Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Pessoal fazer um PTP pessoal e compartilhar internet entre vizinhos é crime ou não se encaixa em crime de telecomunicações?
    Compartilhar sem cobrar nada

  2. #2

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Sim é crime. São 2 por sinal.
    art 157 e art 183.
    Anatel por esta abarrotada de denuncias está ao lado das operadoras no caso de limitar a internet. A final não se vê ninguém compartilhando a água ou luz que compra e se paga a os fornecedores sobre o uso é não pela bitola do cabo ou do cano.



  3. #3

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Exatamente, pela legislação fala que sempre que extrapola a edificação há necessidade do registro da nova estação.

    Como o termo é amplo, no caso de um prédio de apartamentos, o entendimento é que a edificação é o apartamento e não o prédio todo. Em vista disso, o compartilhamento dentro do edifício seria encarado como sujeito a fiscalização..
    Isso é o que a teoria diz... mas na prática parece ser muito frouxa esta questão... dificilmente há fiscalização para isso. Mas muito difícil mesmo...

    A franquia, "se" vier vai inibir isso. Mas daí é outro papo... já que no país as coisas só andam por pressão popular, seja válido tecnicamente ou não... é o poder das massas sendo levado ao extremo..

  4. #4
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    906

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Algum tempo muito pouco tempo atrás era proibido vc compartilhar internet até mesmo pra você( dois PCs por exemplo) e até mesmo a extensão de um telefone fixo e casa tenha era cobrado uma taxa adicional para tal, até mesmo em empresa cujo na média somente um poderia ter acesso a web( pudera, os PCs não tinham como realizar multitarefas, se tentar trava).
    Hoje em dia a um público com internet fixo, temos um PC ou notebook por pessoa e um celular no mínimo e apesar de compartilhar a internet ser proibido a ANATEL faz vista grossa assim como em muitos países com seus orgãos reguladores esse assunto, desde que não ultrapasse 26bBm(400mw) irradiados. Qualquer roteador ou outros tipos de radio têm no máximo 100mw, fazendo dar mais potência o ganho da antena; a cada 3 dB dobra, onde no caso doméstico seria antena de 6dB.
    Limitar a internet renderá muitas, muitas discussões no Brasil ou lá fora, sou contra mas sou a favor de se limitar dispositivos conectados a este assinante e qualquer roteador vagabundo pode fazer isso e faz ter uma aparência de maior estabilidade.
    A intenção do governo, é arrecadar mais impostos e infelizmente não está sendo usado nem 10% do que se arrecada neste segmento para melhorar a infra estrutura quanto mais ampliar e fazer pesquisas nem se fala, isso em ambito federal que é 2% fora o ICMS(estadual) que varia de 7% a 32% conforme o estado que nada aplica mais o municipal que deve ser de 3% na média, fiz as contas por brincadeira e acho que chegou a mais de 50%. Vale lembrar que a última grande estruturação de fibra óptica foi feita nos anos 90 e algumas delas já trabalham no limite de sua capacidade de tráfego, a prova está de ainda o 3G mal conseguir gatinhar e logo o 5G já estará nas capitais, portanto estamos longe da Coréia do Sul que tem a internet mais rápida do mundo( mais de 20M por dispositivo), enquanto aqui mal chega a 2M e paga um plano de 10M



  5. #5

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    verdade Nilton. Você viu a entrevista de ontem, né? Só de taxas para a Anatel são 9 bi por ano e só 800milhões são destinados a Anatel
    Então não concordo plenamente com a acusação que se faz de que as operadoras são as culpadas pelo gargalo da infraestrutura...
    A Anatel não tem feito nada para coibir isso, seja por melhor fiscalização, seja por melhor cobrança de projetos.
    Eletronet é do governo. Lembra que o Lula levantou a dívida da Eletronet?
    Embratel, metade é do Governo.
    Oi, é voz corrente que o filho tem boa parte...

