+ Responder ao Tópico



  1. #1
    leonsimpai
    Comunidade sai em contra-ataque à SCO
    Quinta-feira, 07 de agosto de 2003 - 19h20

    SÃO PAULO - Desde que a SCO decidiu se intitular dona do Unix e de trechos do kernel do Linux, toda a comunidade do software livre vem protestando contra as medidas adotadas pela empresa em sua busca desesperada por recursos financeiros.

    As empresas envolvidas no assunto (em especial a IBM, primeiro alvo da SCO) demoraram um pouco para revidar, mas agora decidiram lutar com tudo.

    No começo desta semana, a Red Hat entrou na justiça contra a SCO para proteger seu sistema de possíveis processos por infração de patentes e também para acusar a SCO de disseminação que boatos e conseqüente desestabilização do mercado.

    Em 5 de agosto, um dia após o anúncio da Red Hat, a SuSE - parceira da SCO no projeto UnitedLinux, assim como a Conectiva - soltou um comunicado de apoio à iniciativa.

    "Recentemente, houve uma série de declarações não comprovadas e exageradas que, acreditamos, tentaram em um primeiro momento retardar a aceitação inevitável do Linux", diz o comunicado.

    "Linux é uma tecnologia sem limites, que incomoda muitos, confunde alguns (...) e sempre haverá aqueles que lutam para manter o status quo, lutam para se prender a uma proposta perdedora. As atitudes da SCO já foram barradas na Alemanha e nós aplaudimos a ação da Red Hat para tentar pará-las também nos Estados Unidos e em outros lugares. Aplaudimos seus esforços para restringir a retórica do grupo SCO e definiremos, em breve, o que a SuSE poderá fazer para apoiar a Red Hat em suas ações", prossegue.

    No texto, a SuSE também convida a SCO a "acabar com o medo, as incertezas e as dúvidas" do mercado e a se unir à ela e ao resto da comunidade para o desenvolvimento de novos paradigmas do software livre.

    Ontem, dia 6, a IBM - que é processada pela SCO pela suposta "divulgação de segredos industriais" - decidiu, enfim, processar sua agora arquiinimiga.

    Em um documento de 45 páginas, a Big Blue acusa a SCO de violação das regras de licenciamento determinadas pela GPL, a General Public License, adotada por praticamente toda a comunidade do software livre.

    Quem também se manifestou contra a SCO foi um dos pais do software livre, o criador do manifesto Open Source Definition Bruce Perens. Hoje (7), em seu discurso durante a LinuxWorld, que acontece em São Francisco, Perens compara o Linux a um movimento social, com "idéias próprias sobre qualidade de software, competição, direitos autorais e patentes e propriedades".

    "Além da arte, é muito difícil ver um movimento social criar produtos reais. E o fato de fazermos produtos reais nos fez ter inimigos reais", declarou Perens. "Hoje, o inimigo mais visível é a SCO. Mas atrás da SCO estão inimigos mais sérios como a Microsoft, que forneceu recursos significativos para a SCO entrar na guerra contra o software livre".

    -------------------------

    OLHA GALERA, QUE E DA FAMILIA DO LINUX, VAMOS BOTAR PARA QUEBRAR EM CIMA DA ( SCO )...
    DESCULPE FALAR A MANEIRA MAS QUERO QUE TODOS DA SCO SE ---> FODAM <---
    POIS NINGUEM IRA TIRAR ESTE MUNDO MARAVILHOSO QUE NOS TEMOS QUE E O LINUX . <IMG SRC="images/forum/icons/icon_mad.gif"> <IMG SRC="images/forum/icons/icon_mad.gif"> <IMG SRC="images/forum/icons/icon_mad.gif">

  2. #2
    Linux viverá tempos difíceis no mercado de desktops, diz analista
    da Folha Online

    Apesar do recente aumento de interesse pelo Linux, ele não deve fazer sucesso junto aos usuários de desktop, prevê um analista do Gartner. O Linux será adotado por não mais que 5% dos desktops em todo o mundo nos próximos dois ou três anos por causa da falta de aplicativos, explicou Phil Sargeant, do instituto de pesquisas.

    Segundo ele, "precisaremos ver mais ferramentas para o Linux decolar nesse mercado." Sargeant mencionou a StarOffice e a OpenOffice.org como um dos poucos exemplos de bons provedores dessas ferramentas.

