Página 2 de 3 PrimeiroPrimeiro 123 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. #21

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Os controladores de carga não elevam a tensão, se na entrada de um controlador de carga você colocar uma fonte de 24V, na saída a tensão será de 24V menos o drop-out do carregador, que varia de 0,3 a 3V (O comum com mosfets é 0,5 a 0,7V). Ou seja, pro par de baterias flutuar a 27V você precisa uma fonte de cerca de 27,5V. Fontes industriais de 24V tem controle de tensão, mas poucas (Quje eu saiba só as de 100W pra cima) tem controle que chegue a 27,5V, a maioria (De 50W, por exemplo) que testei só chega a 26V, eu não arriscaria grandes baterias flutuando em tensão tão baixa.

    Se ficar flutuando em tensão baixa (26V, por exemplo), com corrente baixa, geralmente ocorre desequalização das celulas (Uma celula fica com 2,3V, outra com 1,7V...), se ficar desequalizado muito tempo a celula morre, isso acontece muito em carros antigos com dinamo, tipo fusca ou brasilia, se a bateria for meia-boca e tensão nunca subir (Por falta de acelerar) 2 celulas morrem logo, a bateria passa a ter 8V e não 12V (Carrega até 14 ou 15V, mas no primeiro instante de uso já cai pra 8V, bateria de nobreak as vezes passa por isso também, 2 celulas secam e 4 ficam intactas).

    Se quer certeza que não terá desequalização, tem carregadores que fazem uma ciclagem mensal ou semanal, subindo até 16V por uns 10 ou 20 minutos, pra equalizar as celulas. O que eu conheço desse tipo são Xantrex pra energia solar, mais de R$ 1.000, mas a longo prazo compensam (Se tiver problema de bateria durando pouco, ou desequalização).

  2. #22
    Avatar de marcelomg
    Ingresso
    Jan 2006
    Localização
    São Lourenço do Sul, Brazil
    Posts
    1.476

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Muito obrigado pela explicação, com base em seus conhecimentos, qual sistema ideal para alimentar um patch panel POE 24v, banco de bateria 24v com até 100 ha? O objetivo é alimentar switchs e rádios.



  3. #23
    Avatar de Nilton Nakao
    Ingresso
    Sep 2013
    Localização
    Carlos Chagas, Minas Gerais
    Posts
    902

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Uma vez com todos os equipamentos ligados, a bateria precisa ter no mínimo 10% de carga para poder se recarregar; por exemplo se a bateria for de 100A/h, os equipamentos consumirem 8A/h o flutuador teria de ser no mínimo de 18A/h(8 de consumo nominal, mais 10 para recarregar a bateria), dependendo da localidade é melhor calcular no mínimo 30% e 50% para painel solar.

  4. #24

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Os controladores de carga não elevam a tensão, se na entrada de um controlador de carga você colocar uma fonte de 24V, na saída a tensão será de 24V menos o drop-out do carregador, que varia de 0,3 a 3V (O comum com mosfets é 0,5 a 0,7V). Ou seja, pro par de baterias flutuar a 27V você precisa uma fonte de cerca de 27,5V. Fontes industriais de 24V tem controle de tensão, mas poucas (Quje eu saiba só as de 100W pra cima) tem controle que chegue a 27,5V, a maioria (De 50W, por exemplo) que testei só chega a 26V, eu não arriscaria grandes baterias flutuando em tensão tão baixa.

    Se ficar flutuando em tensão baixa (26V, por exemplo), com corrente baixa, geralmente ocorre desequalização das celulas (Uma celula fica com 2,3V, outra com 1,7V...), se ficar desequalizado muito tempo a celula morre, isso acontece muito em carros antigos com dinamo, tipo fusca ou brasilia, se a bateria for meia-boca e tensão nunca subir (Por falta de acelerar) 2 celulas morrem logo, a bateria passa a ter 8V e não 12V (Carrega até 14 ou 15V, mas no primeiro instante de uso já cai pra 8V, bateria de nobreak as vezes passa por isso também, 2 celulas secam e 4 ficam intactas).

    Se quer certeza que não terá desequalização, tem carregadores que fazem uma ciclagem mensal ou semanal, subindo até 16V por uns 10 ou 20 minutos, pra equalizar as celulas. O que eu conheço desse tipo são Xantrex pra energia solar, mais de R$ 1.000, mas a longo prazo compensam (Se tiver problema de bateria durando pouco, ou desequalização).
    Então rubem falei com vc em outro tópico a respeito de fonte no break também, comentamos sobre a volt e vc disse que não era lá essas coisas mas na falta de outra poderia usar a fonte deles. Vi um vídeo na internet de Agosto do ano passado um rapaz testando 3 fontes da Volt sendo que a terceira é que deu um melhor resultado conversei com o pessoal da Volt tem poucos mais de 3 semanas e eles me disseram que tinham resolvido o problema, até mesmo pelo tempo do vídeo que já tinha mais de 6 meses. Comprei um path panel de 5 portas da Volt e estou pensando em comprar a fonte deles também de 24v 7a.

    No total creio que meus equipamentos vão puxar até 6Ah então creio que aquelas fontes seladas pequenas de 12v 7a devam servir usando 2 em série.



  5. #25

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    É, em equipamento eletronico sempre se está sujeito a consertar um problema e criar outro, é "melhoria constante" pra não dizer "mudança constante".

    Bom, se terá 6Ah de consumo, bateria de 7Ah te daria menos de 40 minutos de funcionamento, talvez 35 min.
    Vide o datasheet da bateria, um exemplo: http://www.robocore.net/upload/Manua...iaUnipower.pdf Pagina 6, os 1C de descarga são 7 * 1 que dá 7A de consumo, 6A são cerca de 0,9C (7 * 0,9 = 6,3A), o datasheet não é claro o suficiente nessa tabela mas dá pra ver nitidamente que 1 hora elas só aguentam com 0,6C, que é 7 * 0,6 = 4,2A! No datasheet também dá uma idéia da vida curta que a bateria tem com alta temperatura (30°C é quente), se a carga for feita com corrente alta tipo 7A a bateria pode esquentar (Pode difere de vai), se elas esquentarem saiba que é culpa do tipo de carga, mas não necessariamente você vai achar um carregador-flutuador que não aqueça bateria mandando corrente alta, o jeito pra isso não acontecer seria carga lenta (14h a 0,7A se usar 2 baterias 7Ah em serie), mas isso é complicado manter (Vai que tem 2 blackouts longos no mesmo dia). Consumo em corrente alta (0,9C é demais, é exagero, o consumo devia ser 0,1C pra bateria durar o maximo possível) também costuma deteriorar bem rapido a bateria, talvez se usar as baterias toda semana por meia hora elas durem pouco mais de 1 ano (O que nem é um problema tão grande, já que elas são baratas).

