+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão TESTE > Entendendo o BURST LIMIT

    Pessoal,

    Depois de muito tentar entender como funciona o bendito BURST LIMIT do Mikrotik e, mais irritante, sem sucesso, resolvi efetuar vários testes com várias configurações para tentar, na prática, entender como funciona.

    PS.: Já ressalto que NÃO entendi ainda. Apenas estou testando o sistema e ANALISANDO quais os resultados.

    Eu editarei esse tópico toda vez que realizar um novo teste. Abaixo o descritivo do que fiz até o momento:

    _________________________________________________
    TESTE BURST LIMIT > MIKROTIK ROUTEROS V2.9.6 + PPPOE + FREERADIUS

    Os testes consistem em alterar situações dentro dos parâmetros RATE LIMIT enviados pelo RADIUS e, após isso, baixar arquivos de um servidor dentro da LAN para verificar o comportamento da velocidade.

    Explicando o Rate-Limit:
    Código :
    Rate-Limit = "<max> <burst> <thresold> <tempo>"

    max: a velocidade máxima que será setada ao cliente após passado o tempo de burst (upload/download)
    burst: velocidade máxima que o cliente alcançará durante o tempo de burst (upload/download)
    thresold: velocidade que o cliente deve chegar antes de receber novo tempo de burst (upload/download)
    tempo: tempo em que o burst ficará ativo

    O gráfico abaixo mostra como é o andamento de um sistema de BURST para a seguinte configuração:
    max=256k
    burst=512k
    threshold=192k
    tempo=8s
    http://www.mikrotik.com/docs/ros/2.9...ueue_burst.jpg

    A linha vermelha representa como o Mikrotik enxergará o andamento da velocidade requerida pelo cliente. Sendo assim o cliente começa em 0 e depois sobe até 512k permanecendo lá até que o limite de seu tempo seja esgotado.

    A linha verde representa com o cliente irá ver a velocidade na máquina dele. Sendo assim ele verá que o download subirá sua velocidade até o tempo determinado e deste em diante começará a cair até alcançar a velocidade limite.

    E a linha azul representa a que velocidade o cliente (linha verde) terá que descer para ter direito a usar novamente o burst.

    _________________________________________________
    TESTES REALIZADOS:

    Para poder me certificar do funcionamento do burst eu realizei os seguintes testes:

    LEGENDA:
    === <NUMERO TESTE> === (<VELOCIDADE AUFERIDA> Kbps)
    Mode = "<MODO DE USO DA MAQUINA>"
    Rate-Limit = "<DADOS DO RATE LIMIT>"

    <MODO DE USO DA MAQUINA>: O uso da máquina pode ser CLEAN (sem nada de internet rodando, apenas o download); MSN (com o MSN aberto com ou sem tráfego de texto e um ping de 1024 bytes entre a máquina e o servidor do download); SKYPE (com o MSN e o Skype aberto, com ou sem uso); NAVEGAÇÃO (com MSN, Skype e o browser navegando durante todo o período de download, imitando o uso de um cliente final).

    Os arquivos baixados tinham os seguintes tamanhos: 1MB, 2MB, 5MB, 10MB e 20MB (nomeados de 01 a 05, respectivamente). Dentro de cada uma das pastas existem 5 logs gerados pelo WGET (versão para Windows) onde constam os dados do download realizado.
    === TESTE 01 === (390,10 Kbps)
    Mode = "CLEAN"
    Rate-Limit = "100k/200k 200k/400k 20k/40k 600/600"
    http://www.cnett.com.br/nata/testes/T01/

    === TESTE 02 === (404,20 Kbps)
    Mode = "CLEAN"
    Rate-Limit = "100k/200k 200k/400k 20k/40k 300/300"
    http://www.cnett.com.br/nata/testes/T02/

    === TESTE 03 === (399,50 Kbps)
    Mode = "CLEAN"
    Rate-Limit = "100k/200k 200k/400k 20k/40k 180/180"
    http://www.cnett.com.br/nata/testes/T03/

    === TESTE 04 === (390,10 Kbps)
    Mode = "CLEAN"
    Rate-Limit = "100k/200k 200k/400k 20k/40k 180/180"
    http://www.cnett.com.br/nata/testes/T04/

    _________________________________________________
    CONCLUSÃO:

    Infelizmente até o momento não pude tirar conclusão nenhuma. Em todos os modelos utilizados recebi o mesmo tempo de download dos arquivos mudando pouco em relação as modificações realizadas no Rate-Limit.

