Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Será se o Google esta mesmo querendo adotar a conexão sem fio para entregar banda larga de alta velocidade?
    fonte: https://www.engadget.com/2016/08/10/...o-24-us-areas/

    Tanto é que o Google comprou a Webpass que utiliza basicamente PTP Wireless para atender condomínios prediais, segue link:
    https://webpass.net/residential/builtin

    O intuito é reduzir o tempo de implantação e custos de manutenção com grandes redes de fibra, e atender mais rapidamente os usuários, haja vista que nos EUA quase não permitem cabeamento aéreo e os dutos subterrâneos estão cada vez mais lotados.

    Segue outra matéria:
    http://fortune.com/2016/08/11/google-ultra-fast-internet/

    Pelo visto, por enquanto eles estão evitando de dar mais detalhes, creio que em 2017 vai ter "Google wireless" espalhado por todo canto e chegando de forma mais rápida e pratica, utilizando 3,5 Ghz. Só lembrando que não internet móvel, mas sim fixa.
    O que vocês acham? A Webpass esta ai mostrando o que o Google quer. E pra se espalhar pelo mundo todo é so uma questão de querer.

  2. #2

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Testar o Google testa de tudo, mas colocar em produção anda mais raro.

    Vide os balões com internet, testou mas nunca entraram em uso, porque o custo é gigante.

    Idem pra fibra ótica em algumas cidades, digamos em Atlanta, o Google Fiber está só no centro, em 3 ou 4 anos a implantação não saiu do centro (Na periferia ainda tem muita gente cuja única conexão é provedor pequeno com CPE Wimax, coisa tipo US$ 50 por 5Mbps), tem num punhado de cidades mas é só em centros, atinge efetivamente 0,00001% da população do país.

    CPD flutuante, em barcaças, pra facilitar a refrigeração, também não sai do papel a 2 ou 3 anos.

    Drones de entrega o Google patenteou a 2 anos, mas ainda não saiu do papel.

    Enfim, os laboratórios GoogleX estão aí pra testar as coisas, se haverá implantação massiva (Além de meia duzia de projetos piloto) aí é outra história, nesse caso duvido MUITO que se torne algo massivo, fora dos centros há muitos condomínios antiquados e sem dinheiro pra sequer uma valetadora pra ir colocando fibra ou enterrando mais cabos, esse pessoal ao mesmo tempo que procura provedor wifi também não aceita colocação de torres ou antenas externas chamativas, são locais onde basicamente só conexão movel (4G) tipo wimax ou lte nas versões móvel serviria, mas são CPE's de R$ 500 pra cima, o limite de velocidade até é alto mas ele só é alcançável com sinal muito alto, que depois de duzias de paredes, e com antenas baixas pegando reflexo da zona de Fresnel, não existe.

    CPE wimax 3,5GHz já está em uso nos EUA faz tempo, mas funciona meio que na base do acordo entre provedores, ninguém mete uma setorial em qualquer canal, e na verdade esse sistema (E LTE na versão fixa também) lida melhor com reuso de canais e cia, o upload é feito em canal a parte e isso também impede que a qualidade da conexão fique continuamente afetada por algum vizinho, só hora que ele tiver upload talvez ele derrube o seu CCQ, no resto do tempo o TX da torre é recebido nas CPE's sem nenhum concorrente por perto, pode ter sinal mais ruim que a qualidade ainda cai menos. Mas... não tem como fazer milagre num espectro de 300MHz de largura, daria pra vender muita banda se tivesse como colocar um AP distanciado corretamente do outro, com reuso de canais e cia, mas no mundo real vai ter meia duzia de concorrentes se atrapalhando mutuamente.

    (Alias, teste de conexão 4G em laboratório dá fácil 100Mbps, se fala em "média de 12Mbps em campo" já pensando nas perdas e tal, mas na prática no mundo real é difícil uma torre cheia de usuário dar sequer 10Mbps em algum teste, a média mesmo acho que fica na metade disso ou até menos, porque em período de testes é complicado simulares os 2000 usuários por torre, uns com 10 paredes no meio e uns do lado da torre, uns a 5km de distância com sinal insuficiente pra conectar mas cujo aparelho fica fazendo tentativa de conexão o dia todo, enfim, não tem como emular um monkey test)

    Algo que o GoogleX deve estar testando é um 802.11D com rede mesh. Antena de 2cm é suficiente pra uns 8dBm, via mesh tem como colocar uma dessa em cima de cada telhado (Com painel solar e bateria de lithium) e fazer uma rede mesh gigante, 802.11D a 60GHz permite canal largo pra caramba e em 300m o sinal some (Atenuação em alta frequência é gigante), ou seja, o sinal do bairro vizinho não incomoda, tem largura de banda suficiente e alcance baixo que impede ruído, casa bem pra uso indoor ou pra redes mesh. Mas entre testar isso numa vizinhança modelo, e colocar a venda no mundo real, tem uma distância enorme, tanto que mesh a 5GHz sempre foi possível (Desde 802.11A de 1999) e nenhum condomínio topa o preço de uma solução dessa, com um AP mesh em cima de cada telhado.