    Acho que estou escrevendo muito isso ultimamente: Funcionar um monte de coisas funcionam, até uma duzia de pilha Rayovac alcalina mantém tudo no ar por alguns blackouts curtos... mas otimizar a vida das baterias, sem ter carga tão lenta, é coisa que não combina com baixo custo, um nobreak DC de R$ 300 não é garantia de alta qualidade, o custo deles é alto porque a demanda é baixa, não porque eles tem uma enorme tecnologia de ponta dentro (São circuitos simples) que otimiza a vida das baterias ou algo assim. Então com nobreak DC comum você terá um vida mais curta das baterias, não que nobreak AC seja não seja ainda pior, mas os 2 são opções prontas, plug-and-play, não são dimensionados exatamente pra cada consumo e local de uso então alguma coisa fica de fora, e essa coisa é a durabilidade e equalização das baterias, se acostume com a possibilidade de elas durarem só 1 ano.

  6. #26

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    É, em equipamento eletronico sempre se está sujeito a consertar um problema e criar outro, é "melhoria constante" pra não dizer "mudança constante".

    Bom, se terá 6Ah de consumo, bateria de 7Ah te daria menos de 40 minutos de funcionamento, talvez 35 min.
    Vide o datasheet da bateria, um exemplo: http://www.robocore.net/upload/Manua...iaUnipower.pdf Pagina 6, os 1C de descarga são 7 * 1 que dá 7A de consumo, 6A são cerca de 0,9C (7 * 0,9 = 6,3A), o datasheet não é claro o suficiente nessa tabela mas dá pra ver nitidamente que 1 hora elas só aguentam com 0,6C, que é 7 * 0,6 = 4,2A! No datasheet também dá uma idéia da vida curta que a bateria tem com alta temperatura (30°C é quente), se a carga for feita com corrente alta tipo 7A a bateria pode esquentar (Pode difere de vai), se elas esquentarem saiba que é culpa do tipo de carga, mas não necessariamente você vai achar um carregador-flutuador que não aqueça bateria mandando corrente alta, o jeito pra isso não acontecer seria carga lenta (14h a 0,7A se usar 2 baterias 7Ah em serie), mas isso é complicado manter (Vai que tem 2 blackouts longos no mesmo dia). Consumo em corrente alta (0,9C é demais, é exagero, o consumo devia ser 0,1C pra bateria durar o maximo possível) também costuma deteriorar bem rapido a bateria, talvez se usar as baterias toda semana por meia hora elas durem pouco mais de 1 ano (O que nem é um problema tão grande, já que elas são baratas).


    Acho que estou escrevendo muito isso ultimamente: Funcionar um monte de coisas funcionam, até uma duzia de pilha Rayovac alcalina mantém tudo no ar por alguns blackouts curtos... mas otimizar a vida das baterias, sem ter carga tão lenta, é coisa que não combina com baixo custo, um nobreak DC de R$ 300 não é garantia de alta qualidade, o custo deles é alto porque a demanda é baixa, não porque eles tem uma enorme tecnologia de ponta dentro (São circuitos simples) que otimiza a vida das baterias ou algo assim. Então com nobreak DC comum você terá um vida mais curta das baterias, não que nobreak AC seja não seja ainda pior, mas os 2 são opções prontas, plug-and-play, não são dimensionados exatamente pra cada consumo e local de uso então alguma coisa fica de fora, e essa coisa é a durabilidade e equalização das baterias, se acostume com a possibilidade de elas durarem só 1 ano.

    Bem esta fonte que te falei parece que suporta até 20A no caso de eu comprar baterias automotivas estacionárias (que dizem que chegam a durar até 20 anos) bem, pelo fato de terem algo em torno de 40A por exemplo, acho que a medida que for descarregando ela vai chegando ao certo limite da fonte

    Por exemplo: se a fonte só suporta até 20A e a bateria é de 40A a fonte só vai reconhecer os 20A mesmo elas sendo de 40A porém creio que ela vá descarregando até chegar no limite de 7A. Será que seria mais ou menos isso?



  7. #27

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Imagina uma bateria como uma caixa d'agua, você pode enche-la usando um balde de 10l, usando um caminhão-pipa, usando uma mangueira de 1/2", ou mesmo usando um conta-gotas de 2ml, a única coisa que muda é o tempo que leva pra encher, com a diferença que de encher devagar demais a evaporação atrapalha, se encher muito rapido o impacto da agua pode danificar a caixa... enfim, tem certos parametro pra otimizar o enchimento e o consumo.

    Bateria de chumbo precisa carga em corrente baixa pra durar, uma bateria de 7Ah só dura se a carga for feita com corrente tipo 0,5 a 3Ah, acima disso tem que ter controle de temperatura, tem que ter verificação constante de tensão em aberto (Com o carregador desligado), enfim, não dá pra fazer flutuação com 20Ah numa bateria de 7Ah e esperar que ela dure muitos meses assim. Seria com encher uma caixa d'agua de 1000l usando um cano de 2m de largura, com uma jorrada de 2000l por minuto, um dia a caixa vai pro espaço com o tranco.

    Todas as celulas de armazenamento (De pilhas nicd, nimh, baterias li-ion, li-poly, chumbo, etc) são mais ou menos iguais, para que durem precisam uma faixa X de corrente durante a carga e a descarga, e só podem ser carregadas até a tensão Y, conforme o material da bateria o X e o Y mudam, e se desrespeitar muito esses valores a celula dura pouco (Mas funcionam por um tempo). Aqui não é lugar pra tanto texto, então recomendo uma googlada pra estudar sobre os materiais e tipos de carga das celulas, isso ajuda a desmistificar boatos sobre pilhas recarregaveis, baterias de celular ou notebook, e de carro, recomendo no mínimo a leitura disso:
    http://www.sta-eletronica.com.br/v1/...C3%A9cnico.pdf
    e/ou
    http://www.sta-eletronica.com.br/v1/...3%A9cnicas.pdf

    O fabricante recomenda o que faz a bateria durar mais, se durar pouco o produto ganha fama de produto ruim, não há simplesmente mais venda, não é vantajoso pros fabricantes que as baterias durem pouco.

