Página 2 de 13 PrimeiroPrimeiro 1234567 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Do que adianta inventar os padroes e guardar para si, é isso que a apple estava fazendo, pow 40 dias de espera pra comprar um pc, sem contar que o software deles só funcionava do hardware deles, a microsoft abriu o computador pessoal a quem quisesse fabrica-lo, resultado, baixa nos preços, altas nas vendas, democratização e o escambal a 4, me deculpe mas a falta de interoperabilidade como vc diz é reflexo da grande leva de "padroes" que os desenvolvedores de softwares vem criando, porque isso nao acontecia quando se usava o windows 95 e o acesso discado? è complicado, hj vc cria um software, amanha vc exige que o navegador x ja esteja compativel com ele, quem tem que se adaptar é o produto final e nao o produto inicial.

  2. Cara, uma coisa é arquitetura fechada. Isso eu concordo a apple sempre escravizou as pessoas com isso. Mas eu esta me referindo a padrões de software, que geram a interoperabilidade.

    Quanto ao produto final ter que se adequar eu discordo. Isso vai contra todo o conceito de evolução! Se fosse assim ninguém ia poder desenvolver aplicações web mais 'dispendiosas' simplesmente porque o browser mais utilizado, IE6, não suporta. Você entende o que estou querendo dizer? Se fosse assim ainda estaríamos usando Fita DAT pra tudo!! Simplemente porque os sistemas de armazenamento (produto final) tem que se adaptar ao produto inicial!!! Vamos ter que falar pros inventores do CD, DVD, Blue-Ray, HD-DVD pra eles pararem de desenvolver isso tudo porque todas essas mídias não entram no slot da fita DAT!!!!!!

    Simplesmente não faz sentido isso cara....



  3. kkkk, ok, nao nos entendemos, vejamos lá, vc serviu o exercito? se sim vc sabe o que é hierarquia, então digamos que o o IE6 está no topo da hierarquia, não sou eu quem diz isso, são os usuarios, eu particularmente uso o firefox pra tarefas rotineiras, pra bancos ainda uso o IE, pois bem o grande general IE6 é quem manda, se vc precisa executar um tarefa tem que executar da forma dele, porém o general IE6 ja está velhinho e precisa se aposentar, isso é uma maravilha pois ele é muito rigido, quase nao susceptivel a mudanças, que maravilha o nosso novo general IE7, mais novo, robusto cheio de saúde, mas é meio lento, tadinho, terá que ser transferido, eis que chega o general IE8 para fazer um teste no QG, bem agil, rapido em suas atividades, porem de tao novo que é, terá que aprender tantas coisas, mas lembre-se ele esta a fazer um teste não adianta exigir que ele se adapte rapidamente, ele se adaptará é claro, mas existe ali alguns milhares de soldados(padroes) e cada um tem uma forma de pensar será mais facil fazer as coisas a moda dele e depois ir adaptando, afinal de contas ele é novo e aprenderá com certeza até o ponto que ele se aposente ou precise ser trocado pelo general IE9.

  4. Acho que cabe uma palavrinha de profe, uma que leva o linux e o software livre todo semestre pra sala de aula... mesmo que o tema da aula seja sempre redação (sob diversas abordagens e diferentes objetivos, mas sempre redação e ultimamente sempre para alunas/os de letras).
    Em primeiro lugar, fico surpresíssima em ler num post tão recente que o linux não está pronto para desktop. Por dois aspectos diferentes:

    1) porque "estar pronto", em software (como aliás em quase tudo na vida) não existe, sempre podemos melhorar, sempre podemos achar um bug e depois podemos resolver e ao resolver achamos uma solução interessante que ninguém pensou antes ou um usuário lembra de algo que falta e bah! tá lá (especialmente se for software livre) uff! Então me espanta alguém esperar um linux "pronto" para desktop... espero mesmo que nunca esteja.

