+ Responder ao Tópico




  1. Fala Galera.


    Pessoal, tenho uma maquina que uso em casa como servidor. Ja esta funcionando o DHCP, SAMBA, APACHE, NAGIOS e POP3. Mas não estou consigo configurar o Bind nela. Me deram ate a dica de instalar o Linuxconf pro RH, mas não achei o modulo dnsconf pro linuxconf do RH. Como tenho o NAGIOS instalado queria montar uns dominios e também precisava pro SENDMAIL, pois acho que ele não funciona sem o DNS. E não tenho a minima ideia como posso começar a criar os arquivo.

    Obrigado pela ajuda pessoal.


  2. #2
    paulogrifo
    Antes de começar, devemos ter configurado os arquivos:
    /etc/hosts,
    /etc/host.conf e
    /etc/resolv.conf.


    Arquivo /etc/resolv.conf
    Este arquivo contém as informações sobre o domínio da rede e o DNS para este computador.
    Search o nome do domínio que deve ser pesquisado para qualquer nome de máquina com a qual se conectar.
    Nameserver especifica o endereço do servidor de nomes (DNS) responsável por este computador
    Exemplo: /etc/resolv.conf
    search domínio.com.br
    nameserver 200.200.100.100

    Arquivo /etc/host.conf
    Este arquivo contém a ordem de resolução dos nomes das máquinas, neste exemplo, ele indica que em primeiro deverá ser pesquisado, por uma consulta DNS, o arquivo "/etc/hosts", em segundo, pesquisar no DNS, e por último, na configuração do NIS.
    Exemplo de: /etc/host.conf
    order hosts, bind, nis



    Arquivo /etc/hosts
    Este arquivo contém os endereços locais e dos demais computadores importantes da rede. É recomendado cadastrar neste arquivo os endereços das interfaces locais e seus respectivos nomes e apelidos.
    Exemplo de: cat /etc/hosts
    127.0.0.1 localhost.localdomain localhost
    200.200.100.100 dominio.com.br dominio



    Agora o BIND


    Arquivo /etc/named.conf
    Este é o principal arquivo do DNS e é responsável por indicar onde estão os outros arquivos de configuração do bind, assim como o DNS irá se comportar. Ele é lido quando o servidor de nomes for inicializado. Todas as linhas devem ser finalizadas por ponto-e-vírgula e as opções de itens devem ficar entre colchetes.
    Suas opções principais:

    directory
    Indica em qual diretório os arquivos de configuração devem ser localizado, neste caso o diretório /var/named é o diretório para as configurações do DNS e normalmente este é o diretório definido por padrão nos Sistemas Linux.

    forwarders
    Caso este DNS não saiba qual o endereço solicitado ele deverá perguntar aos DNS listados nesta opção sobre a requisição do usuário.

    zone
    Indica as zonas e temos:zona (.) hint, master (domínio), slave (secundária) e master (in-addr.arpa).

    Zone hint (.)
    especifica os servidores raízes da internet

    Zone.in-addr.arpa.
    Permite conseguir os nomes das máquinas através de seus endereços. Os endereços de máquinas são escritos ao contrário e estão gravados no arquivo indicado na sua opção (file).

    Zone .domínio.
    Identifica que foi criado um domínio e as configurações deste domínio estão no arquivo indicado na sua opção (file).

    Exedmplo de: /etc/named.conf
    options {
    directory "/var/named";
    forwarders {
    200.200.100.101; 200.150.150.2;
    };
    };
    zone "." {
    type hint;
    file "named.ca";
    };
    zone "100.200.200.in-addr.arpa" {
    type master;
    file "200.200.100";
    };
    zone "0.0.127.in-addr.arpa" {
    type master;
    file "named.local";
    };
    zone "domínio.com.br" {
    type master;
    file "dominio.com.br";
    };
    Obs: Não esqueça o ponto-e-vírgula no final das linhas.


    TODOS OS ARQUIVOS CITADOS ACIMA EM /etc/named.conf
    DEVEM EXISTIR E CORRETOS!!!