  3. #3

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Post rico em informação, bom para under, bom para todos.
    Parabéns ao autor e ao Rubem.

  4. #4

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    exatamente @rubem, porem acredito que o projeto que o google esta fazendo com a Webpass dê mais futuro, rentabilidade e penetração de rede do que a fibra... Lembro do lançamento do google fiber e foi um boom do futuro, hoje vemos que foi mais "marketing do que rede". O wireless é pratico e parece que o google arrumou um jeito de entregar banda larga de forma mais pratica.



  5. #5

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Mas o negócio não é totalmente wireless, eles chegam com wireless e em alguns pontos saem com fibra até o assinante, já que a largura de banda no wifi e muito alta. @rubem será se essa prática não poderia ser aplicado nos 24Ghz do airfiber para atender condomínios, principalmente predial, proximos um dos outros.

    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App

  6. #6

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Isto da pra fazer com AF24 o problema é que ele só tem 2 canais, ou seja, no mesmo prédio não dá para fazer varios ptp para outros predios, e tem a questão da distância dele que é de 3 a 4 km.... tem também o AF24HD esse nunca usei... aqui tenho somente o [email protected]$ e passa muita banda.... ptp pequeno é melhor utilizar ele do que um licenciado de 23ghz



  7. #7

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Já que o pessoal falou em 24GHz, uma observação: essa frequência não pode ser usada no Brasil para rádios de espalhamento espectral, como os AirFiber's e quaisquer rádios usados por provedores. 24GHz está enquadrada na sessão de frequências destinadas a "Emissor-Sensor de Variação de Campo Eletromagnético" da resolução 506 da Anatel. O limite de EIRP, que parece ser o motivo contra o uso de AF24 mais conhecido, é o de menos nesse caso.

    Sobre a Google: ela errou os cálculos, achou que fibra óptica na rede de acesso era mais barato do que realmente é, gastou muito e se ferrou. Mas fibra óptica continua sendo a melhor opção para provedores de acesso fornecerem serviços com maior largura de banda, isso porque tecnologias sem fio com qualidade e capacidade significativa (e ainda assim menor do que tecnologias ópticas) sempre são acessíveis apenas a operadoras e grandes empresas.

  8. #8

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Por isso eu ainda aposto mais em 802.11ad com 60GHz, o alcance é muito reduzido mas ao mesmo tempo isso impede que o excesso de uso numa vizinhança afete alguém distante (500m).
    (Escrevi 802.11d antes, mas quis dizer 802.11ad...)

    Uma parabólica 60GHz 30dBi tem o tamanho de um palmo, a água da chuva vai atrapalhar muito por isso acho que a coisa "meio" viável seria mesh.

    Eu tive só experiências ruins com mesh, mas foram outros tempos de hardware pobre (Chipset de 150MHz e 8MB de Ram), sempre fiquei com a impressão que o empecilho era capacidade de processamento, e com a popularização dos Raspi e cia, ou dos chipsets de smartphones, não está caro ter 1GHz e 128MB de Ram, já dá pra ter um hardware fantástico por US$ 50 (O preço das antenas em freq. alta fica muito baixo, um dipolo 60GHz é minúsculo).

    Fora que agora temos um novo mundo se abrindo com as antenas on-chip, direto no circuito integrado:
    http://spectrum.ieee.org/tech-talk/t...enna-on-a-chip
    Duvido que será coisa grande, mas isso tira as perdas e ruídos nas trilhas até a antena, em fabricação massiva dá pra ter custo bem baixo a ponto de poder ter um circuito em cada ambiente da casa, ou em cada poste. O espectro de 60GHz é lindo pra isso, é livre no mundo todo, e são 4 (quatro) faixas de 2GHz de largura em cada faixa, ou seja, ao todo temos 8GHz de largura nessa faixa! (Praticamente 57,2 ate 65,8GHz)


    Eu acho um terror ficar sem dados quando chove, mas... metade do mundo usa ridículas antenas de TV via satelite banda KU com 90cm ou menos, que fica sem sinal quando chove, então pelo visto há uma aceitação pela queda de sinal quando chove, uma CPE 60GHz ia cair de velocidade com chuva mas pelo visto todo mundo tolera problemas quando chove, pra mim seria uma conexão lixo (Não uso TV banda KU por isso) mas tem gosto pra tudo no mundo...



