Página 2 de 8 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Citação Postado originalmente por infect
    Citação Postado originalmente por bauer
    Talvez

    O fator é investimento, creio que com a diminuição dos valores dos equipamentos, que vai ser uma tendência, teremos condições sim de tbém prestar nossos serviços com Win-MAX.

    Esperar para ver...
    não é só investimento
    é investimento e regulamentação. nem no sonho que você consegue colocar um wi-max sem homologação pra funcionar, a anatel vai vir igual urubú na carniça em cima de vc.

    mesmo que seja só investimento, na melhor das hipóteses está na casa das centenas de milhares de reais para montar uma infra mínima.

    e centenas de milhares de reais para investimento, creio que 90% dos provedores do Brasil não tem.
    Não disse que vai ser para todo mundo !!!!

    regulamentação = estar apto. Se você quer trabalhar com esta nova tecnologia tem que estar apto e para isso tem que seguir os padrões, estar homologado, enfim, seguir as regras igual a qualquer outro comércio.

    No início do Wiriless no Brasil o investimento também era elevadíssimo, claro que não comparado ao Win-Max.

    Lógico que não vai ser fácil, como disse no início, TALVEZ....

    t+

  2. #7
    infect
    o padrão 802.11 não foi feito para a forma como é atuante no mundo inteiro. já o 802.16 foi criado com este propósito, por isso vão burocratizar tanto a regulamentação.

    não sei a o certo, mas a regulamentação que nos tornaria aptos a oferecer wimax será injusta com os pequenos.
    se eu não me engano, quem ganhar a concorrência terá q atuar em muitas cidades, terá q ter know how etc etc etc. e operar em cidades pequenas. ouvi estas frases do ministro Helio Costa, no Roda Viva (TV cultura).
    então acho que quem vai ganhar concorrência wimax vai ser esses gigantes como telemar , telefonica, vivo, claro, etc. Talvez uns provedores maiores també ganhem, mas terão q investir pesado para atingir as metas e não perder a concessão.



  3. #8
    crisduarte
    Citação Postado originalmente por infect
    o padrão 802.11 não foi feito para a forma como é atuante no mundo inteiro. já o 802.16 foi criado com este propósito, por isso vão burocratizar tanto a regulamentação.

    não sei a o certo, mas a regulamentação que nos tornaria aptos a oferecer wimax será injusta com os pequenos.
    se eu não me engano, quem ganhar a concorrência terá q atuar em muitas cidades, terá q ter know how etc etc etc. e operar em cidades pequenas. ouvi estas frases do ministro Helio Costa, no Roda Viva (TV cultura).
    então acho que quem vai ganhar concorrência wimax vai ser esses gigantes como telemar , telefonica, vivo, claro, etc. Talvez uns provedores maiores també ganhem, mas terão q investir pesado para atingir as metas e não perder a concessão.

    É amigo pelo que vimos então sera o fim da era dos pequenos prvedores.

    O lideres não pensam no seguinte: vc atua em uma cidade vc gera empregos nela, paga seus impostos, gera dinheiro para o comércio local etct, etc......

    Entra uma telemar da vida não contrata ninguem e não gasta nada na cidade, apenas tira.....

    Infelizmente a realidade. Ministros como estes querem que o país seja de 1º em tecnologia, mas não gera empregos e sustenta apenas os grandes.

    O atual governo federal quer os grandes no poder de tudo....

  4. #9
    infect
    é amigo. infelizmente isto não é só na área de provedores não.

    observe por aí. só os grandes que vão sobreviver, pequenos viverão de migalhas, ou morrerão.

    uma fabrica de sapatos por exemplo, fabrica 100 por dia, compra produtos pra fazer 100 por dia, e mantem a quantidade de funcionariso suficientes. Pagando estes impostos quem matam qualquer um e ainda pagando juros altissimos pelo financiamento da matéria prima.
    vem uma fabrica chinesa, que fabrica 10000 sapatos dia, opera a juros quase 0% e com isenção fiscal em seu país, contratando funcionários 13 dólares por mês, e começa a ser concorrente dessa pobre fábrica de sapatos.