    Sobre estacionárias durarem 20 anos, isso não acontece com os nobreaks DC comuns e o uso mal-dimensionado que uns provedores tem, pra durar 20 anos tem que respeitar completamente as correntes e tensões que o datasheet informa, tem que respeitar as temperaturas, e tem que ver periodicamente a desequalização. Poder durar 20 anos pode, mas se só plugar num equipamento escolhido no chutometro e deixar lá largado vai durar no maximo o dobro das automotivas, ou se tiver consumo alto, carga com corrente alta, descarga profunda diaria, e temperatura alta tipo 35°C, uma estacionária vai durar até menos que algumas automotivas, mas aí o problema é dimensionamento do projeto, e não qualidade da bateria.

  8. #28

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por maxibelo Ver Post
    Amigo djaldair, tenho os dois equipamentos, tanto esse quanto o da sentinela 15A e posso te garantir que esse seu carregador de 10A nao vai funcionar porque depois que acaba a energia por um certo tempo, ele nao consegue carregar a bateria.
    Ja o da sentinela eu nao posso relatar o funcionamento mais e muiiito bom mesmo,fiz teste e realmente funcionou perfeitamente, alem de ter visor de quantos amperes esta utilizando
    Citação Postado originalmente por Djaldair Ver Post
    Amigo não estou desmerecendo o carregador sentinela, apenas relatei q meu sistema já tem quase dois anos, funcionando muito bem, com bateria automotiva, imagina com bateria freedom estacionária?

    na verdade os dois carregadores são do mesmo fabricante. Tanto o Stroke como o Sentinela.
    Usamos estes carregadores e não temos de que nos queixar.



  9. #29

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Imagina uma bateria como uma caixa d'agua, você pode enche-la usando um balde de 10l, usando um caminhão-pipa, usando uma mangueira de 1/2", ou mesmo usando um conta-gotas de 2ml, a única coisa que muda é o tempo que leva pra encher, com a diferença que de encher devagar demais a evaporação atrapalha, se encher muito rapido o impacto da agua pode danificar a caixa... enfim, tem certos parametro pra otimizar o enchimento e o consumo.

    Bateria de chumbo precisa carga em corrente baixa pra durar, uma bateria de 7Ah só dura se a carga for feita com corrente tipo 0,5 a 3Ah, acima disso tem que ter controle de temperatura, tem que ter verificação constante de tensão em aberto (Com o carregador desligado), enfim, não dá pra fazer flutuação com 20Ah numa bateria de 7Ah e esperar que ela dure muitos meses assim. Seria com encher uma caixa d'agua de 1000l usando um cano de 2m de largura, com uma jorrada de 2000l por minuto, um dia a caixa vai pro espaço com o tranco.

    Todas as celulas de armazenamento (De pilhas nicd, nimh, baterias li-ion, li-poly, chumbo, etc) são mais ou menos iguais, para que durem precisam uma faixa X de corrente durante a carga e a descarga, e só podem ser carregadas até a tensão Y, conforme o material da bateria o X e o Y mudam, e se desrespeitar muito esses valores a celula dura pouco (Mas funcionam por um tempo). Aqui não é lugar pra tanto texto, então recomendo uma googlada pra estudar sobre os materiais e tipos de carga das celulas, isso ajuda a desmistificar boatos sobre pilhas recarregaveis, baterias de celular ou notebook, e de carro, recomendo no mínimo a leitura disso:
    http://www.sta-eletronica.com.br/v1/...C3%A9cnico.pdf
    e/ou
    http://www.sta-eletronica.com.br/v1/...3%A9cnicas.pdf

    O fabricante recomenda o que faz a bateria durar mais, se durar pouco o produto ganha fama de produto ruim, não há simplesmente mais venda, não é vantajoso pros fabricantes que as baterias durem pouco.

    Sobre estacionárias durarem 20 anos, isso não acontece com os nobreaks DC comuns e o uso mal-dimensionado que uns provedores tem, pra durar 20 anos tem que respeitar completamente as correntes e tensões que o datasheet informa, tem que respeitar as temperaturas, e tem que ver periodicamente a desequalização. Poder durar 20 anos pode, mas se só plugar num equipamento escolhido no chutometro e deixar lá largado vai durar no maximo o dobro das automotivas, ou se tiver consumo alto, carga com corrente alta, descarga profunda diaria, e temperatura alta tipo 35°C, uma estacionária vai durar até menos que algumas automotivas, mas aí o problema é dimensionamento do projeto, e não qualidade da bateria.
    Porém no caso que falamos, vc disse que essas baterias de 7A essas pequenas durariam em torno de 30 a 40 minutos com estes equipamentos, mas se eu usar estas de 40A mesmo a fonte reconhecendo no máximo 20A será que da mais tempo para os aparelhos?

  10. #30

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    A fonte não tem que "reconhecer" a capacidade da bateria, fiz a analogia da caixa d'agua justo por isso, independente do tamanho da caixa você pode enche-la com um balde de 2l, e esvazia-la por um cano de 3/8", só o que muda é o tempo pra encher e o tempo pra esvaziar, quem enche ou esvazia não precisa "reconhecer" a capacidade de nada.

