+ Responder ao Tópico



  1. #1
    CLEOCIR
    Visitante

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    Olá Povo!

    Estou tentando monitorar, através do MRTG+NET-SNMP o tráfego nas minhas interfaces de rede virtuais (aliases).

    Digamos que eu tenho estas interfaces:

    eth0:
    eth0:1:
    eth0:2:

    Eu estou conseguindo monitorar a interface física eth0 mas não estou conseguindo monitorar a interface eth0:1 (alias).

    Isso é possível no MRTG ?

    Obrigado.

    Cleocir.

  2. #2

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    nao vejo problemas para tal, quando voce tenta o que ocorre?



  3. #3

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    Olha, eu não sei, quando você tenta, por exemplo fazer uma regra de iptables para uma interface alias, não da certo, porque na verdade a interface alias, não é uma interface! Ela só faz com que a interface fisíca responda nesse ip!

    O que se pode monitorar é uma sub-interface! Que quando configurada aparece da seguinte forma eth0.1 eth0.2. Mas isso se utilizar vlans...

    Aqui no meu linux eu criei uma interface alias e o resultado do comando:

    snmpwalk -v2c -c public localhost IF-MIB::ifDescr

    Foi esse:

    IF-MIB::ifDescr.1 = STRING: eth0
    IF-MIB::ifDescr.2 = STRING: lo
    IF-MIB::ifDescr.3 = STRING: eth1


    Ou seja, a interface alias não é uma interface de verdade!
    Já em um linux com sub-interfaces, como havia dito antes o comando acima retorna isso:

    IF-MIB::ifDescr.1 = STRING: eth0
    IF-MIB::ifDescr.2 = STRING: lo
    IF-MIB::ifDescr.3 = STRING: eth1
    IF-MIB::ifDescr.4 = STRING: eth1.200
    IF-MIB::ifDescr.5 = STRING: eth1.201
    IF-MIB::ifDescr.6 = STRING: eth1.202
    IF-MIB::ifDescr.7 = STRING: eth1.203

    Bom, espero ter esclarecido isso ai!

    Falows...

    André

  4. #4
    CLEOCIR
    Visitante

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    Desulpem a ignorância mas, o que é exatamente uma sub-interface?


    Olha só ... quando executo o comando ./cfgmaker tenho os seguintes resultados:

    --base: Get Device Info on [email protected]:
    --base: Vendor Id:
    --base: Populating confcache
    --snpo: confcache [email protected]: Descr lo --> 1
    --snpo: confcache [email protected]: Descr eth0 --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Descr eth1 --> 3
    --snpo: confcache [email protected]: Type 24 --> 1
    --snpo: confcache [email protected]: Type 6 --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Type 6 --> 3 (duplicate)
    --snpo: confcache [email protected]: Ip 10.22.34.253 --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Ip 127.0.0.1 --> 1
    --snpo: confcache [email protected]: Ip 192.168.150.254 --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Ip 192.168.200.253 --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Ip 201.XX.XXX.XXX --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Eth --> 1
    --snpo: confcache [email protected]: Eth 00-e0-4c-77-a3-7f --> 2
    --snpo: confcache [email protected]: Eth 00-e0-7d-d6-06-ed --> 3
    --base: Get Interface Info
    --base: Walking ifIndex
    --base: Walking ifType
    --base: Walking ifAdminStatus
    --base: Walking ifOperStatus
    --base: Walking ifSpeed
    --base: Writing /etc/mrtg.cfg


    E o mrtg.cfg não cria nenhuma referência específica para os endereços dos aliases.

    Quando eu deixo o MRTG.CONF como abaixo, tanto a entrada como a saída ficam iguais no gráfico, pois tudo que entra pela placa também sai por ela.

    ### Interface Web >> Descr: 'eth0' | Ip: '192.168.200.253' #######
    Target[dsl]: 2[email protected]:
    SetEnv[dsl]: MRTG_INT_IP="192.168.200.253" MRTG_INT_DESCR="eth0"
    MaxBytes[dsl]: 50000
    AbsMax[dsl]: 50000
    Unscaled[dsl]: dwmy
    Title[dsl]: MRTG - ANÁLISE DE TRÁFEGO
    ##############################################

    Existe alguma outra ferramenta parecida com o MRTG e que funcione para o meu caso?

    Muito obrigado.

    Cleocir.



  5. #5

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    nossa e eu também estava com esse problema valeu uuuuuuuu

    :good: :good: :good:

  6. #6

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    Bom esse termo eu peguei das aulas que tive quando estava fazendo o curso de CCNA!

    Essa sub-interface é uma interface que deriva de uma interface física, como mostrado eth0"."200. Diferente da alias eth0":"200.

    Não se pode dizer que isso seja um problema, mas é que a interface alias não é uma interface, e por isso não pode ser feito gerenciamento como é feito com interfaces físicas eth0, eth1 ou sub-interfaces...

    Você pode perceber que quando o cfgmaker foi executado ele identificou as interfaces eth0 e eth1, que são interfaces reais.

    Imagino que será necessário encontrar uma outra forma para contabilizar o tráfego direcionado para esse ip (da "interface alias"). Uma forma que eu imagino é usando iptables para que ele possa fazer a contabilização dos bytes que são destinados ao seu ip, configurado na "interface alias" e com um script coletar essas informações e por fim, passar para o mrtg, rrdtools, etc....

    É uma forma, imagino que existam outras!

    Bom, espero ter ajudado mais um pouco ai!

    André :good:



  7. #7
    CLEOCIR
    Visitante

    Padrão MRTG Monitorando Alias de Rede

    Valeu pessoal..... vou dar mais uma estudada por aqui..... se eu conseguir algo que resolva faço a postagem.

    Até mais.

    Cleocir.