 40MHz só serve pra poluir o espectro, não deve nem ser TESTADO, que dirá ser usado, não há vantagem nele, só diminui o alcance, não adianta ter data rate de 270-300M se não tem mais que 1 ou 2Mbps de internet pra trafegar, data rate alto atrapalha o alcance tanto quanto canal largo)

  4. #4

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    Qual ap eu poderia colocar para comportar mais conexões e sem gastar muito?



  5. #5

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    "Muito" quanto?

    Um bom roteador pra uso doméstico tipo um TP-Link Archer C7 está mais de R$ 400, quem quer rede boa em casa compra deles.
    Nesse comparativo, um Unifi não está caro, já que custa menos de R$ 400.

    O que posso te garantir é: 1 mísero Unifi dá uma rede muito melhor e mais estável que 4 roteadores baratos de mesa tipo WR741ND da TP-Link (E são 2 soluções de mesmo preço).

    Se já tem a CPE, usa ela, sem medo, configura num datarate baixo pra não travar e pronto.

    Se travar (E isso depende um pouco do uso dos clientes, não tem como adivinhar quantos ficarão pendurados jogando online uma noite toda), acrescenta (E não troca) um Unifi UAP barato, vira a CPE pra um ambiente externo ou mais longo pra ter sinal mais longe (Já que Unifi não tem antena grande).

    Eu sou muito mão-de-vaca e acho que uns R$ 400 (Já com frete) por um Unifi pouco, já que o troço nunca vai travar.

    (Diferente de umas CPE's tipo NS Loco que vai travar 1x por mês, ou AP's de mesa baratos de R$ 100 que vão travar 2x por dia)

  6. #6

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    Rubem, por quê não um Groove com omni ao invés de um UniFi? Estive pensando se não convém mais usar um Groove L4 como AP, com a antena omni própriia dele ao invés de um Unifi. A vantagem seria contar com todo o poder do RouterOS, não acha?



  7. #7

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    Eu até já coloquei RB133 com cartão velho Engenius em sorveteria com 30 ou 40 conexões simultâneas de noite (Que travavam WR941nd e mais algum AP), mas...

    O problema que vejo é com os sinais baixos, um smartphone chegando com sinal -80dBm derruba legal o CCQ de todos, é a mesma coisa com conexão fixa (MK como AP num provedor).

    A graça dos Unifi (Que a linha AirOS não tem) é o software que lida melhor com esses sinais lixo que os smartphones mandam, ele sabe isolar bem a coisa, pode ter smartphone com -90dBm de sinal que o outro que tem -50dBm vai navegar sem lag (Enquanto com MK, ou com AirOS, não é bem assim).

    Se o Groove fosse mais barato que o Unifi UAP, aí seria outra estória, mas... só o modelo level3 é mais barato.

    Alias, o Unifi é tão focado nisso que o modo que eu mais odeio, que é data rate e modo automático, nele funciona lindamente, se você tem um smartphone velho só B/G (Acho que uns 50% dos modelos baratos) ele vai conectar em G, e do lado alguém com smartphone mais novo vai conectar em N, e não vai ter trafego ruim.

    Já com MK ou AirOS... alguns aparelhos de sinal baixo vão cair e demorar pra voltar, ou ficar sem navegar uns segundos antes de reconectar (Porque o timeout pra conexão mobile deve ser enorme, e pra conexão fixa não pode), coisas que só param se você fixa o aparelho num modo e num data rate, e... pelas porcarias de smartphones lixo que o povo compra o jeito é fixar em modo G, aí você perde totalmente a capacidade de MIMO (Rumo a um smartphone decente), no máximo em G o aparelho (Uma CPE, digamos, um NS Loco M2) tem diversidade, usa ora uma antena e ora outra conforme nível de sinal, isso tem lá suas vantagens em equiptos velhos (Smartphones baratos B/G), mas as vantagens do MIMO em N são bem maiores.

    (Se todo aparelho de 2010 pra cá suportasse N o mundo seria perfeito, uma CPE de 12dBi fixa em MCS10 e tava tudo lindo. Mas no mundo real tem que usar G/N, em MK realmente a coisa fica melhor já que dá pra marcar só digamos 12M em G, e MCS3 em N, mas o software dos Unifi consegue lidar com o sinal lixo dos smartphones com muita facilidade, alias, ele foi desenvolvido justo pra isso)

  8. #8

    Padrão Re: Numero maximo de dispositivos conectados em um NanoLOCO M2

    Dúvida sanada, obrigado Rubem