    Então se estamos no limite a culpa não é só de operadoras.. Hà falta de planejamento. E para complicar tem a lei da antena que tem sido invocada por muitas prefeituras para não liberar mais instalações.
    Fibra ótica, os postes nas grandes cidades estão saturados...
    Ontem no JN foi comentado que no Brasil o sujeito contrata 100% e só recebe 80%. Tenho nojo de notícias mal dadas... A meta é 80% de média. Para atingir os 80% tem que ter conexão boa que atinge 100% em muitos momentos.. E segundo dados da Anatel, nos voluntários que estão participando das medições 86% estão atingindo esta média. Mas na notícia não dizia em média e dava a impressão que se paga por 100 e recebe 80. Não é bem assim.
    Mas esta não é a realidade na maior parte do país.

    Um dia a casa vai lotar de vez. Daí o consumidor reclama da lentidão.. mas quer internet livre...
    Quem precisa mais de 130GB de consumo por mês? E esta é a proposta da OI para um plano atual de 15MB de velocidade. Tem um amigo que tem e ele foi a procura de informações e foi o que disseram para ele. E com 130GB ainda está reclamando que vai ser prejudicado. 1 real o GB, acho um preço justo. Muitas vezes mais barato que uma conexão de telefone..

  6. #6

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Pensando assim, condomínio que rateia água nas despesas coletivas é crime.
    Se você paga o serviço, acho que deve poder compartilhar com quem quiser. Crime é se você cobrar com intuito de ganhar dinheiro.



  7. #7
    Avatar de TreiscBr
    Ingresso
    Aug 2014
    Localização
    São Paulo
    Posts
    327

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Olá mundo, cheguei estava tilitando sobre esta margem seca da internet que me persegue desde 2006 e agora inventaram algo que já existia, cumé que pode isto o povo esquece, eu não esqueci não tenho milhares de denúncias na Anatel desde 2006, que eu tinha um modem pen driver Tim que não tinha acesso, aqui no interior, e quando ia na capital o led ficava azul, e ficava bloqueado direto, até que paguei todas as prestações daquele plano idiota, para me livrar da bagaça, por que modem de redução de velocidade se fosse era bom, mas nem sinal tinha e agora inventaram a roda a Anatel achou a roda de alguém e querem inovar a roda. kkkkkkkk este país é uma tremenda palhaçada, coloquei no linkedin o meu texto e imagem de um portal que nestes dias não entrava de jeito nenhum, ou seja já começaram de novo a reduzir a internet medi estes dias tava dando 1 MB e meu plano é de 60 MB, ai tem dias que mede 60 e sempre mede 8, 7, 3 já tava uma zona, agora a zona virou inferno de Dante, vejam ai o que veiculei no facebook e no linkedin, o duro que ninguém tá lendo, o povo não quer ler por que tem medo de aprender, gostam de se fu..... que vou fazer a gente que tá no meio, vê eles não querem gostam de corruptos, tanto que lá no cume do país tá tudo uma zona só. A Anatel voltou atras e vai impor já que a presidente, e IDEC, procon não tem força pra nada tão se aproveitando da situação para nos virmos a pagar e ficar de vez sem direito ao uso, ou seja isto é estelionato, mas encaram como normal, fiz pesquisa outro dia de quem denuncia na Anatel num grupo de 10 pessoas, só meu sobrinho faz isto, por que é advogado o resto me disseram: se for preciso. kkkkkkkkkkkkkkkkkk O povo brasileiro paga para não ter. kkkkkkkkkkkkkkkkkAnexo 63653Anexo 63654Anexo 63655

  8. #8

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Sim, pode a licença da anatel e para comercialização do serviço e regulamentação, o que impede ou permite, o compartilhamento esta no contrato celebrado entre usuário e operadora. Mas fique atento quando compartilha água, si tiver vazamento será medido e todos pagaram, é no caso da internet si houver vazamento, crime, você acha que alguém vai compartilhar com você das responsabilidade?



  9. #9

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Citação Postado originalmente por allan2204 Ver Post
    Pensando assim, condomínio que rateia água nas despesas coletivas é crime.
    Se você paga o serviço, acho que deve poder compartilhar com quem quiser. Crime é se você cobrar com intuito de ganhar dinheiro.
    Tradicionalmente o fornecimento de água é compartilhado sim, mas todas as unidades pagam pelo menos uma taxa fixa e depois o excesso é rateado. Mas isso é feito de forma legal, pois é cadastrado na concessionária que são X apartamentos.
    Mas até este cenário tem mudado. Em vários estados as concessionárias já permitem uma entrada e vários medidores, um para cada apartamento... pois há muita briga quando é rateado o excesso. Quem gasta mais paga mais, isso acontece em todos os setores da vida....