  9. #9

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Fora que agora temos um novo mundo se abrindo com as antenas on-chip, direto no circuito integrado:
    http://spectrum.ieee.org/tech-talk/t...enna-on-a-chip
    Duvido que será coisa grande, mas isso tira as perdas e ruídos nas trilhas até a antena, em fabricação massiva dá pra ter custo bem baixo a ponto de poder ter um circuito em cada ambiente da casa, ou em cada poste. O espectro de 60GHz é lindo pra isso, é livre no mundo todo, e são 4 (quatro) faixas de 2GHz de largura em cada faixa, ou seja, ao todo temos 8GHz de largura nessa faixa! (Praticamente 57,2 ate 65,8GHz)
    Ah, isso aí tem potencial. Chega com fibra no poste e dali atende o cliente com um rádio 60GHz em um raio de uns 300m... deve ser possível que saia mais barato que o kit cliente de um FTTH (ONU, PTO, conectores, cabo drop, cordão, etc.). E outra vantagem é que usa menos postes, só vai precisar pagar para a concessionária pelos postes usados para interligar as caixas, e não os outros onde estariam cabos drop apenas (esses correspondem a bem mais que a metade do total de postes em um projeto FTTx com terminação por cabo).

    Mas até chegar rádios AP e STA 60GHz para PTMP acessíveis e com formato adequado para colocar em caixas nos postes... se já existisse hoje algo assim, com homologação da Anatel, eu provavelmente já usaria em um projeto próximo.

    Mesmo com 8GHz, acho que não levaria tempo para um monte de ignorantes estragarem todo o espectro, não se deve subestimar o quão idiota esse pessoal pode ser (podem inventar de colocar um AP em cada quarteirão, por causa da distância, aí 8GHz seria pouco ainda).

  10. #10

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Citação Postado originalmente por TsouzaR Ver Post
    Mesmo com 8GHz, acho que não levaria tempo para um monte de ignorantes estragarem todo o espectro, não se deve subestimar o quão idiota esse pessoal pode ser (podem inventar de colocar um AP em cada quarteirão, por causa da distância, aí 8GHz seria pouco ainda).

    Essa pra mim é a maior vantagem: Baixo alcance.

    Em 300m na verdade só chega sinal muito baixo, a atenuação em 60GHz é gigante, o sinal de um quarteirão só chega no outro se usar antenas direcionais de alto ganho.

    Wifi tá uma merda porque o provedor que faz besteira atrapalha tudo num raio de 3km, com 60GHz ele mal incomodaria depois de 300m, e na verdade com antenas comuns de menos de 1cm (Tamanho comum em disp. moveis) nem incomodaria no quarteirão do lado a 100m de distância. Com dispositivos bem discreto teria que de fato ter um a cada 20 ou 30m pra manter a comunicação, por isso citei mesh, um AP no centro do quarteirão seria ok mas como temos painéis fotovoltaicos tão baratos, não será difícil ter um dispositivo autônomo 60GHz acoplado num painel de 20W (R$ 130 hoje).

    Como também falta colocar a faixa dos 60GHz na legislação de todos os países, acho que isso é coisa pra 2020-2021, essa primeira geração em 60GHz provavelmente será como wifi em 2000-2004, existia só pra meia duzia.


    (Falo de painel solar pelo seguinte: As 4 maiores fabricantes na China (Trina, Yingli, Jinko e Canadian) fabricaram nos 2 últimos anos, em cada ano, painéis com potência similar a Itaipu! Ou seja, temos no mercado uma Itaipu solar por ano, e eles tem previsão de crescimento bem acima de 10% ao ano. Essa revolução solar eu acompanho bem porque meu primeiro painel foi lá por 1997 e custou praticamente uns 8 salários mínimos, painel que hoje custa 1/3 de salário mínimo! Eu vi uma queda de preço de talvez 20x, e não duvido que caia mais 10x, ficando o painel em si limitado no preço do vidro e estrutura, mas em aparelhos pequenos o custo de colocar algumas células (Cada célula de 0,5V, precisa só 8 pra carregar uma bateria de lithium, que graças aos notebooks e smartphones também está muito barato, eu também acompanhei essas células cair de 1 salário mínimo pra R$ 10!) numa carcaça plástica permite produtos com preço muito baixo, só precisa ter escala de produção.

