Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico

  1. Boa tarde pessoal do fórum, eu sou novo na parte wireless 5.8GHz e gostaria de sabe como eu faço pra calcular os dbm de cada antena, o ponto de acesso está em 27dbm (nanostation m5) e o clientes com nanobeam 16dbi e intelbras wom 5000, mas eu não sei calcular os dbm certos para cada antenas, elas estão em mais ou menos 500 metros e no máximo 1km. E outras informações serão bem vidas. Desde já eu agradeço a atenção de todos.

    Enviado via SM-E500M usando UnderLinux App

  2. Não existe dbm certo para cada antena, existe dbm ( potencia) adequada para cada cenário.

    Deixe seu AP em uma potência razoável, e os clientes vá equalizando o máximo os sinais que chegam no AP.

    Por exemplo, no AP chega um sinal de -60 do cliente A, você instalou um cliente B e o máximo que conseguiu com alinhado de antena e visada melhor um sinal se -50 chegando no AP, então nesse cliente B, diminua a potência de transmissão para equalizar com o cliente A.

    reforçando, esses são os sinais que chegam no AP, não oque voce ve nos clientes.



  3. Olha amigo... o cálculo tem de ser feito com base na distância entre o AP e o cliente, somados com a velocidade a ser atendida e a modulação do MCS a ser definida para a operação desse AP.

    Você também não pode deixar tudo em potência máxima, senão em pouco tempo você literalmente matará o canal que estiver usando de tanta auto-interferência. Seria igual colocar um monte de gente em uma sala, todo mundo gritando e um cara no meio tentando entender todo mundo ao mesmo tempo...

    Dito isso vamos a parte teórica:

    Vamos primeiramente supor um cenário ideal. Onde não haja obstáculos, a visada seja livre e bem calculada e o fresnel esteja totalmente liberado... É o que a gente ouvia muito na escola de "condições normais de temperatura e pressão" ou nas CNTP.

    O cálculo da potência do AP deve levar em consideração 2 fatores: 1º o MCS a ser modulado.
    Julgando que seu Nanostation M5 não seja o modelo Loco e que este painel irá atender 25 clientes de alta velocidade... Então você teria que ajustar o painel para modular em um MCS compatível com essa velocidade com um data rate alto e conforme o MCS escolhido o Nano não poderá operar em potência máxima senão não modulará e em potência menor prejudicará os clientes mais distantes.. Confuso? Explico melhor:

    Conforme as especificações técnicas do Nano:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         nanoM5.jpg
Visualizações:	70
Tamanho: 	122,3 KB
ID:      	64930

    E tabela de MCS/data rate/largura de canal

    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Screenshot-2014-09-28-10.11.56-1024x837.png
Visualizações:	64
Tamanho: 	454,8 KB
ID:      	64931

    Digamos que você tenha que modular um MCS 6 ou MCS 7 em 40mhz de largura de canal para uma data rate de 135/150... conforme a tabela do manual do Nano, a potência de saída regulada não pode ser superior a 21dBm. A regulagem 27dBm funciona somente para MCS 0 a MCS 3 e MCS 8 a MCS 11

    Como eu faço:

    Eu atendo clientes com velocidades até 5mb (a maioria fica entre 1mb e 2mb) e para preservação do espectro, uso canais em 20mhz, então a modulação de MCS 4 está de bom tamanho e você poderá utilizar potências de até 26dBm (na prática a regulagem fica abaixo disso)


    Então como eu faço para calcular em que potência fica o rádio?

    Primeiramente vamos simular a regulagem do AP.

    1º verifique qual o cliente mais distante.

    Digamos que este cliente esteja a 2 km, utilizando uma Nanobeam M5 16, que modulará em MCS 4.

    2º calcule a perda de sinal no espaço livre (desvanecimento)

    Utilize a fórmula P=32.5+20logD+20logF
    P=perda no espaço livre
    D=distância em KM
    F=frequência em MHZ

    Vou usar a frequência de 5500mhz para cálculo, entretanto você deverá utilizar a frequência escolhida em seu AP

    Então:

    P=?
    D=2km
    F=5500mhz

    P=32,5+20log2+20log5500
    P=32,5+20.0,301+20.3,740
    P=32,5+6,02+74,8
    P=113,32dBm

    3º Verifique a sensibilidade da antena cliente para o MCS escolhido, e o ganho da antena do AP.
    No caso da NanoBeam M5 16 é de -86dBm para MCS 4, o ganho da antena do Ap é de 16dBi

    4º Calcule a potência do AP

    PotAP= (PerdaEspLivre - GanhoAntenaAP-SensibilidadeEstação)
    PotAP=(113,32-16-86)
    PotAP=11,32dBm

    Então você poderia EM TESE... REPITO: EM TESE.... Regular a potência de saída do AP para 15dBm (uma margem de 20% somada sobre o resultado) e ainda estaria atendendo a sensibilidade de -86dBm da estação cliente.

    Na prátia e em campo eu faço isso na mão mesmo! Vou regulando a potência de saída do AP e dos clientes até que o sinal, SNR, CCQ, dados do Airmax sejam satisfatórios e a potência não fique excessiva!

    Abraço!

  4. Muito obrigado pela ajuda amigo, eu comecei agora e não sei muito, agradeço a sua ajuda, tenha uma excelente tarde.


    Enviado via SM-E500M usando UnderLinux App

  5. Citação Postado originalmente por berghetti Ver Post
    Não existe dbm certo para cada antena, existe dbm ( potencia) adequada para cada cenário.

    Deixe seu AP em uma potência razoável, e os clientes vá equalizando o máximo os sinais que chegam no AP.

    Por exemplo, no AP chega um sinal de -60 do cliente A, você instalou um cliente B e o máximo que conseguiu com alinhado de antena e visada melhor um sinal se -50 chegando no AP, então nesse cliente B, diminua a potência de transmissão para equalizar com o cliente A.

    reforçando, esses são os sinais que chegam no AP, não oque voce ve nos clientes.

    Amigo, nesse caso como trataria clientes SISO/MIMO ?
    Tentaria equalizar o sinal de ambos no AP ou deixaria um sinal médio p/ cada cliente SISO e MIMO, tipo -50 p/ clientes MIMO, e -55 p/ clientes SISO.

    Abraço.






Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L