  10. #10

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    @TreisBr, teu caso é crônico e é um caso de péssima prestação de serviço pelo que tem relatado já faz um bom tempo.

    Já contei o caso de um amigo que tem 15MB de velocidade e segundo ele se passasse para franquia a OI ia dar para ele 130GB de tráfego... E a conexão dele não é boa, é excelente.... E o cara ainda acha que seria prejudicado pagando atualmente 130 reais para ter 130GB de tráfego...

    Logico que todo mundo fica apreensivo dos rumos que serão tomados... mas pensem bem, 130G de tráfego é mais que suficiente para o dia/dia da internet.
    Quem precise de mais, que pague mais.

    Agora, o que não pode é não ter o serviço decente. Outra coisa que o consumidor precisa ser instruído é que pela regulação da Anatel a conexão precisa atingir 80% de média. Para atingir uma média dessas a conexão precisa ser muito boa, pois se não atingir o pico em vários momentos a média não será alcançada. O consumidor não sabe ou faz que não sabe que está convivendo num ambiente compartilhado e não um ambiente dedicado.. E nem mesmo a imprensa sabe fazer esta diferenciação pelas notícias que veiculam.



  11. #11

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Tradicionalmente o fornecimento de água é compartilhado sim, mas todas as unidades pagam pelo menos uma taxa fixa e depois o excesso é rateado. Mas isso é feito de forma legal, pois é cadastrado na concessionária que são X apartamentos.
    Mas até este cenário tem mudado. Em vários estados as concessionárias já permitem uma entrada e vários medidores, um para cada apartamento... pois há muita briga quando é rateado o excesso. Quem gasta mais paga mais, isso acontece em todos os setores da vida....
    Sim. Concordo, mas os prédios antigos não tem essa opção. Certeza que se tem apartamentos com 3 quartos e 2 banheiro, e com 1 quarto e um banheiro no mesmo prédio e todos pagarem o valor igual é totalmente injusto.

  12. #12
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    906

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    allan2204, poder ser até injusto mas uma vez que alugamos ou compramos uma dependência para moradia ou comércio significa que somos auto-suficientes, daí então que são exigidos o comprovante de residência em diversas instituições. Alguns anos atrás a lei permitia que mulheres casadas usassem o mesmo CPF do marido e filhas solteiras a do pai; hoje todos os recém-nascidos ou nascidos-vivos têm a obrigatoriedade de possuir o CPF.



  13. #13

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Citação Postado originalmente por allan2204 Ver Post
    Sim. Concordo, mas os prédios antigos não tem essa opção. Certeza que se tem apartamentos com 3 quartos e 2 banheiro, e com 1 quarto e um banheiro no mesmo prédio e todos pagarem o valor igual é totalmente injusto.
    Você agora tocou num ponto muito crítico... e tem sido discutido pelos consumidores. Por isso que muitas concessionárias tem permitido a instalação individualizada por apartamento para que a cobrança seja mais justa.
    Mas mesmo assim, voce nunca vai encontrar um prédio onde há uma só conta de água pelo valor básico. Todas as contas são cobradas por unidade de apartamento. Então não é compartilhamento... O máximo que existe é a cobrança do excesso de metros cúbicos rateados entre todos quando não existe uma medição individualizada.

    Ampliando a questão do compartilhamento e aproveitando o tema que está pegando fogo na net, sobre a franquia. A meu ver o compartilhamento e franquia são temas interligados de uma forma ou de outra.
    E aproveitando o exemplo da água que você mesmo acha injusto todos pagarem o mesmo preço, na franquia isso seria corrigido. Quem usa mais paga mais....esse a meu ver é o ponto central da discussão e que não está sendo encarado pelas autoridades com seriedade.
    Não é questão de só mudar a forma de cobrança...apesar de que a acusação nacional é de que as operadoras querem ferrar o consumidor.
    Um amigo meu tem um plano de velocidade de 15MB e consultando a OI ele foi informado que se mudasse o sistema ele poderia ter um plano de 130GB de franquia pelo mesmo valor de 130 reais....
    Daí já me acendeu uma luz no fim do túnel... pois até agora quando se fala em franquia ninguém comentou sobre o preço final do plano... Este foi o primeiro dado concreto sobre o assunto.
    Vejam: 1real por GB.... Então a solução seria ter planos de 50GB, 100GB e assim sucessivamente. Quem gasta mais, paga mais. Justo não?
    Com a evolução dos conteúdos cada vez mais pesados, todos os prestadores de serviço de conexão de internet terão que enfrentar o problema mais dia menos dia.
    Para não dizerem que sou radical, acho que o momento atual não é propício para a implantação de franquias pois ainda falta muito para melhorar as infraestruturas das operadoras. Tem locais excelentes e locais péssimos...
    Se elas fizerem um mutirão para melhoria daí então poderiam voltar ao tema com mais propriedade.