    Um carregador de 20A irá carregar uma bateria de 40Ah em cerca de 2 horas e meia (2 horas a 20A soma 40A, mas há perdas na carga, cerca de 40% de perdas). Um carregador de 2A irá carregar uma bateria de 40Ah em cerca de 28 horas (20 horas vezes 2A, acrescido de 40% das perdas, dá 28, que são 28 horas). A bateria carrega até chegar numa tensão específica, o carregador não precisa "ir aumentando" a tensão, a resistencia interna da bateria muda conforme ela é carregada de modo que pela lei de ohm (Resistencia é igual a tensão (Volts) dividido pela corrente (Ampere)) a tensão "aumenta sozinha" na bateria, depois de certo ponto a resistencia se altera denovo e a tensão sobe mas a corrente consumida cai (Uma fonte de 20A vai entregar 20A QUANDO E SE algúem consumir 20A, se ligar uma lampada de 1A nessa fonte de 20A ela estará entregando 1A, os 20A não estarão "armazenados", é questão de capacidade, você pode levantar um saco de arroz de 30Kg, ou pode levantar uma caneta Bic de 10g, você não faz o mesmo esforço nos 2 casos, nem fica armazenando energia em musculo, simplesmente você não tem tanto peso na mão que exija muito esforço da sua parte, fontes são exatamente assim (Mas com fonte de PC muito leigo confunde, acha que uma fonte com capacidade maxima de 500W irá consumir 500W, mas não tem nada a ver, a fonte vai manter a tensão quando ela cair, e a tensão cairá quando algo de resistencia menor for ligado, essa resistencia menor é o consumo, se não tiver consumo a fonte vai ter muita facilidade pra manter a tensão, e vai consumir muito pouco, já quando há algo consumindo ela irá consumir na sua entrada o que há de consumo na saída e mais as perdas por calor e nos circuitos da fonte, é o chamado "rendimento", nenhuma fonte entrega na saída 100% do que entra, o rendimento geralmente vai de 70 a 90%.


    Carregadores com microcontroladores e microprocessadores sim "reconhecem" a capacidade da bateria, eles consomem um pouco da bateria e medem a queda de tensão, digamos que eles consome 1A por 1 segundo, e a tensão cai de 12,2466 pra 12,2462V, ou seja, 0,0004V por segundo com 1A de consumo, vezes 60 segundos daria 0,024V de queda, vezes 60 minutos dá 1,44V de queda, ou seja, em 1 hora de 1A de consumo a tensão cairia de 12,466V para 11,026V, ou seja, é uma bateria que chegaria ao limite com 1A por hora. então é uma bateria 12V 1A. O que esse carregador inteligente faz? Aplica uma carga a 0,1A nesse caso (10% da capacidade da bateria) por 14 horas. Aparelho que faz isso é aparelho caro, muuuuuito caro, esses nobreaks DC de R$ 300 não tem nada disso, a carga é tradicional, a tensão sobe conforme a resistencia interna da bateria mas isso não significa "reconhecer" 20A ou 40A, esse negocio de "reconhecer" não existe em carga tradicional, qualquer carregador carrega qualquer bateria (Dentro de alguns limites obvios, tipo carregar bateria de 40A com corrente de 4mA é uma idéia absurda) sem ter que reconhecer nada.

    Essas informações estão nos 2 PDF's que linkei.

    Quando a baterias de 24V 40A serem carregadas com carregador de 20A, é uma corrente muito alta pra otimizar a vida útil da bateria, veja direito se esse nobreak tem essa fonte pra bateria, uns nobreaks DC tem 20A pro circuito mas apenas 7A pra carga da bateria, e 7A pra carregar bateria de 40Ah não é o ideal mas é muuuuuito melhor que 20A.
    (Melhor pra otimizar a vida útil da bateria, mas o tempo de carga seria de 8 horas, enquanto com carregador de 20A o tempo de carga seria de 2:45h, SE TIVER blackout constante (Todo dias varios blackouts de 3h cada) aí sim seria interessante carregador de 20A, senão melhor carregador de 7A (Nobreak DC de 7A talvez tenha carregador de 0,8A, veja esse detalhe importantíssimo na ficha técnica do produto))



  11. #31

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    A fonte não tem que "reconhecer" a capacidade da bateria, fiz a analogia da caixa d'agua justo por isso, independente do tamanho da caixa você pode enche-la com um balde de 2l, e esvazia-la por um cano de 3/8", só o que muda é o tempo pra encher e o tempo pra esvaziar, quem enche ou esvazia não precisa "reconhecer" a capacidade de nada.

    Um carregador de 20A irá carregar uma bateria de 40Ah em cerca de 2 horas e meia (2 horas a 20A soma 40A, mas há perdas na carga, cerca de 40% de perdas). Um carregador de 2A irá carregar uma bateria de 40Ah em cerca de 28 horas (20 horas vezes 2A, acrescido de 40% das perdas, dá 28, que são 28 horas). A bateria carrega até chegar numa tensão específica, o carregador não precisa "ir aumentando" a tensão, a resistencia interna da bateria muda conforme ela é carregada de modo que pela lei de ohm (Resistencia é igual a tensão (Volts) dividido pela corrente (Ampere)) a tensão "aumenta sozinha" na bateria, depois de certo ponto a resistencia se altera denovo e a tensão sobe mas a corrente consumida cai (Uma fonte de 20A vai entregar 20A QUANDO E SE algúem consumir 20A, se ligar uma lampada de 1A nessa fonte de 20A ela estará entregando 1A, os 20A não estarão "armazenados", é questão de capacidade, você pode levantar um saco de arroz de 30Kg, ou pode levantar uma caneta Bic de 10g, você não faz o mesmo esforço nos 2 casos, nem fica armazenando energia em musculo, simplesmente você não tem tanto peso na mão que exija muito esforço da sua parte, fontes são exatamente assim (Mas com fonte de PC muito leigo confunde, acha que uma fonte com capacidade maxima de 500W irá consumir 500W, mas não tem nada a ver, a fonte vai manter a tensão quando ela cair, e a tensão cairá quando algo de resistencia menor for ligado, essa resistencia menor é o consumo, se não tiver consumo a fonte vai ter muita facilidade pra manter a tensão, e vai consumir muito pouco, já quando há algo consumindo ela irá consumir na sua entrada o que há de consumo na saída e mais as perdas por calor e nos circuitos da fonte, é o chamado "rendimento", nenhuma fonte entrega na saída 100% do que entra, o rendimento geralmente vai de 70 a 90%.


