Resultados da Enquete: Fabricaria com tubos torres telecom?

Votantes
12. Você não pode votar nesta enquete
  • Sim, mas com espessura condizente.

    4 33,33%
  • Não, é arriscado.

    8 66,67%
  • Sim, tenho certificação de laboratórios sobre meus tubos.

    0 0%
  • Sim, sou técnico em mecânica e sei como devo manuseiar tubos.

    0 0%
Enquete de Múltipla Escolha.
Página 1 de 4 1234 ÚltimoÚltimo
+ Responder ao Tópico



  1. Prezados, bom dia!

    Ontem, conversei com um fabricante de torres telecom, que me apresentou seu quadro clinico de como constrói torres (estrutura metálica).

    Perante nossa conversa da parte de segurança no fabrico dos módulos, e seus perfis eu tirei a seguinte conclusão, que passou à todos combaterem o correto emprego de perfis metálicos, e não como alguns tem fabricado de formas escusas, e com que eu tive contatos de alguns fabricantes, cortei até a amizade devido que cometem falhas gritantes no fabrico das referidas, e com o converse de ontem, me veio a lembrança da famosa falha mecânica, por erro de quem procura fabricar produtos passando por cima de tratamentos superficiais e assim origina a famosa "Casca de laranja"?

    Vou explicar o que seja esta tal "Casca de laranja", creio que alguns devam saber, mas o lado molecular mecânico do aço, talvez não saibam corretamente o que ocorre.

    Quando o fabricante omite tratamentos superficiais e modo de manuseio dos aços, ele comete uma série de falhas mecânicas, digamos "erro humano - falha por consentimento do ser humano, que visa lucro e quem compra que se lasque".

    Por este parágrafo anterior, a casca de laranja, como se origina?

    O metal tem uma formação molecular na fundição das dentrias, ou seja, depende da forma de fundição, ai a orientação dos grãos moleculares podem favorecer as falhas mecânicas, por isto nos engenheiros ficamos cinco anos aprendendo sobre a fundição do coque para se tornar ferro fundido, aço e aços ligas. Esta questão é terrivel a formação na fundição é que nem receita de bolo, quem faz o bolo sabe o que deve ter na mistura, e assim é com o aço, depende da adição de aços ligas, que irão dar um tipo de aço, quer seja martensitico, quer seja ferritico, quer seja perlitico, etc.

    Não vou entrar em detalhes de fabricação de aços, mas digo se o camarada compra uma barra de aço (perfil de abas iguais), ele pode estar comprando um aço 1045, um aço 1030, um aço 1010, um aço 1050 ele não sabe o que comprou, assim cada um tem uma composição estrutural, se na fundição o direcionamento dos grãos nos cantos não foram bem orientados, a adição dos aços ligas não vai ter o devido efeito, tu pode comprar um aço caro, mas se houve erro na fundição ele é um aço barato, ou seja comprou gato por lebre.

    O correto seriam mandarem o aço comprado para o Instituto de Pesquisas Tecnológicas na capital paulista na cidade universitária da USP, lá eles fazem ensaios de variados tipos para saberem se o aço que tu comprou qual seja o material, assim muitas empresas brasileiras de grande porte fazem ao fabricarem um produto de metal, ou de concreto, ou de madeira, mandam corpos de provas para lá e fazem de graça, e recebem alguma coisa de doação da empresa, um saco de estopa, um sei lá o que como vou adivinhar se não vivo com eles, eu fiz estágio lá e sei o que eu falo aqui, não falo asneiras não, tudo que falo aqui é em cima de anos e anos de experiência no fabrico do metal, que comecei em colégio técnico em 1973.

    Assim, quem fabrica uma estrutura metálica para torres telecom, deveria ter pelo menos curso técnico em mecânica industrial, ai seria o fabricante um cara qualificado, mas pergunto quantos que fabricam possuem um diploma de nivel médio profissionalizante aqui no Under-Linux? Levante a mão, ou nos enviei seu certificados reconhecidos pelo MEC, e sua credencial expedida pelo CREA e a anuidade paga neste ano de 2015, pela Certidão de Registro e Quitação do CREA de 2015.

    É uma retranca, este assunto? Resposta: é. Por que assim quem sabe quem fabrica faça corretamente, o fabricante de ontem, sabe tudo e não tem diploma de técnico, só que ele é alguém fuçado, e sabe do que eu falo, nem precisei tocar neste assunto, por que ele é um bom entendido, para um bom meia palavra basta, agora tem uns que são fabricantes que deixam muito a desejar, quem me pede fabricantes eu direciono a quem tem conhecimento básico de mecânica do fabrico.

    A casa de laranja, vem da falta de tratamento superficial, existem inúmeros que podem ser feitos em laboratórios da USP, que não cobra nada, e tu doa algo para eles, e assim tu consegue uma proteção superficial decente, dentre elas da fosfotização, que é a deposição de fosforo por banho quimico, e isto é o correto, quem faz isto? Nunca soube disto com fabricantes de torres telecom, fazem a galvanização a fogo, por que é o processo que conhecem, mas cada processo tem um efeito, mal empregado, tipo se furar uma barra de aço que foi galvanizada a fogo, ai dançou por que o furo ele corta o metal de lado a lado e na espessura não tem o galvanizado a fogo, só nos lados ai a corrosão come solta, um erro quando mandar fazer a galvanização tem que ser em perfis já manuseiados (furados, cortados e soldados), do contrário pago galvanização e se passou por um otário.

