+ Responder ao Tópico



  1. Ligar no aterramento do para-raio (Aqui predio de mais de 3 pisos precisa obrigatoriamente para-raio e projeto do aterramento com resp. técnico assinando, ou seja, precisa malha e gel, mas isso é legislação de cada municipio (Ou falta de legislação)) é um paleativo, só vai ter problema em caso de raio, nalguns casos a descarga corre por tudo que estiver plugado no cabo, de modo que a malha dos cabos blindados explode (O ponto mais fragil é sacrificado). Por isso não se liga a estrutura metalica dos predios no aterramento do para-raios, a chance de um raio estourar o cabo perto da terra, e na mesma tempestade um segundo raio (Ou o mesmo) percorrer a estrutura metalica do predio, sempre existe.

    Eu ligaria na estrutra metalica, em caso de raio direto precisaria um aterramento muuuuito bom, mas se já tem para-raios a chance de descarga direta no equipamento é minuscula. Mas tem outra coisa que causa MUITO problema: Indução por descarga proxima. Cabo de rede ou de RF capta o campo magnético induzido por uma descarga proxima (Raio no para-raio do predio ou de um predio vizinho), esse campo induzido se converte em tensão, tensão alta que queima os drivers/phy da lan dos equipamentos, pra evitar essa queima pode usar aterramento na malha do cabo, um misero aterramento num pote de flor as vezes salva equipamento, que dirá ligar na estrutura metalica ou vigas aparentes do predio. Obviamente não dá pra ligar uma torre de 20m nisso.
    (Nesse caso, indução de tensão nos cabos por raio proximo, centelhador também ajuda, mas tem que fazer gambiarra pra ligar os centelhadores, não tem equipamento comercial com centelhador pra rede UTP, um centelhador entre os pinos 1 e 2, outro entre os pinos 3 e 6, isso pode deteriorar o troughput da rede se os cabos forem longos, complicado dimensionar isso direito)

  2. olá amigo, utilize o para raio existente no edifício, detalhe recomendo que coloque o cabo vindo de 3 ou 4 lugares diferentes pois assim espalha melhor caso caia um raio, se não existir para raio ai fica difícil, bom coloque 2 na base da torre com braçadeira de metal coloque 3 braçadeira em cada cabo da base, com distancia de 10cm uma da outra, desta forma evita mal contato com o tempo pois sofrerá com sol e chuva, os outros 2 suba com eles a té o topo por fora de modo que se for cair um raio na quina da estrutura atinja primeiro o para raio caso seja triangular passe nas 3 e se for quadrada passe nas 4 quinas existe os pinos especifico para esta aplicação é uma haste de 10 a 15cm com um suporte de plastico onde vc irá passar o cabo, e este cabo deve is até o pico da torre onde deve ser colocado uma peça especifica para esta função. bom a algum tempo atrás eles utilizava um material empobrecido magneticamente com a intenção de atrair os raios, mas descobrirão que nada adianta, agora não sei que material é utilizado, fiz o meu com cobre e estanho e funcionou e continua funcionando, um dos raio que caiu comeu um pedaço de de uma ponta uns 3cm mas ao bullet 2,4 e outro 5.8 e aos aparelhos que esta ligado aos bulets nada fez (para ajudar eu utilizo cabo blindado) já vi cair raio e a luz nem piscou, a 3 anos perdi tudo e aprendi a lição, atenção fique de olho existe barra de ferro banhado a cobre vi isto no inicio da semana pois sou eletricista, a que eu vi tem por volta de 15 anos oxidou e o cobre sumiu, meu para raio eu mesmo fiz, ao invés de utilizar uma barra de 3 mts de ferro banhado a cobre eu utilizei uma barra de cano de cobre com uma barra de aço gg50 da gerdau dentro para garantir que ela não dobre ou corrugue ao ser enfiada ao solo (este processo deve ser feito batendo com uma marreta para garantir o máximo de contato na terra) desta forma eu espalho a descarga com cobre que é 100x mais eficiente que o ferro. minha casa fica no alto de um monte e tem 5 lajes, desta forma minha casa atrai os raios, já tinha brincado com meu pai, para não trabalhar na constrição de minha casa quando estivesse chovendo e ele tirava onda achando que eu estava loco ou impressionado (meu inquilino já tinha me relatado que caiu um raio) até que um dia eu e ele estava fazendo a área da cobertura (lavanderia + área de lazer) que é a parte de cima da casa e caiu um raio, o velho pulou de uma laje na outra e saiu correndo, agora o tempo muda galera já vaza, mas eu fico de boa mas daquele jeito. nos edifícios sempre vejo para raio de cabos de alumínio semelhantes aos da eletro paulo utilizados em distribuição de energia, eu prefiro gastar o dobro e fazer com cabos de cobre, não confio em alumínio para isto pois minha vida ou de entes queridos pode depender disto. espero ter ajudado.



  3. Amigos, a propósitoestamos pedindo ao nosso engenheiro responsável, justamente um projeto de aterramento para nossa torre que fica no topo do predio.
    Andei conversando com outro engenheiro e o mesmo me alertou que aterrar os equipamentos no para raio e loucura, pois pode ter retorno de ca dúvidaarga e assim descarregar nos equipamentos. Li em algum artigo não me lembro onde que uma conta prática (prática não e a regra ok) de calcular a bitola do fio terra é sempre usar a metade da bitola que estas utilizando para o fio positivo. Agora não sei se com o comprimento elevado muda o cálculo!!! Também tenho esta dúvida! Em todo o caso acredito que o melhor seria ler a NBR 5410! Veja se encontra a resposta (conheco a norma, mas não li na integra)
    Quando receber a resposta do eng, posso postar o resultado!!!