    (Chipset wifi pra produto mobile já consome mixaria tipo 0,3Wh em uso (Trocando dados), caindo pra 0,01Wh em idle, quem permitiu esses desenvolvimento foi o mercado de smartphones, eles melhoraram as baterias também (Quem mais mudou foi o mercado de telas, mas essa não se aproveita em mais nada), só agora que a plataforma ARM está chegando nos roteadores então ainda não temos um potencial gigantesco nesse mercado, os smartphones estão pagando o desenvolvimento de muita tecnologia pequena e de baixo consumo, uma hora ou outra isso vai ser agrupado em roteadores portáteis de consumo minúsculo e com bateria de 15h acoplada, uma hora isso chega num preço baixo o suficiente pra meter debaixo de um painel solar e meter um por poste ou por casa, e unir tudo via mesh, e num espectro de 8GHz de largura dá pra ir muito além de gigabit, se brincar em 2026 chegaremos no terabit em 60GHz)



  11. #11

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Então pessoal é nesse ponto que queria chegar (ate com voce @TsouzaR que debatemos outro topico). Fibra é bom, é top, é estável, confiável, passa mais banda, possível agregar mais valor e produtos, porem a que ponto? Digo, a penetração da fibra em massa em um determinado bairro para atender centenas/milhares de clientes, para um provedor pequeno é muito dificil
    e caro, sem falar que pode chegar uma vivo ou net da vida e levar vários clientes e teu ROI, vai la pra baixo, podendo ate falir um provedor, se o dono se afobar pensando que fibra é tudo.
    Mostrei o Exemplo da Webpass pra vocês aqui do fórum, pq é possível e viável chegar no wireless e descer por cabo(fibra/utp/caxial). Na minha concepção é luxo atender cliente direto na fibra, tem que ter muita FÉ que o cara não atrase o pagamento e não queira cancelar ou se mudar se avisar o provedor. Na minha visão fibra é pra voce chegar de um pop a outro (como fazem as grandes), ou ativar um cliente empresarial....

    Dou so um exemplo da llive tim, que estará expandindo sua rede para todo Brasil usando Wttx. Eles vão chegar com a fibra até o Pop e de la sairá pelas Erbs, direto pra casa do assinante com os modem 5G de internet fixa. Como a Sky faz hoje e o vivo box. Porem 5G. eles não vao querer mais chegar com a fibra ate ou cliente ou ate o dslan e sair cabeando, isso da um trabalho do inferno e funcionário de telecom tem mania horrível de fazer as coisas de qualquer jeito. No wireless tudo vai ser mais pratico.
    Ex: meu cunhado recentemente assinou por insistência da Sky, a sky banda larga, o técnico so chegou na sala colocou o aparelho e configurou em 5m e foi embora. O aparelho fica fixo na sala, mas roda netflix, youtuber e faz tudo que eles querem com 4M (casa com 4 pessoas). Agora imagina com 5G, entregando 10,15,20M pro assinante sem ter que puxar cabo nenhum pra casa do cliente!!! Com implantação fácil.

    OBS: Acho que juntei aquele nosso outro debate com esse, porem só quero dizer com esse tópico é que a gigante esta partindo pro wireless, a live tim tambem e nos estamos querendo "regredir" ?
    O que precisamos é maior atuação da anatel em fiscalizar o espectro, os piratinhas, esses inúmeros PTP de empresas, para que a gente possa trabalhar com mais folga enquanto nossa tecnologia evolui.

  12. #12

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    O problema maior que eu vejo, é que voce pode atender atualmente até com cambium, entregar uma boa banda. Passa seu concorrente com fibra o cara migra sem 2x. Só pra dizer TENHO FLIBAAA EM CASA huaahuhua.

    Isso é fato e não tem muito oque fazer.



  13. #13

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Tem até uma certa logica..... mas quem presta um trabalho honesto pode até perder clientes para a fibra como ja aconteceu comigo, mas instalam com o concorrente na fibra e certo tempo depois se decepcionam imensamente pois gastam com o investimento que o provedor via fibra cobra e este provedor se alguem conhenhece do assunto e verifica.... ele tem meio de transporte otimo mas nao tem infraestrutura, link insuficiente (pois ja saem vendendo 10, 15mbits) e como investiram muito na fibra nao atualizam seus links na proporcao necessaria a atender seus clientes, fora outros detalhes que teriam que se adequar para fornecer via fibra (imagina, o camarada coloca uma ccr com 9 cores para atender 1000 clientes a 10mbits e sabemos que o mk-os nao distribui o processamento adequadamente entre os cores..... 1 core fica com 45% de uso e os outros com 1 a 4% de uso) e juntando tudo geralmente os projetos que ja vi ficam a desejar..... claro fora os clientes empresariais que geralmente temos uma infraestrutura e um cuidado especial..... É minha opiniao..... abraços a todos

  14. #14

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Citação Postado originalmente por JonasMT Ver Post
    O problema maior que eu vejo, é que voce pode atender atualmente até com cambium, entregar uma boa banda. Passa seu concorrente com fibra o cara migra sem 2x. Só pra dizer TENHO FLIBAAA EM CASA huaahuhua.

