+ Responder ao Tópico



  1. Ah, e sobre um canal usar 4668MHz na vertical, ele não tem NADA a ver com o canal que usa 4668MHz na horizontal.

    É como se fosse OUTRO SATELITE, chegando em OUTRA ANTENA. São 2 monopolos, um só envia e recebe sinal vertical, e outro só hozitontal, são 2 antenas diferentes, cada uma recebe sinal da antena na mesma polarização no satélite.

    Ou seja, o satelite tem antena vertical, esse sinal é recebido na antena vertical na parabólica.

    E SEPARADO disso tem a antena horizontal no satélite, o que ela transmite é a antena horizontal da parabólica que capta. São canais diferentes porque são ANTENAS diferentes em uso.

    É tipo a imagem 3D numas telas, a imagem vermelha e a azul, ela está na mesma tela mas com o óculos adequado você enxerga 2 imagens DIFERENTES (Elas são minimamente diferentes mas poderiam ser 100% diferentes) na mesma tela, não é bem questão de polarização da luz, é só exemplo.

    (Radio FM stereo tem sistema que divide o tempo, hora transmite o canal esquerdo, hora o direito, no mesmo canal da rádio você tem 2 áudios, eles poderiam ser separados totalmente, é outro exemplo nada a ver com polarização mas é só pra indicar outro tipo de divisão do espectro que passa desapercebido)

  2. @rubem aqui tem muitos detalhes sobre banda C e KU de cada satélite:
    http://www.portaleds.com/satelites/index.php



  3. @rubem, quando você falou sobre canal, não seria mais interessante manter uma frequência única e de acordo com a Tensão de amplitude dizer se 0 ou 1.

    Digamos, 10 hertz... Iriamos mantes esta frequência... caso a tensão de amplitude fosse 5 (true), 0 (false)...

    Dai digamos que teríamos em 1 segundo: 0100110001

    Daí se tivéssemos apenas a capacidade 9 hertz em 1 segundo: 011100110

    Dessa forma não iriamos aproveitar toda a frequência, ao invés de pegarmos canais:

    canal de 5 a 8 hertz = 1010

    1º) Temos aparelhos para analisarmos apenas determinada frequência?

    2º) temos aparelhos para verificarmos determinada tensão de amplitude?

  4. Hum, uns canais listados nesse site são 8PSK, são 8 pontos na quadratura (Tipo 8QAM), com coding rate 2/3, ou seja, 2/3 dos pontos (Ou 66,6% deles) tem dado válido. Com 20MHz de largura isso dá mais de 20Mbps. Em mpeg2 isso dá pra 3 ou 4 canais SD.

    Se pegar esse canal:
    http://www.portaleds.com/satelites/t...3195&fre=4544R
    O canal abaixo é 4196, o acima é 4581, então esse canal deve ter uns 40MHz de largura. Um 8PSK com coding rate 2/3 deve dar mais de 60Mbps, e em H265 (HEVC) um vídeo 4K típico (Tipo o que o Netflix disponibiliza) come uns 15Mbps (10 a 16Mbps, o Netflix não tenho certeza quanto é certinho). Ou seja, cabe exatamente 4 canais 4K nesse throughput.

    Um canal mais abaixo, no mesmo satélite:
    http://www.portaleds.com/satelites/t...3195&fre=4176L
    O canal anterior é 4173, o posterior é 4179, então esse canal tem 3MHz de largura, vai dar em 8PSK com 2/3 uns 3Mbps, como é 3/4 seria uns 4Mbps, e em MPEG2 (Padrão antiquado, de DVD) isso dá só pra SD (720x480), alias, DVD geralmente fica por aí, uns 4Mbps, é "qualidade de DVD" então, mas em 4:3, seria uns 720x576 entrelaçado, que na verdade passa até com 2Mbps mesmo no velho mpeg2 dos anos 80.


    Em outros satélites tem canal de 40MHz com 30 canais digitais, todos SD em mpeg4 ou h265, com 8psk com 2/3 passando 60Mbps isso dá uns 2Mbps por canal, mas SD já fica ótimo até com 1Mbps se usar h265, com mpeg4 não tenho tanta certeza mas sei que com 2Mbps já dá imagem muito mais nítida que o normal na TV paga via satélite, então suspeito que eles usam algo tipo 1Mbps por canal nesses pacotes.
    Parece ser o caso do mais usado no brasil, o StarOne C2:
    http://www.portaleds.com/satelites/l...at=2900&ban=ku
    Tem pelo menos canais (28 a 33) em cada canal de 40MHz.

    Mas como tem uns 1080i no meio, e tem bastante canal numa faixa de 40MHz, acho que eles usam uma temporização baixa, e conseguem uns 80 ou 90Mbps em 8PSK com coding rate 3/4, em 80Mbps realmente dá tranquilo pra passar duzias de canais SD de mal e mal 1Mbps, e alguns 1080i de uns 2Mbps (Talvez 2,5Mbps, duvido que passe disso, a imagem não é tão boa).




    Agora vi que estou bem desatualizado, eu lembro de fazer apontamento pros BrasilSat A1 e B1, que nem existem mais faz algum tempo. Já vi que vou precisar receptores novos e LNBF mais novo, minhas porcarias dos anos 90 não pegariam nenhum dos satélites desse site.
    (E esses satélites não vivem muito pelo visto, tinha um punhado de BrasilSat, agora só tem listado 3)



  5. @rubem, um satélite tem em média 15 anos, se os seus LNBFs são da década de 90, tem grande chance de possuir motor, vertical, horizontal, quase que manual... Essa semana estava mexendo em um que esta jogado fora aqui em casa...

    Acredito que teria sucesso apenas no Star One C2... apenas os 31 canais analógicos...

    http://www.portaleds.com/satelites/l...&sis=Analogico






Tópicos Similares

  1. Polarização vertical ou horizontal?
    Por Portela no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 18-06-2005, 09:49
  2. Polarização de Setoriais!!!
    Por _AGM_ no fórum Redes
    Respostas: 1
    Último Post: 10-11-2004, 07:58
  3. Setorial de Polarização Cruzada
    Por edu_uti no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 14-09-2004, 09:32
  4. antenas de polarização circular
    Por perassoli no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 17-07-2004, 12:31
  5. Wiriless - polarização VERTICAL e HORIZONTAL
    Por estevaomendes no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 03-07-2004, 09:34

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L