Página 1 de 7 123456 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #1
    buribai
    Tramita esta semana, em caráter conclusivo na Comissão de Trabalho do Congresso, um projeto de lei que prevê a regulamentação das profissões relacionadas à tecnologia da informação.

    De acordo com o projeto de lei 7109/06, de autoria do deputado Bonifácio Andrada (PSDB-MG), as profissões relacionadas às áreas de informática, computação e sistemas de informação devem ter regras específicas e seu exercício limitado a profissionais que estudaram disciplinas correlatas.

    O projeto prevê que apenas profissionais com graduação universitária em cursos como Ciências da Computação e Informática possam exercer plenamente funções de TI.

    Trabalhadores com mais de cinco anos de experiência na área, ainda que não diplomados, poderiam exercer funções de TI, desde que registrados no Ministério do Trabalho.

    Se aprovado pela Comissão do Trabalho, o projeto deve ir à votação no Plenário da Câmara. Caso seja aprovado, fica sujeito à sanção do Executivo, que deverá determinar a criação de um Conselho Federal de Informação e Computação.

    Este conselho seria responsável por definir cada profissão de TI e determinar quem pode ou não exercer cada atividade. As informações foram divulgadas pela Agência Câmara.

    (http://info.abril.com.br/aberto/info...14092006-3.shl)




    Até que emfim ...

    tomará que venha melhorias !!!

  2. Que boa notícia !

    Pena que ainda vai rolar muita água debaixo dessa ponte...
    Pq depender da boa vontade dos "caras" pra votar isso vai ser fod...

    Isso se não aparecer mais uns projetos para aumento de salário... férias...
    inclusão de decimo sexta salario... essas coisas que são votadas rapidamente.

    :x



  3. Posso estar puxando a sardinha para o meu lado, mas eu sou contra a regualementacao da profissao.
    Primeiro (quem prestou atencao no mei nick deve perceber) porque eu trabalho com informática há uns 6 anos, mas não tenho curso superior na área, eu tenho curso superior em Física! e conheco outros tantos com cursos superiores não relacionados a informática com grande habilidade e conhecimento (muito maiores que os meus) que seria prejudicados uma medida como estas.
    E em segundo, a área de informática é extremamente diversa, abrangendo desdee o cara que presta manutencao de hardware até o cara que escreve um Kernel ou o cara que cuida de redes enormes de servidores. Que eu saiba, nos cursos superiores de Ciência da Computacao (corrigam-me se estiver errado, falo da minha experiência e de amigos) não abrangem de forma satisfatória todos os tipos de funcoes e conhecimentos que são necessśrios para se trabalhar como TUDO que a proposta engloba.

  4. Só espero que definam bem todas as áreas, hoje pelo MEC existem 4 cursos para informática, Ciências da Computação, Licenciatura Plena em Computação, Engenharia da Computação e Sistemas de Informação, sendo que eu acho que os dois primeiros abrangem com ênfase todas as áreas de computação, o de engenharia mais na área de desenvolvimento de hardware e o software para o mesmo (isso eu avaliando a ênfase do curso) e o de Sistemas de Informação a área de Administração.

    E realmente também conheço muita gente formada em outras áreas que atuam na informática sem serem formados nela, mas é aquela historia quem já esta fica quem não esta, tem que fazer pós-graduação para ser apto exercer (entendo depois de criado a regulamentação) os que já exerciam a profissão antes com louvor eu defendo.

    É minha opinião, eu sou formado em computação, e estou cursando engenharia civil, e quero ver alguém assinar um projeto na engenharia civil se não for formado engenheiro civil e com registro no CREA, já na área da informática infelizmente só basta alguém "dizer" que sabe.

    Sem falar na base que vamos ter no salário, horas que dependendo do serviço exercido na informática tem que ter cargas horárias diferenciadas como plantões.
    Salários base como engenheiro e médicos e outras áreas que definem seus salários um exemplo fictício (não sei realmente com certeza qual é a recomendação para cada) Médico 10 salários mínimos, Engenheiro 8 salários, sei que isso não é regra e sim um recomendação dos órgãos de classe/conselho da cada profissão, ou seja, usado como base.

    Só para citar o Richard Stallman, afirmou ser contra a idéia de regulamentação da profissão no Brasil. e Você o que acha?



  5. evandro... você tem toda razão!

    estudo filosofia na federal.. mas meu negócio é computador!

    por que eu não estou estudando informatica na faculdade? simplesmente porque não quero ser um programador e qualquer certificação tem valor maior do que o diploma de um curso universitário..

    hardware? prática.. não tem curso!
    adm de sistema? quebra a cabeça.. na faculdade tu nem aprende a formatar disquete
    adm de rede? faz curso.. num tem na facul!

    enfim.. mas é por isso que eu DEFENDO a regulamentação! quero estudar isso tudo que eu exemplifiquei em uma universidade e obter um diploma que seja aceito em concurso publico e empresas por exemplo!

    por que o certificado do curso só é aceito em empresas.. mas quando falamos de concurso é outra coisa!

    resumindo.. quem faz adm de sistema faz duas faculdades.. uma na pratica diária e outra dentro de sala de aula!







Tópicos Similares

  1. Projeto setorial 17 Dbi de Qualidade!
    Por darciorsouza no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 25-02-2012, 20:54
  2. E se motoristas fossem contratados da mesma maneira que profissionais de TI?
    Por rbribeiro no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 2
    Último Post: 13-06-2011, 18:14
  3. Soluções de TI
    Por salimas no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 03-03-2007, 15:05
  4. Projeto Torre para Antena de Radio
    Por mantunespb no fórum Redes
    Respostas: 0
    Último Post: 01-07-2005, 08:12
  5. Notícias grátis de TI, Informática, Hardware e Afins...
    Por agent_smith no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 0
    Último Post: 07-12-2004, 16:06

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L