Página 3 de 15 PrimeiroPrimeiro 12345678 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Amigo pode ser falta de um aterramento bom isso ocorre muito, pode ser problema no protótipo, diversas coisas mas quem pode responder isso com complexa exatidão é o @rubem.

  2. VC compra outro e Brazil rapido e facil



  3. Citação Postado originalmente por wld.net1 Ver Post
    Amigo pode ser falta de um aterramento bom isso ocorre muito, pode ser problema no protótipo, diversas coisas mas quem pode responder isso com complexa exatidão é o @rubem.
    Não me coloque no meio disso, ter que explicar que na california (Terra da UBNT) se usa sistema de 4 fios com 120 e 208V com relação a cada fase, com neutro aterrado em todas as caixas centrais das resistencias (Portanto sempre com um aterramento bem perto), com fiação muito mais grossa (Por hábito dos morados, não por padrão), com muito menos raios que no brasil, com o hábito de usar protetores de surto em ethernet ( https://www.ubnt.com/accessories/eth...rge-protector/ ) em toda CPE e aterrar ele (Afinal o neutro está aterrado na caixa central da casa, toda a casa tem neutro, tá fácil puxar o GND do equipto até ele).

    Fora que o solo arenoso do brasil tem resistividade alta, o raio demora a acabar seu DDP com relação a terra muito mais lentamente, percorre area maior e portanto cria um campo eletromagnético mais extenso pra induzir alta tensão numa area potencialmente maior (Com mais CPE's).

    E sempre espero que quem sofre com isso descreva melhor o problema, se ethernet deixa de funcionar totalmente, se passa a operar direito só em 10M (E como fica o ping em 10M? 5ms e uns 5% de perdas? Isso não é um funcionamento correto), se isso ocorre com cabos ethernet expostos ou se ocorre também onde eles são curtos, se tem mastro de ferro preso em parede ou se eles estão isolados da terra por telhado ou madeira, ou pior, se é usado cano de plastico, se é rede 127V com neutro ou se é rede 220V fase-fase sem neutro na estória... enfim, espero umas descrições melhores do ambiente onde isso ocorre e do problema em sí, o que vejo por aqui é unica e exclusivamente queima por alta tensão induzida em raio, isso não é protegido por DPS, DR ou estabilizador (Queima até CPE desligada), só protege com protetor de ethernet.
    (Tá, tem umas queimas de fonte, mas em 220V, onde não há neutro aterrado por perto, onde a fonte é o elo mais fraco até chegar no aterramento (Lá no transformador da cia eletrica, longe pacas))


    Sobre estabilizador, eu insisto: Ele atua como um filtro LC, a pouca proteção deles é por operar como um filtro LC, mais barato que um estabilizador com antiquados reles (Levam 10ms pra atracar, nesse tempo a eletricidade percorre uns 15Km! Proteção inútil, lerda demais, só ajuda em variação lenta, e variação lenta só existe em casa com instalação feita por porco que usa fiação fina) e microprocessador programáveis em fundo de quintal tipo PIC é usar um filtro LC então, que é basicamente um filtro de linha decente. A web tá cheia de textos sobre a inutilidade e lerdeza dos estabilizadores, e sobre a necessidade de filtros LC decentes. E... boas fontes tem um filtro LC na entrada, as da UBNT tem uma bobina (L) depois da retificação (Hein?) e somente varistor direto em AC. A meu ver devia ter LC e um PTC em serie ANTES da retificação, sem varistor mesmo, esse tipo de filtragem é bem simples de colocar num filtro de linha ou num protetor específico pra fonte UBNT (Fonte UBNT minha queimada queimou a ponte retificadora, um dos terminais está direto em AC, não a toa que queimou em raio, com cabo não-blindado, sem protetor de surto, o DC pulou pro neutro pela ponte retificadora.
    (Ah, lembrando que em fonte UBNT o aterramento é inútil na fonte, ele passa reto da entrada até os RJ45 de saída, o aterramento não protegeria a fonte, e se não usar cabo blindado e conector blindado o aterramento não serviria pra nada, o que tem utilidade pra fonte é neutro com bom aterramento! Mas se há indução de alta tensão nos pares 4, 5, 7 e 8 a proteção é varistor num protetor de surto pra POE). Isso se a queima de fontes for um problema, se queimar uns 5% por ano tá dentro do normal)

  4. Air grid XW está dando mais problema do que a XM, queima lan, perde potencia e alguns equipamentos param de funcionar do nada,
    paramos de comprar por esse motivo.



  5. O estabilizador cumpre duas funçoes principais de proteção.

    1) Atua como filtro de linha altamente eficiente pois seu circuito de entrada é altamente indutivo devido ao autotransformador. Em combinação com os circuitos de proteção (capacitivos e indutivos) se transforma em uma proteção interessante para trsansientes de raios entrando pela rede eletrica.

    2) Como regulador de tensão da rede eletrica ocasionada por altos consumos que faz cair da tensão inicial para valores de ate 10% menores (ou mais) . Nesta função , o Estabilizador nao precissa ser "Rapido" por esse motivo utiliza reles de entrada que vão selecionando as espiras do autotransformador para elevar a tensão ao valor correto.

    Deve-se considerar que a rede eletrica percorre miles de quilometros e faz uma malha nas cidades , ela esta sempre aterrada no neutro.

    A probabilidade de cair um raio nela é muito grande pois seu potencial é baixo comparada com resto das edificações.

    Se cai raio na rede eletrica , a probabilidade de indução e elevação de tensão tambem é alta.

    Se a rede queima permanentemente fontes de PC (altamente protegidas por circuitos especificos) imagina se nao vai queimar os radios conetados na redes mediante fontes muitos simples.

    Agora se conetar os radios utilizando o neutro original (aquele terceiro pino das fontes originais dos UBNT), aterrado, a probabilidade de conter o surto de tensão aumenta em muito. Porem as residencias brasileira não tem (na grande maioria) de fio de aterramento na instalação eletrica, é ai que entra a importancia do Estabilizador de tensão.


    Tudo isto pode ser corroborado pelas recomendaçoes das Companhias Eletricas "Quando chover, tire todo os eletrodomesticos da tomada" Entao porque nos deixamos um equipamento microprocessado (os radinhos) com circuitos delicados, ligados nas tomadas? Se em regiones de alta atividade atmosfericas , a rede queima ate geladeiras (alta imunidade aos transientes) não vai poupar eses equipamentos com fontes tao vulneraveis.


    De forma muito suscinta tentei explicar o que acontece no mundo real da engenharia de proteção contra surtos eletricos.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 3
    Último Post: 28-06-2017, 10:58
  2. Respostas: 3
    Último Post: 02-11-2016, 18:38
  3. Respostas: 19
    Último Post: 27-05-2015, 16:14
  4. Queima de Porta LAN de Equipamentos UBNT.
    Por delegato no fórum Redes
    Respostas: 12
    Último Post: 31-10-2014, 12:25
  5. Respostas: 13
    Último Post: 22-03-2012, 13:43

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L