+ Responder ao Tópico



  1. PEssoal tenho uma torre onde é meu entrocamento com o link e com os clientes, e os clientes conecta no painel, hoje quero levar a Rb1100 que autentica os usuario para a torre solar onde la tenho 5 rb mikrotik e 2 ubnt, minha pergunta é:

    sera que a RB 1100 dara algum problema futuro por causa da energia solar? pois o controlador é mediano..

    Minha estrutura solar é: controlador TRACER MPPT 2210A 24V, placa solar 260W e 2 bat estacionaria 80AH.

    minha preocupação é com a RB 1100, sera que aguentaria na energia solar sem dar maiores problema?

    quanto gastaria uma RB 1100??

  2. Eu não arriscaria tanto, ja tive diversos problemas



  3. Amigo, energia solar é bem complicado, para ter certeza faça a medição com um amperímetro de quantos amperes o seu painel fornece na prática e quanto os equipamentos consomem, com essas informações posso fazer um calculo pra você. Recomendo que troque sua 1100 por uma 3011 que é bem melhor.

  4. Imagino que seja RB1100AHx2, porque a RB1100 é velha, não sei se alguma sobreviveu.

    Se o controlador solar deixar passar de uns 28 ou 29V, pode ter problemas, nas baixar quase 1,5V é simples por precaução, coloque 2 diodos comuns em série na saída do controlador solar,
    diodo comum dá queda de 0,7V, 2 darão queda total de 1,4V.

    Ou seja, se o controlador deixa sair 28V, terá na prática 26,6V indo pra RB1100AHx2, é tranquilo pra ela.

    Já que vai ter diodo, faz um filtro LC logo de uma vez, vai que um dia troca esse ótimo controlador MPPT por um ruidoso controlador PWM barato.

    Filtro LC é isso aqui:
    https://under-linux.org/attachment.p...4&d=1452749371
    ou
    https://under-linux.org/attachment.p...3&d=1452749356

    Pra RB1100AHx2 em 24V, um diodo 1N5404 já serve, não seria bom um 1N4007 (Ia aquecer demais), mas qualquer 1N5404, 5406 ou 5408 já é mais que suficiente. Se usar 2 em série praticamente morre possibilidade de passar até de 27V.

    Sobre a operação em baixa tensão, o range da RB1100AHx2 é 10-28V, então bateria baixa, com 21,8V talvez, chegando na prática 20,4V na RB depois de 2 diodos, ainda é tensão mais que suficiente, é o dobro do mínimo que o VRM interno dela precisa.



    Já se for RB1100 mesmo, ela opera acho que até uns 26,5V com garantia, acima disso não sei, seria caso de colocar 4 ou 5 diodos 1N5404 em série pra garantir uma queda de tensão de uns 3V praticamente, mas ainda não é grave, esses diodos custam R$ 0,25 no máximo, com a corrente baixa de uma RB1100 em 24V eles mal aquecem, vão durar uns 15 anos (E se não tiver nem um míseros soldados de R$ 1,99, pode até emendar os terminais, torcendo eles igual eletricista porco faz em instalação elétrica doméstica, sem solda, na maior gambiarra, mas funciona).

    Quanto a consumo, em pico é algo na casa de 20W pra RB1100, e 25W pra RB1100aHx2. Como média pra uma centena de clientes dá pra falar nuns 18 e 21W respectivamente, já que de madrugada são muitas horas de baixo tráfego, a média cai muito.

    18 e 21W em 24h dão respectivamente 432 e 504Wh.dia, em 24V vem a ser 18 e 21Ah.dia consumidos das baterias, como tem sol umas 7 ou 8h.dia, na verdade só 3/4 disso saem das baterias (O 1/4 restante vem direto do painel), seria 13 e 16Ah.dia saindo das baterias, só isso já passa dos 20% de descarga então só uma RB1100AHx2 já descarrega demais um par de baterias de 80Ah (Se tiver descarga diária de 40%, a vida útil da bateria será de uns 600 ciclos, nesse caso uns 600 dias, ou seja, em 2 anos a bateria perderá uns 20% da capacidade e já sai da garantia. Vide a perda de vida útil conforme a profundidade da descarga:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Baterias_Freedom_Ciclos_de_Vida_02.jpg
Visualizações:	26
Tamanho: 	37,4 KB
ID:      	66968

    Então o menor problema é alimentação na RB1100 ou RB1100AHx2, ambas se resolve com uns diodos de 25 centavos. Mas a descarga percentual diária grande (Em sistema solar se come 1 ciclo por dia) vai matar essas baterias mais cedo. Bateria estacionária tem que ser calculada pra descarregar uns 20 a 22% por dia, só assim pra passarem dos 4 anos. Se tiver descarga de 60% todo dia, mal dura 18 meses! Essa questão da profundidade da descarga a cada ciclo é muito séria, muuuuuuito mais que uma mísero tensão meio alta numa RB (Sendo que a MK faz quase todo produto pra operar de 10 a 28V, ou 10 a 30V conforme a linha, justo pra sobreviver em sistema solar que chega conforme circuito a 28V com bateria carregada em flutuação).

