Ver Feed RSS

Tecnologia de Redes, Mobilidade e Inovação

Conhecimento, progressão continuada e como matar a criatividade no ambiente de trabalho.

Avaliação: 3 votos, 4,00 média.
Aqui no estado de São Paulo está ocorrendo uma grande discussão sobre a questão da progressão continuada nas escolas públicas. E é sobre esse tema que eu quero comentar aqui neste post e, como essa mentalidade (ou o não entendimento dessa mentalidade) afeta a criatividade nas empresas.

Para quem não sabe, o conceito de progressão continuada funciona assim: ninguém repete de ano. Da primeira até a oitava série os alunos da rede pública não sofrem repetência. Os alunos são submetidos a provas e testes, mas o resultado só serve para acompanhar a evolução do aluno, mas não gera reprovação.

Os críticos do sistema afirmam que progressão continuada é só uma maneira de reduzir custos (se não tem repetência, o aluno não fica ocupando carteira o que reduz a necessidade de construir escolas) e que isso gera uma quantidade de analfabetos diplomados. Outra crítica é que os alunos ruins "seguram" a turma, impedindo os melhores de progredir.

Eu sou a favor da progressão continuada. Ela pode não ser perfeita, mas tem vários benefícios:
  • Muitos alunos repetentes, pela humiliação, acabam desistindo da escola. Em famílias de pouca estrutura aonde a renda é baixa, a tentação para aceitar a condição de "burro" do filho para coloca-lo para trabalhar (ou pedir esmola) é grande. A progressão continuada diminui a taxa de evasão escolar, isso mesmo os maiores críticos do sistema não negam.
  • Matemática, português ou ciências não são as únicas formas de conhecimento humano. Artes como dança ou pintura, aptidões físicas (esporte) são exemplos de formas humana de produzir que não são medidas por provas. Se você não corda comigo, assista a este vídeo:
    http://www.ted.com/talks/ken_robinso...reativity.html

    São 18 minutos (tem legenda em português, basta ativar os subtitles) sobre este tema.
  • A presença do aluno na sala, por menos que ele consiga absorver, é melhor do que o conhecimento que ele vai absorver nas ruas.


Eu conheço muitas pessoas de sucesso que estudaram em colégios particulares com progressão continuada. Na verdade, essa "progressão continuada" em escolas particulares vem disfarçada: o aluno que não consegue nota faz recuperação, se não consegue na recuperação faz curso de férias e se não consegue no curso de férias faz reposição no ano seguinte aonde as provas são tão fáceis que só não passa quem não quer. Concordo que a progressão continuada nas escolas públicas pode ser melhorada, para dar o mesmo processo de recuperação aos alunos, porém mesmo nas escolas particulares a recuperação é apenas uma burocracia: se não aprendeu no período normal, não vai ser na recuperação, curso de férias ou reposição que vão resolver: o aluno faz isso tudo, não aprende do mesmo jeito e continua. No final ele se forma, arruma emprego e toca uma vida, muitas vezes melhor do aquele gênio que tirava 10 em tudo (na verdade, pare ser sincero, todos os gênios nota 10 que conheci levam uma vida bastante medíocre, sem grande brilho).

Se você ainda não está convencido, me responda o seguinte, quantas vezes na vida real, no seu trabalho, você precisou saber:
- a data de publicação da lei do ventre livre?
- o nome dos principais afluentes do Rio Amazonas?
- o que é massa molar de um elemento químico?

Hoje em dia, o bem mais valioso de um profissional é a criatividade, que não é avaliada em nenhuma prova na escola, mas valorizadíssimo na prova da vida real.

Colocado esse ponto, quero te fazer uma pergunta: como está o nível de criatividade na sua empresa ou seu trabalho?

Se você trabalha para alguém, como seu chefe valoriza a criatividade dos funcionários?

Se você é gerente de alguém, como você valoriza a criatividade dos seus subordinados?

Agora que você respondeu a estas perguntas, esqueça!!! Não é isso que importa em um ambiente criativo. O que importa em um ambiente criativo é como você reage aos erros.

Não existe processo criativo sem erros. Todas as mentes criativas erram. Não existem um artista ou mente brilhante que não tenha alguma falha enorme na sua carreira. O erro faz parte do processo de criação.

