Página 8 de 16 PrimeiroPrimeiro ... 345678910111213 ... ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Não vejo segredo, é só imaginar que o mais simples nesse caso é o mais economico.
    Painel > controlador > bateria
    E consumir direto da bateria. Seja lampada de led, conversor dc-dc pra notebook, roteador/modem/swtich.

    Um painel captura o maximo dele por cerca de 5 horas em media. Se comprar painel de 100W vai capturar por dia uns 500W (Captura mais, mas perde muita coisa durante a carga, pega essas 5h como o que terá de energia na bateria). Com 500W por dia em bateria você define como quer gastar isso.

    Mudar TODA a iluminação por led 12V sai caro, e usar inversor 12VDC > 127/220VAC gera muita perda de energia (Rendimento ruim). Mas pode ir mudando aos poucos.
    O que dá pra fazer logo de cara é colocar modem e roteador em 12V, eles geralmente aceitam bem. Também dá pra colocar uma fonte automotiva no notebook (Se usar), é fácil você tirar a fonte AC da tomada e plugar a DC na bateria. Notebook gasta 30 a 45W geralmente, se usar muitas horas por dia isso faz diferença.

    O resto complica. Tem tela Led com fonte externa, 12V geralmente, essas também é fácil plugar direto na bateria. TV LCD complica, meio complicado colocar inversor, mas se for usar inversor use assim, em algo que você use poucas horas por dia.

    O que mais gasta eletricidade nas casas, tipo chuveiro eletrico, ar-condicionado e ventilador, e eletrodomesticos tipo microondas, geladeira e pequenos aparelhos somados, isso não vale a pena ligar em inversor, precisa inversor caro e é mais fácil queimar um motor deles por baixa tensão (Onda muito diferente de senoidal) do que economizar muita energia. Um ar-condicionado tem motor de 1/2cv, chega a 2000W de corrente de partida, precisa um inversor muito caro pra isso, melhor economizar em OUTROS aparelhos e deixar um pouco de gasto com coisas que não precisam energia 24x7 (Nem geladeira precisa, geralmente funcionando 20 minutos por hora fica gelado o suficiente, dependendo do isolamento pode ficar 5 horas sem eletricidade e a temp. interna mal baixa 5°C).

    Se colocar painel 100W mesmo, um notebook 24x7 (P2P rules!!! TV já morreu :P) com tela desligada consumirá essa energia! 24 horas de 20-25W de consumo dá até mais de 500W, é o que um painel de 100W armazena em média por dia.

    0,5KW por dia vai reduzir 15KW.h da conta de luz, isso sozinho não faz tanto efeito (Talvez se esses 15KW.h sejam o que te separa de uma faixa de consumo com ICMS menor. Aqui fico entre 290 e 340KWh, abaixo de 300KW.h é 24% de icms, e acima é 30%, são R$ 10 a mais ou a menos de ICMS (Se fosse pra faixa dos 100KW.h seria R$ 50 a menos de ICMS, aí sim). Mas ICMS depende da concessão, cada estado fez concessão com regras diferentes, por isso também o valor do KW.h varia tanto: http://www.aneel.gov.br/area.cfm?idArea=493 )

    Mas é um bom começo, é só 15KW.h a menos mas em alguns anos isso paga o investimento, depois é só lucro.

    (O maior problema acho que é produto que gasta demais, tipo ventilador de teto gastando 130W, se for trocar por um de gasto menor já é interessante partir pra solução 12V, junta o baixo consumo, a necessidade de troca, com a energia gratis. Questão de ir acostumando a procurar solução 12V pra tudo, geralmente são soluções de baixo consumo então mesmo que use um carregador 12V de alto-rendimento nas baterias ainda assim terá economia)

  2. Os led´s que comprei foi
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...ador-calor-_JM
    e sobe o inversor que postei o que vc acha ? com um trafo de nobreak 1.2kva SMS.
    http://danyk.cz/menic230_5_en.html



  3. Vish, é desses leds que eu queimei varios, acho eles bem mais sensíveis que os com gel amarelo mole.

    Sobre o inversor já falei, eu não acredito que o motor dê partida direito com uma senoidal apenas "aproximada", e nesse caso tem outro agravante: Os mosfets estão numa ponte H onde a circulação de corrente ocorrerá de maneira intercalada passando por 2 mosfets, assim:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         inverter.gif
Visualizações:	1860
Tamanho: 	29,5 KB
ID:      	58714
    A queda de tensão é tamanha que é preciso um trafo de 9V em um circuito alimentado por 12V.

    Transformador de nobreak tem enrolamento que quando alimentado via 127V tem 16V, ele é feito pra 115V por isso essa diferença.
    A princípio você tem um enrolamento de tensão maior que o correto.