  14. #14

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Cobrar por consumo não compensa já que a estrutura como um todo roda 24x7 gastando eletricidade e pagando funcionários mesmo se ninguém usar.

    Em água e luz existe a taxa mínima pra isso, pra que quem consome pouco ainda assim pague pela estrutura como um todo.



    Pra mim boa parte disso vem dos entendimentos toscos da neutralidade da rede.

    Não existe neutralidade no mundo real, um cache ou peering dá acesso mais rápido a uns conteúdos e não a outros, isso é tratamento diferenciado pro conteúdo. Quem quiser retirar todos os tipos de peering da internet mundial deve ter cocô na cabeça, não existe internet sem isso.

    Bota um Google Content Cache, bota um cache da Akamai (Cuja CDN é usada pelo Facebook, também tem os dados do WhatsApp), e bota um cache do Netflix, com esses 3 caches a operadora pode reter apenas dentro da própria rede esse tráfego, que em grandes operadoras parece que representa uns 80% do tráfego.

    Mas... a legislação brasileira feita por leigos introduziu toscamente a proibição de qualquer diferenciação no tráfego, acabou com a possibilidade de "quebrar o galho" com caches.

    Eu tenho uma internet lixo pra tudo, exceto pra um cache do Google, que pelo visto fica na minha operadora. Mal consigo fazer uma ligação pelo skype, o Under leva uns 10 segundos pra abrir, mas... rodo vídeo 720p no Youtube sem engasgos, a velocidade até esse cache (A 900km daqui) é 90% do link contratado, é uma maravilha! A operadora poderia incentivar o consumo desses caches não contabilizando ele nas franquias (Como uns planos MÓVEIS nos Eua fazem com Netflix, coisa tipo 100MB.dia pra internet em geral, mas o tráfego de vídeos 720p do Netflix não é contabilizado, porque sai de cache dentro da rede da operadora), mas... a legislação leiga brasileira barrou isso.

    Tá certo que cache ferra com a concorrência (Se você tem um site com conteúdo dinâmico vai ser difícil você entregar no país todo a mesma velocidade que os vídeos nos caches do Google (GCC)), mas o que podemos fazer? Uma rede pra me atender aqui na roça custa uns R$ 5 milhões pra chegar num PTT, se a operadora investir isso, pra atender 10 mil clientes nesse trajeto, ela vai levar 50 anos pra ter retorno do investimento! É impossível ter internet muito rápida em distâncias grandes, e a legislação no brasil obriga as operadoras a prestar atendimento nuns cafundós nada rentáveis, a operadora não pode vender 1Mbps por R$ 9,90 em SP e o mesmo 1Mbps em Oiapoque - AP por R$ 190, o jeito de viver com isso é tirar a média e deixar todos nuns R$ 49,90. O cache seria outro modo de economizar rede, mas... isso em tese fere a neutralidade da rede.

    (Privilegia Google, Facebook e Netflix, caso a operadora coloque a cada 1000km na rede interna um cache de cada uma. Até a Globo sairia perdendo nessa hora, mas... ela tem condições de padronizar em parceria com as operadoras uns caches próprios, não faz porque não quer gastar com isso (Pelo visto não interessa atender ninguém além do Rio e Sampa))



  15. #15

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    @TreisBr, teu caso é crônico e é um caso de péssima prestação de serviço pelo que tem relatado já faz um bom tempo.