    Isso é fato e não tem muito oque fazer.
    Mas nem todos pensam assim. Quem mais vê dessa forma são esses "meninos" que ficam jogando e medindo velocidade toda hora e fazendo videozinho no YouTube e mostrando seu vivo fibra 100M. Mas não é o pensamento da maioria, a grande parte quer velocidade sim, claro, mas querem mesmo é só que tudo funcione sem travar. Dependendo da casa e da quantidade de pessoas e dispositivos 15M ainda é suficiente, nao sei com a crescente demanda de banda com outros componentes conectados. Mas o wireless está evoluindo muito tb

    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App



  15. #15

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Então pessoal é nesse ponto que queria chegar (ate com voce @TsouzaR que debatemos outro topico). Fibra é bom, é top, é estável, confiável, passa mais banda, possível agregar mais valor e produtos, porem a que ponto? Digo, a penetração da fibra em massa em um determinado bairro para atender centenas/milhares de clientes, para um provedor pequeno é muito dificil
    e caro
    Com tecnologias sem fio decentes (nada de 802.11 e frequência restrita) não é apenas difícil, é impossível e extremamente caro para provedores regionais.

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    sem falar que pode chegar uma vivo ou net da vida e levar vários clientes e teu ROI, vai la pra baixo, podendo ate falir um provedor, se o dono se afobar pensando que fibra é tudo.
    Se o cara pensa que fibra é tudo, ele não entende nada de telecom. Está no mesmo níveis desses caras que querem pegar um ADSL, colocar uma omni no telhado e falam que é só para ganhar uma grana extra.

    Em cidade pequena (até 50 mil habitantes), é muito pouco provável que operadoras cheguem nos próximos anos. Até lá tu já recebeu de volta tudo que investiu e talvez já tem até porte na região para concorrer com uma operadora que chegue, e por isso acho que investir em fibra agora, enquanto é tempo, longe das operadoras, é se preparar e fortalecer para quando chegarem no futuro.

    Já em cidades maiores é complicado mesmo, mas não impossível. Só tem que procurar uma demanda mal atendida pelas operadoras, como condomínios, em que a PredialNET no RJ, por exemplo, parece estar tendo bastante sucesso.

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Mostrei o Exemplo da Webpass pra vocês aqui do fórum, pq é possível e viável chegar no wireless e descer por cabo(fibra/utp/caxial). Na minha concepção é luxo atender cliente direto na fibra, tem que ter muita FÉ que o cara não atrase o pagamento e não queira cancelar ou se mudar se avisar o provedor. Na minha visão fibra é pra voce chegar de um pop a outro (como fazem as grandes), ou ativar um cliente empresarial....
    No meu ver os clientes têm que ser estimulados a terem medo do setor financeiro de uma empresa, hehehehe. Cliente que acha que pode atrasar ou mudar sem dar satisfação é aquele que acha que a empresa não vai fazer nada, porque a empresa dá essa imagem de não ser séria e deixar passar. Deixa claro que vai mandar o nome para o SPC sem dó, reforce a multa de cancelamento em contratos com fidelidade, ligue cobrando e ameace até raptar o cachorro do cliente, kkkk, faça terror e no fim ofereça um proposta com um pequeno desconto por uns meses para o cara continuar como cliente, inclusive no endereço novo em caso de mudança e caso haja viabilidade.

    Duvido que clientes façam essas desfeitas com operadoras por causa da impessoalidade. Essa relação mais pessoal com o cliente que provedor tem é boa, mas em relação a questões financeiras é problema, pode fazer o cliente achar que vai ser ter moleza em caso de desfeita. Setor financeiro/cobrança tem que ser o setor da maldade, sem dó, sem pessoalidade, e dizer que se não pagar, não compra mais nada na cidade (rimas propositais), kkkkk.

