Ver Feed RSS

BLOG DO Administrador Linux

MANUAL DE INSTALACAO SERVIDOR DE ARQUIVOS (PARA APRENDIZ E AVANÇADO )

Avalie este Post de Blog
Olá caros amigos...
Hoje trago a voces um manual de instalação para um servidor de Dados, PDC ou Workgroup.
Usei como base uma documentação que eu desenvolvi para uma empresa, por tanto todas as configurações estão funcionando corretamente.
Os serviços a serem instalados são: Samba, webmin e rsync.
SAMBA: servidor de arquivos que utiliza o protocolo padrão do windows SMB.
WEBMIN: gerenciador de sistemas atravez de interface Web.
Rsync: Ferramenta para sincronizar dados, eu utilizo o Rsync para fazer backup ( não irei comentar muito sobre ele hoje, pretendo dedicar 1 post inteirinho a essa ferramenta.)





1 Instalação do sistema operacional


1.1 Pré-requisitos

• Processador Pentium 4 LGA (L2 de 1MB, 3.00GHz,FSB de 800MHz)
• Memória de 2GB DDR2 800MHz
• 2 x Disco Rígido SATA de 160GB, 3Gbps
• Duas placas de rede 10/100Mgs
• Leitor/gravador de DVD



1.2 Instalação e configuração do sistema

Inicio da instalação
Insira o DVD de instalação do Linux, selecione o idioma e continue com a instalação.
Selecione o Idioma nacional.
Na seção para particionamento crie 1 partição em cada HD do tipo: RAID
Na próxima tela terá habilitado ( configurar Raid via software ), entre nessa tela e crie 1 partição (MD0), Selecione o sistema reseifers para particionar.
Continue com a instalação e escolha um repositório nacional, assim os programas baixados após a instalação terão o idioma nacional.
Na etapa de instalação dos serviços, escolha apenas: Sistema básico de arquivos, os outros serviços serão baixados após a instalação, para utilizar versões mais recentes dos programas.




1.3 Configurando de rede

Após a instalação quando o S.O estiver funcional, será configurada a rede do servidor.
Abra o arquivo ( /etc/networks/interface ) e defina o IP do servidor, editando o arquivo da seguinte forma:

Eth0 inet static
Address 192.168.0.XXX
Mask 255.255.255.XXX
Gateway 192.168.0.XXX



Abra o arquivo ( /etc/resolv.conf ) e defina os servidores de DNS, editando o arquivo da seguinte forma. Lembrando que (X) representa o IP do servidor DNS.

Nameserver XXX.XXX.XXX.XXX
Nameserver XXX.XXX.XXX.XXX

Configurar o hostname do servidor ( nome do servidor na rede.).
Abra o arquivo ( /etc/hostname ) e defina o nome do servidor na rede, editando o arquivo da seguinte forma:

SERVIDORDEDADOS

Associar o nome do servidor ao IP definido.
Abra o arquivo ( /etc/hosts ) e edite o arquivo da seguinte forma:

127.0.0.1 localhost
192.168.0.XXX SERVIDORDEDADOS



1.4 Configurar o RAID

Nesta etapa vamos configurar o RAID para que o segundo HD consiga carregar o S.O caso ocorra algum problema com o primeiro HD.

Edite o arquivo ( /boot/grub/menu.lst ) deixando da seguinte forma:

title DEBIAN LINUX - SERVIDORDADOS
root (hd0,0)
kernel /boot/vmlinuz-2.6.11.7 root=/dev/md0 md=0,/dev/sda1,/dev/sdb1 ro
boot

title DEBIAN LINUX - SERVIDORDADOS (Recuperacao RAID)
root (hd1,0)
kernel /boot/vmlinuz-2.6.11.7 root=/dev/md0 md=0,/dev/sdb1 ro
boot

Agora vamos adicionar o grub no MBR do segundo HD.
Logue-se como root e digite os seguintes comandos no terminal.

grub-install /dev/sda
grub
grub: device (HD,0) /dev/sdb
grub: root (hd0,0)
grub: setup (hd0)
grub: quit
2 Instalação dos serviços


2.1 Serviços a serem instalados:

• VIM ( Editor de texto básico.)
• Samba ( Servidor de arquivos )
• Webmin ( Sistema web de gerenciamento do S.O )




2.2 Iniciando a instalação.


2.2.1 Instalação do VIM

Digite o seguinte comando:
# apt-get install vim



2.2.2 Instalando o samba:

No terminal digite o seguinte comando:
# apt-get install samba
#apt-get install smbfs
#apt-get install smbclient


Edite o arquivo:
# vim /etc/samba/smb.conf


Insira os seguintes parâmetros no arquivo:

[global]

workgroup = Grupodominio
netbios name = Servidordados
server string = Servidor de Dados
client schannel = Yes
log level = 1
syslog only = Yes
log file = /var/log/samba/%m.log
max log size = 50
debug timestamp = No
keepalive = 20
socket options = TCP_NODELAY SO_RCVBUF=8192 SO_SNDBUF=8192
printcap cache time = 60
printcap name =
dns proxy = No
kernel oplocks = No
lock spin time = 15
ldap ssl = no
printing =
print command =
lpq command = %p
lprm command =
level2 oplocks = No
oplock contention limit = 1
smb ports = 139
wins support = yes
debug level = 1
os level = 60
max xmit = 65535
oplocks = yes
read raw = yes
write raw = yes
deadtime = 15
getwd cache = yes
# Necessita de senha para acesso
security = user
logon script = %g.bat

# Desabilitar Perfil Movel Ambiente Windows
logon home =
logon drive =

# Adiciona Maquina Automaticamente ao Samba Server
add machine script = /usr/sbin/adduser -n -r -g computadores -c "Samba machine" -d /dev/null -s /bin/false %u

# Samba com PDC , para deixar de ser PDC coloque = NO em: Preferred master e domain master..
domain logons = yes
preferred master = yes
domain master = yes



[PASTAS]
path = /pastacompartilhada
browseable = yes
writeable = yes
guest ok = no
create mask = 0777
valid users = @grupo usuario ## ((o simbolo @ siginifica grupo e sem o @ é usuario))
#LIXEIRA
vfs object = /usr/lib/samba/vfs/recycle.so
recycle:repository = /pasta/lixo/%u # essa opção cria uma pasta para cada usuario.
recycle:exclude = *.tmp, *.log, *.obj, ~*.*, *.bak, *.iso
recycle:exclude_dir = tmp, cachê


[Lixeira]
path = /pasta/lixo
public = yes
browseable = yes
writeable = yes
guest ok = no
create mask = 0777


Salve o arquivo e execute o seguinte comando:

# /etc/init.d/samba restart



2.2.3 Instalando o webmin

Faça download na seguinte URL: Download Webmin from SourceForge.net

Salve em ( /opt/ )
Digite o seguinte comando:

# apt-get install libnet-ssleay-perl
# apt-get install libio-pty-perl
# apt-get install libmd5-perl
# dpkg –i webmin_1.470_all.deb

Agora digite o endereço de ip no navegador e utilize a porta 10000 para acessar o webmin da seguinte forma:
https://x.x.x.x:10000



2.2.4 Instalando o RSYNC

Digite o seguinte comando:

# apt-get install rsync




3 Funcionalidades e comandos do servidor


3.1 Crontab

• Agendaremos a seguinte tarefa automatizada no CRON desligamento automático em horário determinado


3.1.1 SAMBA


3.1.1.1 Cirando usuários no samba

Adicione os grupos utilizando o seguinte comando:

# groupadd nomedogrupo/setor

3.1.2.2 Adicione o usuário

#useradd –g grupo/setor –s /bin/false –d /dev/null nomedousuario
#smbpasswd –a nomedousuario


3.1.2.3 Trocando a senha do usuário

Utilize o seguinte comando para trocar a senha do usuário:

#smbpasswd nomedousuario



3.1.2.4 Definindo permissões:

Para definir o usuário como dono de um arquivo ou pasta, utilize o seguinte comando:

#chown usuário.grupo /pasta

Para altera as permissões de leitura, gravação e execução de um arquivo ou pasta, utilize o seguinte comando:

#chmod xxx /pastadesejada

Atualizado 02-11-2009 em 23:26 por lovenique

Categorias
Artigos

Comentários

Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo
  1. Avatar de juniorphy
    Maravilha lovenique!!!

    Utilizo bastante esses recursos,

    Não fiz testes em RAID ainda, mas quando der tempo vou fazer agora com seu post. A ferramenta Webmin é excelente para mim, pois gosto de administrar a máquina via interface web e ele me trás esse recurso.

    Achei interessante essa ferramenta RSYNC eu não conhecia, vou acompahar seus próximos artigos.

    Valeu.
  2. Avatar de AndrioPJ
    ola amigo.
    Gostaria de pedir permissao para estar adionando o seu artigo ao material (http://under-linux.org/f132192-servi...il-e-funcional) sem esquecer dos devidos creditos.
  3. Avatar de lovenique
    Citação Postado originalmente por mascaraapj
    ola amigo.
    Gostaria de pedir permissao para estar adionando o seu artigo ao material (http://under-linux.org/f132192-servi...il-e-funcional) sem esquecer dos devidos creditos.
    Claro amigo... Pode adicionar sim... então o que voce achou ???
  4. Avatar de guiangelus
    muito bom amigo... shoe de bola vou montar um essa semana e vou usar as suas confs como refencia.. parabens
  5. Avatar de mandrak66
    Ola lovenique, desculpas pela iguinorancia pois sou novo em linux.
    oque são esse quadradinhos>>>> #useradd –g grupo/setor –s /bin/false –d /dev/null nomedousuario
    por acaso é o sinal de -
Página 1 de 2 12 ÚltimoÚltimo

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L