Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Internauta não precisa comprar antivírus pago, diz revista

    A Consumer Reports aplicou testes em softwares pagos e gratuitos e avaliou quais deles possuem melhor desempenho de proteção contra malwares

    Em um controverso teste de eficácia antimalware, a edição de junho da revista americana Consumer Reports traz como principal recomendação um software antimalware gratuito para proteger computadores com Windows e Mac.
    Com algumas ressalvas, a publicação diz em seu artigo "Security Software" que considera desnecessária a compra de um programa pago.
    O artigo afirma que realizou testes em 18 diferentes tipos de aplicativos – 4 deles gratuitos e 14 pagos.
    Os testes foram realizados em conjunto com a International Consumer Research & Testing, com o intuito de descobrir "o quão bem um software pode defender computadores de exploits vindos de sites".
    Combinando esses resultados com outros testes relacionados como "facilidade de uso", bem como a mensuração de como o software utiliza a memória ou outros recursos que podem deixar o computador mais lento durante uma verificação do sistema, o teste também mediu a "velocidade de digitalização" - relacionada com a rapidez com que grandes grupos de arquivos podem ser verificados, e "atualização" - para verificar quão rápido cada software poderia ser atualizado com relação a novos malwares.
    Outras categorias como "informações úteis" (relacionada à simplicidade e utilidade das instruções) e "avisos claros" também foram examinadas.

    A efetividade de "desempenho do firewall", "filtro de spam", "filtros de controle parental" e "recuperação sem inicialização" também foi tecnicamente analisada pela publicação e seu parceiro de pesquisa.

    Na edição de junho, a Consumer Reports recomendou que os consumidores utilizassem ferramentas gratuitas antimalware.
    A melhor escolha foi o Avira Free Antivirus, seguido pelo AVG Anti-Virus Free 2012, Avast Free Antivirus
    e Microsoft Security Essencials. Mas eles eram recomendados somente se o usuário não fosse considerado do grupo de maior risco da internet - ou, como definido pela publicação, aqueles que "acessam remotamente arquivos no seu computador quando estão fora de casa, por exemplo, precisarão de maiores proteções".
    Casos e casos
    A Consumer Reports também reconheceu que "suítes pagas oferecem maior quantidade de recursos e são mais simples de usar, com uma interface única - somente um download e uma instalação - e uma única atualização de tempos em tempos".

    Apesar da forte recomendação para o Avira e três outros antimalwares gratuitos, a publicação comentou que isso não significa que softwares gratuitos, no geral, terão melhor desempenho com relação aos golpes encontrados na rede (eles realizaram testes com vírus e exploits) que os pagos. De fato, eles são piores.

    No quesito "golpes na rede", complexos testes foram aplicados contra exploits provenientes de sites. Avira, Avast e Microsoft Security ganharam um mero "bom" na classificação. Somente o
    AVG subiu para o ranking de "muito bom".

    Em contraste, o Avira pago teve um melhor desempenho contra "golpes na internet" com um "muito bom" na classificação.
    O software pago G Data Internet Security 2012, o ESET Smart Security 5, o Norton Internet Security 2012, o F-Secure Internet Security 2012, o BullGuard Internet Security 2012 e o Trend Micro Titanium Internet Security 2012 também tiraram notas altas nesse quesito.

    Mas o título de excelência ficou com o Kaspersky Security 2012 e com o BitDefender Internet Security 2012.

    O McAfee Internet Security 2012 e o Panda Internet Security 2012 - ambos os softwares pagos - atingiram apenas a classificação "bom" na categoria, de acordo com os testes aplicados pelo Consumer Reports.


    http://idgnow.uol.com.br/ti-pessoal/...o-diz-revista/
    Última edição por DUHbnu; 31-05-2012 às 00:25. Razão: formataçäo

  2. Ainda usam anti-virus?



  3. Fora as CPU's tipo PINÉU; a maior parte dos usuários finais usa.

    Todo profissional Wireless competente sabe que grande parte das chamadas técnicas tem causa em vírus, worm e trojans; então se o usuário tiver um bom antivírus e um antimalware com certeza se reduzirão os problemas e o custo de manutenção.

  4. nao sei agora, mas o AVIRA chegou a instalar uma barra (tool bar) depois de uma atualização..

    ai é sacanagem ..



  5. Tem que prestar MUITA atenção na hora de instalar, mas muitos antivírus, antimalware, otimizadores ótimos como NCleaner, CCleaner, Glary Utilities estão colocando estas "merdas" de Toolbar.

    Mas prestando atenção e cuidado na hora da instalação, em muitos casos se consegue evitar.

    Realmente Toolbar é uma praga, inclusive tem alguns softwares, que mudam a página inicial e são dificílimas de tirar.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 9
    Último Post: 26-11-2017, 13:48
  2. Respostas: 2
    Último Post: 05-10-2012, 22:17
  3. Respostas: 11
    Último Post: 22-03-2012, 17:05
  4. Respostas: 8
    Último Post: 13-09-2011, 12:26
  5. Respostas: 7
    Último Post: 18-09-2008, 11:45

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L