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Dou so um exemplo da llive tim, que estará expandindo sua rede para todo Brasil usando Wttx. Eles vão chegar com a fibra até o Pop e de la sairá pelas Erbs, direto pra casa do assinante com os modem 5G de internet fixa. Como a Sky faz hoje e o vivo box. Porem 5G. eles não vao querer mais chegar com a fibra ate ou cliente ou ate o dslan e sair cabeando, isso da um trabalho do inferno e funcionário de telecom tem mania horrível de fazer as coisas de qualquer jeito. No wireless tudo vai ser mais pratico.
    Ex: meu cunhado recentemente assinou por insistência da Sky, a sky banda larga, o técnico so chegou na sala colocou o aparelho e configurou em 5m e foi embora. O aparelho fica fixo na sala, mas roda netflix, youtuber e faz tudo que eles querem com 4M (casa com 4 pessoas). Agora imagina com 5G, entregando 10,15,20M pro assinante sem ter que puxar cabo nenhum pra casa do cliente!!! Com implantação fácil.
    A diferença é que operadoras possuem acesso a tecnologias sem fio decentes.
    Provedor fica nessas porcarias baseadas em gambiarra com 802.11, às vezes um TDMA para disfarçar, rádio de brinquedo, espectro poluído... não há futuro nisso.

    A TIM quer usar 700MHz para o Live no país todo. Que provedor tem condição de conseguir espaço nessa frequência ou de custear os equipamentos, que são feitos visando os altos recursos financeiros das grandes? Até o pessoal que comprou frequência no leilão da Anatel teve que se juntar em consórcio com mais de 50 provedores para ter alguma condição de trabalhar nela... E antes que fale, eu não confiaria na possibilidade de consórcio, parceria e afins para tornar algo custoso viável, provedor regional é muitas vezes administrados por gente sem visão e gananciosa.

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    OBS: Acho que juntei aquele nosso outro debate com esse, porem só quero dizer com esse tópico é que a gigante esta partindo pro wireless, a live tim tambem e nos estamos querendo "regredir" ?
    O que precisamos é maior atuação da anatel em fiscalizar o espectro, os piratinhas, esses inúmeros PTP de empresas, para que a gente possa trabalhar com mais folga enquanto nossa tecnologia evolui.
    Empresas grandes possuem recursos para partir para o wireless de forma decente, provedores regionais não. Fibra é caro, muito caro mesmo, mas é o que há de minimamente acessível para atender as crescentes demandas.

    Citação Postado originalmente por JonasMT Ver Post
    O problema maior que eu vejo, é que voce pode atender atualmente até com cambium, entregar uma boa banda. Passa seu concorrente com fibra o cara migra sem 2x. Só pra dizer TENHO FLIBAAA EM CASA huaahuhua.

    Isso é fato e não tem muito oque fazer.
    Pois é. Não importa se o cara está migrando para fibra porque precisa de banda ou apenas por hype, mas está pagando e dinheiro é dinheiro. O negócio é focar em fidelizar o cliente, seja com serviços de valor agregado ou com um contrato com fidelidade.

    Citação Postado originalmente por delubio Ver Post
    Tem até uma certa logica..... mas quem presta um trabalho honesto pode até perder clientes para a fibra como ja aconteceu comigo, mas instalam com o concorrente na fibra e certo tempo depois se decepcionam imensamente pois gastam com o investimento que o provedor via fibra cobra e este provedor se alguem conhenhece do assunto e verifica.... ele tem meio de transporte otimo mas nao tem infraestrutura, link insuficiente (pois ja saem vendendo 10, 15mbits) e como investiram muito na fibra nao atualizam seus links na proporcao necessaria a atender seus clientes, fora outros detalhes que teriam que se adequar para fornecer via fibra (imagina, o camarada coloca uma ccr com 9 cores para atender 1000 clientes a 10mbits e sabemos que o mk-os nao distribui o processamento adequadamente entre os cores..... 1 core fica com 45% de uso e os outros com 1 a 4% de uso) e juntando tudo geralmente os projetos que ja vi ficam a desejar..... claro fora os clientes empresariais que geralmente temos uma infraestrutura e um cuidado especial..... É minha opiniao..... abraços a todos
    Incompetência do provedor em elaborar sua infraestrutura e gestão não desmerecem as tecnologias por fibra óptica, apenas a empresa em específico.

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Mas nem todos pensam assim. Quem mais vê dessa forma são esses "meninos" que ficam jogando e medindo velocidade toda hora e fazendo videozinho no YouTube e mostrando seu vivo fibra 100M. Mas não é o pensamento da maioria, a grande parte quer velocidade sim, claro, mas querem mesmo é só que tudo funcione sem travar. Dependendo da casa e da quantidade de pessoas e dispositivos 15M ainda é suficiente, nao sei com a crescente demanda de banda com outros componentes conectados. Mas o wireless está evoluindo muito tb

    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App
    Um cara desses que contrata sem necessidade, apenas para ficar mostrando, são uma boa contribuição ao faturamento da empresa, hehehehe. Dinheiro é dinheiro.