    Arquivo /var/named/named.ca
    Este arquivo descreve o nome dos servidores raiz do mundo da internet e normalmente não necessitamos modificá-los.
    Arquivo /var/named/named.local
    Este arquivo resolve os IPs do loopback de sua rede.
    # cat /etc/127.0.0
    $TTL 12H;
    @ IN SOA localhost. hostmaster.localhost. (
    2003081501; 7D; 6H;30D; 7D;
    )
    @ IN NS servidor.dominio.com.br.
    1 IN PTR localhost.
    Neste caso, o IP 127.0.0.(1) é o IP do localhost.

    Arquivo /var/named/200.200.100
    Este arquivo resolve os endereço IPs da rede 200.200.100, onde cada linha PTR representa um IP
    # cat /etc/200.200.100
    $TTL 12H;
    @ IN SOA servidor.dominio.com.br. webmaster.dominio.com.br.(
    2003081501; 7D; 6H;30D; 7D;
    )
    @ IN NS servidor.dominio.com.br.
    100 IN PTR servidor.dominio.com.br.
    Neste caso, o IP 200.200.100.(100) é o IP do computador dominio.com.br.

    Arquivo /var/named/domínio.com.br
    Este arquivo resolve os nomes das máquinas e aliases para seu domínio. Vários tipos de entradas são possíveis e as mais importantes estão neste exemplo:
    # cat /var/named/dominio.com.br
    $TTL 12H;
    @ IN SOA servidor.dominio.com.br. webmaster.dominio.com.br. ( 2003081501; 7D; 6H; 30D; 7D; )
    @ IN NS servidor.dominio.com.br.
    servidor IN A 200.200.100.100
    www IN CNAME servidor
    @ IN MX 5 servidor.dominio.com.br.
    @ HINFO "PIII 800" "Meu_comput"


    Obs: no RH tem uma ferramenta gráfica para edição de DNS (estes arquivos citados acima)
    # redhat-config-bind



  3. Valeu pela ajuda Paulo, mas ta brabo configurar isto aqui. Se possivel da uma olhada nas conf. E antes de configurar tinha 4 zonas, depois que configurei, pulou para 6, isso acho que ta certo. Se possivel alguem me da help... Valeu povo.
    number of zones: 6
    debug level: 0
    xfers running: 0
    xfers deferred: 0
    soa queries in progress: 0
    query logging is OFF
    server is up and running

    ************************named.conf**************************
    options {
    directory "/files/bind";
    // query-source address * port 53;
    };

    //
    // a caching only nameserver config
    //

    controls {
    inet 127.0.0.1 allow { localhost; } keys { rndckey; };
    };
    zone "." IN {
    type hint;
    file "named.ca";
    };

    zone "localhost" IN {
    type master;
    file "localhost.zone";
    allow-update { none; };
    };

    zone "0.0.127.in-addr.arpa" IN {
    type master;
    file "named.local";
    allow-update { none; };
    };

    zone "0.168.192.in-addr.arpa" {
    type master;
    file "192.168.0";
    };

    zone "jricardo.br" {
    type master;
    file "jricardo.br";
    };

    include "/etc/rndc.key";
    **********************fim***********************************

    *****************************jricardo.br**********************
    $TTL 12H;
    @ IN SOA avalon.jricardo.br. webmaster.jricardo.br.( 2003081501; 7D; 6H; 30D; 7D; )
    @ IN NS avalon.jricardo.br.
    servidor IN A 192.168.0.1
    www IN CNAME avalon
    @ IN MX 5 avalon.jricardo.br.
    @ HINFO "PIII 800" "Meu_comput"

    **********************fim***********************************

    *****************************192.168.0**********************
    $TTL 12H;
    @ IN SOA avalon.jricardo.br. webmaster.jricardo.br.(
    2003081501; 7D; 6H;30D; 7D;
    )
    @ IN NS avalon.jricardo.br.
    100 IN PTR avalon.jricardo.br.

    **********************fim***********************************






Tópicos Similares

  1. Disseminacao de dns atraves do dhcp
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 20-09-2004, 12:53
  2. Resolver dominio, DNS, BIND
    Por schuch no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 14-06-2004, 03:32
  3. Log para estatistica do site só grava IP interno
    Por Antenor Morais no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 02-05-2004, 19:17
  4. Servidor de DNS Bind 9
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 10-09-2003, 20:09
  5. servidor DNS (partindo do ZERO)
    Por meninao no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 11-08-2003, 16:09

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L