    Para tanto o correto seria tu contratar um engenheiro metalurgista, quem vive com isto, eu sou mecânico, cuido da parte estrutural, já da parte de proteção superficial e composição do aço, é o engenheiro metalúrgico, que existe, mas muitos não conhecem, ou não sabem e, do engenheiro de materiais, mais popular.

    Quando voce fabrica algo, tem que ter dominio do que tu tá fabricando, do contrário na queda de uma torre, isto será apurado, se tu comprou perfil de aço 1040, 1050, 1030, 1010, a culpa não será do engenheiro mecânico será sua, por que tu não sabia e não consultou um engenheiro de materiais ou um metalúrgico.

    A casca de laranja, é a bolha que forma na superficie do metal, ai se aperta com a mão, e surge abaixo da pele o conteúdo interno de lâminas de oxido de ferrugem, já em tubos meu Deus, é o veneno, como tu vai ver dentro de tubos?

    Dentro de tubos, com os gases de solda, e espessura fina, já era, um abraço, no passar dos anos, tem tubo que se mantém bem por fora e por dentro, como saber?

    Contrate um profissional que usa do ultrassom, ele vai medir todos os tubos de uma torre telecom, tu vai gastar uma nota preta, por que tu vendeu ou comprou uma torre de tubos, sem saber como estava por dentro, geralmente por dentro já tava com corrosão, por que muitas vezes tubos ficam jogados no chão de quem fabrica e, não tem a curiosidade ou, paciência em tentar olhar por dentro, ai como olhar por dentro num tubo?

    Tem que ter um cabo ótico, para ver por dentro do tubo, ou algum outro meio de ver como está por dentro, mas depois que a torre tá pronta, com tubos soldados amassados nas pontas, ai meu amigo é comprar gato por lebre, como vai saber como está por dentro, contrate um profissional que faz medições de espessuras com ultrassom, vai gastar, mas vai se garantir.

    Também existe o ensaio não destrutivo de particulas magneticas, esta serve para saber se tem trincas, fissuras, nas soldas e nos perfis metálicos e assim tu saberá se ali tem um inicio de corrosão da ferrugem, um processo caro mas que serve para tu saber como esta a tua torre.

    Eu, tenho um profissional deste, mas para torres telecom não trabalhamos não, só para pás de turbinas em usinas hidrelétricas, lá ele ganha um ensaio em vasos de pressão e, pás de turbinas, algo em uns R$ 40.000,00 o preço de uma torre, se acha que ele vai fazer isto com torre!

    Bom, enfim o fabricante de ontem, falou que não fabrica torres de tubos não, por que sabe da parte externa, já desta minha explicação aqui não, por que eu vi que ele é um cara centrado ao sucesso, não como outros que conheci que não sabe nada de nada, ai vendem torres sem saberem que serão um dia responsabilizados por algo, e não os engenheiros, correto, por que não contratam engenheiros, depois não chorem o leite derramado.

    Tá ai, foi apenas um rolê sobre tipos de perfis e proteção superficial, tem mais, não vou me alongar não, por que muitos não dão nem bola, para meus escritos, apenas uma pequena galera do Under-Linux leva a sério meus comentários.

    Valeu e quem fabrica torres de tubos, que se proteja, e faça a coisa certa, na Europa não fabricam torres de tubos, os europeus sabem que a coisa é outra, assim os brasileiros que fabricam de tubos, que seja uma espessura condizente, que possa resistir anos e anos, mas vai pesar muito assim fica inviável de tubos, a não se que seja pequena e que se cair não tenha nada no perimetro dela, pode cair que não irá ferir ninguém, por isto que vejo mesmo em torres de cantoneira o terreno ao redor não se deve ter residencial, ou é campo, ou é autoportante sólida de cantoneiras em cidade, de tubos em cidade, esquece, pode ser em rural, com os devidos cuidados, e estaiada de tubo!!!

    Se fui útil não me dê uma estrelinha, comente é mais inteligente, aumentar a reputação: se já existe, é tapar o sol com a peneira.

  2. nossa este e um muito interressante e o verdadeiro rebimboca da parafuseta .
    cheguei a ficar meio louco lendo ele.



  3. Me parece que somente eu e @naldo864 que gostaram do post

  4. Mereceu a reputação



  5. Vivendo e Aprendendo, Gostei do post.






Tópicos Similares

  1. Livro de Tecnlogia e em Torres Telecom!!!
    Por TreiscBr no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 0
    Último Post: 26-05-2016, 06:15
  2. Segurança de Torres Telecom, sua fundação em 2015!
    Por TreiscBr no fórum Assuntos não relacionados
    Respostas: 2
    Último Post: 08-03-2015, 20:01
  3. Segurança em Torres Estaiadas
    Por ricsabreu no fórum Redes
    Respostas: 92
    Último Post: 17-04-2013, 09:43
  4. Ponto de acesso em torre de rádio AM
    Por marcelomg no fórum Redes
    Respostas: 9
    Último Post: 08-04-2006, 00:08
  5. Respostas: 3
    Último Post: 29-03-2005, 15:51

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L