+ Responder ao Tópico



  1. #1
    eddiepreto
    Boa Noite Amigos, eu estou implementando uma solução de alta disponibilidade em uma empresa como nunca antes eu fiz. Como a mudança de um servidor de arquivos W2K para Samba PDC teve que ser feita de forma gradual, tenho como resultado uma máquina que hoje é o PDC da rede com cerca de 110GB de dados em um disco SATA. Agora, tenho a 2ª máquina que é idêntica a de produção. Com estas espero fazer o cluster, de forma que os usuários não sintam nem tenham perdas...
    Pergunto:
    1 - ) Tenho como configurar o drbd nas duas máquina e não perder os dados do hd da primeira máquina (ext3 com jounaling), fazendo apenas que a segunda sincronize???

    2 - ) As duas vão ser ligadas por um cabo cruzado, em placas Gigabit especialmente instaladas para esse fim, ou seja, a sincronização dos clusters, não vai passar pela rede das máquinas. Espero ganhar em velocidade com isso. Alguém acha que isso pode dar errado ou causar problemas, pois de tudo o que lí, e já lí muita coisa, nunca se fala em interfaces separadas da rede, apenas casos de link via serial ou coisas assim.

    3 - ) Como este é o primeiro passo para o cluster, gostaria de saber se me recomendam algum cuidado ou algo que me ajude nessa " empreitada".

    Prometo também, com a ajuda de vocês, colocar passo a passo o que estiver fazendo aqui, para que tenhamos mais este documento, espero que documentando a nossa vitória...rs..

    Obrigado e Aguardo as respostas.

    Marcelo Bomfim

  2. 1 - ) Tenho como configurar o drbd nas duas máquina e não perder os dados do hd da primeira máquina (ext3 com jounaling), fazendo apenas que a segunda sincronize???

    Sim


    2 - ) As duas vão ser ligadas por um cabo cruzado, em placas Gigabit especialmente instaladas para esse fim, ou seja, a sincronização dos clusters, não vai passar pela rede das máquinas. Espero ganhar em velocidade com isso. Alguém acha que isso pode dar errado ou causar problemas, pois de tudo o que lí, e já lí muita coisa, nunca se fala em interfaces separadas da rede, apenas casos de link via serial ou coisas assim.


    Sim, você cria uma rede separada via cabo crossover para o Heartbeat e DRBD

    3 - ) Como este é o primeiro passo para o cluster, gostaria de saber se me recomendam algum cuidado ou algo que me ajude nessa " empreitada".

    Aconselho simular o ambiente em outras duas máquinas antes de mexer em um ambiente em produção, ainda mais que não domina muito bem estes recursos, e a possibilidade de dar errado sem simular é muito grande. Não se brinca com ambiente críticos.

    Prometo também, com a ajuda de vocês, colocar passo a passo o que estiver fazendo aqui, para que tenhamos mais este documento, espero que documentando a nossa vitória...rs..

    R: Eu já coloquei aqui vários passos para fazer isso aqui neste forum.

    Meu conselho é estude bem a teoria de como funciona o DRBD e do Heartbeat antes de começar a fazer os testes, para saber exatamente em que está mexendo.

    []'s

    Marcos Pitanga







Tópicos Similares

  1. IPTABLES - NAT não se aplica em ligações já em curso?
    Por Calvin Bonacini no fórum Segurança
    Respostas: 0
    Último Post: 23-07-2013, 23:19
  2. Imprimir em maquina com windows 2000
    Por pedromorgado no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 09-06-2004, 14:08
  3. Logar maquinas Linux em ambiente NT
    Por michelfabricio no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 27-04-2004, 02:00
  4. Usando SQL Server em Máquina Windows
    Por stanzi no fórum Linguagens de Programação
    Respostas: 2
    Último Post: 15-05-2003, 08:44
  5. Instalando Linux em maquinas gemeas (100 maquinas ou mais)
    Por GothInTorment no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 18-02-2003, 09:43

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L