+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão FreeBSD e o usuário do dia a dia

    Galera, boa noite a todos .......
    Estou pedindo sugestão do fórum. Na verdade o que estou pedindo não é "a polêmica qual a melhor distro". Não é isso.
    Nós estamos tentando migrar uma parte da nossa rede (porque parte da empresa está se separando) para Linux. Estou aprendendo Java, para migrar os poucos aplicativos da empresa, para rodar totalmente em Linux. Essa parte da empresa que queremos migrar para Linux, tem aproximadamente 30 a 35 terminais windows, acessando servidores Linux. A nossa rede hoje ao todo varia de 80 a 82 terminais.
    Nós temos 3 servidores. 2 estão com Slackware 10.1 e tem um outro que ainda roda o Conectiva 8, mas vai também para o Slackware.
    A nossa questão que foi colocada pela diretoria é que distro utilizar para o usuário final. Já instalamos num pc que temos para "brincarmos" o SuSE 9.3, Kurumin 5.0, Mandrake 10, Conectiva 10, Slackware 10.1 e sempre deixamos pelo menos uma semana com um usuário escolhido ao acaso para tirar as suas conclusões. E anotamos as considerações que o usuário sentiu ao usar o Linux. Até que a receptividade está sendo bastante favorável. Hoje vendo a página inicial do Underlinux, tem uma matéria excelente sobre o FreeBSD. Li o artigo e achei muito bom. Mas já li alguma coisa que diz que o FreeBSD é Unix puro.
    A minha questão é a seguinte : o FreeBSD é uma opção desktop para usuário final ??? Por favor, não gostaria de polemizar sobre essa ou aquela distro. Eu gostaria apenas de saber se o FreeBSD é uma alternativa boa para usuário final, que vem do windows.
    E se o nosso moderador achar que o tema pode gerar polêmica, por favor fique a vontade para trancar o tópico.
    Desde já agradeço a todos ....... :toim: :toim: :toim:

  2. #2

    Padrão FreeBSD e o usuário do dia a dia

    Cara usei mto freebsd como servidores na empresa que trabalhava e realmente é mto bom, mas do pessoal da empresa so tinha um que usava freebsd como desktop, andei mexendo um pouco e achei ele meio complicado, principalmente na questão de dependencia de pacotes e na questão do sistema não ter mtos atrativos ja disponiveis nas distros linux presentes no mercado, por isso acho que deve ficar no linux, quanto a so uma sugestão como voces testaram o SuSE 9.3, testem o SuSE 10 que esta mais rapido e estavel.

    falows



  3. #3

    Padrão GUI

    cara, como a maioria dos usuários vai se preocupar mesmo e em usar a interface gŕafica do sistema e muito dificilmente vai instalar outros aplicativos na máquina, é só vc configurar a maquina bem e colocar um KDE ou GNOME da vida queningém vai nem querer saber se o que tem ná máquina e windows, Linux, BSD ou Solaris... usuário que navegar na internet e ser feliz ( e enche o saco do administrador se fica 5 minutos sem fazer qulaquer uma destas coisas :@: ). Quanto a compatibilidade de Hardware, o sistema tem uma compatibilidade inveável até para os ultimos kerneis do Linux, e quanto a pacotes exite o ports (que também existe no openBSD) que procura as dependencias e compila NA HORA os pacotes que vc precisar (ideia deois utilizada no GEntoo). Quanto a configuracao, é realmente um UNIX verdadeiro, baseado no BSD original, mas se vc tem experiencia configurando slack, naum se preocupe... a ideia de configurar e carregar programas é muito parecida, pois a forma de inicializacao do slack é baseada no UNIX original.... só naum uso aqui no meu laboratório pq é um cluster baseado em openMosix, mas assim que eu configurar um segundo cluster beowolf ( acho que é assim que escreve) esse vai rodar BSD e vai ser usado por usuários finais que nem sabem o que se passa... testa ae o free se vc tiver tempo que vle a pena

  4. #4
    jsilva
    Visitante

    Padrão linux no desktop

    Cara qualquer distribuição com uma interface atual e suporte a portugues
    é bem vinda pode ser kurumin, conectiva 10, etc



  5. #5
    vfsmount
    Visitante

    Padrão FreeBSD e o usuario final

    Olá amigo

    Veja minha opiniao.