    Como você vai entregar 15Mbps ou mesmo 10Mbps no wireless, com um upload decente (que hoje é tão importante quando download, mas muitos ainda desmerecem e fazem os clientes esperarem vários minutos para enviar uma foto ou vídeo para a Internet) e de forma acessível a provedores regionais?

    Até agora o que mais se aproxima é Cambium ePMP, mas acho extremamente caro no cliente (quase o preço de 2 instalações FTTH), latência alta (acho alto qualquer valor acima de 5ms entre o cliente e o ponto de acesso), se vender muito upload vai faltar no download igual todo rádio TDMA comum, suscetível a interferência gerada por terceiros (a sincronização por GPS só resolve interferência gerada por outros pontos de acesso na mesma torre), etc.

  16. #16

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Citação Postado originalmente por FMANDU Ver Post
    Mas nem todos pensam assim. Quem mais vê dessa forma são esses "meninos" que ficam jogando e medindo velocidade toda hora e fazendo videozinho no YouTube e mostrando seu vivo fibra 100M. Mas não é o pensamento da maioria, a grande parte quer velocidade sim, claro, mas querem mesmo é só que tudo funcione sem travar. Dependendo da casa e da quantidade de pessoas e dispositivos 15M ainda é suficiente, nao sei com a crescente demanda de banda com outros componentes conectados. Mas o wireless está evoluindo muito tb

    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App
    Olha só se for ai na sua regiao, aqui pro norte de mato grosso só se fala na bendita "fliba" kkkkkk

    Eu em wire nao invisto mais nada alem de rb912 e sxt. Gastei um nota em rb922, af5-x, mimosa e até mesmo epmp "o qual nao gosto da latencia" se o tdd no multi ponto for a mesma do modo PTP dispenso.

    Prefiro em mk até aonde puder e quando sobrar um $$ começar bairro a bairro com fibra até a casa do cliente, projetos com utp acho um tiro no pé principalmente pela quantidade de raio aqui da regiao

    @TsouzaBR sabias palavras, acerto em cheio sua colocação do pq as grandes querem e podem investir em wire.



  17. #17

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Por aqui não vejo essa loucura de fibra não. Tem alguns provedores que já partiram pra 100% Fibra, mas o que vejo galera querendo é velocidade. Eu mesmo não consigo atender com mais de 10m. Mas me respondam uma coisa:
    Bem aqui em frente ao meu pop principal é principal bairro que atendo, está todo cadeado com duas empresas no docsis(uma é a net),oi, um outro provedor na fibra e mais a Tim e vivo trazendo fibra para dois shoppings perto. Tentei aprovar um projeto para um ptp em fibra de um pop a outro e não consegui, cia elétrica disse que não tem mais espaço, mas a vivo/GVT começou a cabear. O que eu posso fazer? Só estou tentando transportar link de um pop a outro em 700m.


    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App

  18. #18

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Cabeamento aqui não é fácil, não por questões jurídicas, mas sim de lotação. Se o futuro for só fibra, então é bom quem trabalha só no radio ir logo procurando outro negócio. E o Google que está fazendo isso e o Live tim, vão quebrar usando wireless(sarcasmos a parte) acredito que logo em breve abrirá alguma frequência para que possamos passar pelo menos os ptp

    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App



  19. #19

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Bem esse é meu problema com essas novas tecnologias: Ter tecnologia pra X ou Y não quer dizer nada, se o problema é a implantação no mundo real, uma tecnologia nova e ultra complexa compete em espaço com tecnologia de 1970.

    Poste é uma coisa maluda, tem eletricidade logo ali do lado mas você não pode colocar um AP wifi em cada poste usando essa eletricidade (Teria que pagar por medidor individual), e na prática temos um poste a cada 30-70m, cada poste tem 10-20 clientes em potencial por perto, casa bem com AP wifi. Mas não adianta nada ter essa possibilidade tecnológica se na prática não tem como pegar a eletricidade do lado, nem tem organização suficiente pra ter canais livres (Mesmo em 5GHz) e organizados, alias, na prática até 3G e 4G é uma zona ridícula com uma torre superlotada com 10 mil usuários e outra vazia com 1 mil.