    Já contei o caso de um amigo que tem 15MB de velocidade e segundo ele se passasse para franquia a OI ia dar para ele 130GB de tráfego... E a conexão dele não é boa, é excelente.... E o cara ainda acha que seria prejudicado pagando atualmente 130 reais para ter 130GB de tráfego...

    Logico que todo mundo fica apreensivo dos rumos que serão tomados... mas pensem bem, 130G de tráfego é mais que suficiente para o dia/dia da internet.
    Quem precise de mais, que pague mais.

    Agora, o que não pode é não ter o serviço decente. Outra coisa que o consumidor precisa ser instruído é que pela regulação da Anatel a conexão precisa atingir 80% de média. Para atingir uma média dessas a conexão precisa ser muito boa, pois se não atingir o pico em vários momentos a média não será alcançada. O consumidor não sabe ou faz que não sabe que está convivendo num ambiente compartilhado e não um ambiente dedicado.. E nem mesmo a imprensa sabe fazer esta diferenciação pelas notícias que veiculam.
    Discordo. Acho que você deve pagar para liberar seu uso a rede independente do consumo. Até porque os usuários que mais usam são poucos comparados aos que usam normalmente no dia a dia. Acontece que os serviços hoje demandam mais da rede e a infraestrutura do país é fraca e defasada. Ao invés tentar obrigar o consumidor a se adequar a uma rede ultrapassada e defasada, as teles deviam investir em uma infra nova e gerar oferta. Ao invés de comprar o presidente da Anatel(vê-se pela sua postura), deviam lutar por isenção de impostos em equipamentos necessários para tal.

  16. #16

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Rubem, seu comentário retrata perfeitamente o que sempre pensei... Tem que haver um planejamento da rede e não só o consumidor e entidades protecionistas berrarem que tem que ser livres.... gente que não sabe como funciona os bastidores...

    Tinha que mandar um comentário desses teus para este pessoal procurar se informar um pouco mais...
    E para cúmulo dos cúmulos (a democracia permite expressar minha opinião) vi dia desses um graduado do Comitê Gestor da Internet se posicionando contra a franquia simplesmente por se posicionar, sem ao menos trazer argumentos técnicos e plausíveis que possam ser colocados numa mesa de discussão.

    Qualquer posicionamento nesta hora, seja a favor ou seja contra que tenha boa justificativa deve ser levado em conta.., e não simplesmente jargões populistas... que é o que temos visto.
    Mas como, se já parte do Congresso a ignorância a respeito do assunto, sim, pois senão não teriam aprovado a Lei da Neutralidade da Rede nos moldes em que foi aprovada.
    De modo geral as leis são aprovadas mais pensando nos interesses próprios do que em fundamentos técnicos....ou então são populistas para agradar ao eleitor que em pouco tempo já nem se lembra de em quem ele votou... ou pior, que muda de canal quando tem noticiário ou então uma entrevista com personalidades de cada setor.
    O povo não quer se informar...



  17. #17

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Se essa informação abaixo está correta, quase 60% do trafego PODERIA estar saindo de caches locais e não de interconexões com outras operadoras ou cabos submarinos:
    http://convergenciadigital.uol.com.b...id=33906&sid=4


    O Google sabe do tráfego que tem, por isso ele oferece o GGC pra "qualquer um" (Tem lá suas condições de tráfego mínimo e tal), provavelmente em 2019 o Youtube vai representar de fato tudo isso:
    http://exame.abril.com.br/tecnologia...sera-de-videos
    E simplesmente porque os concorrentes ficarão nesse papinho leigo de "Tem que respeitar neutralidade" e não vão ter nenhum peer. O usuário vai ter um GGC a 8ms de distância, e um server da Amazon a 2000km ou 80ms de distância, claaaaro que a experiência será muito melhor rumo ao cache mais próximo.


    Aqui os planos americanos com alguns conteúdos privilegiados, e que o são porque um cache específico pra eles RESOLVE isso fácil:
    http://www.administradores.com.br/no...-dados/106593/

    A VIVO até entendeu isso, tem o Vivo Play e cia, conteúdo multimídia dentro da própria rede, só pra assinantes, mas essas soluções locais não chegam nem na unha do conteúdo que o Netflix produz, chance zero de uma operadora local conseguir concorrer com produtoras de conteúdo de nível mundial. Tentar empurrar esses serviços toscos de operadora seria como um concessionária de energia elétrica resolver vender 48VDC pra alguns consumidores, e vender meia duzia de eletrodomésticos que funcionam nela, seria idiotice comprar esse produto sendo que tem a venda 50 mil aparelhos pra rede 127/220VAC comum. A operadora tentar vender um "Youtube próprio" é reinventar a roda.