    Carregadores com microcontroladores e microprocessadores sim "reconhecem" a capacidade da bateria, eles consomem um pouco da bateria e medem a queda de tensão, digamos que eles consome 1A por 1 segundo, e a tensão cai de 12,2466 pra 12,2462V, ou seja, 0,0004V por segundo com 1A de consumo, vezes 60 segundos daria 0,024V de queda, vezes 60 minutos dá 1,44V de queda, ou seja, em 1 hora de 1A de consumo a tensão cairia de 12,466V para 11,026V, ou seja, é uma bateria que chegaria ao limite com 1A por hora. então é uma bateria 12V 1A. O que esse carregador inteligente faz? Aplica uma carga a 0,1A nesse caso (10% da capacidade da bateria) por 14 horas. Aparelho que faz isso é aparelho caro, muuuuuito caro, esses nobreaks DC de R$ 300 não tem nada disso, a carga é tradicional, a tensão sobe conforme a resistencia interna da bateria mas isso não significa "reconhecer" 20A ou 40A, esse negocio de "reconhecer" não existe em carga tradicional, qualquer carregador carrega qualquer bateria (Dentro de alguns limites obvios, tipo carregar bateria de 40A com corrente de 4mA é uma idéia absurda) sem ter que reconhecer nada.

    Essas informações estão nos 2 PDF's que linkei.

    Quando a baterias de 24V 40A serem carregadas com carregador de 20A, é uma corrente muito alta pra otimizar a vida útil da bateria, veja direito se esse nobreak tem essa fonte pra bateria, uns nobreaks DC tem 20A pro circuito mas apenas 7A pra carga da bateria, e 7A pra carregar bateria de 40Ah não é o ideal mas é muuuuuito melhor que 20A.
    (Melhor pra otimizar a vida útil da bateria, mas o tempo de carga seria de 8 horas, enquanto com carregador de 20A o tempo de carga seria de 2:45h, SE TIVER blackout constante (Todo dias varios blackouts de 3h cada) aí sim seria interessante carregador de 20A, senão melhor carregador de 7A (Nobreak DC de 7A talvez tenha carregador de 0,8A, veja esse detalhe importantíssimo na ficha técnica do produto))
    Então rubem, hoje falei com um dos técnicos da tec-wi a respeito desta fonte de 24v 7a da volt, ele disse que é um produto para poucas coisinhas, no caso de provedor ele sugeriu comprar um nobreak comum mesmo porém de 1600VA e conectar ele nas baterias freedom por exemplo, e ai no caso eu teria que usar um tal de DIODO para fazer esta conecção creio que seja este o nome e esta função dele também. E que eu ligasse o path panel nas baterias já que elas estaram sendo alimentadas o tempo todo, e quando faltar energia puxaria ja das baterias.

    Só acho estranho porque estes nobreaks comum são do tipo AC senão me engano, enquanto o path panel é DC creio eu. eu lembro também que em outro tópico você disse que não aconselharia usar essas fontes da volt ou ccn também.

    Ele disse que assim eu teria um equipamento maior, que duraria mais tempo usando mais baterias, ai te pergunto. Deu pra entender mais ou menos o que ele tentou explicar? O que acha da solução recomendada, vale a pena?

  12. #32
    Avatar de Djaldair
    Ingresso
    Mar 2012
    Localização
    Matupá - MT
    Posts
    637
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por vanci27 Ver Post
    Então rubem, hoje falei com um dos técnicos da tec-wi a respeito desta fonte de 24v 7a da volt, ele disse que é um produto para poucas coisinhas, no caso de provedor ele sugeriu comprar um nobreak comum mesmo porém de 1600VA e conectar ele nas baterias freedom por exemplo, e ai no caso eu teria que usar um tal de DIODO para fazer esta conecção creio que seja este o nome e esta função dele também. E que eu ligasse o path panel nas baterias já que elas estaram sendo alimentadas o tempo todo, e quando faltar energia puxaria ja das baterias.

    Só acho estranho porque estes nobreaks comum são do tipo AC senão me engano, enquanto o path panel é DC creio eu. eu lembro também que em outro tópico você disse que não aconselharia usar essas fontes da volt ou ccn também.

    Ele disse que assim eu teria um equipamento maior, que duraria mais tempo usando mais baterias, ai te pergunto. Deu pra entender mais ou menos o que ele tentou explicar? O que acha da solução recomendada, vale a pena?
    Desculpa intrometer no assunto, mas explicando suas dúvidas, o que te falaram foi pra utilizar o nobreak apenas como carregador, por isso o diodo (é um componente que deixa a corrente passar em apenas um sentido, também utilizado para retificar a energia, fazendo uma ponte de diodos você transforma a energia AC em DC), neste caso o nobreak poderá ficar desligado, pois só vai utilizar a parte de DC. Se você utilizar um carregador com flutuador vai ficar mais barato do que um nobreak de 1600VA.



  13. #33

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por Djaldair Ver Post
    Desculpa intrometer no assunto, mas explicando suas dúvidas, o que te falaram foi pra utilizar o nobreak apenas como carregador, por isso o diodo (é um componente que deixa a corrente passar em apenas um sentido, também utilizado para retificar a energia, fazendo uma ponte de diodos você transforma a energia AC em DC), neste caso o nobreak poderá ficar desligado, pois só vai utilizar a parte de DC. Se você utilizar um carregador com flutuador vai ficar mais barato do que um nobreak de 1600VA.
    Olha, pra te falar a verdade esse mundo de eletrônica é meio novo pra mim então sinceramente não sei o que é este carregador com flutuador. Você tem algum link que possa mandar pra mim ver este produto?

  14. #34
    Avatar de Djaldair
    Ingresso
    Mar 2012
    Localização
    Matupá - MT
    Posts
    637
    Posts de Blog
    2

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por vanci27 Ver Post
    Olha, pra te falar a verdade esse mundo de eletrônica é meio novo pra mim então sinceramente não sei o que é este carregador com flutuador. Você tem algum link que possa mandar pra mim ver este produto?
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...automatico-_JM



  15. #35

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Esses carregadores as vezes detonam as baterias, são os chamados carregadores de emergencia, ou pra carga cíclica. você carrega a bateria até ela atingir o nível maximo, despluga do carregador e usa, elas mantém uma flutuação em baixa corrente devido a resistencia interna da bateria mas o foco delas não é uso 24x7, elas mantém a flutuação por minutos ou horas até você ir desligar.

