Página 8 de 10 PrimeiroPrimeiro ... 345678910 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico

  1. bem, já consegui fazer ptp bridge, tenho um como AP estava com 24 clientes de 1 mb pendurados sem problema algum, eu recomendo, nunca me incomodaram, agora tenho 3 ptp com eles para repetidoras sem problema algum....

  2. Citação Postado originalmente por alexrock Ver Post
    Esse porta VC pode usar por exemplo, pra alimentar uma câmera ip, pois da pra repassar o poe via GUI.

    Enviado de meu GT-I9070 usando Tapatalk
    Citação Postado originalmente por Sergiogoma Ver Post
    Como amigo falou ai, essa porta serve pra vc alimentar um outro dispositivo com a mesma tensa, deve ser habilitado via SW, serve também pra ao invés de vc colocar ele como repetidor, pode ligar outra CPE em bridge para expandir o sinal.
    Hoje mesmo instalei uma como AP, muito bom, apesar de somente direcional.

    Enviado via XT1040 usando UnderLinux App
    Em tese daria para alimentar 2 rádios em um único POE? E por exemplo quando faço essas repetições locais, recebo o sinal do meu POP com Airgrid/Litebeam/Powerbeam e repasso para um AP local em 2.4 ou 5.8... (um Nano geralmente) mas cada rádio com seu respectivo POE.

    Poderia por exemplo alimentar uma Litebeam recebendo sinal do POP e com esse TPLink em bridge enviando pro cliente, teoricamente?

    Abraço!




  3. Tem que ver o limite no manual pois mesmo colocando um fonte mais robusta tem o limite das trilha do PCB.

    Enviado de meu GT-I9070 usando Tapatalk

  4. Nesses casos são trilhas de mais de 1mm, circulando 1A (24W em 24V) elas nem aquecem, mas se alimentar rádio comum de no máximo 8W isso está mais que tranquilo, fica bem longe da METADE do limite de corrente das trilhas.

    O limite de 15W no primeiro padrão POE gigabit era pelas bobinas da época (Acho que o padrão começou a ter uns betas lá por 1998, junto com 802.11a), mas no POE 100M comum não tem bobina no caminho então circular 1A é tranquilo.

    No POE gigabit mais recente (802.11af?) o limite vai pra, se não me engano, 45W, porque as bobinas de hoje são muito mais confiáveis que as de 2001.

    2A em cabo de rede pela bitola do fio é possível, mas eu não circularia muito mais que 1A pelo contado entre a faca e a mola do plug e do jack RJ45, essa CPE 510 se não me engano mal chega a 7W, então dá pra 3 CPE's com toda a folga no mundo, na prática o consumo médio deve ficar abaixo até de 6W então eu usaria sem medo 4 AP's desse alimentados pelo mesmo cabo, usando 24V.

    O limite existe, de fato, mas CPE comum tem consumo tão baixo que mal dá pra se preocupar. Quem é maluco de usar 12V em cabo POE tem mais é que sofrer mesmo, aí sim fica complicado circular 2A passando por 2 contatos ruins dos jacks RJ45 pra alimentar 3 ou 4 CPE's básicas (Ou uma RB435 com 4 cartões).
    Última edição por rubem; 22-09-2016 às 05:09.

  5. Vim aqui deixar um relato sobre essas CPEs da TP Link. Tanto o modelo CPE210 quanto o modelo CPE510.

    Essas CPEs tem um defeito que, quando operam em conjunto (cliente) com equipamentos de outros fabricantes como AP... Mikrotik, Ubiquiti e Intelbras (Intelbras principalmente). Elas sofrem de saturação de sinal quando o SNR está acima de 30dB. Principalmente quando os APs estão trabalhando em modo N com criptografia WPA2. O tráfego no AP simplesmente para do nada!!!
    A única maneira que encontrei dessas CPEs trabalharem em células mistas foi travar a modulação do AP para A ou B/G e deixar a criptografia em WEP ou controle por MAC.

    Para pequenos PTPs trabalhando em pares e com TDMA~Maxtream ativo, não há esse problema. Utilizo essas CPEs em área rural para PTP dentro da propriedade do cliente, mas estou desistindo já devido a problemas em seu software nativo (PHARoS). Além de ser pesado pra carregar (esqueça abrir em um smartphone ou tablet) ele é meio doido pra configurar.

    Fica a dica então para que pensa em adquirir ou já tem essas CPEs da TP Link. Elas podem travar um AP logo após 5~10min depois de conectadas. A latência geral no AP sobe até ele travar e ser obrigado a reiniciar.

    Enquanto a TP Link não resolver esse problema não recomendo a mistura desses equipamentos a outros em um POP.

    Abraço!
    Última edição por sphreak; 24-12-2016 às 20:30.







Tópicos Similares

  1. Informações sobre a CPE TP-Link
    Por Pupa no fórum Redes
    Respostas: 126
    Último Post: 06-08-2015, 12:21
  2. CPE TP-LINK TL-WA5210G 2.4 GHZ
    Por sertao2007 no fórum Redes
    Respostas: 8
    Último Post: 21-05-2015, 11:19
  3. Respostas: 7
    Último Post: 30-04-2014, 06:56
  4. Respostas: 15
    Último Post: 03-06-2013, 22:44
  5. Respostas: 2
    Último Post: 04-05-2013, 08:00

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L