Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. São Paulo - Proposta é levar infra-estrutura de banda larga a todos os municípios do País. Metade deles não têm opções para este acesso.

    O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.

    Segundo o conselheiro da Agência, Pedro Jaime Ziller de Araújo, a implantação dos backhauls - redes de transporte de dados - vai acontecer em duas fases. Na primeira, prevista para o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, as concessionárias de telefonia fixa se comprometem a instalar os troncos de banda larga até a sede dos municípios.

    Na segunda etapa, prevista a partir de janeiro de 2009 até dezembro de 2010, devem ser atendidas as demais localidades e bairros desses municípios.

    A proposta de alteração, segundo o conselheiro, segue uma política do governo federal para distribuição do acesso banda larga a todos os municípios. Através de ofício encaminhado à Agência em 19 de outubro, o Ministério das Comunicações solicitou a substituição de todos os PSTs por backhauls. Na proposta elaborada, a largura de banda será distribuída de acordo com o número de habitantes de cada município.

    Depois de aprovada pelo conselho diretor da Agência, a versão final das alterações será encaminhada ao governo para a elaboração do decreto presidencial.

    Os PSTs são conjuntos de instalações de uso coletivo, mantidos pelas concessionárias, que dispõem de pelo menos quatro orelhões e quatro Terminais de Acesso Público, que permitem acesso à internet pela telefonia fixa.

    A agência ressaltou, entretanto, que os PSTs a serem instalados nas Unidades de Atendimento de Cooperativas não sofrerão alterações e devem dispor de, pelo menos, um orelhão e um TAP.

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    FONTE: Computerworld

  2. Citação Postado originalmente por armr1000 Ver Post
    São Paulo - Proposta é levar infra-estrutura de banda larga a todos os municípios do País. Metade deles não têm opções para este acesso.

    O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.

    Segundo o conselheiro da Agência, Pedro Jaime Ziller de Araújo, a implantação dos backhauls - redes de transporte de dados - vai acontecer em duas fases. Na primeira, prevista para o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, as concessionárias de telefonia fixa se comprometem a instalar os troncos de banda larga até a sede dos municípios.

    Na segunda etapa, prevista a partir de janeiro de 2009 até dezembro de 2010, devem ser atendidas as demais localidades e bairros desses municípios.

    A proposta de alteração, segundo o conselheiro, segue uma política do governo federal para distribuição do acesso banda larga a todos os municípios. Através de ofício encaminhado à Agência em 19 de outubro, o Ministério das Comunicações solicitou a substituição de todos os PSTs por backhauls. Na proposta elaborada, a largura de banda será distribuída de acordo com o número de habitantes de cada município.

    Depois de aprovada pelo conselho diretor da Agência, a versão final das alterações será encaminhada ao governo para a elaboração do decreto presidencial.

    Os PSTs são conjuntos de instalações de uso coletivo, mantidos pelas concessionárias, que dispõem de pelo menos quatro orelhões e quatro Terminais de Acesso Público, que permitem acesso à internet pela telefonia fixa.

    A agência ressaltou, entretanto, que os PSTs a serem instalados nas Unidades de Atendimento de Cooperativas não sofrerão alterações e devem dispor de, pelo menos, um orelhão e um TAP.

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    FONTE: Computerworld
    Isso quer dizer que os pequenos Provedores estão fora do mercado????

    Elo



  3. Citação Postado originalmente por Elo Ver Post
    Isso quer dizer que os pequenos Provedores estão fora do mercado????

    Elo
    Bem pelo q eu entendi.. a velocidade total fornecida para PSTs varia:

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    Na cidade vizinha aqui a minha tem banda larga da brasiltelecom e a banda deles esta saturada.. o pessoal esta colocando net via radio...

  4. Citação Postado originalmente por armr1000 Ver Post
    São Paulo - Proposta é levar infra-estrutura de banda larga a todos os municípios do País. Metade deles não têm opções para este acesso.

