+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Diferença entre ganho e ruído

    Gostaria de saber o seguinte:
    Tenho 2 LNBFs, um com ganho de 72db e com temperatura de ruído de 0,2 dB..
    Outro com 70 dB de ganho e temperatura de ruído de 0,1 dB...

    No exemplo acima, qual é o melhor?

    Outra dúvida que tenho é a seguinte, qual a relação para melhor eficiência entre temperatura de ruído e ganho do LNBF, qual a lógica, ou o cálculo, para melhor eficiência?

    ATT

  2. #2

    Padrão Re: Diferença entre ganho e ruído

    Todo componente ou circuito muda a emissão ou geração de ruído conforme a temperatura. Geralmente quanto mais quente, mais ruído o circuito gera.

    Uma antena qualquer (Falo do elemento ressonante, um pedaço de fio do tamanho de meia-onda, digamos) vai captar um ruído conforme a temperatura do material, se estiver a 30°C vai dar uns 3,1dB de ruído. Se esfriar pra uns 10°C, o ruído cai pra uns 2,9dB.

    O que o circuito do LNBF produz do ruido EXTRA é 0,1 ou 0,5dB nos exemplos.

    Se o LNBF estiver a 35°C, vai ter ruído devido a temperatura, em QUALQUER LNBF, de uns 3,1dB, o lnbf com ruído "extra" de 0,5dB vai fazer ele ser de 3,6dB ao todo então.

    Se o LNBF dissesse que a temperatura do ruído é de 10°K (Graus Kelvin), isso quer dizer que o aparelho gera/produz ruído equivalente a um aumento na temperatura em uns 10°K. Ou seja, se o ambiente está a 310°K (Quase 37°C), o nível de ruído saindo do aparelho será o mesmo que se a temperatura fosse de 320°K (Uns 46°C).

    Uma relação:
    http://www.rfcafe.com/references/cal...calculator.htm

    Como o ganho extra é de 2dB em um LNBF, e o ruído dele é só 0,5dB maior, ele vai dar um SNR exatos 1,5dB maior, ou seja, sinal 1,5dB melhor.

    O ruído pode existir, mas é preciso um SNR alto, em antenas parabólicas C e KU raramente tem ruído da vizinhança, o maior problema geralmente é ganho baixo mesmo. LNBF barato gera uns ruídos de harmônicas mas é na saída, dá uns retraços na imagem, uns chiadinhos extras, esse dado não está nas fichas técnicas porque é relativo, depende do receptor se irá se afetar muito ou pouco, uma ficha técnica completa seria:
    https://www.antenasmundosat.com.br/l...0A+Greatek+PRO

    Ele tem temperatura de ruído de 10 a 22°K, ou seja, um ruído extra de 0,15 a 0,3dB. Não é problema um LNBF PROFISSIONAL ter isso. O tchã dele está nos sinais espúrios na saída, essa filtragem com sinal abaixo de 3,5 e acima de 4,2GHz com -65dBm pra baixo (E bom receptor aplica mais uma filtragem similar, de modo a nenhum sinal espúrio chegar nos modulares dos receptores). Alias, nota também que ele nem tem ganho tão alto, chega a 65dB, mas provavelmente na maioria dos canais vai ficar nos 60dB. Ou seja, alto ganho também não é necessário pra sistema "profissional", é só ter antena de ganho grande (O maior possível), e um LNBF de baixa emissão de espúrios. Pra sistema doméstico um LNBF de ganho 3dB maior faz diferença, mesmo que ele tenha ruídos diversos (Que não são ruído térmico captado na faixa dos canais), porque pra uma antena ter 3dBi a mais de ganho ela tem que ser 10 a 40% maior. Ou seja, um LNBF de 72dB de ganho opera com uma antena de 90cm onde um LNBF de 65dB de ganho precisaria antena de 130cm (Ou seja, troca ganho no prato por ganho no LNBF).



  3. #3

    Padrão Re: Diferença entre ganho e ruído

    Olá, boa tarde esta tentando eliminar erros de continuidade em canais multicast?

    Recomendo utilizar antena de no mínimo 4,0m de diametro, e trocar o LNBF por LNB com alimentador profissional.


    Duvidas sobre montagem apontamento e configuração de receptores profissionais estou a disposição.


    Segue uma das marcas que estou utilizando:

    http://www.norsat.com/wp-content/upl...lnb.pdf?353b6a





    Citação Postado originalmente por abcd Ver Post
    Gostaria de saber o seguinte:
    Tenho 2 LNBFs, um com ganho de 72db e com temperatura de ruído de 0,2 dB..
    Outro com 70 dB de ganho e temperatura de ruído de 0,1 dB...

    No exemplo acima, qual é o melhor?

    Outra dúvida que tenho é a seguinte, qual a relação para melhor eficiência entre temperatura de ruído e ganho do LNBF, qual a lógica, ou o cálculo, para melhor eficiência?

    ATT

  4. #4

    Padrão Re: Diferença entre ganho e ruído

    @rubem Obrigado pela resposta, já deu para tirar algumas dúvidas... Você me deu um exemplo para LNBF na banda C, onde suponhamos que o LNBF tenha temperatura de ruído de 12º como tantos que existem no mercado... Suponhamos que pela manhã esta com temperatura ambiente de 20º e a tarde 40º...

    BANDA C --------------------

    Pelo cálculo realizado:

    20º Celsius
    R.Temperatura = 290º K
    Noise Figure = 3.0325 -> 293.0 K
    Noise Temperature = 12º
    Perda =

    0.18 dB

    40º Celsius
    R.Temperatura = 290º K
    Noise Figure = 3.179 -> 313.0 K
    Noise Temperature = 12º
    Perda =

    0.18 dB


    Este mesmo LNBF possui ganho de 65dB, então:
    20º - 3.0325 + 0.18 = 3,2125 dB
    40º - 3.179 + 0.18 = 3,359 dB

    Total:
    20º = 65 db - 3,2125 = 61,7875 dB
    40º = 65 dB - 3,359 = 61,641 dB



    A ideia é esta mesmo?


