+ Responder ao Tópico



  1. #1
    micaias
    Visitante

    Padrão IPTABLES - Módulo string >> Mandrake Kernel

    Aee galera, sou iniciante, alguém pode me ajudar ??

    Tenho um servidor de net rodando e estou tentando configurar o módulo string para bloquear sites por palavras, mas estou encontrando dificuldades...
    Já baixei e descompactei o patch-o-matic, mas na hora de executar o runme dele ele pede o diretório do Kernel.. eu uso o Mandrake 10.1 e não consigo encontrar aonde ele está, alguém pode me ajudar ??
    E após encontrar vou ter de recompilar o Kernel.. como faço isto sem muitos problemas ???

  2. #2

    Padrão IPTABLES - Módulo string >> Mandrake Kernel

    pq vc ñ usa o squid pra restringir esses sites?
    Vc poderia criar ACL´s e usar proxy transparente p/ ñ ter q configurar cliente por cliente!!



  3. #3
    micaias
    Visitante

    Padrão Iptables

    Pq eu estou bloqueando por redes
    cirei a rede 192.168.1.0 que terá restrições
    onde ja tem de sites.. porém para bloquear por palavras precisa do módulo string...
    e a rede 192.168.10.0 que não terá restrições
    Ai eu estava querendo fazer tudo isto via iptables

  4. #4
    gmlinux
    Visitante

    Padrão IPTABLES - Módulo string >> Mandrake Kernel

    O diretório /lib/modules é o lugar onde fica os módulos compilados.
    Os fontes ficam no /usr/src/, em um diretório ai dentro, se os fontes do kernel estiverem instalados...



  5. #5
    micaias
    Visitante

    Padrão Kernel

    No meu, não tem nada dentro do /usr/src, então quer dizer que não tenho os fontes de meu kernel né ??
    Dai, que outra maneira eu consigo instalar o módulo string pelo patch-o-matic ??

  6. #6
    gmlinux
    Visitante

    Padrão IPTABLES - Módulo string >> Mandrake Kernel

    Se você pode instalar o source do mandrake via rpm (o nome deve ser kernel-source), ou baixar de www.kernel.org
    Observe a versão do omatic que possui, tenta baixar o kernel que seja para esta versão.
    A instalação via rpm, dependendo da distro, pode ser que o source do kernel (e os patchs específicos da distro) sejam instalados em diretórios específicos para uso do rpmbuid, que tambem costumam ficar no /usr/src.