+ Responder ao Tópico



  1. #1
    crsurf
    Pessoal

    Estou montando um cluster com SuSE LES, drbd e heartbeat para banco de dados Sybase utilizando acesso a partições espelhadas através de raw devices.
    Alguém aqui do fórum já fez alguma experiência igual ou parecida?
    Notei uma situação estranha no arquivo /proc/drbd, pois o mesmo só contabilizado dados enviados e recebidos na primeira sincronização completa, depois mesmo forçando uma sincronização completa o arquivo continua mostrando os mesmos dados, não sei se o problema é devido a estar utilizado raw ou se é bug do kernel do SLES, pois já baixei a ultima versão do drbd e compilei, mas o problema continua.
    Se alguém quiser comentar alguma experiência de utilização do SLES com drbd também fico agradecido.

    Sds

    Cristiano

  2. Estou montando um cluster com SuSE LES, drbd e heartbeat para banco de dados Sybase utilizando acesso a partições espelhadas através de raw devices.

    Alguém aqui do fórum já fez alguma experiência igual ou parecida?

    R: SIM

    Notei uma situação estranha no arquivo /proc/drbd, pois o mesmo só contabilizado dados enviados e recebidos na primeira sincronização completa, depois mesmo forçando uma sincronização completa o arquivo continua mostrando os mesmos dados, não sei se o problema é devido a estar utilizado raw ou se é bug do kernel do SLES, pois já baixei a ultima versão do drbd e compilei, mas o problema continua.

    R: A sincronização e ressincronização são atos obrigatório em mecanismos de replicação de dados para se manter a consistência da informação, e dependerá de qual protocolo foi utilizado. Síncrono ou Assíncrono.

    O outro lado só enxergará os dados alterados no momento que o nodo principal cair, e o secundário montar o dispositivo /dev/nb0.


    Não usei o SuSe para isso, mas creio que não exista nenhum empecilho contra isso. Poste o seu drbd.conf para eu dar uma analisada.


    []´s

    Marcos Pitanga
    Linux Clusters Specialist

    HA + SLB + HPC



  3. #3
    crsurf
    cristiano@angra:~> cat /etc/drbd.conf
    resource drbd0 {
    protocol=C
    fsckcmd=/bin/true
    #skip-wait
    load-only
    inittimeout=30

    disk {
    do-panic
    disk-size = 32098k
    }

    net {
    sync-rate = 5M
    sync-min = 500k
    sync-max = 10M # maximal average syncer bandwidth
    tl-size = 5000 # transfer log size, ensures strict write ordering
    timeout = 60 # 0.1 seconds
    connect-int = 10 # seconds
    ping-int = 10 # seconds
    }

    on angra {
    device=/dev/nb0
    disk=/dev/hda5
    address=10.1.1.1
    port=7789
    }

    on ilhabela {
    device=/dev/nb0
    disk=/dev/hda8
    address=10.1.1.2
    port=7789
    }
    }

    resource drbd1 {
    protocol=C
    fsckcmd=/bin/true
    #skip-wait
    load-only
    inittimeout=30

    disk {
    do-panic
    disk-size = 160618k
    }

    net {
    sync-rate = 5M
    sync-min = 500k
    sync-max = 10M # maximal average syncer bandwidth
    tl-size = 5000 # transfer log size, ensures strict write ordering
    timeout = 60 # 0.1 seconds
    connect-int = 10 # seconds
    ping-int = 10 # seconds
    }

    on angra {
    device=/dev/nb1
    disk=/dev/hda6
    address=10.1.1.1
    port=7790
    }

    on ilhabela {
    device=/dev/nb1
    disk=/dev/hda9
    address=10.1.1.2
    port=7790
    }
    }

    resource drbd2 {
    protocol=C
    fsckcmd=/bin/true
    #skip-wait
    load-only
    inittimeout=30

    disk {
    do-panic
    disk-size = 208813k
    }

    net {
    sync-rate = 5M
    sync-min = 500k
    sync-max = 10M # maximal average syncer bandwidth
    tl-size = 5000 # transfer log size, ensures strict write ordering
    timeout = 60 # 0.1 seconds
    connect-int = 10 # seconds
    ping-int = 10 # seconds
    }

    on angra {
    device=/dev/nb2
    disk=/dev/hda7
    address=10.1.1.1
    port=7791
    }

    on ilhabela {
    device=/dev/nb2
    disk=/dev/hda10
    address=10.1.1.2
    port=7791
    }
    }
    cristiano@angra:~> cat /etc/raw
    # /etc/raw
    #
    # sample configuration to bind raw devices
    # to block devices
    #
    # The format of this file is:
    # raw<N>:<blockdev>
    #
    # example:
    # ---------
    # raw1:hdb1
    #
    # this means: bind /dev/raw/raw1 to /dev/hdb1
    #
    # ...
    raw1:nb0
    raw2:nb1
    raw3:nb2

  4. #4
    blue
    Cuidado para nao postar seus arquivos , principalmente os que funcionam, pois, temos conhecimento de que o moderador esta usando a lista para publicar livro.



  5. Bem caro coleguinha...

    Vou relembrar você mais uma vez, Sandro Guiusti....

    Existe um negócio chamado manual, além disso mantenho grande amizade como o Philipp Reisner, David Krovich, autores do projeto.

    Quando publico alguma coisa, possuo autorização dos respectivos autores.

    Quem sabe mais em relação ao projeto senão os próprios autores?

    Não fique com raiva, que sabe algum dia você terá a capacidade de fazer um livro. Mas veja, não faça receita bolo ok...






Tópicos Similares

  1. Suse Linux Enterprise para ubuntu ao reiniciar
    Por davidmilfont no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 2
    Último Post: 01-05-2012, 19:19
  2. ConfiguraÇÃo Do Suse Enterprise Server 9
    Por Guelfegali no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 1
    Último Post: 12-02-2007, 11:57
  3. Novel Linux Desktop 10 é o Suse Linux Enterprise Desktop?
    Por juniovitorino no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 0
    Último Post: 18-08-2006, 17:58
  4. Material Suse Enterprise Server 9
    Por Jeff no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 39
    Último Post: 28-06-2006, 14:17
  5. Open Enterprise Server - novell suse
    Por vitorld no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 23-02-2005, 20:43

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L