  4. Metade da bitola pra fios grossos, se usar a alimentação com baixa corrente, tipo alimentar meia duzia de NS, dá 120W em 127V de consumo na pior das hipóteses, situação onde um fio de 1mm resolve tranquilamente, mas nesse caso não dá pra sequer pensar em usar fio de 0,5mm pra aterramento.

    O MÍNIMO a se usar pra aterramento é 16mm, é o cabo de cobre mais fino que você achará com o nome "para aterramento". SE você alimentar o equipamento com fio mais grosso que 32mm, AÍ SIM pode pensar em usar bitola com metade do tamanho do fio da alimentação (Alimentação com 68mm, terra com 34mm), em torre de telecom nunca ví nada mais grosso que uns 4 ou 6mm.

    Aterrar equipamento junto com para-raios é paleativo, isso nunca pode ser pensado como solução permanente, no primeiro raio direto tudo queima, mas quebra o galho evitando a queima por indução devido a descarga proxima.

    Ou seja, ajuda nas descargas proximas (Aterra altas tensões que induzidas no condutos), mas queima tudo em descarga direta (No para-raios). Aterramento basico onde não tem raio direto sobrevive anos, mas em caso de raio direto queima tudo, a função do para-raios é mandar a descarga direta pro aterramento proprio, protegendo o equipamento abaixo (Que portanto precisa aterramento separado).

    *Raio direto: Descarga no para-raios ou na torre, e não "varios raios por perto no mesmo dia". Vale lembrar que dependendo da região e construção o raio se divide, um braço se descarrega no canto da construção, outro na arvore do lado (Algumas arvores tem mais umidade e são mais atingidas, tipo coqueiros), por isso o para-raio precisa ser muito mais alto que o equipamento (Virtualize uma piramide com uns 40 a 45° de angulo de subida, para-raios no topo), predio as vezes tem para-raios a 5 ou 6m acima, isso protege uma area de uns 40m² abaixo, se o predio for maior que isso (Sempre é) o risco de descarga direta em aste de ferro de equipamento a 10m desse aterramento é grande.



  5. Citação Postado originalmente por Maurobranquinho Ver Post
    Amigos, a propósitoestamos pedindo ao nosso engenheiro responsável, justamente um projeto de aterramento para nossa torre que fica no topo do predio.
    Andei conversando com outro engenheiro e o mesmo me alertou que aterrar os equipamentos no para raio e loucura, pois pode ter retorno de ca dúvidaarga e assim descarregar nos equipamentos. Li em algum artigo não me lembro onde que uma conta prática (prática não e a regra ok) de calcular a bitola do fio terra é sempre usar a metade da bitola que estas utilizando para o fio positivo. Agora não sei se com o comprimento elevado muda o cálculo!!! Também tenho esta dúvida! Em todo o caso acredito que o melhor seria ler a NBR 5410! Veja se encontra a resposta (conheco a norma, mas não li na integra)
    Quando receber a resposta do eng, posso postar o resultado!!!
    olá amigo, quanto a bitola do fio deve ser a mesma para positivo e negativo ou em caso de 220, como exemplo todas extensões e fios de cabos de maquinas são da mesma bitola, quanto a distancia sim interfere na bitola do fio pois quanto maior é a extensão mais tem perdas como efeito resistência ( o aquecimento do cabos, que reflete em aquecimento do cabo levando a perda de energia em forma de calor) e como um exemplo o efeito fonte, (esticando 1km de cabo inicia-se com carga 110 na outra ponta vai chegar 98 ou menos este só exemplo pois dependendo da carga aplicada até menos). a utilização do um cabo mais grosso e outro mais fino irá sobrecarregar o cabo mais fino, quanto ao para raio e aparelhos juntos no caso da utilização de cabo de cobre nú, a carga rompe a parte mais fraca no caso é dado ao lugar onde o raio cair, uma vez que as hastes é cano de cobre tem 100% do aproveitamento do aterramento, no caso de cabos de alumínio e aterramentos com hastes de ferro pode ocasionar que leva a carga do raio para a haste de aterramento o que causaria a queima de tudo que esta no caminho ou ligado ao aterramento, a haste banhado com cobre não tem a mesma eficiência, este é meu conceito de experiencia na área o mais fraco rompe e todos que trabalha com elétrica sabe disto, com o para raio de cobre pode até derreter o local onde o raio tocar mas não irá ser conduzido pelo aterramento, posso dizer que já levei vários sustos mas depois que fiz nada mais queimou, inclusive tem a mancha onde o raio passou causando oxidação do ferro, detalhe levei 2 cabos do aterramento 16 mm = 32mm até o topo 100% cobre, do mais acompanhando o post conhecimento nunca é de mais.






Tópicos Similares

  1. Respostas: 22
    Último Post: 18-04-2015, 19:52
  2. Respostas: 13
    Último Post: 22-05-2012, 17:57
  3. Respostas: 3
    Último Post: 22-03-2012, 20:25
  4. Respostas: 2
    Último Post: 13-03-2008, 07:59
  5. Proteção para equipamentos no Litoral
    Por haas no fórum Redes
    Respostas: 14
    Último Post: 10-12-2005, 13:04

Visite: BR-Linux ·  VivaOLinux ·  Dicas-L