  18. #18

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Citação Postado originalmente por allan2204 Ver Post
    Discordo. Acho que você deve pagar para liberar seu uso a rede independente do consumo. Até porque os usuários que mais usam são poucos comparados aos que usam normalmente no dia a dia. Acontece que os serviços hoje demandam mais da rede e a infraestrutura do país é fraca e defasada. Ao invés tentar obrigar o consumidor a se adequar a uma rede ultrapassada e defasada, as teles deviam investir em uma infra nova e gerar oferta. Ao invés de comprar o presidente da Anatel(vê-se pela sua postura), deviam lutar por isenção de impostos em equipamentos necessários para tal.
    Sim, tem toda a liberdade de achar...
    Mas na sua argumentação não tem nada de conceitos técnicos que expliquem porque sem franquia é melhor ou mais justo...
    Mesmo que as operadoras abrissem seus cofres para expansão... elas em pouco tempo não teriam como continuar na expansão simplesmente porque vai ficar difícil implantar estruturas físicas para isso, mesmo com dinheiro na mão.
    A "Lei da Antena" já está sendo aplicada em algumas cidades para coibir a instalação aumentada de torres pelas operadoras... Alegações de todo tipo, até de poluição visual tem sido postas na discussão.
    Cabeamento vai chegar num momento que as estruturas de postes não suportarão mais... E instalação subterrânea não é bem assim também...
    Tem uma tecnologia que não está sendo muito empregada pois tem custo alto que é a transmissão por luz. Não me lembro da capacidade de tráfego que atinge. Eliminaria cabos e campos de radiação eletromagnéticas. Mas há também inconvenientes com relação ao feixe luminoso que pode causar problemas se por ventura não chegar no ponto exato, como por exemplo uma torção no alinhamento. Sem falar que exige os pontos se enxergarem.

    Não sei se foi por estes motivos, mas a realidade é que no país onde a internet tem a melhor qualidade do mundo, lá é com franquia.
    Já no Japão que está entre os melhores mas não no primeiro lugar, lá não tem franquia.
    Mas pelo que se conhece da personalidade japonesa e de como eles são metódicos em tudo, será que a franquia lá não foi primeira necessidade porque eles são conscientes do uso e de uma forma inconsciente já fazem um melhor uso da rede? De japonês não dá para duvidar de nada, de tão organizados que são..

    Por isso que usar jargões de que só querem ferrar o consumidor, porque somos uma republiqueta não encontra embasamento técnico. Esta discussão é mundial.
    Nesse negócio de achar que tudo é infinito, deram beneces a torto e a direito para a população.... Não quero dizer com isso que programas sociais não tem seu mérito. Tem e muito. Mas também tem limite, principalmente quando a estrutura governamental não suporta mais estes programas....
    Ontem a mandatária usou argumentos para criticar dizendo que se ela saísse iriam diminuir os recursos para programas sociais. Até poder-se-ia acreditar...
    Mas de noite o próprio ministro da fazenda nos noticiários já avisou que vai haver cortes no Bolsa Família e no Minha Casa... que contradição....
    Será que este pessoal que rege os destinos da nação não se deu por conta de que recursos são "finitos"? Fizeram a festa com recursos públicos mas não reconheceram que não havia como sustentar isso indefinidamente... agora a casa está desorganizada. Não tem dinheiro para nada, nem papel para fazer passaporte... pois faltou planejamento, ou será que a verdade foi "corte de despesas" por falta de dinheiro.
    Em abril do ano passado quando os cadastros do Fies não passavam, travavam e o MEC dizia que tudo estava funcionando, o Ministro da Educação veio a público dizer que o dinheiro tinha acabado... E isso antes das "pedaladas".

    Desculpem estar divagando sobre isso, pois parece não ter relação com o tópico, mas usei para ilustrar que se não planejar com boa antecedência, a internet no Brasil vai travar de vez em pouco tempo.

