+ Responder ao Tópico



  1. #1
    guiga
    Tenho um ap d-link 614+ e uma placa pcmcia silver orinoco 11b. Sempre funcionou direito indoor. Agora estou querendo usa-las para um link outdoor de uns 7km com visada, mas sobre o mar!
    Colocando duas zirok grade 24dbi eu consigo fechar o link?

  2. #2
    jow
    talves nem com terabems (talves nao o falando q nao vai dar) amigo tem como vc contornar o rio.......entre em contato comigo pois posso te ajudar amigaum ate+.



  3. #3
    RafaelMonteiro
    amigo procure sobre zonas de fresnel... mas já te adianto que vais precisar de torres bem altas.

  4. todos estes argumentos sitados ate agora, nao te ajudam.
    a unica ajuda q vai te servir e desse doido aki.
    cara troca esse d-link "particularmente detesto eles" por um ovislink plus ele roda em 20dbi eo d-link roda so em 17dbi. bota tua antena grade "atencao de preferencia nao utilize cabo rgc213 ou seja coloque o radio o mais proximo da antena pra nao ter perca de sinal compre uma caixa ermetica e liga diretamente o pigtail na antena.
    do outro lado vc bota sua antena grade direcionada para o ap dai fica tudo ok.
    essas antenas que vc tem, sao usadas em link de 60km sei disso pois tenho um so que uso amplificador.
    falo



  5. #5
    RafaelMonteiro
    eu "disconcordo" de você... tudo bem sumir com a dlink pq elas são ruinzinhas mesmo, mas nesse caso dele colocar amplificador não vai ajudar em nada a não ser aumentar o ruído. Meu argumento é valido pois não me utilizo de falacia da autoridade, sou físico e entendo bem de ondas e microndas. não falei isso apenas para ser mais um post. minhas afirmações são válidas pois tenho um link trabalhando em situação semelhante ao do nosso ilustre amigo, que alias meu link tem uma distancia maior pois liga Rio-Nitetoi ( 12Km+-) sobre um espelho d'agua no mar e antes mesmo de instalar o link fiz os calculos segundo fresnel comprovando sua viabilidade. nunca tive problemas mas realmente não aconselho dlink para uso profissional

  6. mas nao use teorias crie suas teorias.
    nao adianta ficar estudando o que ja foi estudado e provado!!!



  7. #7
    RafaelMonteiro
    sim sim claro... ao inves de planejar e projetar vamos todos ficar batendo a cabeça na parede gastando com varias tentativas sem rumo até achar a solução. :toim:

  8. #8
    hanaga
    Colega,

    Vi num site (estou tentando lembrar), um recorde que uns malucos fizeram um link wireless over the Sea (ligando um ponto no continente e outro numa ilha...) troço assim, lá em Taiwan...usando notebook e cartao PCMCIA....parece que o link tinha VARIOS KM...nao lembro quanto era...mas era um recorde...se eu achar o link posto ai....

    Tem um colega meu que mora em Morro de SP/BA e tem link sobre o Mar de alguns KM....tipo de 5km a 10km....sem problemas com equipamentos basicos....sei-la...acho que cada caso e' um caso...mas sem testar fica dificil ficar falando que uma coisa nao funciona....



  9. pra isso temos que criar novas teorias!
    se nao ha dificudade nao ha trabalho se ha trabalho nao ha novas teorias

    Citação Postado originalmente por RafaelMonteiro
    sim sim claro... ao inves de planejar e projetar vamos todos ficar batendo a cabeça na parede gastando com varias tentativas sem rumo até achar a solução. :toim:

  10. #10
    antoniobrandao
    Por curiosidade, qual a dificuldade em fazer um link sobre o espelho dagua?



  11. #11
    guiga
    Pessoal.. os equipamentos que colocarei agora sao da Breezecom (Alvarion). Funcionam em FH-CDMA, ou seja, salto de frequencia. São radios profissionais de uma empresa de Israel que foi a iniciadora do wireless no mundo em 2.4Ghz na guerra do golfo.

    Olhem o modelo do AP no site: http://www.alvarion.com/RunTime/Prod...f=18&type=item

    Principais caracteristicas:

    Frequency 2.4 GHz ISM band
    Radio Access Method FH-CDMA
    Operation Mode Time Duplex Division
    Standards ETSI ETS 300 328, FCC Part 15
    Channel Bandwidth 1 MHz
    Output Power (at antenna port) 26 dBm (HP) 2 dBm (LP), Control Range 20 dB typical
    Sensitivity
    Data Rate
    (dBm at antenna port, BER 1E10-6) 1 Mbps -87
    2 Mbps -81
    3 Mbps -73
    Data Rate 3 Mbps max.
    Modulation Multilevel GFSK

    A SU (Subscribe Unit) eu já tenho. Só falta comprar o AP.
    Será que vai funcionar o link??

