Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L


Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico

  1. Brasília, 19 de outubro de 2005 - A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou, hoje, no Diário Oficial da União, o aviso da licitação referente à outorga de autorização de uso de blocos de radiofreqüências nas faixas de 3,5 GHz e 10,5 GHz. A outorga será concedida por um período de 15 anos, sendo prorrogável uma única vez. Os interessados devem possuir autorização para prestação do Serviço de Comunicação Multimídia (SCM) ou ser autorizadas ou concessionárias do Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC).

    As propostas financeiras e os documentos de identificação das empresas interessadas em participar da licitação deverão ser entregues no dia 21 de novembro de 2005, às 9h, no Auditório do Espaço Cultural Anatel - Bloco C, Quadra 6, Setor de Autarquias Sul, Brasília/DF. A licitação será julgada pelo critério de maior preço público ofertado para as autorizações. A Agência prevê assinar os termos de autorização até 6 de dezembro.

    As empresas vencedoras da licitação deverão atender, em até 18 meses, as capitais dos estados, o Distrito Federal e os municípios com população maior ou igual a 500 mil habitantes. Nas áreas de numeração com população menor, a vencedoras deverão atender, também em até 18 meses, ao menos um município. Caso as empresas não atendam os municípios com população inferior a 500 mil habitantes em até 5 anos, elas perderão o direito de uso exclusivo da radiofreqüência

    A Anatel também publicou, ontem, no Diário Oficial a alteração do "Regulamento sobre Condições de Uso da Faixa de Radiofreqüência de 3,5 GHz", o que permitiu que um número maior de empresas pudesse participar da licitação. Com as mudanças, esta faixa de radiofreqüência poderá suportar a tecnologia triple play - transmissão simultânea de imagens, sons e dados. Antes, o principal interesse estava restrito a internet via rádio.

    Segundo os técnicos da Agência, essa é uma boa oportunidade para as empresas adquirirem o direito de uso de radiofreqüências para implementação de serviços com tecnologia sem fio para banda larga. Entre as utilizações possíveis estão, entre outras, Wimax para acesso de banda larga sem fio; serviços dedicados como ATM em alta velocidade, usado no mercado corporativo; e telefonia WLL (acesso telefônico fixo sem fio).

    Para maiores esclarecimentos, o interessado pode ligar para a Superintendência de Serviços Privados nos telefones (61) 2312-1882/2715/1749, em horário comercial


    Valeu!!


  2.    Publicidade


  3. isso tah com cara de ser coisa para peixe grande ...

  4. merreca... dá uma lidinha básica :roll:

  5. aonde encontramos antenas de 3.5 e 10,5Ghz ?
    será que compensa os kits clientes ?
    qualquer resposta será bem apreciada!

  6. #5
    Herlon
    Bem, este sera o inicio do fim do wireless, pois as frequencias de 2.4 Ghz e 5.8 Ghz, estão virando somente lixo nas cidades.

    O que poderia ser utilizado para prestar um serviço de qualidade seria atraves da tecnologia Wimax, que ao meu ver vira na frequencia de 3.5 Ghz, e esta, estara nas mãos de um grande grupo financeiro, como BRT, TELEMAR,etc

    E viva o monopolio gerado pelo capitalismo !!!!!!!


  7.    Publicidade