    provedor é parecido.
    compra uma base wimax a vista, por uns 100 mil dólares, para um profissional de telecom caro pra montar a infra, regulamentar etc etc etc. vem a telemar e compra a mesma base, só q a 65 mil dólares pq vai comprar umas 100 unidades, já tem profissional de sobra lá dentro pra montar e manter toda a infra.
    no final vc venderá internet a 50,00 por mes, sendo q uns 40,00 é para pagar o investimento e os custos. a telemar venderia uma internet mais rápida q a sua (pois é dona de backbone), a 40,00 (seu preço de custo) e lucraria mais que você pois 10,00 deste valor é pra pagar investimento.

    dá pra aguentar?



  5. Citação Postado originalmente por bauer
    Citação Postado originalmente por infect
    Citação Postado originalmente por bauer
    Talvez

    O fator é investimento, creio que com a diminuição dos valores dos equipamentos, que vai ser uma tendência, teremos condições sim de tbém prestar nossos serviços com Win-MAX.

    Esperar para ver...
    não é só investimento
    é investimento e regulamentação. nem no sonho que você consegue colocar um wi-max sem homologação pra funcionar, a anatel vai vir igual urubú na carniça em cima de vc.

    mesmo que seja só investimento, na melhor das hipóteses está na casa das centenas de milhares de reais para montar uma infra mínima.

    e centenas de milhares de reais para investimento, creio que 90% dos provedores do Brasil não tem.
    Não disse que vai ser para todo mundo !!!!

    regulamentação = estar apto. Se você quer trabalhar com esta nova tecnologia tem que estar apto e para isso tem que seguir os padrões, estar homologado, enfim, seguir as regras igual a qualquer outro comércio.

    No início do Wiriless no Brasil o investimento também era elevadíssimo, claro que não comparado ao Win-Max.

    Lógico que não vai ser fácil, como disse no início, TALVEZ....

    t+
    bauer,

    O seu talvez deixou a sua mensagem bem apresentável mas sem convicção... hehehe...

    Eu estive várias vezes discutindo com a ANATEL sobre o WiMax. O que é certo é que as frequências entre 3,5 e 10,5 Ghz AINDA não foram a leilão e quem comprar uma faixa (com 6 canais de 20 Mhz entre eles) terá direito exclusivo de usar aquela faixa com até, acreditem, 2W de potência em uma área de até 20 Km de raio.

    EXCLUSIVIDADE! Ou seja, sem ruído algum... Credo, eu ia fica tão feliz com isso.

    Mas como já foi falado o problema é o investimento sim... Mesmo com o custo do equipamentos mais baixo teremos que enfrentar um leilão onde só gente grande irá participar. Imagine que hoje, a faixa de 5,7 e 5,8 Ghz estão liberadas para todos e já sentimos alguma interferência. Poderemos continuar usando elas.

    Agora as operadoras estarão usando, sozinhas, 6.1 Ghz e pagaram a bagatela de 500 mil reais por aquela faixa (CHUTEI O VALOR).

    Ou seja, é investimento sim... Quem tiver mais dinheiro ganhará o WiMax de bandeja enquanto nós mortais comeremos o que sobrar do 5,7 e 5,8.






Tópicos Similares

  1. Noticia: Pode ser tarde demais para o Wi-Max
    Por Pedro0278 no fórum Redes
    Respostas: 3
    Último Post: 26-06-2008, 16:00
  2. Wi-Max
    Por heavyzin no fórum Redes
    Respostas: 18
    Último Post: 21-06-2008, 16:00
  3. Pré Wi-Max
    Por Josue Guedes no fórum Redes
    Respostas: 4
    Último Post: 05-02-2008, 10:19
  4. Wi-fi Ou esperar Wi-Max?
    Por OmegaServ no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 13-07-2007, 23:47
  5. Nova Tecnologia - Wi-max
    Por flaviobatistela no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 08-11-2005, 21:22

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L