    Na prática você obterá da saída 115V dele provavelmente uns 105 a 110V, se medir com multimetro comum (Não um True-RMS) verá tensão tipo 80-85V (Que é o que se mede em nobreak comum alimentado por baterias, dependo do tipo de inversor dele). Essa tensão "errada" que os multimetros lêem é culpa da forma de onda não muito senoidal, a parte de cima da onda (O pico da onda) é justamente onde falta a "senoidalidade", é de onde sai a tensão efetiva que faz os motores pegarem velocidade:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         Root_Mean_Square.gif
Visualizações:	140
Tamanho: 	3,4 KB
ID:      	58715

    Se esse motor vai arrancar direito com a tensão menor e com a forma de onda muito diferente da senoidal, isso não tem como adivinhar, geralmente não dá certo, o jeito é montar e testar pra saber.
    (Certeza só tem com onda senoidal mesmo)

    Esse tipo de transformador de tensão maior que o ideal se dá bem com senoidal gerada por PWM, nesse estilo:
    Clique na imagem para uma versão maior

Nome:	         fontes120.gif
Visualizações:	450
Tamanho: 	4,9 KB
ID:      	58716
    A maioria dos inversores pra isso usa 2 enrolamentos de baixa tensão, com 12V no centro, igual o trafo de nobreak costuma ser, numa googlada rápida achei:
    http://www.homemade-circuits.com/201...-inverter.html
    Mas isso é um circuito com antiquados/velhos transistores, teria que achar um mais moderno, com mosfets.

    Tem bastante opções com transistores:
    http://www.brighthubengineering.com/...e-equivalents/
    ou
    http://bekemips.jimdo.com/2012/06/28...rcuit-diagram/
    (É o mesmo)

    Com 1 par de mosfets acho que já mandei esse circuito antes:
    http://www.homemade-circuits.com/201...sine-wave.html

    Esses circuitos de senoidal aproximada servem bem pra alimentar fonte chaveada e cia, esse pico citado no seu link de 325V é o pico da onda AC (A diferença de potencial aproveitavel seria 230V), o que uma fonte chaveada faz é retificar isso, depois de retificado teria 325VDC, isso está no range de tensões que as fontes chaveadas 100-240VAC aceitam (Aceitam 120VDC até 370VDC geralmente), mas a forma de onda sendo uma senoidal torta, e torta justo na parte acima do meio (Lá pelos 70% da subida, digamos) onde a indução nos motores faria mais efeito, com esse problema justo nessa parte da onde não dá pra ter nem meia certeza se um motor irá gerar, terá que ver como o circuito se comporta com a carga induzida pelo motor, se essa carga entortar demais a onda o motor não vai pegar velocidade, vai ficar em baixa rotação gastando muito o tempo todo. Alias, que vai ficar em rotação menor que com senoidal perfeita isso vai, mas se será pouco o suficiente a ponto do segundo enrolamento (O de marcha) não assumir, essa é a parte que não tem como adivinhar, pelo que eu já usei de inversores de onda quadrada a resposta é não funciona, de senoidal aproximada é funciona lá de vez em quando, e com senoidal perfeita (pura) a resposta é sempre funciona.

    (Se tivesse um trafo de 10V pra 135V eu diria que dá pra fazer funcionar até com onda quadrada! Nobreak pra portão-eletronico usa isso)

  4. Bom Dia amigos!
    Gostaria de uma ajuda em um problema, que superou meus conhecimentos. Possuo uma pequena piscicultura, onde estão ligadas atualmente uma bomba 9000 litros a 180w de consumo, e um soprador de ar a 130 w de consumo. Para aquecer a água, pois aqui no inverno faz muito frio, utilizo quatro aquecedores de 300 w cada. Como sistema de emergência uso banco de baterias, em valor atual de 510 Ah, ligadas a um nobreak senoidal de 2200 VA da Ragtech. Como fonte de energia, usava a rede publica, mas como estava muito cara, comprei um aerogerador de 2000 w, que está ligado juntamente com a rede pública. Pretendia comprar um inversor para injetar na rede publica a energia eventualmente excedente, para dar uma baixada na conta de luz. Mas, a um tempo atrás, em outro fórum, me disseram que, por meu nobreak ser senoidal, ele injetaria automaticamente na rede publica a energia excedente da carga total das baterias, pois já possui dentro de si o inversor. Mas não pude conferir as credenciais do meu informante. Gostaria então de obter mais informações a respeito aqui, onde existem pessoas com grande conhecimento técnico, que me falta.Obrigado, e agradeço qualquer ajuda.



  5. Nobreak senoidal não "volta" energia pra rede elétrica, quem afirmou isso fugiu da escola.

    Precisaria um inversor grid-tie. Alguns nobreaks bem caros tem essa feature, mas nobreak comum não tem nada disso. A entrada é apenas entrada, o inversor manda tensão apenas pra saída.

    Em nobreak comum (SMS, Ragtech, Multilaser, Eaton, APC, Enermax, Lacerda), esses de 400VA a 5KVA, de R$ 200 a 10 mil, a inversão é ligado num trafo que vai apenas pra saída. Pra inversão grid-tie precisa um circuito MUITO mais complexo e mais caro!