    Fonte com trafo hoje é considerado atraso de vida, eu não vejo assim, meu problema com trafo é o rendimento, fonte chaveada rende 70 a 80% (Perdas de 20 a 30%), mas fonte com trafo geralmente rende 40%, você desperdiçar 60% pra dar carga na bateria pra poder dar partida no carro as vezes é uma coisa, mas deixar ligado 24x7 pesa na conta! (Se o equipamento consumir 50W essa fonte com trafo irá consumir em AC uns 100W no mínimo, esses 50W da diferença por hora são 1,2KW por dia (24h), ou 36KW por mes (30 dias), que na minha conta de luz dá R$ 19, ou seja, em 9 meses pago a diferença entre uma fonte com trafo (R$ 140) e uma fonte chaveada (R$ 300))

    Carregador com trafo é coisa simples, tá cheio de projeto disso na web, tipo:
    http://www.circuitstoday.com/lead-acid-battery-charger
    http://www.sentex.ca/~mec1995/gadgets/labc.htm
    http://www.4shared.com/photo/AsbK9e0...y-charger.html
    Esses circuitos custam uns R$ 6 em componentes, um trafo 12V 10A deve estar uns R$ 60.
    Mas... se isso fosse suficiente, porque fabricantes de renome como a Xantrex fariam controladores complexos de US$ 400, quando poderia usar um simples LM324 e um LM317 de US$ 4? Porque controladores simples detonam as baterias, permitindo desequalização, além de ter rendimento ruim.
    (No lugar de leds pra indicar estado, poderiam colocar voltimetros, olha o preço de umas opções: http://www.ebay.com/itm/Mini-DC-2-5-...item3a87822025 , mas nada disso adianta, quando as celulas se desequalizam a medida fica falsa, carregador simples não investe nesse tipo de coisa)

    A opção que já falei muito aqui no forum, que é usar trafo ou fonte chaveada de 16V, pra alimentar controlador de painel solar, também está longe de ser perfeita, mas sempre citei isso porque é algo BARATO, o custo não chega nem perto do R$ 140, fora que é modular, se pifar a fonte você troca a fonte, se pifar o controlador você troca o controlador, é barato ter peça sobressalente, mas a vida útil da bateria seria tão bem cuidada quanto com esses "carregadores" do ML quanto com nobreak AC carregando bateria externa (Nobreak AC não tem nada fantastico, não sei porque a recomendação de usa-los, é um TRAFO carregando uma bateria, controlador mais ou menos eficiente, mas não tem nada de verificação de temperatura, tensão de equalização, NADA, nobreak AC é um carregador comum. Não pergunte aos vendedores, pergunte a quem tem formação na area, procure engenheiros eletronicos (Alguns tecnicos são apenas praticos e não conhecem sobre baterias nem conhecem a teoria dos carregadores, é muita area de conhecimento pra se estudar), os vendedores raramente tem formação ou conhecimento profundo da area em que trabalham (Se tivessem ainda seriam mais vendedores?), uma coisa é contar as experiencias que tem visto, mas é um tiro no escuro recomendar qualquer nobreak AC ou DC pra qualquer bateria, procura ver se no fabricante dos nobreaks DC tem algum engenheiro ou técnico com que se possa falar, antecipe o cenario que o aparelho teria, mas não fale em modelos ("Nanostation 2") e sim em consumo (50W de consumo fixo, 24x), em temperatura do ambiente, em necessidade de ventilação do equipamento, e ouça do fabricante uma garantia que não haverá desequalização das celulas com o uso X oy Y, quando ouver a desequalização (Com carregador abaixo de R$ 500 quase sempre há) cobre dele uma explicação. Se ele falar pra você fazer uma carga com outro carregador 1x por mes, siga o procedimento, deve reduzir a desequalização, mas não seria com esse carregador de R$ 140 do ML, que só vai até 13,9V, precisaria um que sobre até uns 15,2V, isso os nobreaks AC também não fazem, se é pra ter que arranjar outro carregador incomum, então os nobreaks DC de R$ 300 são mesmo uma boa opção? Eu cada vez mais acho que eles fazem exatamente o mesmo que uma fonte chaveada e um controlador de painel solar, que custam entre 30 e 50% do valor dos nobreaks DC.

  16. #36

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Esses carregadores as vezes detonam as baterias, são os chamados carregadores de emergencia, ou pra carga cíclica. você carrega a bateria até ela atingir o nível maximo, despluga do carregador e usa, elas mantém uma flutuação em baixa corrente devido a resistencia interna da bateria mas o foco delas não é uso 24x7, elas mantém a flutuação por minutos ou horas até você ir desligar.

    Fonte com trafo hoje é considerado atraso de vida, eu não vejo assim, meu problema com trafo é o rendimento, fonte chaveada rende 70 a 80% (Perdas de 20 a 30%), mas fonte com trafo geralmente rende 40%, você desperdiçar 60% pra dar carga na bateria pra poder dar partida no carro as vezes é uma coisa, mas deixar ligado 24x7 pesa na conta! (Se o equipamento consumir 50W essa fonte com trafo irá consumir em AC uns 100W no mínimo, esses 50W da diferença por hora são 1,2KW por dia (24h), ou 36KW por mes (30 dias), que na minha conta de luz dá R$ 19, ou seja, em 9 meses pago a diferença entre uma fonte com trafo (R$ 140) e uma fonte chaveada (R$ 300))

    Carregador com trafo é coisa simples, tá cheio de projeto disso na web, tipo:
    http://www.circuitstoday.com/lead-acid-battery-charger
    http://www.sentex.ca/~mec1995/gadgets/labc.htm
    http://www.4shared.com/photo/AsbK9e0...y-charger.html
    Esses circuitos custam uns R$ 6 em componentes, um trafo 12V 10A deve estar uns R$ 60.
    Mas... se isso fosse suficiente, porque fabricantes de renome como a Xantrex fariam controladores complexos de US$ 400, quando poderia usar um simples LM324 e um LM317 de US$ 4? Porque controladores simples detonam as baterias, permitindo desequalização, além de ter rendimento ruim.
    (No lugar de leds pra indicar estado, poderiam colocar voltimetros, olha o preço de umas opções: http://www.ebay.com/itm/Mini-DC-2-5-...item3a87822025 , mas nada disso adianta, quando as celulas se desequalizam a medida fica falsa, carregador simples não investe nesse tipo de coisa)