  2. #2

    Padrão Re: TESTE > Entendendo o BURST LIMIT

    Nataniel,

    você tá entendendo errado, veja essa explicação que fiz nesse post

    http://forum.under-linux.org/index.p...c,46900.0.html



  3. #3
    Moderador Avatar de ederamboni
    Ingresso
    Oct 2004
    Localização
    Montes Claros
    Posts
    883
    Posts de Blog
    13

    Padrão Re: TESTE > Entendendo o BURST LIMIT

    cara isso ta parecendo minah duvida perante o proxy nao to vendo nada de exxonomia no consumo de banda oq tem na entrada tem an saida e uso proxy nao consigu entender isso o bust vejo caminho parecidos e duvidas diferente mas oq vale e intencao,,,,

  4. #4

    Padrão Re: TESTE > Entendendo o BURST LIMIT

    Citação Postado originalmente por Portela
    Nataniel,

    você tá entendendo errado, veja essa explicação que fiz nesse post

    http://forum.under-linux.org/index.p...c,46900.0.html
    Portela,

    Obrigado por me clarear as idéias... Sinceramente não consegui entender dessa maneira lendo o manual. Eu falei esses dias que meu cérebro tinha falhado e não tava de brincadeira... hahahahaha... To estudando demais da conta que até perdi o controle.

    Com essa sua informação acho que posso entrar em melhor acordo com o modelo de burst que usarei.

    Obrigado mesmo. Assim que eu fizer novos testes postarei aqui os resultados.



  5. #5

    Padrão Re: TESTE > Entendendo o BURST LIMIT

    Citação Postado originalmente por ederamboni
    cara isso ta parecendo minah duvida perante o proxy nao to vendo nada de exxonomia no consumo de banda oq tem na entrada tem an saida e uso proxy nao consigu entender isso o bust vejo caminho parecidos e duvidas diferente mas oq vale e intencao,,,,
    eder,

    Realmente o uso do proxy é uma coisa sinistra. Mas faça um teste simples:

    a) entre em um site qualquer e baixe um arquivo que caiba dentro do máximo limite do seu proxy (o meu proxy aguenta até arquivos de 20 MBytes);

    b) repita esse processo várias vezes para garantir que o número de pedidos desse mesmo arquivo foi suficiente para o proxy/cache entender que deve ficar com uma cópia dele;

    c) após isso remova todo tipo de limitação de velocidade para a sua máquina e tente baixar o arquivo novamente...

    No item c o arquivo deverá vir com a velocidade máxima da sua rede. Aqui na minha rede eu baixo o MSN Messenger do site www.msn.com.br/messenger a 4500 KB/s o que dá praticamente 36 Mbps de banda (eu estou dentro do escritório em uma rede wireless 802.11g).

    Talvez a economia sua não seja tão grande em relação a link, mas a economia em relação a reclamações de lentidão na rede internet externa ao seu provedor diminuem consideravelmente usando um cache que faça esse tipo de cache de arquivos de grande porte.

  6. #6
    Moderador Avatar de ederamboni
    Ingresso
    Oct 2004
    Localização
    Montes Claros
    Posts
    883
    Posts de Blog
    13

    Padrão Re: TESTE > Entendendo o BURST LIMIT

    o cara muito obrigado vou fazer este teste hj mesmo po vlw mesmo brigadao to com um cache de 20 giga hehehe em 2 meses de prozy ativo
    vlw galera