    Eu espero muito mais dos roteadores (AP, cliente, repetidor) mobile com bateria e célula fotovoltaica por isso, pra poder ser simplesmente "colocado" nalgum canto, sem precisar passar cabeamento e tal.



    Alias, onde há postes lotados daria pra requerer na prefeitura autorização pra uso de valetas, mas a zona é tão grande que você teria que conseguir ladrilhos importados e outras firulas pra reparar umas calçadas pela cidade, já que duvido muito que o setor de obras da prefeitura aceite valetadeira quase no meio da rua (Porque na beirada da calçada passa a rede de água e esgoto). Olha a largura da rua, ali de baixo, no meio mesmo, cabe fibra e cabeamento aos montes, uma valetadeira faz isso sem tanto incômodo, mas o custo inicial é alto (Talvez 5 anos de alugueis de poste paguem o custo da valetadeira, brita e piche, não fiz a conta) e ao menos por aqui as prefeituras não liberam nenhum uso subterrâneo das ruas.

    (Alias, ainda que tivéssemos dinheiro pro estado fazer isso, olha a demora: http://eleicoes.uol.com.br/2016/noti...ia-30-anos.htm Em 30 anos teremos muuuuitas tecnologias diferentes, não dá pra colocar todas as esperanças em fibras enterradas)

    Uma figura que talvez entre nas legislações futuras é obrigatoriedade de compartilhar infraestrutura. Como a cia elétrica é obrigada a alugar os postes quando há espaço, poderia haver a previsão de obrigação de alugar uma lambda de fibra (Ou um par metálico, no caso da linha telefônica) nalgum trajeto. Nos anos 90 aqui tinha muita linha telefônica privada (Um par metálico entre 2 endereços) e era meio barato, hoje se houvesse essa possibilidade eu estaria usando MUITO, a velocidade via par metálico é meio baixa mas isso seria uma solução muito mais simples e barata que os mini-PTP wifi ou que os backups e serviços de sincronização na nuvem (Que na real só existem agora, e aqui na roça ainda não tem upload decente pra nada online, com 200-300kbps de upload (Em ADSL de 10M) é impossível fazer uso empresarial de um dropbox da vida, só serve pra backup de conteúdo mínimo tipo alguns pdf por dia.

    No ES não sei bem porque tem uma montoeira de provedor cabeado, de tudo que é tipo e com tudo que é legalidade, chega a ponto do MP ter que intervir:
    http://g1.globo.com/espirito-santo/n...refeitura.html

    Enquanto tiver essa zona eu não acredito em nenhuma tecnologia revolucionando nada, cada local vai ter mais facilidade pra algo, a fibra onde é possível acho que deve prevalecer, mas se faltar espaço tenho certeza que teremos muito provedor 5GHz em 2026, cada tecnologia atendendo algum nicho.

    (A faixa dos 700MHz pra uso rural deve virar piada, só agora em 2015 teve notificação oficial pra desocupar o espectro, então entre 2017 e 2018 começarão os testes e instalações, provavelmente lá por 2019 vão ter aqueles planos ótimos de 1Mbps (Afinal são canais de 5 ou de 6MHz), quando provedor via rádio vende 10-15Mbps na zona rural. A faixa dos 900MHz ta aí pra mostrar o quão inútil é ter um espectro estreito (Menos de 20MHz ao todo). A faixa dos 3,5GHz pra LTE tá ai mas a Sky faz cagadas enormes (Instala sem visada) e ocupa o espectro sem proporcionar um serviço decente (O cliente é que precisa ir instalar as CPE's com visada, porque a Sky não resolve nada), eu não duvido que a faixa dos 700MHz passe por isso, com operadora vendendo modem ou CPE (Igual vendem modem 3G/4G) pro cliente instalar do jeito mais porco possível e ter conexão ruim. Nessa hora só o provedor via rádio tem potencial pra ter qualidade em todos os clientes porque é (Devia ser) um profissional no ramo que posiciona antena e cabeamento)

  20. #20

    Padrão Re: Google Fiber to test home wireless internet - Será ? Vamos discutir

    Penso o mesmo @rubem, creio eu que não demore uma lei que obrigue o compartilhamento de infra, a demanda por cabeamento é absurda, não só de provedor, mas se empresas matriz/filial, monitoramento de ruas (aqui tem fibra tanto de monitoramento de trafego da prefeitura, como de monitoramento urbano da pm).
    Uma coisa eu sei, o mercado está agitado no mundo todo. Provedores, distribuidores, fábricas, engenheiros.... Todos correndo para aperfeiçoar a tecnologia e aumentar a capacidade de banda.

    Enviado via Moto G (4) usando UnderLinux App