    2) Porque eu só uso linux no Desktop. Em casa e no trabalho. E, aliás, acho dificílimo usar o Vista. Já o Linux minha filha usa desde os 7 (tem 9 agora). Começou com gnome, por conta do Edubuntu. Agora usa KDE porque ficou encantada com os efeitos que viu no meu desktop e pediu pra mudar. Ela não tem aparentemente perfil de hacker: ela gosta de chat, de jogos, de fazer suas pesquisas pra escola na internet e de visitar sites como o da turma da mônica. Ela usa windows na escola e nunca achou aqui (linux) mais difícil que lá (windows), ou o contrário.

    Isso pode ser explicado de uma forma bem simples: embora eu deteste usar windows, não passo essa ideia pra ela. A ideia é outra: computador não é mistério, sistema operacional não é mistério, você pode. Coisa que se costuma dizer pra meninos muito mais do que pra meninas.

    Mas existem limitações? Claro que sim! Não dá pra negar que usar Linux é deixar de comprar um sistema operacional e mais, que é dizer que, se você não pode comprar, nã precisa piratear pra usar computador. Ou seja, é dizer que você tem escolha e ela não depende só do seu bolso. É contrapor-se a grandes empresas. É tornar-se uma pedra no sapato. O que quero dizer com isso? Quero lembrar que se a placa de som que eu comprei (e isso é verdade) não funciona no Linux (comprei pro projeto, uma placa caríssima, alguém quer comprar?), isso não é porque o Linux é ruim, mas porque a empresa que fez a placa também acha mais importante manter as relações comerciais com a Apple e a Microsoft e vai continuar distribuindo os CDs para Mac e Windows sem divulgar nenhum driver que porventura alguém consiga criar para fazer a dita cuja funcionar no Linux.

    Mesma coisa acontece com algumas impressoras, câmeras de vídeo e outros apetrechos mais usados que placas de som externas. Negar que essa dificuldade tenha um cunho político/social/econômico é fugir do verdadeiro problema.

    Eu só levo o Linux para a sala de aula porque acredito que a universidade é muito mais do que passar conhecimento como quem passa receita de bolo: trata-se de um exercício de cidadania.



  5. @Acris,
    mandou muito bem!! Sempre gosto de ler as coisas que você escreve!

    @fernando,
    Cara, então me explica porque o comandante Firefox e Opera são W3C complient e satisfazem quase 100% dos padrões ACID3 e ACID4??? E isso não é só o mais recente não, desde os antigos esses 2 browsers tem mais compatibilidade com os padrões do que o todos os IEs (inclusive os IEs mais novos).
    Eu, sinceramente, acho que você tem que dar uma pesquisada antes de falar essas coisas. Nota-se que vc não entende muito de projetos, padrões e desenvolvimento. Vamos pegar o IE como exemplo. O que é desenvolvido no IE6 é reutilizado no IE7 após correções, o que quebra totalmente a sua comparação. Dizer que o IE7 ou o IE8 não são compatíveis com padrões porque eles são novos é dizer que a equipe de desenvolvimento do IE não fez nada de 2006 (lançamento do IE7) pra cá! Podemos então demitir toda a equipe...
    IE8 mais leve?!?! Pelo visto você não testou ele né?? Cara, sério, não fale sobre coisas que você não entende ou testou ok? Vamos acabar com essa discussão por aqui antes que isso tome um rumo errado, ok?!

    Até mais...






Tópicos Similares

  1. Comandos do Linux (iniciantes ou não)
    Por Magal no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 0
    Último Post: 03-05-2010, 17:14
  2. instalar e configurar um servidor em linux(fedora ou outro)
    Por meds no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 10
    Último Post: 20-05-2005, 08:33
  3. Mandrake linux oficial ou beta
    Por felidalcin no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 3
    Último Post: 26-03-2005, 17:10
  4. Instalando Linux em maquinas gemeas (100 maquinas ou mais)
    Por GothInTorment no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 2
    Último Post: 18-02-2003, 09:43
  5. ADSL - Ligar no linux ou no HUB?
    Por gholtz no fórum Servidores de Rede
    Respostas: 7
    Último Post: 20-11-2002, 12:27

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L