    O Lindows, voltado para o mercado de desktops nos Estados Unidos, oferece centenas de programas por uma taxa única no site Click-N-Run, mas Sargeant não vê isso como uma séria ameaça para a Microsoft. "Lindows é um concorrente, mas não um grande concorrente", disse ele à ZDNet. "Não espero um migração em massa do Windows para qualquer outros sistema operacional."

    Sargeant discorda das especulações da indústria de que a Microsoft iria eventualmente oferecer o Windows gratuitamente com a finalidade de continuar vendendo seus outros aplicativos. "Ela pode até abrir parte do código, como já fez, mas não irá oferecer o Windows de graça", disse.

    A Microsoft está começando a considerar o Linux uma ameaça, porém, sues executivos vêm ridicularizando essa ameaça sempre que podem, contou Sargeant.

    Mercado de servidores
    A comunidade Linux não está direcionando seus esforços para o mercado de desktops, mas para o de servidores, de acordo com Sargeant.

    "O Linux é o sistema operacional que crescerá mais rapidamente; ele representará cerca de 18% do faturamento de sistemas para servidores nos próximos cinco anos", disse Sargeant.

    Concorrência
    Entre os vendedores de Linux, o analista do Gartner acredita que a Red Hat continuará liderando o mercado. "A Red Hat é de longe o maior distribuidor de Linux. É a única a ganhar dinheiro e financeiramente viável", disse. Sargeant prevê que a Red Hat manterá um market share entre 50% e 60% nos próximos cinco anos.



  3. #3
    leonsimpai
    Red Hat sai em defensiva e processa a SCO
    Segunda-feira, 04 de agosto de 2003 - 17h08

    SÃO PAULO - A Red Hat entrou hoje (4) com uma queixa formal contra a SCO, em um total de sete alegações, na corte de Delaware, nos Estados Unidos.

    A SCO causou um grande rebuliço nos mercados Unix e Linux quando abriu um processo contra a IBM, exigindo um bilhão de dólares por "vazamento de segredos industriais". Depois, criou novos sistemas de licenciamento e ameaçou processar até os usuários.

    As alegações da Red Hat estão divididas em dois grupos, segundo o InternetNews.com: o primeiro traz documentos com os quais a empresa quer provar que suas tecnologias não infringem nenhuma propriedade intelectual da SCO. Outras cinco queixas - o grupo dois - invocam a Lanham Act e pedem a injunção permanente contra os responsáveis pela SCO para impedir atitudes (da SCO) que a Red Hat considera como "provocações não confirmadas e disseminação de boatos".

    "Nos últimos dois meses, ouvimos estas reinvidicações infundadas. Nós fomos pacientes. Nós escutamos. Mas agora, que nossos clientes e toda a comunidade do software livre estão sendo ameação dos com boatos e insinuações, é hora de agir", disse o CEO da Red Hat, Matthew Szulik, ao InternetNews.com. "Queremos descobrir a verdade. Nossa sugestão é que a SCO prove o que diz".

    Mas há mais uma farpa por trás: segundo Szulik, em uma conferência para investidores a SCO citou nominalmente a Red Hat em um discurso que "criou uma atmosfera de medo, dúvidas e incertezas sobre o Linux". "Queremos que a SCO seja impedida judicialmente de fazer afirmações mentirosas que ataquem a Red Hat e a integridade do processo de desenvolvimento de programas de código aberto", clamou o executivo.

    A Red Hat informou também que doou um milhão de dólares para a criação de um novo fundo financeiro para a comunidade do software livre. Este dinheiro cobriria as despesas legais de membros da comunidade que venham a ser processados pela SCO.

    Renata Mesquita, do Plantão INFO






Tópicos Similares

  1. Proteção Contra Ataque SYN ACK
    Por GivigiRJ no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 06-11-2008, 13:01
  2. Respostas: 11
    Último Post: 19-09-2007, 02:21
  3. Fraude Em Nossa Comunidade!!!!!!
    Por catvbrasil no fórum Redes
    Respostas: 35
    Último Post: 08-02-2007, 09:04
  4. Proteção contra Ataques Brute Force!
    Por Josevaldo no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 18-01-2007, 09:45
  5. (MX4000 128MB) Quando sai do X o shell não volta em ASCII
    Por cytron no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 17-10-2005, 00:31

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L