Se você é um gerente que pune os erros, imaginando que estará contribuindo para o bem da empresa, na verdade estará cortando o processo criativo das pessoas.

Se você é um funcionário que se abala com a bronca do seu chefe por causa de um erro, você vai estar matando a criatividade que seria o seu principal valor dentro da empresa.

Não estou dizendo que sou a favor do erro, ou deixar os erros correrem soltos. Mas é importante (e isso é a grande segredo) é saber balancear as coisas.

Pense por um momento: em que ano você vai se aposentar? Dependendo da sua idade pode ser 2040, 2050 ou 2060. Até lá, você vai ter que trabalhar e produzir. Quais empregos vão estar disponíveis em 2030? Em 2040? É bem provável que o seu cargo hoje **não** seja um deles, o que significa que até você se aposentar você ainda vai mudar de carreira - provavelmente várias vezes.

Independentemente do que você estiver fazendo daqui a 30 anos, uma coisa eu te garanto: a sua criatividade vai ser provavelmente a sua única característica que não vai caducar.

Atualizado 17-10-2010 em 11:01 por mlrodrig

Categorias
Não Categorizado

Comentários

  1. Avatar de Geeek
    Maravilhoso texto.
  2. Avatar de misterbogus
    "Se você ainda não está convencido, me responda o seguinte, quantas vezes na vida real, no seu trabalho, você precisou saber:"
    Bem vc está correto. se eu quiser ser um engenheiro, médico e etc e quiser disputar uma vaga em vestibular na univercidade pública. então eu fico fud......
    comparar o ensino particular com o público é covardia. Depender do governo para melhorar ensino e algo raro, então é mais viável voltar para o antigo modelo. Que ao meu ver ao menos passava o conseito da conquista por esforço.
  3. Avatar de Não Registrado(s)
    parabens! pela grande besteira que vc escreveu! de fato vc nao conhece a escola publica e muito menos as complicações da progressão continuada.
    o problema não écriatividade mas o analfabetismo que a progressão continuada está gerando.
    Qualquer dúvida é só pedir para um aluno do ensino médio redigir uma carta ou fazer conta de dividir.
  4. Avatar de Não Registrado(s)
    ah! então quer dizer que meu comentário tem que ser aprovado? então se sou contra claro que não será aprovado?
  5. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por Não Registrado(s)
    parabens! pela grande besteira que vc escreveu! de fato vc nao conhece a escola publica e muito menos as complicações da progressão continuada.
    o problema não écriatividade mas o analfabetismo que a progressão continuada está gerando.
    Qualquer dúvida é só pedir para um aluno do ensino médio redigir uma carta ou fazer conta de dividir.
    Eu estudei em escola pública toda minha vida. Melhor termos 100.000 alunos no ensino médio, aonde metade não sabe redigir corretamente uma carta do que termos 50.000 alunos no ensino médio que sabem redigir e mais 50.000 crianças na rua se tornando criminosos.

    Certas pessoas acham que a única coisa que torna um ser humano útil é escrever ou fazer conta. O ser humano vale pela sua capacidade de trabalhar em equipe, cooperar e fazer coisas criativas, que nenhuma prova de escola tem capacidade de medir.
  6. Avatar de mlrodrig
    Citação Postado originalmente por Não Registrado(s)
    ah! então quer dizer que meu comentário tem que ser aprovado? então se sou contra claro que não será aprovado?
    A Under-Linux é uma comunidade aonde valorizamos a liberdade de expressão. A moderação é necessária para evitar ofensas, spams e post que não sejam relacionados ao tema.

    Agora, muito interessante a sua posição, questionando da liberdade de expressão do Under-Linux ao mesmo tempo que vc se esconde através do anonimato do seu usuário.
  7. Avatar de saryshagan
    Citação Postado originalmente por Não Registrado(s)
    ah! então quer dizer que meu comentário tem que ser aprovado? então se sou contra claro que não será aprovado?
    Prezado; se você deseja ver seus comentários aparecendo diretamente nos posts sem passar por moderação, crie uma conta de usuário no Portal Under-Linux.

+ Enviar Comentário



Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L