    Outra questão que entra, é que muitos dizem que seus LNBFs de 65 db, com temperatura de ruído de 10º, conseguem pegar mais canais que outros de 12º ou 15º. Mas se os cálculos acima estiverem corretos, isso não se justificaria... bos as perdas são quase que insignificantes... 1 emenda traz maiores perdas... a troca dos cabos também:

    Ex (1450 MHZ - CABO 10 METROS):

    RG59 = 3.17dB / 10m
    RG06 = 2.58dB / 10m
    RG11 = 1.72dB / 10m


    Então, essa lógica de muitos antenistas, não faz nenhum sentido? certo?


    BANDA KU ---------------------

    Agora, se supostamente nosso LNBF seja na banda KU, igual ao primeiro... LNBF de 70 dB... com ruído de 0,1º...

    20º Celsius
    R.Temperatura = 290º K
    Noise Figure = 3.0325 -> 293.0 K
    Total = 70 - 3,0325 - 0,1 = 66,8675 dB


    40º Celsius
    R.Temperatura = 290º K
    Noise Figure = 3.179 -> 313.0 K
    Total = 70 - 3,179 - 0,1 = 66,721 dB


    Resumindo, não interessa a temperatura ambiente para compararmos os LNBFs, pois ela é igual para todos no mesmo local.. Oque importa mesmo na banda ku, é conseguirmos um LNBF com baixa ruído e alto ganho e na banda C um LNBF com menor temperatura e alto ganho...

    ATT



  5. #5

    Padrão Re: Diferença entre ganho e ruído

    @Aluir, boa noite... na realidade estou tentando fazer carona, daí a antena esta perdendo muito, e meus LNBfs não estão aguentando, pois são de 65 dB, se conhecer algum, na banda C e ku, que possuem ganho superior a 65 db, e que seja para mais de 1 receptor (multi ou dual), e que na banda C tenha a banda estendida, posta aqui... ATT

  6. #6

    Padrão Re: Diferença entre ganho e ruído

    Essa conta de descontar ruído de ganho não vale, ela daria uma ideia do SNR (Relação sinal ruído), mas no Brasil não tem nada emitindo ruído nas faixas próximas, nosso maior problema geralmente é ganho mesmo.

    O LNBF vai dar ganho de 65dB no sinal (Se ele chegar em -90dBm, vai subir pra -25dBm), se tem filtro passa-baixa de 40dB, o ganho do ruído será de uns 25dB abaixo de X frequência, além desse ruído extra de uns 3dB. Mas... ruído em ambiente típico fica nuns -100dBm, aumentar pra -97dBm pelo ruído térmico típico, o LNBF dar ganho tipo de 25dB, eleva o ruído pra -72dB, ainda dá um SNR de mais de 40dB, SNR mais que suficiente. O problema é ter antena pequena que não entrega sinal tipo -90dBm pro LNBF. Se a antena é pequena, o problema não é ruído alto, mas sim nível de sinal baixo demais. E o nível de sinal cai fácil conforme núvens, cai 2 ou 3dBm com nuvem, ou seja, uma nuvem diminui o SNR no mesmo nível que o ruído térmico reduz. Não vale a pena se preocupar com ruído nesses casos.


    A atenuação em cabo é fato, atenua sinal e atenua ruído junto. Exceto se for um cabo com digamos malha de 47%, aí vai é captar ruído da vizinhança do cabo (Uma lâmpada fluorescente, uma rádio FM no outro quarteirão, um cabo de rede AC a 5cm) porque tem pouca malha. Passar o cabo longe de fontes de EMI ou RFI é tão importante quanto ter cabo com malha suficiente, e tem que lembrar que um cabo emite EMI rumo ao outro, 2 cabos de 47% de malha se matam, um gerando ruído rumo ao outro, bem diferente de 2 de 94% de cobertura.



    Se é kit carona, tem que que o LNBF tem um ângulo nominal nem tão grande, ele pega boa parte da antena mas se você girar ele 1º pra fora do foco já perde uns 5dBm de sinal.
    Por isso digo que os kits que deixam os LNBF's retos são péssimos, um deles vai receber sinal "de enviesado", tipo esses:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         kit-carona-c-1-lnb-22-pb-d22-1-chave-diseq-4x1-quanta-141201-MLB20268347280_032015-F.jpg
Visualizações:	134
Tamanho: 	174,0 KB
ID:      	63915

    Pra ficar ok cada LNBF mais pro lado precisa estar inclinado mais pro centro, ou mais pra fora, tipo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         339oygh.jpg
Visualizações:	248
Tamanho: 	73,6 KB
ID:      	63916
    Nesse caso cada LNBF vai ter uma área refletindo corretamente, ele deve ser o centro de uma parábola, o jeito fácil de medir é amarrar um barbante no LNBF, e onde ele tocar na antena dar um nó, e ir de um lado pro outro. A área que vai refletir pra aquele LNBF é a área que estiver na mesma distância de barbante da parte pra onde o LNBF está apontado (Um barbante, ou um compasso gigante, qualquer coisa pra verificar se forma uma parábola com o foco correto)

    (Com esse método descobri que minha antena de 1,7m molenga dos anos 90 estava quase 1 palmo empenada e eu não via! Estava oval, 1 palmo mais alta do que larga, preciso usar estaio pra manter ela num formato de parábola)