    Veja Alan, que não retirei sua razão sobre expansão de rede... tem sim que melhorar... mas não vai resolver o problema em definitivo... sem planejar vai saturar com qualquer expansão de estrutura que haja.



  19. #19

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    O problema das expansões em distâncias grandes é que cada expansão custa alguns milhões, e leva 3 ou 4 anos pra esse investimento começar a dar retorno.

    E... não precisa ser um grande administrador pra imaginar que fazer expanção em rede só a cada 5 anos não dá! Precisa aumentar rede todo ano, quase de forma constante, mas se o retorno demora 4 anos então você vai sempre aumentando sua dívida.

    Quando as operadoras instalaram dslam ADSL e vendiam planos de 128kbps, tudo era lindo, poderia aumentar a banda vendida em 10 vezes, chegar a 1,5Mbps, coisa que demorou 6 ou 8 anos! Idem pra chegar dos dslam ADSL2 e ADSL2+, seu uso começou com planos de 1 ou 2Mbps, levou 5 ou 6 anos pra chegar no uso das maiores velocidades que eles suportam.

    Eles puderam fazer um investimento com retorno em 4 anos, porque era tecnologia ainda subutilizada que permitiria bandas maiores. Mas instalar uma dslam ADSL2+ NOVA hoje pra grande operadora é perder dinheiro, vai poder vender planos de 10 ou 15Mbps no máximo, e há a eterna perspectiva que em 4 anos essa banda seja insuficiente pra qualquer cliente básico, iria exigir a troca do equipamento logo depois que ele se pagou. Investir e não ter lucro é coisa de burro, se investe pra ter lucro, substituir o equipto logo que ele começa a dar lucro é perder dinheiro.


    Só o que permite isso hoje é fibra, dá pra meter fibra e vender 20 ou 50Mbps hoje, pra ir expandindo até 100 ou 1000Mbps no futuro. Mas... agora as operadoras já estão com dívidas (A Oi deve mais do que ela vale, tá igual eu), com entrada de investidores e cia era fácil ter muitos bilhões pra investir a muitos anos, mas hoje os investimentos necessários pra isso são maiores (Não é só colocar dslam e aproveitar fiação, precisa mais cabo novo, em postes já ocupados, baixos e mal posicionado (Pra que planejar cidade no brasil?). O boom do dinheiro era 2008 a 2013 (A farra do crédito fácil no BNDES), as operadoras perderam a chance de não fazer esse investimento massivo na época, hoje não tem mais caixa nem crédito, e a população tem menos dinheiro pra contratar serviços caros (Eu pagaria R$ 300 por uma conexão por fibra com míseros 25Mbps por mês a uns 2 anos, hoje mesmo comendo arroz e ovo ainda não poderia passar de uns R$ 200 por mês, a operadora não precisa atender os viciados que querem altas velocidades por R$ 49,90, ela pode cobrar caro QUANDO a clientela tem dinheiro, quando não tem 10% da população desempregada).

    O país como um todo perdeu as chances no boom das comoditioes de 2000 a 2014 (Não industrializamos quase nada de minérios, quase nada de soja, perdemos chance de agregar valor. Não investimento no uso de petróleo pesado, hoje exportamos 200 milhões de barris de petróleo pesado e barato por digamos R$ 10 bilhões, mas importamos 100 milhões de barris do petróleo leve e caro por R$ 12 bilhões, tudo porque não temos industria pra petróleo pesado, mesma burrice que a Venezuela faz e perde dinheiro, exporta pesado barato e importa leve caro, por falta de investimento em indústria), e a telecom também perdeu a chance de investir mais nessa área, nas áreas já com fibra elas vão ser usadas até o talo, mas onde não tem rede suficiente delas o investimento vai demorar pra aparecer, porque falta caixa, falta crédito, e falta consumidor com dinheiro pra pagar preço alto. Em 2010 tinha caixa, tinha crédito, e o consumidor tinha renda. O bonde passou.

  20. #20

    Padrão Re: Compartilhar sinal de internet entre vizinhos é crime?