    A opção que já falei muito aqui no forum, que é usar trafo ou fonte chaveada de 16V, pra alimentar controlador de painel solar, também está longe de ser perfeita, mas sempre citei isso porque é algo BARATO, o custo não chega nem perto do R$ 140, fora que é modular, se pifar a fonte você troca a fonte, se pifar o controlador você troca o controlador, é barato ter peça sobressalente, mas a vida útil da bateria seria tão bem cuidada quanto com esses "carregadores" do ML quanto com nobreak AC carregando bateria externa (Nobreak AC não tem nada fantastico, não sei porque a recomendação de usa-los, é um TRAFO carregando uma bateria, controlador mais ou menos eficiente, mas não tem nada de verificação de temperatura, tensão de equalização, NADA, nobreak AC é um carregador comum. Não pergunte aos vendedores, pergunte a quem tem formação na area, procure engenheiros eletronicos (Alguns tecnicos são apenas praticos e não conhecem sobre baterias nem conhecem a teoria dos carregadores, é muita area de conhecimento pra se estudar), os vendedores raramente tem formação ou conhecimento profundo da area em que trabalham (Se tivessem ainda seriam mais vendedores?), uma coisa é contar as experiencias que tem visto, mas é um tiro no escuro recomendar qualquer nobreak AC ou DC pra qualquer bateria, procura ver se no fabricante dos nobreaks DC tem algum engenheiro ou técnico com que se possa falar, antecipe o cenario que o aparelho teria, mas não fale em modelos ("Nanostation 2") e sim em consumo (50W de consumo fixo, 24x), em temperatura do ambiente, em necessidade de ventilação do equipamento, e ouça do fabricante uma garantia que não haverá desequalização das celulas com o uso X oy Y, quando ouver a desequalização (Com carregador abaixo de R$ 500 quase sempre há) cobre dele uma explicação. Se ele falar pra você fazer uma carga com outro carregador 1x por mes, siga o procedimento, deve reduzir a desequalização, mas não seria com esse carregador de R$ 140 do ML, que só vai até 13,9V, precisaria um que sobre até uns 15,2V, isso os nobreaks AC também não fazem, se é pra ter que arranjar outro carregador incomum, então os nobreaks DC de R$ 300 são mesmo uma boa opção? Eu cada vez mais acho que eles fazem exatamente o mesmo que uma fonte chaveada e um controlador de painel solar, que custam entre 30 e 50% do valor dos nobreaks DC.
    Eu conversei com o pessoal da Volt, mas não com engenheiros ou técnicos ainda para saber a respeito da forma que vou usar, dos produtos que vou usar. Eu procurei a respeito disso também, de uma forma de energia solar assim até iria digamos ... economizar energia e usar uma fonte natural e renovável. Porém os kts solares que encontrei por ai, me pareceram um pouco "salgado", pelo vídeos que ví na internet da galera usando fonte Volt, me deu vontade de comprar e ter esta experiência mas também fico pensando em não gastar duas vezes.



  17. #37

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Esses carregadores as vezes detonam as baterias, são os chamados carregadores de emergencia, ou pra carga cíclica. você carrega a bateria até ela atingir o nível maximo, despluga do carregador e usa, elas mantém uma flutuação em baixa corrente devido a resistencia interna da bateria mas o foco delas não é uso 24x7, elas mantém a flutuação por minutos ou horas até você ir desligar.

    Fonte com trafo hoje é considerado atraso de vida, eu não vejo assim, meu problema com trafo é o rendimento, fonte chaveada rende 70 a 80% (Perdas de 20 a 30%), mas fonte com trafo geralmente rende 40%, você desperdiçar 60% pra dar carga na bateria pra poder dar partida no carro as vezes é uma coisa, mas deixar ligado 24x7 pesa na conta! (Se o equipamento consumir 50W essa fonte com trafo irá consumir em AC uns 100W no mínimo, esses 50W da diferença por hora são 1,2KW por dia (24h), ou 36KW por mes (30 dias), que na minha conta de luz dá R$ 19, ou seja, em 9 meses pago a diferença entre uma fonte com trafo (R$ 140) e uma fonte chaveada (R$ 300))

    Carregador com trafo é coisa simples, tá cheio de projeto disso na web, tipo:
    http://www.circuitstoday.com/lead-acid-battery-charger
    http://www.sentex.ca/~mec1995/gadgets/labc.htm
    http://www.4shared.com/photo/AsbK9e0...y-charger.html
    Esses circuitos custam uns R$ 6 em componentes, um trafo 12V 10A deve estar uns R$ 60.
    Mas... se isso fosse suficiente, porque fabricantes de renome como a Xantrex fariam controladores complexos de US$ 400, quando poderia usar um simples LM324 e um LM317 de US$ 4? Porque controladores simples detonam as baterias, permitindo desequalização, além de ter rendimento ruim.
    (No lugar de leds pra indicar estado, poderiam colocar voltimetros, olha o preço de umas opções: http://www.ebay.com/itm/Mini-DC-2-5-...item3a87822025 , mas nada disso adianta, quando as celulas se desequalizam a medida fica falsa, carregador simples não investe nesse tipo de coisa)

