+ Responder ao Tópico



  1. #1
    sady
    Visitante

    Padrão erro mysql... não start e não conecta

    galera meu mysql ta com aquele erro: "ERROR 2002: Can't connect to local MySQL server through socket '/var/lib/mysql/mysql.sock' (111) "

    dai peguei esse pequeno tutorial no www.vivaolinux.com.br:

    Para solucionar esse problema, basta seguir os seguintes passos:

    1. Antes de mais nada vamos instalar o banco de dados no MySQL:

    # mysql_install_db

    2. Em seguida é preciso gerar o sock:

    # chown -R mysql.mysql /var/lib/mysql

    3. Agora vamos dar o start no servidor MySQL:

    # safe_mysqld &

    Beleza, o seu MySQL já esta rodando!

    4. Abra outra janela de terminal e digite:

    # mysql
    só q mesmo assim... não da certo... não start o serviço e nem deixa eu manipular nada nele... minha distro é Mandrake 10.1...

    o q devo fazer?

  2. #2

    Padrão erro mysql... não start e não conecta

    tá instalado?



  3. #3
    sady
    Visitante

    Padrão erro mysql... não start e não conecta

    ta sim... sim...

    dou la um #urpmq mysql e ele me traz o pacote sim... não com a versão mas traz la:

    MySQL-Max|MySQL

    ... ou sera q não instalo?

  4. #4

    Padrão erro mysql... não start e não conecta

    veja onde estah sendo criado o seu arquivo d socket, provavelmente ele deve estar em /tmp

    confirme isso no seu arquivo my.cf (eu acho q eh isso)

    dae, inicie o mysql com a sintaxe -S /path/to_socket

    []'s



  5. #5

    Padrão erro mysql... não start e não conecta

    não manjo muito de mandrake (nunca mexi nele), mas enquanto alguem não te dá uma força maior, tenta :
    #urpmi mysql-common
    #urpmi mysql-client
    #urpmi mysql-server

  6. #6
    sady
    Visitante

    Padrão erro mysql... não start e não conecta

    não da nada certo...

    o linux não encontra esse arquivo ai my.cf de jeito nenhum...

    e agora resolver não encontrar o comando #mysql ......

    agora sim... não sei mais o q fazer... nem desinstalando e instalando ele da certo... Deus o livre...