Página 2 de 2 PrimeiroPrimeiro 12
+ Responder ao Tópico



  1. #21

    Padrão Re: Bloqueio PPPoE com aviso por NAT Mikrotik

    Arthur, não tem muito segredo, eu mudei o meu freeradius, bom, na verdade não o freeradius em si, mudei as querys padrão, fiz algumas stored procedures, e neste caso, tenho uma SP que roda quando o PPPoE envia o access-request (no momento da autenticação), essa SP verifica se o usuário está inadimplente, se sim reserva um ip diferente do pool normal, daí esse pool tem NAT para redirecionar para uma página de bloqueio. No mesmo servidor onde está o freeradius eu tenho um script que roda a cada 15 minutos verificando quem foi bloqueado ou liberado e dependendo da situação faz o usuário reconectar via radclient. A página de bloqueio que recebe os inadimplentes é em PHP, pelo ip que abre ele descobre o nome e login do cliente e gera algumas informações para o cliente ver.

    Enviado via XT1580 usando UnderLinux App

  2. #22

    Padrão Re: Bloqueio PPPoE com aviso por NAT Mikrotik

    prefiro bloquear e quando ele entrar em contato no suporte relato que o sistema que bloqueou por falta de pagamento, me esquivo e ainda jogo a culpa no sistema dele não ter lembrado de pagar para poder usar, kkkkk. ele paga me manda um zap e e eu já libero. detalhe só trabalho com pré pago. paga usa, se não pagar não me deve nada e eu não devo nada. lembre-se o sistema é pre pago se não pagou o sistema broqueia por falta de pagamento, o sistema pensa que se não pagou porque vc não quer mais e bloqueia, se vc quer só pagar. assim que eu trabalho assim acabei com meus problemas.



  3. #23

    Padrão Re: Bloqueio PPPoE com aviso por NAT Mikrotik

    Citação Postado originalmente por reelu Ver Post
    Aqui também deixo o aviso e bloqueio. Já tive chamados técnicos também quando o cliente já está com bloqueio. Mas antes de ir a gente já verifica a situação do mesmo e entra em contato.
    Concordo que é um assunto delicado, pois sabemos das implicações por expor o cliente a constrangimentos. Inclusive já dei atenção a cliente que atrasava, mas não gostava de ver o aviso nem o bloqueio, o qual me sugeriu encontrar outra saída. Até o momento a única forma que encontrei para minimizar a situação foi abrir espaço para negociação: se o cliente não pode pagar na data certa, ele entra em contato e pede novo prazo. Se esse cliente cumprir o novo acordo, mantenho as negociações sempre que ele requisitar. Caso contrário, na próxima vez, deixo por conta do sistema mesmo.
    Não verifiquei se já tem algum post específico para esta questão. Vou dar uma olhada e se não tiver, vou abrir (ou sugerir que alguém com ampla experiência no assunto o faça) um tópico relacionado a questões éticas no relacionamento com o cliente, já que este tópico é para a questão técnica relacionada ao NAT.
    Caro amigo, como seria essa sua solução proposta? Ainda está utilizando? Poderia compartilhar o método? Obrigado, abraço e sucesso sempre.