    Aqui em casa tenho 2 irmaos, eles nao sao akelas coisas de entender computador, mas eu instalei linux para eles dois (cada um tem sua maquina), o ambiente usado é o KDE, na instalacao eu coloquei tudo que um usuario normal tem. Eles usam, e bastante o computadore nao precisam me reclamar nada. Sempre funcionou direito, apenas no caso dakeles jogos, cs, need for speed e talz dai recorre pro carinha lá W.

    Agora com o freebsd, eu uso em minha maquina, certa vez, após configurar ele para meu uso ( do tipo usuario normal, porém sem frescuras ), meus irmaos acham que é linux que esta rodando, pois se usar o KDE( eles nao conhecem GNOME) voce pode deixar com a mesma cara.

    Eu creio que basta customizar do jeito que o usuario vai usar e boa. Qualquer distribuicao serve.

    Valew

  6. #6

    Padrão FreeBSD e o usuário do dia a dia

    Obrigado pessoal do Underlinux.
    Vou analisar isso com a equipe do CPD.
    Na verdade, nós não queremos dar a nossa opinião pessoal sobre essa ou aquela distro. Até mesmo na equipe temos as nossas escolhas particulares. Mas nada que atrapalhe. Entre nós mesmos do CPD, temos escolhas definidas. Mas pensamos no usuário final. Migração é migração.
    E o mais gostoso que nós percebemos nesses quase 4 meses de experiência com usuários utilizando o Linux, é que podemos baixar a versão x para o usuário x, a y para o usuário y, a z para o usuário z e etc, etc, etc ... Até porque nos servidores temos 2 distros diferentes e é interessante, quando numa manutenção qualquer, mudamos de distro e percebemos que algumas coisinhas mudam, mas a gente se sente a vontade com isso. São conhecimentos a parte da nossa equipe. Inclusive o nosso gerente administrativo nos sugeriu darmos um mini curso de Linux, mas utilizando mais ou menos uns 5 pc's e cada um com uma distro diferente e ver no que dá. Deve ser interessante. Dá até uma arrepio legal. Afinal para o usuário final como já foi comentado, o que ele precisa é ter os aplicativos rodando e ter acesso a internet.
    Teve usuária que gostou da distro tal, só porque achou o nome da distro bonitinho. É mole ????
    O gostoso no Linux é que essa variedade de distros, nos permite fazer isso. A gente pode até escolher distro pelo nome, hehehehehehehe ..... Realmente o Linux hoje, está bem amadurecido, até mesmo para o usuário final. Nós temos percebido isso. E olha que temos usuários bem no início do uso de computador. E trata o bichinho como vosssa excelência. Mas o que mais nos chamou a atenção é que nesse tempo todo não pintou vírus, spyware e coisas do tipo. E na nossa rede, temos uma salada de pc's. Tipo Pentium 2, 3, 4, K6-II-300, K6-II-500, Duron 900, Pentium 200 MMX, Sempro e por aí afora. Além da estabilidade. SEM TRAVAMENTOS e SEM A TAL DA TELA AZUL. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs.
    Brincadeiras a parte.
    Mas valeu mesmo .......Um grande abraço a todos .... :clap: :good:



  7. #7

    Padrão FreeBSD e o usuário do dia a dia

    Cara, exite um projeto interessante chamado desktop bsd.
    Feita para usuarios domesticos, com kde 3, e todo os aplicativos que usuarios finais podem querer utilizar.
    Se nao gostar do desktop bsd ainda tem a opcao do pc bsd.
    Minha sugestao fica com desktop.