    O conselho diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu ontem (06/11) submeter à consulta pública proposta de alteração do plano de metas da telefonia fixa. A proposta prevê a substituição de 8.461 Postos de Serviços de Telecomunicações (PSTs) por backhauls com infra-estrutura de banda larga em todos os municípios brasileiros, o que vai beneficiar 3.570 municípios que hoje não dispõem de nenhuma opção de banda larga.

    Segundo o conselheiro da Agência, Pedro Jaime Ziller de Araújo, a implantação dos backhauls - redes de transporte de dados - vai acontecer em duas fases. Na primeira, prevista para o período de janeiro de 2008 a dezembro de 2010, as concessionárias de telefonia fixa se comprometem a instalar os troncos de banda larga até a sede dos municípios.

    Na segunda etapa, prevista a partir de janeiro de 2009 até dezembro de 2010, devem ser atendidas as demais localidades e bairros desses municípios.

    A proposta de alteração, segundo o conselheiro, segue uma política do governo federal para distribuição do acesso banda larga a todos os municípios. Através de ofício encaminhado à Agência em 19 de outubro, o Ministério das Comunicações solicitou a substituição de todos os PSTs por backhauls. Na proposta elaborada, a largura de banda será distribuída de acordo com o número de habitantes de cada município.

    Depois de aprovada pelo conselho diretor da Agência, a versão final das alterações será encaminhada ao governo para a elaboração do decreto presidencial.

    Os PSTs são conjuntos de instalações de uso coletivo, mantidos pelas concessionárias, que dispõem de pelo menos quatro orelhões e quatro Terminais de Acesso Público, que permitem acesso à internet pela telefonia fixa.

    A agência ressaltou, entretanto, que os PSTs a serem instalados nas Unidades de Atendimento de Cooperativas não sofrerão alterações e devem dispor de, pelo menos, um orelhão e um TAP.

    Nas cidades com até 20 mil habitantes, a proposta da agência é que a velocidade mínima de conexão seja 8Mbps. Já nos municípios com entre 20 mil e 40 mil habitantes, a velocidade deve ser o dobro: 16 Mbps. Dessa forma, a velocidade deve aumentar para que, nas cidades com mais de 60 mil habitantes, as conexões aconteçam a 64 Mbps.

    FONTE: Computerworld
    A alguns meses atrás a história era WIMAX. Fez vários pequenos e medrosos provedores se cagarem de medo. Agora esta é a novidade!!! 64mb de banda??? Nem nos EUA tem plano residencial assim (pelo menos nas grandes operadoras). Devemos lembrar que o setor de telecomunicações do Brasil é todo sucateado. As operadoras não conseguem levar nem mesmo 100kb de banda para a maioria dos municípios, imagina Megas! Mais uma notícia dos que "falam muito e fazem pouco" do Senado.



  5. Citação Postado originalmente por catvbrasil Ver Post
    A alguns meses atrás a história era WIMAX. Fez vários pequenos e medrosos provedores se cagarem de medo. Agora esta é a novidade!!! 64mb de banda??? Nem nos EUA tem plano residencial assim (pelo menos nas grandes operadoras). Devemos lembrar que o setor de telecomunicações do Brasil é todo sucateado. As operadoras não conseguem levar nem mesmo 100kb de banda para a maioria dos municípios, imagina Megas! Mais uma notícia dos que "falam muito e fazem pouco" do Senado.
    op esta velocidade de banda não é a que a empresa de telecom disponibilizara para cada cliente nao, mais é sim o minimo de banda que ela deve ter disponivel na cidade para a banda larga.






Tópicos Similares

  1. Troca de Omni por Painel no Mikrotic
    Por mexilhao no fórum Redes
    Respostas: 2
    Último Post: 25-08-2011, 11:35
  2. Anatel determina fim de venda casada da banda larga
    Por Genis no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 3
    Último Post: 29-07-2010, 09:58
  3. Troca de mensagens Win Linux
    Por Celio no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 1
    Último Post: 08-10-2003, 09:50
  4. Troca de Senhas - RedHat 7.2
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 0
    Último Post: 28-11-2002, 19:39
  5. Troca de senha em virtual domains
    Por no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 22-10-2002, 14:17

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L