    Se já tem o sistema rodando, e no multímetro nunca mediu mais que 27V, pode plugar sem diodo mesmo, quer dizer que o controlador de carga tem compensador por temperatura (Quanto maior a temperatura, menor deve ser a tensão de flutuação), mas eu ainda assim faria um filtro LC, custa MIXARIA fazer um filtrinho LC de modo que é quase um crime não fazer sequer uma porcariazinha dessa, leva minutos, gasta só sucata, e filtra todo transiente maior que aparece em DC (Controlador PWM tem muito ruído, controlador MPPT não tem, mas vai que um queima e você precisa substituir provisoriamente um dia! Fazer um filtro LC é brincadeira de criança, é muito simples).



  5. Amigo tenho um cenário parecido que funciona a mais de um ano! A melhor sistema elétrico que existe a meu ver é o solar pois nunca queimou nada ! O segredo é dimensionar o sistema de acordo com a necessidade, só tive problemas no início pois Não usava MPPT! Va sem medo! Se eu pudesse todos meus pops seriam a energia solar! Tenho uma rb2011 uais + Rocket +2 powerbean isso em um painel 24v 150 w , 2 bateria estacionária de 60 e o MPPT! Nunca tive problemas!

  6. Acho que o Rubem explicou bem, aqui utilizo controladores pwm, compro por dúzias (rsrsrsr), todas minhas torres estão com energia solar, somente os servidores que consomem muita energia estão na rede elétrica ainda. Tenho uma rb1100ahx2, como já foi dito se passar dos 28v ela começa a reiniciar, deve ser por sobre tensão, para alimentar esta rb utilizo um painel de 150w e uma bateria estacionária moura de 220Ah, o restante funciona tudo em 24v. Se utilizar energia solar vai se livrar de muitos problemas, aconselho utilizar controladores MPPT e seja feliz.



  7. Citação Postado originalmente por Globalnetrj Ver Post
    Amigo tenho um cenário parecido que funciona a mais de um ano! A melhor sistema elétrico que existe a meu ver é o solar pois nunca queimou nada ! O segredo é dimensionar o sistema de acordo com a necessidade, só tive problemas no início pois Não usava MPPT! Va sem medo! Se eu pudesse todos meus pops seriam a energia solar! Tenho uma rb2011 uais + Rocket +2 powerbean isso em um painel 24v 150 w , 2 bateria estacionária de 60 e o MPPT! Nunca tive problemas!
    Amigo tenho uma torre com energia solar. Com 2 RB912 e uma RB750Gr3 (hEX), todas estão ligas em um patch panel volt, porém o patch panel está ligado direto nas baterias e não na saída do controlador de carga. Você aconselha liga o patch panel na saída do controlador.

  8. Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Imagino que seja RB1100AHx2, porque a RB1100 é velha, não sei se alguma sobreviveu.

    Se o controlador solar deixar passar de uns 28 ou 29V, pode ter problemas, nas baixar quase 1,5V é simples por precaução, coloque 2 diodos comuns em série na saída do controlador solar,
    diodo comum dá queda de 0,7V, 2 darão queda total de 1,4V.

    Ou seja, se o controlador deixa sair 28V, terá na prática 26,6V indo pra RB1100AHx2, é tranquilo pra ela.

    Já que vai ter diodo, faz um filtro LC logo de uma vez, vai que um dia troca esse ótimo controlador MPPT por um ruidoso controlador PWM barato.

    Filtro LC é isso aqui:
    https://under-linux.org/attachment.p...4&d=1452749371
    ou
    https://under-linux.org/attachment.p...3&d=1452749356

    Pra RB1100AHx2 em 24V, um diodo 1N5404 já serve, não seria bom um 1N4007 (Ia aquecer demais), mas qualquer 1N5404, 5406 ou 5408 já é mais que suficiente. Se usar 2 em série praticamente morre possibilidade de passar até de 27V.

    Sobre a operação em baixa tensão, o range da RB1100AHx2 é 10-28V, então bateria baixa, com 21,8V talvez, chegando na prática 20,4V na RB depois de 2 diodos, ainda é tensão mais que suficiente, é o dobro do mínimo que o VRM interno dela precisa.



    Já se for RB1100 mesmo, ela opera acho que até uns 26,5V com garantia, acima disso não sei, seria caso de colocar 4 ou 5 diodos 1N5404 em série pra garantir uma queda de tensão de uns 3V praticamente, mas ainda não é grave, esses diodos custam R$ 0,25 no máximo, com a corrente baixa de uma RB1100 em 24V eles mal aquecem, vão durar uns 15 anos (E se não tiver nem um míseros soldados de R$ 1,99, pode até emendar os terminais, torcendo eles igual eletricista porco faz em instalação elétrica doméstica, sem solda, na maior gambiarra, mas funciona).