    A opção que já falei muito aqui no forum, que é usar trafo ou fonte chaveada de 16V, pra alimentar controlador de painel solar, também está longe de ser perfeita, mas sempre citei isso porque é algo BARATO, o custo não chega nem perto do R$ 140, fora que é modular, se pifar a fonte você troca a fonte, se pifar o controlador você troca o controlador, é barato ter peça sobressalente, mas a vida útil da bateria seria tão bem cuidada quanto com esses "carregadores" do ML quanto com nobreak AC carregando bateria externa (Nobreak AC não tem nada fantastico, não sei porque a recomendação de usa-los, é um TRAFO carregando uma bateria, controlador mais ou menos eficiente, mas não tem nada de verificação de temperatura, tensão de equalização, NADA, nobreak AC é um carregador comum. Não pergunte aos vendedores, pergunte a quem tem formação na area, procure engenheiros eletronicos (Alguns tecnicos são apenas praticos e não conhecem sobre baterias nem conhecem a teoria dos carregadores, é muita area de conhecimento pra se estudar), os vendedores raramente tem formação ou conhecimento profundo da area em que trabalham (Se tivessem ainda seriam mais vendedores?), uma coisa é contar as experiencias que tem visto, mas é um tiro no escuro recomendar qualquer nobreak AC ou DC pra qualquer bateria, procura ver se no fabricante dos nobreaks DC tem algum engenheiro ou técnico com que se possa falar, antecipe o cenario que o aparelho teria, mas não fale em modelos ("Nanostation 2") e sim em consumo (50W de consumo fixo, 24x), em temperatura do ambiente, em necessidade de ventilação do equipamento, e ouça do fabricante uma garantia que não haverá desequalização das celulas com o uso X oy Y, quando ouver a desequalização (Com carregador abaixo de R$ 500 quase sempre há) cobre dele uma explicação. Se ele falar pra você fazer uma carga com outro carregador 1x por mes, siga o procedimento, deve reduzir a desequalização, mas não seria com esse carregador de R$ 140 do ML, que só vai até 13,9V, precisaria um que sobre até uns 15,2V, isso os nobreaks AC também não fazem, se é pra ter que arranjar outro carregador incomum, então os nobreaks DC de R$ 300 são mesmo uma boa opção? Eu cada vez mais acho que eles fazem exatamente o mesmo que uma fonte chaveada e um controlador de painel solar, que custam entre 30 e 50% do valor dos nobreaks DC.
    Rubens teria algum equipamento para carregar bateria, que vc indicaria, independente do valor..Porque vc falou bonito mais nem faço ideia se esse existe e como vc falou e muito conceito para um simples vendedor.

  18. #38

    Padrão QueRe: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Isso isso isso, os bons controladores são bem salgados mas são o único jeito de ter garantia total de ter a vida útil mais longa possível. Não que dizer que você precise garantia total, só não pode desrespeitar completamente as tensões e correntes que o fabricante da bateria pede.

    Nobreaks DC funcionam, dependendo da bateria não há desequalização, mas tem boas chances de problema, não tem muito o que fazer com apenas R$ 200 ou 300.

    Em materia de produto pronto eu usaria nobreak DC mesmo, com corrente de carga de cerca de 10% da capacidade da bateria (Conforme o fabricante da bateria pede), e correria o risco de desequalização. O risco só aumenta se a corrente for mal escolhida (0,8A pra carregar bateria de 60Ah), e as baterias só morrerão muito rapido se a corrente for alta demais (20A pra bateria de 60Ah). Um controlador excelente seria ótimo, pra bateria barata durar 10 anos, mas quem garante que terá provedor daqui 10 anos? Se fosse pra casa, eu com certeza vou morar numa casa daqui 10 anos, então vou usar controlador solar ainda. Esses controladores são pra esse uso, põe em casa, põe celulas estacionárias de 2V, e em 20 anos troca umas celulas, o controlador não tem prazo de validade, esses controladores atuais de R$ 1000 operam em temperatura baixa, os capacitores deles devem estar ok mesmo daqui uns 40 anos, se não tiver erros no uso não tem porque um controlador desse não ter servir por 50 ou 60 anos (Já um nobreak DC... se durar 4 anos será otimo, mas como tem muito uso mal-calculado eles devem operar quente nalguns lugares, devem durar assim uns 18 meses, todos que reparei tinham poucos meses de uso, mas era questão de calcular errado o consumo, tipo, fonte de 7A usada onde o consumo é de 5A, isso é exagero, 50% da capacidade é o limite pra mim).



  19. #39

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por maxibelo Ver Post
    Rubens teria algum equipamento para carregar bateria, que vc indicaria, independente do valor..Porque vc falou bonito mais nem faço ideia se esse existe e como vc falou e muito conceito para um simples vendedor.
    Os controladores inteligentes, com monitoramento excelente do estado atual da carga, que fazem carga de equalização periodica, que levam temperatura em conta, são varios mundo a fora, EU só conheço da Xantrex:
    https://www.google.com/search?q=controlador+xantrex
    A serie C é a mais usada pra esse fim, são os primeiros links.

    São pra uso solar, mas um painel solar nada mais é do que uma fonte de 16 a 21V DC, qualquer fonte dessa tensão pode ser usada no lugar de um painel na entrada desses controladores.

    Procure no Ebay por xantrex, eles tem inversores também mas pode ignorar isso, verá que lá fora eles nem são tão caros, aqui no brasil temos os custos de importação, mas o pior, temos a baixa demanda, duvido que se a Volt ou a Fag fizessem controlador desse tipo por uns R$ 700 teriam vendas minimamente decentes, pessoal ainda prefere matar bateria com controlador comum.

  20. #40

    Padrão Re: Fonte no-break necessaria para usar em torre

    Citação Postado originalmente por rubem Ver Post
    Os controladores inteligentes, com monitoramento excelente do estado atual da carga, que fazem carga de equalização periodica, que levam temperatura em conta, são varios mundo a fora, EU só conheço da Xantrex:
    https://www.google.com/search?q=controlador+xantrex
    A serie C é a mais usada pra esse fim, são os primeiros links.

    São pra uso solar, mas um painel solar nada mais é do que uma fonte de 16 a 21V DC, qualquer fonte dessa tensão pode ser usada no lugar de um painel na entrada desses controladores.

    Procure no Ebay por xantrex, eles tem inversores também mas pode ignorar isso, verá que lá fora eles nem são tão caros, aqui no brasil temos os custos de importação, mas o pior, temos a baixa demanda, duvido que se a Volt ou a Fag fizessem controlador desse tipo por uns R$ 700 teriam vendas minimamente decentes, pessoal ainda prefere matar bateria com controlador comum.
    Realmente para quem está começando os preços são meio altos, quem sabe mais pra frente eu possa comprar este equipamento mas por hora só pra resumir eu usando esta fonte nobreak da volt 24v 7A com duas baterias freedom dá pra começar e durar pelo menos 1 ou 2 anos neh?

    Também vi a fonte da VA conversores 27,6V/ 7A que segundo o site diz que é ideal para uso de 2 baterias de até 70A em série. porém esta ai teria de usar um conversor para a energia passar de 27,6v para 24v segundo foi o que o pessoal de lá me falou.

    Enquanto as baterias de com um precinho até que não tão ruim rsrsrs.