+ Responder ao Tópico



  1. #1
    thiagog
    Visitante

    Padrão rede . . .

    :toim: oi pessoal,
    hoje peguei uma missao legal;
    uma pessoa me ligou pedindo q eu administrasse sua rede;
    chegando la ela me disse q o antigo administrador nao pode mais fazer o servico para ela por motivo de falecimento;
    com isso eu me deparei com o seguinte projeto funcionando:

    imagem da topologia em http://200.181.62.130/rede.jpg

    o camarada acessava a maquina interna dela com o RAdmin
    e usava um servico de dyndns;
    alguem sabe como isso é feito ?

    Obrigado

  2. #2
    karfax
    Visitante

    Padrão rede . . .

    O DynDNS mapeia à cada 5/10 minutos qualquer mudança no numero de ip de um host e atualiza a entrada do DNS, desse modo voce pode pingar um host pelo nome - host1.dyndns.com - e, mesmo que o ip tenha mudado o pacote chega no destino certo.

    ps: espero nunca ter que largar a administração de um servidor pelo mesmo motivo... :motinha:



  3. #3
    thiagog
    Visitante

    Padrão acessando o openbsd...

    a conta no dyndns eu ja criei o problema e saber como dentro da topologia aprensentada http://200.181.62.130/rede.jpg o cliente atras do fw openbsd era acessado...

    eu tenho copia dos arquivos de configuracao quem quiser para ajudar eu repasso.


    obrigado,

  4. #4
    karfax
    Visitante

    Padrão rede . . .

    Pode ser que:
    <chute>
    a) como o ip é do lado de dentro do firewall, ele deve ser fixo (não dhcp), então havia uma entrada no arquivo /etc/hosts - da máquina onde era feita a conexão - indicando o ip do dito cujo.
    b) Existia uma zona interna configurada no DNS na qual constava esse host.
    </chute>

    Sds,



  5. #5
    thiagog
    Visitante

    Padrão rede . . .

    vc quer os arquivos para analise ?
    eu ainda nao entendi como essa conexao eh feita;
    e isso tem me matado
    :toim:

    Citação Postado originalmente por karfax
    Pode ser que:
    <chute>
    a) como o ip é do lado de dentro do firewall, ele deve ser fixo (não dhcp), então havia uma entrada no arquivo /etc/hosts - da máquina onde era feita a conexão - indicando o ip do dito cujo.
    b) Existia uma zona interna configurada no DNS na qual constava esse host.
    </chute>

    Sds,