Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Pessoal,


    Tenho o seguinte cenário:

    PTMP

    - 01 RB 912 (AP) <=== 02 NanoBridge 22 dBi
    +Antena Setorial Blindada Algcom 15 dBi <=== 02 NanoStation Loco M5 13 dBi

    - Distância média (real): 350m

    AP STATIONS

    - Potência definida: 1dBm Potência: 0 dBm

    - FREQUENCIA: 5620MHz

    - MCS 10 MCS10

    - CCQ 80% a 101% CCQ 98% a 100%

    - Visada: nLoS (Linha de Visada Parcialmente Obstruída)


    SEGUE ABAIXO O QUE NÃO ENTENDO, APESAR DE TER UMA SUSPEITA.


    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Capturar.PNG
Visualizações:	231
Tamanho: 	8,5 KB
ID:      	64000


    Mesmo com o CCQ bom nas estações, especificamente o o TX do AP fica variando com valores baixos, como na figura acima. Enquanto todas as outras configurações, apresentam uma "teórica" impressão de qualidade.

    Resumindo, o CCQ do AP, é reduzido em consequência da baixa modulação dos clientes, exemplo radio com sinal -78 (tx), fazendo com que o desempenho da rede baixe.


    Mas, por que apenas o TX? o RX está ótimo. Conto com habitual ajuda de todos. Inclusive o Rubem.

    Abraço a todos!
    Miniaturas de Anexos Miniaturas de Anexos Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Capturar.PNG
Visualizações:	122
Tamanho: 	7,9 KB
ID:      	63999  
    Última edição por Tyler; 24-05-2016 às 15:36.

  2. A imagem não veio, deu erro no upload pelo visto.

    Sobre CCQ ruim só no TX, a princípio está perdendo erros só no que a torre envia.
    Mas... nesses momentos o cliente está enviando alguma coisa?

    Se a CPE dele está ligada, mas não tem nada (Nenhum smartphone ou notebook) ligado na rede, a CPE do cliente só vai mandar (Chega no RX da torre) dado de sincronia, que é feito numa modulação BPSK diferencial, que é altamente legível mesmo com o pior sinal do mundo. Pra um BPSK (MCS0 ou MCS8) ficar legível precisa provavelmente uns -80dBm, mas pros dados de preambulo, sincronia e SSID sairem legível, esse BPSK diferencial se contenta até com -94dBm as vezes. Por isso escaneia SSID com sinais tão baixos, mas só tem CCQ alto com sinais muito mais altos.

    Faz o teste, hora que esse cliente de sinal -78dBm navegar o CCQ dele deve cair muito.

    A parte de OFDM dos pacotes vai do chipset de RF da CPE do cliente até o chipset de RF do AP na sua torre, a modulação que leva os preambulos e sincronia é altamente legível então não tem perda de pacotes nessa hora. Só vai ter perda hora que entrar algo pela ethernet da CPE do cliente, e isso for encapsulado rumo ao AP na torre, o preambulo desse pacote será legível mas o conteúdo do pacote (A parte que chegou via ethernet) provavelmente será ilegível e terá que ser reenviada 2 ou 3 vezes tomando tempo que o AP poderia estar gastando com os outros.

    Se não tem trafego chegando pela porta ethernet, não tem muito o que perder, toda sincronia (Que usa modulação legível até com sinal ruim) é feita sem erro por isso pro AP esse CCQ de RX (Que o cliente envia) está ótimo, só o que a torre envia (Talvez server pppoe perguntando se ainda está tudo ativo) é perdido, porque ela envia e espera resposta (Se falhar o envio, ou a resposta, o pacote é reenviado e isso diminui o CCQ), mas o que o cliente manda, se o AP ENTENDE ele responde. Digamos assim: O AP ouviu o cliente mandar um pacote, e respondeu na hora. Mas... essa é a visão do AP, a CPE enviou 15 vezes o mesmo pacote, só na 15ª é que o AP enviou resposta! Ou seja, o CCQ de RX pode ser bem baixo quando está sem tráfego, mas o AP nem fica sabendo, porque ele simplesmente só respondeu quando recebeu um pacote legível, ele recebe pacotes ilegíveis toda hora, mas como não sabe de quem são ele não conseque dizer que o CCQ de RX está ruim, só conseguirá isso hora que tiver tráfego de dados TCP/IP na CPE.

    (Separa o pacote OFDM do pacote TCP/IP, este está dentro daquele, mas pra sincronia e conexão wifi o pacote OFDM pode ser enviado "vazio". Se não tem trafego TCP/IP então só tem OFDM, numa modulação bem legível)

    Mas se mesmo com tráfego TCP/IP ocorre isso, pra mim tá mais pra bug em software, algum dos aparelhos não está lendo ou não está enviando sinal direito.


    Ah, e essa CPE pode digamos ter o amplificador queimado, com potência 20dBm mais baixa, aí ela recebe o sinal a digamos -58dBm, mas responde sem potência (E com pacote distorcido) de modo que a resposta chega a -78dBm. Teria que ir nesse cliente conferir se esse sinal é mesmo fruto de zona de Fresnel parcial.