  12. #12
    RafaelMonteiro
    a principio qualquer equipamento funciona. funcionar da forma como é anunciada já são outros 500 hehehe



  13. #13
    Hoffmam
    Rios Este realmente é um caso muito interessante.
    Por várias vezes nos confrontamos com rios entre dois pontos e a surpresa... mesmo que a área de afastamento seja grande e a distância entre os pontos seja relativamente pequena basta um rio cruzar o caminho para que o enlace não se estabeleça.
    Por dedução entende-se que o rio torna-se um tipo de aterramento para as ondas que alí passam.
    Alguns dizem que o movimento da água gera frequências que se equivalem às utilizadas causando variação na mesma e quebrando assim o link.
    Todos estão errados!
    Na realidade o que ocorre é um desvio da polarização causado pelo espelho d'água entre os pontos, são gerados MultiPaths (vários caminhos) os quais são causadores de "confusão" e "mistura"das informações impossibilitando a negociação de pacotes entre as antenas.
    Procure utilizar amplificadores de potência ao cruzar um rio para fortalecer o enlace diminuindo problemas de multipath.

  14. #14
    Citação Postado originalmente por tianguapontocom
    todos estes argumentos sitados ate agora, nao te ajudam.
    a unica ajuda q vai te servir e desse doido aki.
    cara troca esse d-link "particularmente detesto eles" por um ovislink plus ele roda em 20dbi eo d-link roda so em 17dbi. bota tua antena grade "atencao de preferencia nao utilize cabo rgc213 ou seja coloque o radio o mais proximo da antena pra nao ter perca de sinal compre uma caixa ermetica e liga diretamente o pigtail na antena.
    do outro lado vc bota sua antena grade direcionada para o ap dai fica tudo ok.
    essas antenas que vc tem, sao usadas em link de 60km sei disso pois tenho um so que uso amplificador.
    falo

  15. #15
    RafaelMonteiro
    Amigão, as calculos das zonas de fresnel são aplicados justamente para contornar esse tipo de problema.


    Citação Postado originalmente por Hoffmam
    Rios Este realmente é um caso muito interessante.
    Por várias vezes nos confrontamos com rios entre dois pontos e a surpresa... mesmo que a área de afastamento seja grande e a distância entre os pontos seja relativamente pequena basta um rio cruzar o caminho para que o enlace não se estabeleça.
    Por dedução entende-se que o rio torna-se um tipo de aterramento para as ondas que alí passam.
    Alguns dizem que o movimento da água gera frequências que se equivalem às utilizadas causando variação na mesma e quebrando assim o link.
    Todos estão errados!
    Na realidade o que ocorre é um desvio da polarização causado pelo espelho d'água entre os pontos, são gerados MultiPaths (vários caminhos) os quais são causadores de "confusão" e "mistura"das informações impossibilitando a negociação de pacotes entre as antenas.
    Procure utilizar amplificadores de potência ao cruzar um rio para fortalecer o enlace diminuindo problemas de multipath.

  16. r0 = 17,29 x {(d1 . d2 ) / (f . d)} 1/2

    r0 = raio da Zona de Fresnel, em metros

    d1 e d2 = distancia a partir de cada uma das antenas, ao ponto onde se quer determinar o raio r0, em quiometros.

    d = distancia entre as antenas em quilometros

    f = frequencia de operação em Ghz.

    Curvatura da terra para 5 Km 1,04 metros
    para 10 Km = 4,17 metros


    Citação Postado originalmente por RafaelMonteiro
    Amigão, as calculos das zonas de fresnel são aplicados justamente para contornar esse tipo de problema.


    Citação Postado originalmente por Hoffmam
    Rios Este realmente é um caso muito interessante.
    Por várias vezes nos confrontamos com rios entre dois pontos e a surpresa... mesmo que a área de afastamento seja grande e a distância entre os pontos seja relativamente pequena basta um rio cruzar o caminho para que o enlace não se estabeleça.
    Por dedução entende-se que o rio torna-se um tipo de aterramento para as ondas que alí passam.
    Alguns dizem que o movimento da água gera frequências que se equivalem às utilizadas causando variação na mesma e quebrando assim o link.
    Todos estão errados!
    Na realidade o que ocorre é um desvio da polarização causado pelo espelho d'água entre os pontos, são gerados MultiPaths (vários caminhos) os quais são causadores de "confusão" e "mistura"das informações impossibilitando a negociação de pacotes entre as antenas.
    Procure utilizar amplificadores de potência ao cruzar um rio para fortalecer o enlace diminuindo problemas de multipath.

  17. ideias sao ideias, mas façam entao que nem eu, troquem a polaridade das antenas, pois ondas senoidais podem trafegar nao somente "de cima pra baixo", mas podem tambem "de um lado pro outro" ....

    um link de 5 KM com antena visiontec, nessas circunstancias, cidade litoranea... está funcionando que é uma beleza...

    um abraço.
    6)






Tópicos Similares

  1. Duvidas sobre pcq me ajudem sou novato!!
    Por edimarsilva8 no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 05-10-2016, 23:40
  2. Duvidas sobre o Teorema de Shannon Engenheiros me ajudem
    Por WWANInternet no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 7
    Último Post: 08-09-2014, 10:13
  3. Respostas: 8
    Último Post: 19-08-2008, 22:45
  4. Iniciação em Linux me ajudem!!!
    Por Raie no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 5
    Último Post: 03-11-2002, 06:33
  5. Me ajudem!! URGENTE!!!! Filtros de Impressão!!!!
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 16-08-2002, 16:41

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L