    Não é questão apenas de ter uma onda senoidal na saída, pra ela voltar pra rede elétrica precisaria estar sincronizada (Não apenas a 60Hz, todo ciclo deve coincidir com precisão), e precisa ter uma tensão minimamente mais alta que a rede (Afinal o consumo em sistemas em paralelo sempre sai de quem tem a maior tensão).

    Dependendo da tensão do aerogerador, vai precisar de inversor grid tie pra uma ou outra tensão, um pra sistema 24, 36 e 48V:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...500w-watts-_JM

    E esse pra sistemas 12 e 24V:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...funco-mppt-_JM

    (Um inversor comum de 500 ou 1000W, custa algo tipo 1/4 ou 1/3 desse preço, o grid tie é caro mesmo, esses aí ainda estão baratos, é marca desconhecida, sabe-se lá a qualidade)

    Mas se requerer o medidor pra cia elétrica, eles talvez exijam NFE de um inversor grid-tie homologado, pergunte pra cia elétrica o que eles precisam pra instalar medidor bidirecional (A NFE do medidor vão querer, não sei se vão exigir do inverter grid tie).


    Tem que ver se o medidor de consumo de eletricidade na sua rede roda pra trás. Os medidores antigos analógicos são de MEDIÇÃO unidirecional, só giram pra frente, o consumo só aumenta. Os medidores digitais idem, o consumo nunca diminui. Mas... eles permite o retorno de alimentação, a energia de um inversor grid tie de fato voltaria pra rede elétrica externa, mas sem girar o relógio pra trás. Não reduziria sua conta de luz.

    Por exemplo, esse aqui é um relógio bidirecioal, ele "diminui" o consumo quando tem energia voltando:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...co-digital-_JM

    E esse aqui é um unidirecional antigo comum:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...gital-novo-_JM
    Nele a energia volta, mas o contador não registra a diminuição.
    (É tipo quando você dá a ré no carro mas o odômetro não diminui o valor marcado, só aumenta quando vai pra frente, é um marcador unidirecional)

    Teria que perguntar na cia elétrica que medidores bidirecionais eles aceitam, se eles os instalam sem custo, se precisa ser um homologado (Alguns são caros). Que eles vão ter que lacrar o aparelho ou registrar a troca eles vão, não tem como um mês a medida ser feita num número tipo 55874 e no outro mês o leitor passa lá e tem um numero escrito 25, perde a sequência da leitura, e eles precisam ver os lacres e cia (Porque não é impossível adulterar medidor).


    Enfim, o fato de ter inversor não diz nada, tem inversor que custa o preço de um pizza:
    http://produto.mercadolivre.com.br/M...ac-80wcabo-_JM
    Mas isso não fica sincronizado com a rede elétrica, não tem nada de inteligente pra ficar sempre entregando tensão.

    Eu duvido que esses inversores grid tie baratos (Menos de R$ 2 mil) durem muito, porque os inversores comuns (off-grid) de menos de R$ 2 mil (Por 1000 a 2000W) não aguentam muito tranco, a feature grid tie é mais complexa, resulta num inversor mais caro, acho que os bons (Xantrex, Morning Star, nem sei que marcas de renome tem isso no brasil) de 1000 a 2000W vão chegar na casa dos R$ 3 mil.


    Ah, suas bombas (De água, e de ar quente) com motores provavelmente precisam mesmo de inversor senoidal (Ou nobreak pra portão eletrônico), mas aquecedor que é uma resistência (Um fio de niquel-cromo) simples operam MUITO BEM até com inversor comum xexelento de R$ 100, uma resistência será aquecida do mesmo jeito com uma onda senoidal, com onda quadrada, trapezoidal, até com DC pura. Se separar motor de outros equipamentos (Até fontes chaveadas comuns), não precisa inversor senoidal pra equipamento que aceita qualquer onda (A maioria das fontes chaveadas retifica e passa pra DC logo na entrada, se entra onda senoidal ou onda trapezoidal o circuito nem fica sabendo, terá 160VDC depois da retificação e filtragem, ao invés dos 115VAC do nobreak (Senoidal ou comum).

    só motor que precisa senoidal pura e limpa sem falta, o resto dos equipamentos em geral não liga pro fato da onda ser "semi-senoidal", e pra alguns equipamentos até onda quadrada ou triangular serviria!






Tópicos Similares

  1. Placar Solar + Carregador de Bateria
    Por mathcardoso no fórum Redes
    Respostas: 12
    Último Post: 14-12-2015, 20:44
  2. Sistema Solar com segundo carregador de Bateria
    Por weslly21 no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 5
    Último Post: 02-03-2015, 02:19
  3. Sistema Solar com segundo carregador de Bateria
    Por weslly21 no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 2
    Último Post: 01-03-2015, 23:25
  4. Fonte picopsu + carregador de baterias + poe
    Por picopsu no fórum Sistemas Operacionais
    Respostas: 0
    Último Post: 05-04-2013, 16:21
  5. Carregador de baterias
    Por elielton no fórum Redes
    Respostas: 67
    Último Post: 28-02-2013, 11:23

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L