    Quanto a consumo, em pico é algo na casa de 20W pra RB1100, e 25W pra RB1100aHx2. Como média pra uma centena de clientes dá pra falar nuns 18 e 21W respectivamente, já que de madrugada são muitas horas de baixo tráfego, a média cai muito.

    18 e 21W em 24h dão respectivamente 432 e 504Wh.dia, em 24V vem a ser 18 e 21Ah.dia consumidos das baterias, como tem sol umas 7 ou 8h.dia, na verdade só 3/4 disso saem das baterias (O 1/4 restante vem direto do painel), seria 13 e 16Ah.dia saindo das baterias, só isso já passa dos 20% de descarga então só uma RB1100AHx2 já descarrega demais um par de baterias de 80Ah (Se tiver descarga diária de 40%, a vida útil da bateria será de uns 600 ciclos, nesse caso uns 600 dias, ou seja, em 2 anos a bateria perderá uns 20% da capacidade e já sai da garantia. Vide a perda de vida útil conforme a profundidade da descarga:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Baterias_Freedom_Ciclos_de_Vida_02.jpg
Visualizações:	26
Tamanho: 	37,4 KB
ID:      	66968

    Então o menor problema é alimentação na RB1100 ou RB1100AHx2, ambas se resolve com uns diodos de 25 centavos. Mas a descarga percentual diária grande (Em sistema solar se come 1 ciclo por dia) vai matar essas baterias mais cedo. Bateria estacionária tem que ser calculada pra descarregar uns 20 a 22% por dia, só assim pra passarem dos 4 anos. Se tiver descarga de 60% todo dia, mal dura 18 meses! Essa questão da profundidade da descarga a cada ciclo é muito séria, muuuuuuito mais que uma mísero tensão meio alta numa RB (Sendo que a MK faz quase todo produto pra operar de 10 a 28V, ou 10 a 30V conforme a linha, justo pra sobreviver em sistema solar que chega conforme circuito a 28V com bateria carregada em flutuação).

    Se já tem o sistema rodando, e no multímetro nunca mediu mais que 27V, pode plugar sem diodo mesmo, quer dizer que o controlador de carga tem compensador por temperatura (Quanto maior a temperatura, menor deve ser a tensão de flutuação), mas eu ainda assim faria um filtro LC, custa MIXARIA fazer um filtrinho LC de modo que é quase um crime não fazer sequer uma porcariazinha dessa, leva minutos, gasta só sucata, e filtra todo transiente maior que aparece em DC (Controlador PWM tem muito ruído, controlador MPPT não tem, mas vai que um queima e você precisa substituir provisoriamente um dia! Fazer um filtro LC é brincadeira de criança, é muito simples).
    Amigo estou usando o patch panel ligado direto nas baterias, você recomenda ligar ele no controlador de carga ou posso deixar assim.



  9. Citação Postado originalmente por eduardoalmeida Ver Post
    Amigo estou usando o patch panel ligado direto nas baterias, você recomenda ligar ele no controlador de carga ou posso deixar assim.
    Recomendo ligar no controlador solar se tiver risco da bateria zerar um dia (Por falta de sol por muitos dias).

    Bateria não pode zerar, digo, não poderia nem ser descarregado abaixo de uns 10,3V (20,6V em sistema 24V).

    O controlador solar tem uma saída DC por isso, evitar a descarga profunda das baterias, porque além de matar MUITO a vida útil delas, AS VEZES o controlador não consegue vencer a resistência interna ou nem detecta que tem bateria plugada, é a situação que a bateria zera, mas quando vem o sol ela não é carregada.

    Já se opera com descarga diária de uns 20%, e nunca tem mais que 2 ou 3d nublados (A maior parte do CO, N, NE e norte de MG é assim), nunca vai zerar a bateria então tanto faz. A saída do controlador solar é só proteção pra descarga profunda, se não tem como ocorrer essa descarga profunda então é uma proteção pra um risco inexistente no seu uso.

    Se não sabe qual o percentual de descarga da bateria, por precaução ligue o consumo na saída do controlador, não custa nada (Não tem nenhum motivo pra evitar isso).






Tópicos Similares

  1. Rb 1100 na bateria
    Por genadir.coelho no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 24-01-2015, 16:21
  2. Configurar Varias Saidas Ether na RB 1100
    Por Mauricio BRT no fórum Certificação
    Respostas: 4
    Último Post: 14-04-2014, 08:01
  3. Hotspot em 2 Interfaces na RB 1100
    Por arasouza no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 22-02-2014, 18:49
  4. RB, energia solar
    Por iriojuliano no fórum Redes
    Respostas: 35
    Último Post: 17-10-2013, 20:50
  5. energia solar pra rodar uma rb 433
    Por mdcsp no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 09-06-2009, 17:18

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L