+ Responder ao Tópico



  1. #1

    Padrão Alguém já recuperou porta LAN?

    Alguém já recuperou porta LAN de rádio???

    Sabe quem faz isso??


    Estou com um Ovislink WLA-5000AP com a porta LAN queimada.

  2. #2

    Padrão

    Cara. Vai depender do que queimou nela. Se for só problema de conector fica fácil agora se queimou um circúito vai ficar quase impossível.



  3. #3
    cytron
    Visitante

    Padrão

    Cara!!! Não é muito complicado recuperar não, conheço um pouco de eletrônica e já recuperei muito US Robotics 56k jumpeável, lembra? Era uma fortuna esses modems, mas atualmente o lance é recuperar porta de switch, também é o mesmo processo, e a nova onda que está por vir é portas de ap... Mas ainda é o mesmo processo, na verdade, acho que esse esquema nunca vai mudar, pois toda porta de comunicação por cabos utiliza um componete, e as portas descentes utilizam dois que estão lá basicamente para queimar. Legal né? Mas muita gente não sabe disso e condena o aparelho, principalmente os técnicos de informática que não tem obrigação de saber eletrônica. "Nada contra ninguém, estou apenas esclarecendo a solução, aproveite quem for esperto". É o seguinte, toda porta tem um diodo ou resitor conforme o caso, este é o primeiro componente depois do conector. É um retangulozinho soldado pelas extremidades. Geralmente não tem nada escrito nele, e quando tem escrita na placa, vem um código tipo assim: Dxx ou Rxx (xx = um número. Ex.: D213, R122) O D é quando o componente é um Diodo e R de Resistor. Como geralmente não vem código de valor no componente fica difícil saber seu valor para substituição. Mas você pode pegar um aparelho igual, usar o multímetro e testar o valor da resistência (resistor) e com ajuda de um técnico em eletrônica, pode saber o tipo de diodo. A resistência resiste a uma energia de certo valor, caso ultrapasse ela não aguenta e queima. O diodo é um limitador, ele deixa passar energia até um certo valor, acima disso ele corta a passagem, mas ele tem um limite, que se superado ele não aguenta e queima, dizemos que o diodo está aberto. O segundo componente, caso a troca do diodo ou resitor não resulte em nada, é uma coisa que costumo chamar de acoplador (não é bem o nome certo, mas gosto desse, hehehe), ele é apenas um "protetor de surto" ou fusível. Ele queima caso a venha uma sobrecarga. Verificando esses componentes e substituindo o defeituoso certamente você terá consertado o problema. Mas uma das grandes sacanagens de fabricantes é colocar um componente que aguenta bem o surto, daí o fogo passa direto e vai lambendo os componentes até chegar em um chip, aí pode esquecer e jogar tudo fora. Tem só mais um detalhezinho... Cuidado com o ferro de solda. Esses componentes são muito pequenos e frágeis, um ferro de 60 Watts mata qualquer coisa. É meio difícil de conseguir ferros de 15, os mais comuns são de 35 Watts, se você for bom no ferro, dá pra usar ele. Mas se for um novato e ficar mastigando com o ferro, pode esquecer também. E não adianta pedir para um técnico de etrônica de rádio de TV pra fazer o serviço, poque ele está acostumado com grandes pingos de soldas de TV, e vai demorar com o ferro no componente, aí já era. O certo é fazer como nas montagens feitas por robôs (hehehe), solta no mesmo tempo que você pisca. hehehe. A dica é pedir para um técnico de câmeras de vídeo. Recuperei 12 portas de um switch de 24 caríssimo. Cobrei muito mais barato do que o valor que a empresa ia pagar em um novo. Espero ter resolvido o seu problema. Eu tenho a mania de escrever muito.... foi mal. hehehe!!! Espero ter resolvido o seu problema.

  4. #4

    Padrão

    Cytron,

    Muito obrigado pela receita de bolo que você postou aqui, creio que poderá ajudar a min e a muitos outros!!!

    Essa semana estou totalmente atarefado, mas no fim de semana farei os teste.

    Um forte abraço.



  5. #5

    Padrão

    Caro Cytron. Seu psot foi muitop esclarecedor mas vc não teria uma tabela com os valores das resistencias e o respectivo número do resistor/diodo?

    Outra coisas. Muita gente não sabe (Eu só lembro olhando pra um) qual a opçao do multímietro que usaremos para fazer tal teste. Mesmo que seja apenas para testar se o cara não tiver prática no Ferro de Solda. Pq se não for alí o cara pode meio que desistir neh?

  6. #6
    cytron
    Visitante

    Padrão

    Teoricamente você pode usar os que tem nos switchs ou hubs, o duro é ter que estragar um desses aparelhos em bom estado. hehe.

    Vou providenciar a tabelinha com os modelos mais comuns.

    O multímetro é simples, para medir resistência você gira o controle dele até o símbolo da resistência (Ohms, pra quem não sabe, é o logotipo da Pioneer). Muitos multímetros têm escalas maiores com K(ilo) e M(ega), daí você coloca as pontas-de-prova nas extremidades do componente (apesar dos técnicos não aconselharem testar um componente enquanto ele está soldado na placa, neste caso não tem muito problema, pois ele está na ponta do circuito), no caso do resitor o multímetro vai dar o valor da resistência, teste com outros resitores que você sabe que está bom, depois teste com o queimado.
    No caso do diodo é mais simples, no multímetro tem um símbolo de uma setinha desenhada por linhas, ela é mais ou menos assim: ->|- (uma seta com uma barreira na frente). Isso é o teste de continuidade, ou seja, ele testa a passagem de corrente, e esta é a função do diodo, permitir a passagem de uma determinada corrente.
    Observe, este símbolo é o símbolo do diodo, onde a seta aponta a direção em que o diodo deixa passar corrente, no sentido contrário ele bloqueia (até um determinado valor). É o componente mais fantástico da eletrônica.

    Você coloca as pontas-de-prova nas extremidades do diodo e se ele não passar corrente inverta as pontas, daí ele vai marcar (isto é o comportamento de um diodo bom). Se o diodo estiver ruim ele vai deixar a corrente passar em qualquer posição, ou seja, o multímetro vai marcar nos dois lados do diodo. Ou pode simplesmente não marcar em nenhum lado.

    No caso do acoplador, ele é assim: =[]= (crredo!!! hahahah)

    neste exêmplo tem apenas dois terminais de cada lado (telefones), mas para rede você vai encontrar 8 ou 4 pares de cada lado, geralmente é semelhante ao um chip cumpridinho. Você testa os terminais de cada lado, eles devem passar continuidade, mas não passam entre os terminais do mesmo lado e nem entre terminais que estão alinhados (a posição no multímetro é a mesma para o diodo). Eu adoraria colocar aqui um gráfico, mas não tenho tempo agora. Se não der para entender avisa que eu faço um gráfico bacaninha.