    Citação Postado originalmente por 1929 Ver Post
    Sim, tem toda a liberdade de achar...
    Mas na sua argumentação não tem nada de conceitos técnicos que expliquem porque sem franquia é melhor ou mais justo...
    Mesmo que as operadoras abrissem seus cofres para expansão... elas em pouco tempo não teriam como continuar na expansão simplesmente porque vai ficar difícil implantar estruturas físicas para isso, mesmo com dinheiro na mão.
    A "Lei da Antena" já está sendo aplicada em algumas cidades para coibir a instalação aumentada de torres pelas operadoras... Alegações de todo tipo, até de poluição visual tem sido postas na discussão.
    Cabeamento vai chegar num momento que as estruturas de postes não suportarão mais... E instalação subterrânea não é bem assim também...
    Tem uma tecnologia que não está sendo muito empregada pois tem custo alto que é a transmissão por luz. Não me lembro da capacidade de tráfego que atinge. Eliminaria cabos e campos de radiação eletromagnéticas. Mas há também inconvenientes com relação ao feixe luminoso que pode causar problemas se por ventura não chegar no ponto exato, como por exemplo uma torção no alinhamento. Sem falar que exige os pontos se enxergarem.

    Não sei se foi por estes motivos, mas a realidade é que no país onde a internet tem a melhor qualidade do mundo, lá é com franquia.
    Já no Japão que está entre os melhores mas não no primeiro lugar, lá não tem franquia.
    Mas pelo que se conhece da personalidade japonesa e de como eles são metódicos em tudo, será que a franquia lá não foi primeira necessidade porque eles são conscientes do uso e de uma forma inconsciente já fazem um melhor uso da rede? De japonês não dá para duvidar de nada, de tão organizados que são..

    Por isso que usar jargões de que só querem ferrar o consumidor, porque somos uma republiqueta não encontra embasamento técnico. Esta discussão é mundial.
    Nesse negócio de achar que tudo é infinito, deram beneces a torto e a direito para a população.... Não quero dizer com isso que programas sociais não tem seu mérito. Tem e muito. Mas também tem limite, principalmente quando a estrutura governamental não suporta mais estes programas....
    Ontem a mandatária usou argumentos para criticar dizendo que se ela saísse iriam diminuir os recursos para programas sociais. Até poder-se-ia acreditar...
    Mas de noite o próprio ministro da fazenda nos noticiários já avisou que vai haver cortes no Bolsa Família e no Minha Casa... que contradição....
    Será que este pessoal que rege os destinos da nação não se deu por conta de que recursos são "finitos"? Fizeram a festa com recursos públicos mas não reconheceram que não havia como sustentar isso indefinidamente... agora a casa está desorganizada. Não tem dinheiro para nada, nem papel para fazer passaporte... pois faltou planejamento, ou será que a verdade foi "corte de despesas" por falta de dinheiro.
    Em abril do ano passado quando os cadastros do Fies não passavam, travavam e o MEC dizia que tudo estava funcionando, o Ministro da Educação veio a público dizer que o dinheiro tinha acabado... E isso antes das "pedaladas".

    Desculpem estar divagando sobre isso, pois parece não ter relação com o tópico, mas usei para ilustrar que se não planejar com boa antecedência, a internet no Brasil vai travar de vez em pouco tempo.

    Veja Alan, que não retirei sua razão sobre expansão de rede... tem sim que melhorar... mas não vai resolver o problema em definitivo... sem planejar vai saturar com qualquer expansão de estrutura que haja.
    Eu vejo por outro lado. Mesmo eu tenho uma internet de 1 gbps, não vou ficar 24 horas por dia conectado e quando conectado não vou usar 1 gbps. O mesmo ocorre com as pessoas do dia a dia. Comparando os geeks com os usuários normais, acredito que a categoria geek(ultra conectados), não chegue a 10% da rede. Esses sim irão utilizar muito mais, mas a grande maioria, mesmo com internet de 10 mbps só vai acessar o facebook, ler uns e-mails, ver um video no youtube, etc. Esse tipo de consumo não satura a rede, não é porque tenho 10mbps que sempre que usar vou estar usando 10mbps.

    Não faz sentido.

    Mesma coisa, qual sentido tem cobrar franquia de consumo e limitar a velocidade? Nenhum. Se a intenção é que a pessoa consuma e pague por mais, que libere a velocidade e se pague por consumo.