  3. Mestre Rubem é um prazer conhece-lo! Já venho acompanhando outros posts que você se dispõe para tentar ajudar com seu vasto conhecimento. Parabéns!!!

    Mas, vamos aos fatos. Corrigi o post inserindo a imagem novamente, para ficar mais completa possível a informação. Esse PTMP, é meu BackHaul de rede, os rádios clientes, cada um é um Backhaul numa determinada região.

    Ou seja, respondendo sua pergunta, o rádio com o pior TX Rate ele atende 3 clientes de 4Mbps cada, e sempre tem pelo menos 1 conectado trafegando mais de 2Mbps, e com certeza o CCQ cai quando estão os 3, geralmente a noite. Mesmo assim está atendendo bem, pois, baseado em teste de ping, com os 3 usando a rede fica em torno de 10ms, sem perda de trafego.

    O cliente com -78 dBm estou visitando-o para uma manutenção amanhã, pois hoje chove muito por aqui. Dessa forma vou tentar melhorar ao máximo este sinal dele, que acaba interferindo na rede como um todo, como já explicado.

    O que eu realmente estranho nisso tudo, é pelo fato do TX rate em todos os clientes, está bem mais alto (quase a mesma media, tirando o problematico) do que o RX rate no AP.

    Repare na imagem, e compare rapidamente o RX e o TX.

    Amanhã respondo algo


    Abraço! obrigado!

  4. Se pegar o último cliente, o sinal Torre>Cliente é -71dBm. Isso é sinal suficiente pra mais ou menos MCS10 com folga.

    Porque a sensibilidade de MCS10 provavelmente está nuns -90dBm, tem que ver no datasheet. Entre -71 e -90dBm tem 19dB de margem. 20dB de margem eu trato com perfeito.

    A sensibilidade de MCS11 provavelmente é uns -85dBm, isso daria uma magem de 14dB, que é uma margem insuficiente pra qualidade

    Por isso com -71dBm de sinal, com o software com data rate automático, é o maior data rate que vai conseguir.

    Já no sentido cliente > Torre o sinal é -67dBm. MCS12 tem sensibilidade lá pelos -83dBm. De -67 pra -83dBm tem 16dB de margem. Não é lindo mas pelo visto tem visada razoável que permite pouca perda de pacotes.

    Quando deixa o setup do rádio com data rate automático ele seleciona o data rate conforme vai usando. Ele só diminui de data rate hora que acontecem 3 perdas seguidas de pacotes (Não é regra, nem sei se todo firmware faz isso, mas várioas fazem). Enquanto não houver pacote perdido, o sinal pode cair até -80dBm que o data rate não diminuirá, só diminuirá hora que circular um pacote completo e ele for perdido.

    Como você tem potência baixa na torre, o sinal torre>cliente é mais baixo que o sinal torre>cliente, afinal provavelmente os clientes estão com potência mais alta (Que seja 10dBm).

    Pra ter sinais iguais nos 2 lados não precisa só potência EIRP similar, o ganho da antena receptora conta.

    Com uma setorial 17dBi, e rádio a 1dBm, tem 18dbm EIRP. Em 1km perde 108dBm. Logo: 18 - 108 = -90dBm. Se a CPE do cliente tem 16dBi, isso aumenta 16dBm o sinal. -90 + 16 = -74dBm.

    Já se a CPE está com 10dBm de potência, e antena de 16dBi, isso dá 26dBm EIRP. Na volta perde o mesmo sinal que na ida, logo, 26 - 108 = -82dBm. Como a setorial na torre tem 17dBi de ganho: -82 + 17 = -65dBm de sinal.

    Enfim, acho que o problema é esse seu sinal baixo demais, se subir pra 6dBm de potência esse cliente de -71 deveria passar pra -65dBm (Mas com zona de Fresnel parcial talvez fique em -67dBm). Sinal tão baixo (-71dBm) eu só uso com data rate fixo, eu gosto de MCS10 nos clientes e MCS12 na torre, com potência fixa na torre, mas com cada cliente com potência adequada pra chegar na torre com sinal em digamos -60 a -65dBm (1dBm a mais de potência na CPE aumenta em 1dBm o nível de sinal chegando na torre, não tem segredo. A conta só não bate quando a zona de Fresnel é parcial, nesse caso o sinal sempre será 3 a 10dBm menor que o cálculo).



  5. Rubem,

    Apenas uma correção, os MCS tanto do AP quanto Stations estão fixos.

    Em breve posto os resultados dos testes.

    Abraço!






Tópicos Similares

  1. Enlace 78 km com rb 912 aug-hpnd 125m
    Por djansantos no fórum Redes
    Respostas: 15
    Último Post: 21-04-2015, 21:25
  2. Respostas: 4
    Último Post: 01-09-2009, 09:28
  3. Respostas: 1
    Último Post: 30-06-2009, 09:03
  4. Duvida em relação ao sinal dos clientes
    Por rodrigo_pagani no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 25-06-2009, 03:18
  5. Problemas em relação ao sinal no cliente
    Por rodrigo_pagani no fórum Redes
    Respostas: 6
    Último Post: 30-10-2008, 18:05

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L